A presidente por Van Rodrigues


[Comentários - 63]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +


Após finalmente ter conversado e se entendido com Natália, Helena voltou para a entrevista muito mais aliviada, contudo, ainda estava sentindo ciúmes de sua amada com Camila, sua assessora.


A todo o momento, a ruiva ficava tocando sua amada e isso a deixava muito nervosa e acabava se perdendo a todo instante na entrevista.


Natália percebendo as intenções de Camila, tentava de todas as formas se manter séria perante a ruiva, pois ela não queria acabar se desentendendo com Helena, logo agora que elas haviam se acertado.


Ao terminar a entrevista, Helena se despediu de todos e voltou com Natália e Angel para a residência oficial. Durante todo o percurso, Helena presenciou momentos de afeto entre sua filha e a babá e isso lhe causou uma felicidade tão grande por saber que sua filha amava a mulher que até então estava lhe fazendo sentir coisas novas.


—Mamãe, aconteceu algo?— Angel indagou ao perceber que sua mãe não parava de olhar para ela e para Natália.


—Nada, meu amor, não aconteceu nada— Tocou o rosto de sua filha com ternura e deu um leve sorriso.


Natália que presenciava essa cena, procurou o olhar de Helena e ao encontra-lo se perdeu por um bom tempo. Talvez elas não precisassem mais só de palavras para dizer o que estavam sentindo.


Já estando de volta a sua casa, Helena deixou a sua filha com uma das empregadas e levou Natália até o seu escritório.


—Preciso muito conversar com você, Natália— Helena fechou a porta e Natália a encarou sem dizer nenhuma palavra— Ainda não sei o que sente por mim... Não sei se você está me tratando somente como uma conquista sua— Respirou fundo— Eu sei que não devo ser o tipo de mulher que você costuma se relacionar.


Natália foi até Helena e a encostou na parede— Helena, com que tipo de mulher você acha que eu costumo me relacionar? — Olhou-a nos olhos.


Helena engoliu em seco. Toda aquela proximidade a incendiava por dentro. Parecia dar vida a algo incontrolável— Acho que mulheres mais jovens!


A morena ficou encarando Helena por um tempo— Helena, pare com isso, não trato isso somente como uma aventura... Eu sinto algo por ti.


—Natália, nossa situação é tão complicada. Tem tantas coisas envolvidas— Helena levou a sua mão até a face da mulher a sua frente e começou a deslizá-la delicadamente.


—Vamos lidar com tudo isso... Eu te quero muito, Helena. Desde aquela nossa noite de amor, é que eu não paro de pensar em seu corpo... no sabor de seus beijos...


—Fique comigo, por favor, Natália. Tirando minha filha, você é a única pessoa que gosta de mim de verdade— Helena envolveu a babá em um abraço forte. Parecia que não queria soltar a morena por nada.


—Eu não gosto de você, Helena— Helena ficou surpresa com essa revelação e olhou para o rosto de Natália— Eu te amo... Eu te amo com todas as minhas forças... Amo-te, Helena.


            Após essas declarações, Natália e Helena foram para o quarto da babá e ao chegar lá as duas mulheres se amaram com ternura, com urgência... Se amaram sem temer o que poderia lhes acontecer dali por diante.


Continua...








Nome: rhina (Assinado) · Data: 14/07/2016 22:33 · Para: Capitulo 09

 

Olá. 

Tudo fica claro... quando se faz claro. 

Mas é uma situação mesmo complicada. 

Até. 

Rhina. 



Nome: Ariana (Assinado) · Data: 29/06/2016 15:17 · Para: Capitulo 09

Mano posta mais, já tinha saudade de ler.

bj autora



Resposta do autor: Oie...Vou ver se consigo postar um capítulo nesse final de semana...Muito obrigada pelo seu comentário...Beijos...Van ^^


Nome: Lyn (Assinado) · Data: 29/06/2016 13:40 · Para: Capitulo 09

Eu acho, que poderia ter um pouco mais de emoção. 

Beijos. 



Resposta do autor: Oie..Esse capítulo n saiu legal... Eu confesso..Muito obrigada pelo seu comentário...Beijos...Van ^^


Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.


Ou comente usando seu Facebook: