Amor atipico (volume 2): meu coracao e o teu lar. - história pausada. por Priscila_Cruz


[Comentários - 168]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

 

Capítulo 10

 

O seu brilho é o meu abrigo.

 

 

Raquel caminhou até o banheiro.

Sorriu ao perceber que a banheira estava com água pela metade e carregada de espuma. Curvou-se e testou a temperatura. Abriu a torneia de água quente e completou o que faltava.

Despiu-se e entrou na banheira.

- Se eu soubesse que seria tão bem tratada. – murmurou para si. – Teria aceitado a primeira oferta da Resolute.

Recostou-se na banheira, fechou os olhos e ficou um longo tempo desfrutando o prazer de ter o corpo imerso em água quente. Perdida em pensamentos, não percebeu a aproximação de Melody. A menina curvou o corpo para dentro da banheira, colocou as mãos dentro e começou a agitar a água.

- Bolinhas! – gritou.

A loira riu e ajeitou-se para que pudesse dar um beijo na filha.

- Como você está meu amor?

Melody encheu as mãos e jogou espuma para cima.

- Bolinhas! – gritou mais uma vez.

- Melody! – Leila chamou pela filha. - Você não deveria estar aqui. Combinamos que esperaríamos a mamãe Raquel no jardim. – A morena entrou no banheiro e tentou pegar a menina, mas Melody foi ágil e conseguiu escapar. – Ela está agitada. – falou para Raquel. - Não conseguiu respeitar nenhum dos combinados que fizemos.

- Sabíamos que isso aconteceria. – o sorriso da loira murchou.

- Terminou de se banhar? – Leila perguntou para Raquel. – O jantar já está servido.

- Terminei. - Raquel levantou-se e puxou Leila para um beijo. – Obrigada. Estou encantada com a surpresa que prepararam para mim.

- Fico feliz que tenha gostado. – Leila deu um pequeno sorriso. – Mas os créditos pertencem ao Logan, pois foi ele quem teve a ideia. Passou a manhã planejando tudo. Fiz apenas o que ele mandou.

- Bom saber. – Raquel riu e enrolou-se em uma toalha. – Pedirei ajuda a ele quando precisar lhe convencer a usar roupas sociais.

Leila deu um pequeno sorriso.

- Logan não escolheu minhas roupas. – falou. – Eu queria lhe agradar e sei que gosta quando me visto assim.

Raquel sorriu com malícia. Aproximou-se de Leila e sussurrou.

- Vou lhe recompensar quando as crianças estiverem dormindo.

- Recompensar! – Melody entrou correndo no banheiro e ficou dando voltas em torno das mães. – Recompensar!

- Creio que minha recompensa não chegará as minhas mãos tão cedo. – Leila falou para Raquel. – Venha cá. – Tentou segurar a menina de novo, mas Melody conseguiu escapar mais uma vez.

- Recompensar!

A menina mostrou língua para Leila e correu para fora do banheiro.

- Ela está ficando boa nisso.

Leila sorriu para a loira e seguiu atrás da filha.

Raquel terminou de se enxugar e foi para o quarto. As roupas que haviam sido separadas para ela estavam espalhadas pelo chão.

- Mais uma travessura de Melody. – resmungou.

Recolheu cada uma das peças do chão e as vestiu. Maquiou-se rapidamente e correu para o jardim.

Logan a aguardava na porta.

- Bem-vinda. – cumprimentou a mãe e estendeu o braço. – Por favor, venha comigo senhora.

- Obrigada. – Raquel deu o braço para o menino e o beijou na bochecha. – Você é um jovem encantador e um excelente anfitrião.

- Obrigado. – Logan sorriu com orgulho.

- Adorei a decoração. – os olhos da loira passearam pelo jardim. Pequenas luzes brancas adornavam as árvores e plantas maiores e havia uma quantidade generosa de pétalas de rosas espalhadas pelo chão e em cima dos móveis. A mesa estava posta, repleta de travessas de porcelana e decorada com pequenas velas.  – O jardim está maravilhoso.

- Aprendi muito sobre festas de adultos lendo as histórias em quadrinhos do Batman. – Logan adiantou-se. Puxou uma cadeira e ajudou a mãe a sentar-se.

- Lembre-me de escrever uma mensagem de agradecimento para a equipe de produção. – segurou o rosto do filho e o beijou na bochecha. – Será a primeira coisa que farei quando voltar de viagem.

- Não vou esquecer. – Logan envolveu Raquel em um abraço.

- O que temos para o jantar? – a loira perguntou.

- Comida mexicana. – Logan se empertigou ao responder. – A queridinha dos membros mais jovens da família Medeiros Montanari.

Melody irrompeu pela porta com Leila em seu encalço.

- Recompensar! – a menina gritou.

- Ela está mais teimosa do que o normal. – Logan sussurrou para Raquel. – Foi difícil mantê-la longe das travessas de comida.

- Você conhece sua irmã. Ela tem um olfato apurado e o cheiro da comida deve ter aberto o apetite dela. – Raquel destampou as travessas, alcançou um prato e começou a servir. – Melody! – chamou pela filha. – Gostaria de comer alguns tacos?

A menina interrompeu a corrida e alisou a barriga.

- Fome. – murmurou.

Leila a alcançou e a pegou no colo.

- Antes de comer você precisa lavar as mãos.

A morena levou a menina até uma pequena pia e a ajudou a se higienizar.

- Pronto. – colocou Melody no chão e deixou que a menina corresse para a mesa. – Espero que o gosto da comida esteja tão bom quanto o cheiro.

- Está sim. – Raquel falou com a boca cheia e piscou para a esposa. – Venha logo ou não sobrara nenhum taco para você.

- E pensar que no passado eu era repreendida por falar de boca de cheia. – Leila meneou a cabeça e juntou-se a família.

O jantar foi tranquilo. Raquel falou sobre o dia no escritório e Logan e Leila contaram como havia sido o planejamento do jantar. Melody limitou-se a se empanturrar com tacos e guacamole.

Findada a refeição, Raquel agradeceu pelo jantar.

- Vocês se superaram. – a loira acariciou e beijou o rosto da esposa e dos filhos. – Especialmente você meu querido. – falou para Logan. - Adorei a surpresa que preparou para mim.

Logan e Leila se entreolharam.

- O jantar não é a única surpresa que temos. – Logan levantou-se e correu para dentro da casa.

- O que mais vocês fizeram? – Raquel perguntou para Leila.

Leila deu um pequeno sorriso e cruzou os braços.

- Vai ter que esperar para descobrir.

Raquel torceu os lábios e puxou Melody para o colo.

- Você sabe do que se trata? – perguntou.

A menina riu e escondeu o rosto no pescoço da mãe.

A loira meneou a cabeça e resmungou.

- Não acredito que minha própria família está conspirando para me deixar ansiosa.

Logan retornou. Andava calmamente e tinha as mãos escondidas atrás das costas.

- Quem conspirou foi o destino. – falou para a mãe. – Pois ele permitiu que encontrássemos o presente perfeito. – aproximou-se de Raquel e estendeu a caixinha.

Raquel colocou Melody no chão e pegou a caixinha das mãos do filho. Abriu-a e sorriu ao ver o que ela guardava.

- É lindo. – murmurou.

- Tem uma foto nossa™ dentro dele. – Logan falou para Raquel. – Assim a senhora não se esquecerá de nós enquanto estiver viajando.

- Eu jamais me esqueceria da minha família. – Raquel pegou o camafeu e o colocou. – Mesmo que eu tivesse que viajar para outro planeta.

- Gostou? – Logan mordeu os lábios.

- É claro que sim. – Raquel puxou o menino para junto de si e o abraçou. – O segundo melhor presente que ganhei em minha vida.

- E qual foi o primeiro? – Logan perguntou com o cenho franzido.

- Minha família. – a loira sorriu e beijou a testa do filho.

 

 

 

 

 

 

 

 

Notas finais:

Pessoal, me desculpem mais uma vez por não responder os comentários.

Estou muito enrolada com o trabalho e a faculdade.

Mas, prometo que em breve responderei a todos.

Obrigada.



Comentários


Nome: patty-321 (Assinado) · Data: 06/11/2020 19:47 · Para: O seu brilho é o meu abrigo.

Oh família linda. Amoooo.



Resposta do autor:

Que bom! Fico feliz por isso.



Nome: kasvattaja Forty-Nine (Assinado) · Data: 06/11/2020 11:50 · Para: O seu brilho é o meu abrigo.

Olá! Tudo bem?

 

Li o primeiro livro e — não tem como — amai a sua história, muito bem escrita e desenvolvida, e resolvida em todos os aspectos — assim eu pensava. Por isso, surpreende-me, até agora, a necessidade de inserir na vida de nossas meninas — e de sua família — uma personagem 'estranha' para provar que entre elas está tudo resolvido; pelo menos, para mim, isso tinha ficado claro no começo da história delas.

Enfim, no aguardo dos próximos passos da Autora para entendermos o que é que está querendo provar-se nessa nova história.

Mesmo assim, parabéns, seu texto é maravilhoso.

É isso!

 

Post Scriptum:

 

''Não me lembro mais qual foi nosso começo. Sei que não começamos pelo começo. Já era amor antes de ser.''

 

Clarice Lispector



Resposta do autor:

Eu adorei seu comentário!!!

Mas me acidentei antes de conseguir responder.

 

Então...

 

Quando terminei de escrever Amor Atípico muita gente me procurou, questionando se o fato das duas terem filho não desgastaria a relação. Afinal, a Raquel cuidava da Leila.

 

Portanto, o Volume 2 é minha resposta.

 

E, com o desenrolar dos acontecimentos, veremos quem cuida de quem

;)



Nome: Baiana (Assinado) · Data: 05/11/2020 21:46 · Para: O seu brilho é o meu abrigo.

Ah,que família linda a Raquel e a Leila formaram,a relação deles é sólida,com amor, cumplicidade e principalmente respeito,não creio que a mocréia lá vai ter algum sucesso,mesmo que pequeno,de destruir o casamento delas.



Resposta do autor:

Tu para de pedir spoiler

XD



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.


Ou comente usando seu Facebook: