Username: Gagia [Contato] Nome:
Membro desde: 05/02/2018
Status: Membro
Bio:

[Informar violação das regras]


Histórias de Gagia [0]
Comentários por Gagia


Sob o encanto de maya por Solitudine

Classificação: +12 • 181 Comentários starstarstarstarstar

Sinopse:

Trata-se de uma história sobre a vida cotidiana de várias mulheres, muito diferentes entre si, porém interligadas sob vários aspectos. Todas elas, cada uma a seu modo, descobrem que podem ser felizes, vivendo suas vidas plenamente. Ser homossexual não é uma doença; a doença reside nas mentes preconceituosas, apegadas às ilusões das formas e das aparências. Você pode achar algumas passagens um tanto transcendentais, dramáticas, engraçadas ou caricatas demais, só que nenhuma delas é destituída de significado. Sem a pretenção de querer ser ‘profunda’ a ideia é distrair e fazer pensar.



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 1: Primeira Temporada - MUDANÇAS I

Oh, estou eu aqui a pensar o que te escrever após a odisseia de ler teu conto ou série como preferiste chamar e nem sei por onde esta gágia deve começar. Leio histórias lésbicas há tempos outros e nunca nunca me adentrei nos sítios a comentar mas por ti não pude passar distante e criei este perfil somente para escrever a Solitudine. E que autora!

Eu já li inúmeras autoras, maravilhosas, envolventes, poderosas, cheias de garbo mas como tu ainda não vi. Como tu escreves ainda não há. Tu me lembraste até de Raul Seixas que diz ter nascido há dez mil anos atrás, porque não há nada que tu não saibas demais. Parece que viveste cada experiência de tuas personagens, dados os detalhes que nos põe a ler. Parece que tu choraste cada lágrima, riste cada sorriso e sonhasse cada sonho delas. E assim tu nos leva neste mundo de ilusão, e será mesmo um mundo de Maya?, e nós nos pomos a rir e chorar e sonhar e emocionar. Quando queres nos excita, em seguida nos fazer chorar e depois nos divertes. Incrível, não saberia dizer de outra maneira.

Queria dizer tudo que me marcou neste conto mas não sei. É mui rico e me perco só de pensar. Tua inteligência aguçada e cultura incomum não passam despercebidas no conto. Solitudine, atrevo-me a quem sabe ferir as outras divas, mas és a melhor, a maior e a mais completa. Sabes qual é teu único problema? Nasceste no momento errado. És autora para poucas porque nem todas podem te compreender. Vivemos na era das frivolidades, das vontades impulsivas, da preguiça mental e da apatia. Tua escrita é rica, densa, culta e viva demais para estes tempos. Oxalá daqui a alguns anos, mais pessoas poderão te entender e dar-te o valor que por agora não recebes. Mas algo posso te dizer: das que te encontraram, és rainha. Lerei teu outro conto e ao final tenho certeza que me forçarás, sem querer, a voltar e comentar. Escreverei mais nesta feita. Não te aborreças. E respondas quando puder.

Gágia no Ar



Resposta do autor:

Olá Gagia, 

Você é de Angola? Escreve como minhas amigas de lá, com este português riquíssimo. 

 

Não sei o que dizer quanto aos inúmeros elogios que me deste, mas posso te afirmar que as bochechas queimaram e fiquei muito orgulhosa. Agradeço por sua gentileza extrema, especialmente por não ter o hábito de vir nos sites para comentar.

Um dia desses me bateu uma saudade muito grande da "Solitudine", não sei se me faço clara. Então reli esta história toda e lembrei da época em que a escrevi e mais os fatos que vocês não sabem. Tenho muito orgulho em ter entregue Sob o Encanto de Maya para vocês. Especialmente por causa das pessoas que conheci no processo.

Suas palavras me lembraram uma amiga que sempre lamenta dizendo que Maya é um "tesouro não valorizado" e que adoraria ver a história "virando uma série na televisão", mas sinceramente é o que sempre digo: não foram muitas a ler, não sei arrebatar muitas leitoras, mas quem leu me diz coisas lindas e marcantes. Isso me basta!

Obrigada!

 



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 7: Segunda Temporada - ENTRELAÇADAS I

Lindíssima tua ideia de nomear cada temporada com a tônica essencial que ela tem. Escolha mui acertada porque foi oportuno em cada caso. Em mudanças nos apresentaste a grandes personagens e às mudanças que se lhes impuseram na vida e as tiraram de suas zonas de conforto.

Em entrelaçadas mostra-nos explicitamente como todas se ligaram de um jeito ou de outro. E em cada temporada tu nos brindas com dizeres, por sua vez, correlatos ao nome dela e sempre tocantes.

Não necessariamente comento no local certo porque a memória me trai sobre onde li cada coisa, mas esta criação chamada Lady Dy donde concebeste? Muito me pus a rir por causa dela. rs  A história da barata, dos namoros mal sucedidos e os shows de canto depressivo, a loucura para casar, os sonhos, as entrevistas de emprego, oh, como foi divertido! O papagaio, Deus que bicho seria aquele? rs

Seyyed é para apaixonar e quando estava a viver loucuras sob os lençois com Isabela cheguei a ter raiva de ti pois estou solteira e só ficava a me sentir mais só. Nem queria devanear muito pois não teria com quem executar o que pensava. rs  Existe uma Seyyed? Alguém que faz tanto bem desinteressadamente. Se ela existir eu quero!!!

Juliana muito me fez rir também com as coisas que falava e fazia, mas amei as terapias com Ivone. Aprendi bastante como seu teu conto fosse uma enciclopédia Larousse LGBT. rs

Suzana era puro foco e paixão por Juliana, outro casal que me deixava atiçada, mas me emocionou muito em sua ida a Serra do Imery. E no perdão a Lucas. Ri deveras quando estive em um aniversário pagodiano e na consulta a ginecologista embusteira. Donde crias estas passagens mulher? rs

Camille, Camille, que evolução. Muito me fizeste chorar com ela pois que muito me identifiquei... seus dramas, seus conflitos... por vezes me parecia que ouviste minha voz interior e transformaste em personagem. Chorei quando tentou suicidar, quando por tantas vezes terminou com Fátima, quando negou o óbvio reiteradamente. Emocionei-me quando encontrou Jesus, quando ganhou emprego, comprou a prótese, reconciliou-se com a mãe... lindo, lindo, lindo. Mui belo. E gargalhei quando chegavam os filhos de Ligia, nas sessões com Ivone e nas conversas com aquela amiga, acho que é Aline. Só tu, diva! rs



Resposta do autor:

Seu comentário sobre as temporadas captou verdadeiramente o objetivo. E o que escreveu sobre as personagens foi muito romântico, eu diria.

Sim, a amiga maluquinha é Aline. RS

PS: Lady tem MUITO mais de realidade do que parece. Ela não me foi inspirada só na mente de caipira... kkk



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 6: Primeira Temporada - MUDANÇAS VI

Vou comentar em cada capítulo só porque tu mereces uma constelação. Eu deveria ter feito isso logo à princípio mas como te disse não sou de comentar contos. Tu desencadeaste em mim esta vontade. Talvez por gratidão minha. Ler-te foi terapia e oração, foi erótico e não vulgar, foi divertido e não piegas, foi uma descoberta plena!



Resposta do autor:

Desculpe responder mais de dois anos depois do comentário. É a minha desordem e loucura. Não sei o que dizer. Perdoe e muito obrigada por seu tempo e cada palavra



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 9: Segunda Temporada - ENTRELAÇADAS III

Outra menção é que escolheste músicas perfeitas para cada cena. E que canções! Tens bom gosto, menos quando Lady chora. rs Mas concordo que as músicas foram perfeitas para aquela agonia.

E tu és sagas porque usaste letras de música como falas, muito bem escolhidas. E escolheste somente cantoras, creio ter sido proposital. Creio que nada de ti seria aleatório, mas ao contrário muito bem estudado. Coisa de gênia.

Também és compositora pagodiana da melhor estirpe. rsrs



Resposta do autor:

Nada neste conto ocorreu à revelia. Nem os nomes do edifícios. As músicas foram selecionadas com critério caipiresco. E é verdade: só cantoras. Proposital.

Admiro que você percebe as coisas, e sempre me cobrindo de gentilezas e elogios. Obrigada!!



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 10: Terceira Temporada - BUSCAS I

"Só se encontra o que se busca. O que nos é indiferente nos foge"

Esta frase agora consta em meu perfil e em diversos outros lugares. Marcou-me deveras.

Esta temporada de buscas foi realmente frenética. Estive tensa em vários momentos mas houve descontração e muito romance. És uma romântica incorrigível, não seria? Por favor não te aborreças comigo pois não são pequenos assédios estes meus comentários. Sei que és casada e isto muito respeito.

Como conseguiste montar quebra cabeças tão intricando como aquele das drogas, notas fiscais, roubo de remédios, psicopatas, vídeos macabros e magia negra? Perdi até o fôlego. Leste Agatha Christie decerto. Genial como a diva inglesa.



Resposta do autor:

Creia que esta frase também muito me marcou.

Sim, sou romântica e apaixonada pela vida, embora fraqueje em determinados momentos, como o atual

 Acredito no Amor, acima de Deus.

 

Leio muito. Isso ajuda. 

Agatha Christie?? Nossa! Ganhei o dia!!



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 14: Terceira Temporada - BUSCAS V

Oh, o transplante de rim. Como me pus a chorar neste final. Seyyed trazendo o amor de volta a Juliana uma vez que sentia-se como alguém que havia feito exatamente o contrário. Eu me apaixonei por ela, foi inevitável...

Outra coisa que devo comentar, as citações. Como podias conhecer tantas, tão oportunas e adequadas ao momento? Tenho comigo praticamente todas elas. E tenho tuas próprias que agora usarei, reconhecendo-lhe autoria decerto.



Resposta do autor:

A maioria das citações estavam na minha mente. Frases que eu admirava e admiro pelo sentido.

Como associei a cada momento do conto? Não sei dizer.

 

Já que você gostou, são presentes para a Gagia. Estão no Ar.



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 22: Quarta Temporada - TRANSFORMAÇÕES VIII

Outras personagens dignas de nota: Letícia... Mulher inteligente, culta, letrada e um verdadeiro vulcão! rs  Típica sedutora incorrigível. Oh, já conheci uma do tipo e como enredam...

Lila, esta é um comentário inteiro somente por si. "Aum, aum..." Ri e gargalhei! Priscila simplesmente odiava o som da meditação e eu me punha a rir com tudo isso. Lila e Lady, oh céus! Risos e risos.

Tu simplesmente conheces todo o Tao Te Ching e a filosofia Zen os quais usaste com maestria nas mãos de uma embusteira mística. Tão convincente que quase me converti a sabedoria de Lila. rs   Reconhecia os dizeres e koans deformados legitimamente por tua personagem, em tua inteligêcia ímpar, e me punha a rir sempre. Como podes fazer piada com tanta complexidade? Óscar de melhor autora lésbica para Solitudine!



Resposta do autor:

Se você reconheceu mesmo sob minhas loucuras, a pessoa que dentre nós mas conhece a filosofia oriental é você. 

Gostaria de tê-la conhecido na época em que escrevia o conto!

Sua descrição das personagens é linda!



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 23: Quinta Temporada - LIBERDADE I

O ponto alto foi o Tributo a Patrícia Feitosa. Ali deste aulas. Procurei todos os livros que citas, encontrei alguns e agora estou a ler. Obrigada por tudo pois o entendimento tem me feito ver a vida com outros olhos!



Resposta do autor:

O tributo foi um grande momento de resumir informações valiosas na tentativa de interessá-las. Feliz que tenha te convidado ao estudo. 



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 29: Quinta Temporada - LIBERDADE VII

Tantas coisas, tantas coisas. Até um filme que assistes enriquece teu conto. Cloud Atlas... És incrível!

Lady vivendo em seu mundo paralelo, tu me deixas louca de rir. Esqueci de escrever no local devido sobre a cura de Ricardinho. Também foi grande emoção!

Dona Lourdes e suas velinhas... tão romântico, tão acolhedor. Juliana lendo o livro de Rute. Sabes a bíblia de cor? Mui adequado!

As consequências do documentário da Tatiana me fizeram sentir o efeito cascata que narraste no conto. A prisão de Anselmo, senti como se estivesse lá. São tantas coisas a dizer e não sei como colocar aqui.

A síndica louca me lembra uma senhora que conheci algures. Somente você Solitudine... rs

Eu ouvi o instrumental ao final do capítulo. O som dos violinos me arrepiou. O que passava em teu coração? Como escreves desta forma? Tu te aproprias do emocional de quem lê. Somos escravas de teus desejos. É como se dissesses, agora ri, assim fazemos, agora chora, assim sofremos, agora sonha, assim nos perdemos nos espaços da imaginação. Diva!



Resposta do autor:

Assisti Cloud Atlas por conselho de uma amiga e leitora. E aí foi pura inspiração. 

A forma como descreves as personagens me encanta. Gagia, quem é você?  Uma escritora?

O som dos violinos me fez chorar naquela hora de escrever. Pode acreditar. Eu primeiramente conheci aquele instrumental e depois veio a cena...

Você e uma grande amiga são as pessoas que me chamam de diva. Acho diferente e fico um pouco envergonhada...



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 30: Sexta Temporada - FELICIDADE I

Permita-me deter-me em um único momento, a morte da Sabrina. Ou será a vida? Ouvi a música em conjunto e assisti a cena. Eu vi tudo nos recônditos da mente. Viajei contigo e senti cada emoção. Lindo demais! Uma porta que se abre e o amor do outro lado...

E o holocausto no Everest salvou outra vida. Nossa Lila que virou Jaqueline. Não tão divertida, mas muito melhor. Maya abriu os olhos? Justo a ilusão? rs

Só mais uma...  a sedução do poder. O quanto há verdades em tudo isso!



Resposta do autor:

A despedida de Sabrina foi outro momento muito marcante e significativo para mim. É como eu gostaria de partir...



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 34: Sexta Temporada - FELICIDADE V

O tempo todo nos ensinas que o amor salva e liberta. Noto que acreditas nisso como alguém que já viveu ou vive a salvação do amor. Amor de Deus, amor de família, amor de amigas, amor de amantes. Foste salva por todos eles? Ou por qual deles? Tuas personagens vivem esse amor salvação e isso arrebata.

Fizeste-me voltar o olhar ao Alto. Devo te agradecer por isso.



Resposta do autor:

Sem dúvidas, o Amor me salvou de várias mortes: do corpo e da alma!



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 39: Sexta Temporada - FELICIDADE X

Esqueci também de comentar que és astuta com paródias. Com o que não és, eis a questão!

Somente aqui entendi porque Seyyed deixava-se perturbar por Camille. Algo que se encontrava mal resolvido. E por que Camille trocava o amor puro da meiga Fátima por incertas emoções trazidas em olhares furtivos. Genial, mui genial.

Parabéns pelo vocabulário de época. Mas fora do Brasil ainda se usa a falar assim em alguns lugares. Poucas pessoas é verdade mas é usado.



Resposta do autor:

Sim, faço paródias. Coisa de caipira! kkk

Eu tentei repetir o português que você menciona. Obrigada 



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 40: Sétima Temporada - RECOMEÇO I

Minha temporada mais amada, o desfecho que sonhei para cada uma das personagens a se realizar. Eu cruzava os dedos e dizia para mim mesma, por favor Solitudine faça deste jeito com tal personagem e para esta faça de tal forma. E tu me satisfizeste em cada desejo. Alegria pueril mas a emoção me levou às lágrimas diversas vezes.



Resposta do autor:

Que bom!!!!!



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 42: Sétima Temporada - RECOMEÇO III

Maravilhoso comentário me antecedeu. Outra sonhadora como eu aqui.

O desfecho foi FENOMENAL! Li uma vez e parei. Voltei e li ouvindo a música, voltei e fiz igual. Eu quero ao menos este desfecho como cena de filme nem que seja daqui a 30 anos... acho que estarei a viver ainda se me cuidar melhor. rs

Maravilhoso conto, fenomenal inteligência, escolha perfeita do ápice, com texto de fundo e música perfeita. Minha preferida devo dizer.

Incorporei muito de tuas falas. Muito de tuas citações e muito de teus sonhos, talvez. Obrigada, obrigada, obrigada.

Um dia, como aconteceu com tantas estrelas de reconhecimento social tardio, terás teu justo lugar no Pantheão das deusas do Olimpo LGBT.

Tua mais ardorosa fã. Com todo respeito,

Gagia no Ar



Resposta do autor:

Gagia, você muito me felicita, orgulha e envaidece. Se um dia Maya "crescesse para o mundo" eu ficaria imensamente feliz. Mas não creio que um dia aconteça. Não sou do agrado da maioria. Porém, as que me leem me matam de felicidade. Não preciso de mais se alguma destas palavras consegue tocar alguém. Uma que fosse, já seria demais.

Obrigada pelo carinho!



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 43: A História da História

Eu já li livros espíritas e por muitas vezes me fizeste sentir que estava a ler um destes. Não duvido de nada que disseste aqui. Continue Solitudine. O Bem precisa de mensageiras.



Resposta do autor:

Obrigada mais uma vez!!!



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 44: Lista de Personagens

Deixar-te-ei um comentário somente por tua consideração de nos lembrar de todas as personagens, situando-nos melhor neste imenso contexto que nos colocaste em 12 anos de narrativa ficcional ou não. Sei que não levaste 12 anos escrevendo, mas narraste este recorte histórico e nos fizeste acreditar em cada palavra.

Até o Em buscao do Tao. Ao final dele, retorno a ti, certamente.



Resposta do autor:

Finalmente consigo responder e retribuir tardiamente ao seu imenso carinho!

E o Tao... Você não voltou mas eu também não concluí o conto.

Espero que eu conclua. Desejo que você volte.

Suas palavras me marcaram demais!

Beijo na testa e tudo de bom!

Sol



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 06/02/2018 Titulo: Capitulo 42: Sétima Temporada - RECOMEÇO III

Fui injusta com Isabela, devo me retratar. Mas não desgostei dela em momento algum. Fui injusta porque não comentei sobre ela e devo fazê-lo.

O que dizer de uma jovem que abandonou a sede pelo sucesso em troca do desejo de contruir os sonhos alheios? Ela viveu o frisson dos festivais e temporadas, inclusive internacionais. Ela esteve sob os holofotes por diversas vezes e levou o balé para anúncios, clipes e outros apelos, mas ao final transformou-se em uma construtora de sonhos.

Como citaste: uma raiz é a flor que despreza a fama. Isabela nasceu flor e tornou-se raiz. Linda mensagem sublinar que nos legaste. Muito pensei a respeito porque eu não valorizava o ser raiz. Entendes o que digo?

Mas apenas para descontrair, donde me transformas uma megalômana excêntrica como Diva Bustamanti em Divalina Lomba? rs  Como toda gênia e diva, és louca!

Com todo respeito de tua fã.

Gagia no Ar



Resposta do autor:

Sim, ser raiz é difícil para o ego mas uma delícia para o coração. 

Isabela é minha paixão, por assim dizer. Se é que posso resumir desta forma tão simplória... Mas você entende tudo. Creio que entenderá. 



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 06/02/2018 Titulo: Capitulo 30: Sexta Temporada - FELICIDADE I

Outra coisa que devo comentar. Entendi a transformação da Juliana também como algo a fazer Suzana pensar. Faltava remover um pouco do egoísmo da nossa delegada predileta e Irina cumpriu este papel. Engenhoso, diva.



Resposta do autor:

Você lê mentes... quem é a engenhosa aqui?



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 06/02/2018 Titulo: Capitulo 23: Quinta Temporada - LIBERDADE I

Estiveste em todos os continentes do planeta? Tuas descrições ultrapassam as buscas do Google.

Oh, sei que meus comentários não estão necessariamente no local exato mas tu me deixaste como no Zen. A mente esvaziou e se encheu e completa não preciso de palavras pois captei ideias. rs



Resposta do autor:

Não em todos os continentes. Falta-me a Antártida!

Gostei da menção ao Zen! rs



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 06/02/2018 Titulo: Capitulo 42: Sétima Temporada - RECOMEÇO III

Encerro meus milhões de comentários com este que te dará o número 30 na contagem geral. Podes me agradecer pois dei-te 21 comentários por todo conto. rs  Coisas de fã, mas fã de verdade e não como as falácias da Letícia iludindo o ego da Divalina.

Inspiração é teu nome. Vida longa à Diva LGBT dos tempos modernos!



Resposta do autor:

Você realmente fez a diferença no meu IBOPE caipiresco. E adorei a menção à Letícia e Diva! kkk



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 05/02/2018 Titulo: Capitulo 15: Quarta Temporada - TRANSFORMAÇÕES I

Transformações foi uma temporada marcante. Depois dela passei a usar ultrabook e celular juntos pois desejava sentir o efeito da trilha musical. E foi marcante. Daí parei e voltei a reler as outras temporadas fazendo o mesmo. A experiência sensorial foi incrível. Decerto deves ter feito esse posto porque duvido que não soubesses dos efeitos.

Sabrina foi outra grande transformação. Comecei antipatizando e depois mudei de ideia. Patricia durou pouco mas do que vi gostei.

Sobre os pais... Olga, que mulher! Em quem te inspiraste? Mariângela é inocente e divertida, especialmente fugindo ou criticando os homens. Concordo com ela em tudo devo dizer. rs  Ana me diverte horrores. Especialmente investindo em mandigas artificiais com mães de santo postiças. Oh, como ri! E porque todas as falsas falavam erradamente? Alguma semelhança com a realidade?

Anselmo e suas amantes no motel me fizeram rir. Lembrou-me de certos senhores hipócritas que conheço. Dias atrás chamei a um deles de fofucho e ri; ele nada entendeu! rs



Resposta do autor:

É uma pena que o áudio implique em não ler simultaneamente. Juntos, me envolvia muito e gostaria demais que vocês conseguissem casar os dois e me dissessem a sensação. 

Gostaria de ter visto a reação deste "fofucho ". Kkk



Em busca do tao por Solitudine

Classificação: +12 • 241 Comentários starstarstarstarstar

Sinopse:

Sinopse: Esta história é uma obra de ficção, por vezes muito dramática e densa, por outras leve e descontraída, na qual se descreve a trajetória de Zinara: uma mulher simples e ao mesmo tempo complexa, que experimenta grandes mudanças ao longo da vida e busca se refazer diante de cada uma delas.


Forçada a mudar de país, cultura e idioma por causa de uma sangrenta guerra civil, Zinara se descobre gradualmente e aprende a encontrar a paz no único lugar onde ela poderia estar: dentro de si mesma. O Amor a ensinou a viver de forma plena e acendeu as luzes para que pudesse encontrar o verdadeiro Caminho; o Tao.



Leitor: Gagia Assinado starstarstarstarstar
Data: 06/02/2018 Titulo: Capitulo 1: MARCAS DE CEDRO - 1

Já de pronto interessei-me no que tens a dizer aqui. Começo a leitura. Penso na estratégia a seguir, se faço como em Sob o Encanto de Maya onde comentei tudo por fim ou se me ponho a comentar conforme ler.

Não sei. Verás o resultado.

E não esqueças: és Diva, és a maior e a melhor!

Gagia no Ar



Resposta do autor:

Olá Gagia,

Novamente respondo mais de dois anos depois. Que vergonha...

Obrigada por tudo e cada palavra!

Sol