Entre idas e vindas por amandanasnuvens


[Comentários - 5]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

P.o.v Giovana  

  Acordei e qual não foi a minha surpresa ao constatar que eu estava sozinha no quarto, o cheiro dela ainda estava nos lençóis e no travesseiro, sorri ao lembrar da noite maravilhosa que eu tive com a Dalila e meu corpo não deixou de reagir ao lembrar da noite que tivemos, levantei para espantar o sono só aí eu reparei no bilhete que ela deixou para mim, suspirei lendo o bilhete pois eu gostaria de ter me despedido dela, peguei meu celular e com o coração aos pulos mandei uma mensagem para ela: 

" Eu não tenho nem palavras para descrever a noite maravilhosa que passei com você, é uma pena que não pudemos nos despedir, amei cada segundo a seu lado e contarei os dias para te ter em meus braços novamente e não vejo a hora de repetir a dose, como você mesma disse: Quem sabe em outras idas e vindas."

                                                                                  Beijos da Giovana. 

  Me arrumei e fui para a palestra sobre medicina que estava marcada para as 9:00 horas da manha, toda hora olhava para o celular e mesmo sabendo que provavelmente ela estaria no avião a essa hora eu ainda suspirei por não saber a resposta dela, até tentei prestar atenção ao que o palestrante estava falando mas não conseguia, vira e mexe minha mente ia para o sorriso dela, as suas curvas e a noite maravilhosa que passamos juntas, meu corpo reagiu a lembrança dela, pedi licença ao palestrante para ir ao banheiro, entrei no toilet e lavei o rosto para ver se consigo me concentrar melhor, me olhei no espelho e pensei: 

  Essa mulher me encantou de um jeito que não tem explicação, não consigo nem me concentrar na palestra pensando nela. 

  Voltei para o auditório onde estava acontecendo várias palestras sobre novas tecnologias no ramo da medicina, deixei o celular de lado e fui prestar atenção a palestra, pois eu era a representante do hospital em São Paulo e precisava estar de olho em tudo, passei a tarde toda sem mexer no celular, o deixei guardado na bolsa, quando deu umas 20  horas saímos do auditório e eu estava morrendo de fome, passei em algum lugar para comer antes de voltar para o hotel e dormir, passei na frente de um Mc Donalds e pedi um Mc picanha com muito queijo e bacon, batata frita e uma coca cola estupidamente gelada, encontrei um lugar vago, coloquei as coisas lá e fui comer, eu estava tão absorta em meus pensamentos que esqueci totalmente do meu celular, só me lembrei dele quando ele fez um barulho de mensagem chegando, peguei o celular no automático e nem me lembrava que a mensagem poderia ser de Dalila, quando olhei para o visor e vi que era uma mensagem dela meu coração deu vários pulos de alegria, abri a mensagem e de cara vi uma foto dela de lingerie na frente do espelho com a seguinte frase: 

  Cheguei aqui em Paris e assim que vi essa lingerie achei ela perfeita para usa lá com você não é mesmo? Tirei essa foto pensando especialmente em você, uma pena não estar aqui pra saciar esse desejo que eu estou sentindo e tirar a lingerie do meu corpo  

  Eu sorri da audácia dela me mandar essa mensagem, senti que meu rosto estava ficando vermelho pela foto que ela mandou  e respondi logo em seguida para ela: 

  Deixa estar dona Dalila, essa foto vai ter troco, vai pensando que vai me mandar uma foto dessas e que ficará por isso mesmo? 

  Voltei a comer meu lanche antes de voltar para o hotel e tomar um banho gelado depois de uma foto dessas, foi eu terminar de comer pra ela me responder: 

  Essa foi a intenção atiçar a vontade que você tem de mim e mandou uma carinha safada. 

  Ri sozinha no meio da rua e as pessoas me olharam como se eu fosse maluca, sorri e falei pra ela: 

  Vai ter que me saciar muito bem quando nos encontrarmos novamente. 

  Fui correndo para o hotel pois estava muito frio na cidade, entrei no banheiro e me despi, nessa hora me veio uma ideia maquiavélica, no bom sentido é claro, tinha um espelho grande no banheiro, peguei o meu melhor ângulo e tirei uma foto para mandar para ela com os seguintes dizeres: 

  Pronta para ir pro banho uma pena não ter essas suas mãos habilidosas em meu corpo e junto mandei uma carinha piscando e outra safada. 

  Fui para o banho e lá não pude deixar de lembrar de nos duas nos amando no banheiro, sorri lembrando de como tive a Dalila tão entregue a mim, terminei o banho, coloquei um pijama e deitei na cama para me esquentar, antes de cair nos braços de Morfeu mandei uma última mensagem para ela: 

  O papo está bom, mas preciso dormir amanhã tenho outra palestra para ir.

  Tentei aguentar a resposta dela para dormir, mas acabei adormecendo pensando nela.

P.o.v Dalila 

  Assim que sai do quarto onde deixei a Giovana adormecida, me deu uma vontade de voltar para lá e ama lá novamente, mas eu precisava ir para Paris para uma reunião  de uma fornecedora de farmácia que era bem vista por todo o mundo, se eu conseguir esse negócio serei promovida, eu vendo produtos para hospitais e farmácias, entrei em meu quarto e arrumei o resto das minhas coisas e antes de entrar no táxi e ir para o aeroporto olhei para trás na esperança de ver a Giovana para me despedir dela, mas talvez fosse melhor assim, eu não iria conseguir ir embora se eu olhasse nos olhos dela e visse que ela queria que eu ficasse, eu largaria tudo se pedisse pra eu ficar mais um tempo com ela, respirei fundo e pedi pro taxista seguir o caminho dele, cheguei ao aeroporto e estava esperando meu voo ser anunciado, bateu uma tristeza de deixar ela lá sozinha, se tivesse sido comigo eu teria ficado chateada, pensei numa forma de surpreende lá ao chegar em Paris, meu voo foi anunciado e nenhuma mensagem da Giovana, entrei no avião cabisbaixa, passei o caminho todo de Amsterdam a Paris pensando nela, chegando em Paris estava indo pro hotel quando vi uma lingerie vermelha linda e não pensei duas vezes a comprei e fui feliz pro hotel com ideias mirabolantes, quando cheguei no hotel lembrei do celular só então lembrei que a Giovana poderia ter mandado mensagem, olhei o visor e tinha uma mensagem de um desconhecido, depois de ler a mensagem sorri e fui por o plano em ação, coloquei a lingerie e tirei uma foto pra ela e mandei logo em seguida para provoca lá, a resposta dela veio logo em seguida, sorri com a resposta dela e prontamente a respondi, eu estava amando aquele jogo de sedução que uma estava fazendo com a outra, a última mensagem dela me deu arrepios de prazer, ao clicar na foto que ela me mandou eu pude ver a foto dela nua que ela me mandou, não pude deixar de admirar o corpo dessa mulher maravilhosa, li o que ela tinha me mandado logo em seguida e respondi para ela: 

  Pode ter certeza que teremos muitas oportunidades para eu poder usar minhas habilidades em seu corpo, junto ela mandou duas carinhas safadas. Está bem Gi, bom descanso e até amanhã. 

  Tomei um banho morno para relaxar da viagem de avião, coloquei meu pijama preferido da Tinkerbell, sei que já sou adulta mas isso não me impede de gostar dessas coisas de criança, me aconcheguei em baixo das cobertas e me entreguei aos braços de Morfeu. 

P.o.v Giovana  

  Acordei antes do celular tocar o alarme para me acordar, fiquei tão brava por ter acordado antes do despertador, mas já que eu tinha acordado mesmo fui a varanda ver o nascer do sol, coloquei minha playlist no celular, estava escutando a melodia de olhos fechados quando escuto:

Olhos fechados

Pra te encontrar

Não estou ao seu lado

Mas posso sonhar

Aonde quer que eu vá

Levo você no olhar

Aonde quer que eu vá

Aonde quer que eu vá

Não sei bem certo

Se é só ilusão

Se é você já perto

Se é a intuição

E aonde quer que eu vá

Levo você, no olhar

Aonde quer que eu vá

Aonde quer que eu vá

Longe daqui, longe de tudo

Os sonhos vão te buscar

Volta pra mim, vem pro meu mundo

Eu sempre vou te esperar

Não sei bem certo

Se é só ilusão

Se é você já pertoSe é a intuição

E aonde quer que eu vá

Levo você, no olhar

Aonde quer que eu vá

Aonde quer que eu vá

Aonde quer que eu vá

Aonde quer que eu vá

  Não pude deixar de pensar na Dalila, nas covinhas quando ela sorri, do sorriso dela, de como ela fica linda vermelha e me dá mais vontade de beija lá, do beijo dela e do corpo dela, enquanto a música ia passando imaginei ela aqui escutando a música comigo, sorri comigo mesma e pensei em mandar a música para ela, porém eu não sabia se mandava só a música ou cantava a música e mandava para ela, decidi surpreende lá cantando para a mesma, sou muito tímida para cantar para alguém mas tentarei, peguei um caderno anotei a letra da musica e voltei ao quarto, pois eu não cantaria lá fora, eu cantaria só para ela, fechei as cortinas e coloquei pra gravar e fui cantando a música para a Dalila, tive que cantar mais de três vezes, pois a timidez estava me atrapalhando, na minha última tentativa consegui, pausei o vídeo e mandei para ela e logo em seguida escrevi:  

  Bom dia, eu estava vendo o lindo nascer do sol escutando música no meu celular quando veio essa música e não pude deixar de lembrar você, mesmo tímida cantei para ti, espero que goste.

                                                                                  Beijos da Giovana. 

  Entrei no banheiro e tirei minha roupa e entrei no banho, enquanto a água quente caía em meus ombros a imagem da Dalila estava em minha mente nessa hora por impulso eu fui passando a mão pelo meu corpo imaginando que era a Dalila, meu corpo foi esquentando, fui ficando excitada, parei na minha entradinha e fui fazendo movimentos circulares sem penetração, mas eu já estava nas alturas, precisava gozar, já estava bem molhada, usei dois dedos e fiz um vai e vem gostoso até que gozei pronunciando o nome de Dalila, depois de saciar um pouco o desejo que eu estava por ela, fui terminar meu banho que as 10 horas eu teria que estar lá no auditório para mais um dia de palestras chatas, sai do banho, me troquei e fui tomar o café da manha lá embaixo no hotel, peguei meu celular e desci para o hall para tomar o café, comi um lanche leve com um suco de laranja e frutas, olhei para o celular na esperança de ver mensagem da Dalila, mas não tinha nenhuma mensagem dela, terminei de comer e corri para chegar na hora na palestra, cheguei em cima da hora, tive que sentar atrás, não enxergo muito bem, mas não gosto de usar óculos então acabei esquecendo ele em casa lá em São Paulo, agora terei que me virar, eu estava tão concentrada na palestra que não reparei que meu celular vibrou, só reparei que era a mensagem que eu tanto estava esperando, com o coração disparado e com as mãos suando abri a janelinha dela no whats e a resposta dela foi: 

  Nada melhor do que acordar escutando a sua voz, melhor jeito de acordar, alegrou o meu dia, vou trabalhar até mais feliz agora, me conta o que anda fazendo por aí acordada a essa hora?  

  Respondi logo em seguida para ela: 

- Estou numa palestra chata de medicina e você o que faz por aí? 

- Estou saindo do hotel agora, tenho uma reunião chata pra participar, bom vou deixar você ver a palestra, não vou te atrapalhar a noite eu ligo pra você, beijos no canto da boca e junto ela mandou uma carinha rindo.

- Está bem meu amor mais tarde nos falamos, beijos. 

  Desliguei o visor do celular e voltei a prestar atenção a palestra, meu celular apitou e eu fui ver de quem era e qual não foi a minha surpresa ao ver que era mensagem da Dalila e ao abrir a mensagem fiquei branca feito papel:

- Você me chamou de que Gi?

- Está falando do que?  

  Fiquei olhando o celular extremamente vermelha, eu tinha acabado de chamar a Dalila de amor sem perceber, agora não sei onde enfiar a cara, a resposta dela veio logo em seguida:

- Não se faça de desentendida dona Giovana.

- Eu te chamei de amor e só reparei nisso agora e mandei junto uma carinha de vergonha.

- Não precisa ficar envergonhada, ganhei meu dia, hoje ganhei uma música cantada por você e ainda me chamou de amor, vou trabalhar nas nuvens agora.

- Bom trabalho e até mais tarde.

- Até mais tarde meu amor.

P.o.v Dalila  

  Acordei com o celular apitando e qual não foi minha surpresa ao ver que era da Giovana, fiquei mais surpresa ainda ao ver que tinha um vídeo dela, ao abrir vi que era ela cantando, fiquei tão encantada com a voz, deu pra perceber o quão tímida ela estava, assisti algumas vezes o vídeo antes de responder para ela, estava falando com ela quando ganhei meu dia quando ela me chamou de amor, melhor foi ver como ficou ao perceber que tinha me chamado de amor, deu pra imaginar como ela ficou vermelha ao perceber que sem querer me chamou de amor, me despedi dela e fui para a reunião, a empresa já estava me esperando, me arrumei as pressas tomei um café da manhã sem esquecer do meu copo de café senão eu não funciono direito e fico de mau humor, cheguei a empresa e fui anunciada como empresária Dalila, esperei alguns minutos antes de entrar, cumprimentei as pessoas que estavam no local:

- Good morning (Bom dia) 

  Todos me deram bom dia daí continuei o meu discurso, eu estava nervosa, pois se eu conseguisse juntar as empresas eu iria ser promovida, olhei nos olhos de cada um e voltei a falar:

- My name is Dalila and I'm from the health and welfare company, I've scheduled the meeting to discuss the clauses for joining our company with yours. ( Eu me chamo Dalila e sou da empresa Saúde e bem estar, marquei a reunião para discutirmos as cláusulas para a junção da nossa empresa com a sua). 

  Levei alguns slides explicando quando a empresa foi fundada e como trabalhamos na empresa, terminei a explicação é esperei eles falarem alguma coisa, eles deram uma saída da sala e foram conversar, demoraram cerca de uma hora para voltar, eles demoraram tanto que fiquei apreensiva, quando eles voltaram um moço na faixa dos trinta anos veio falar comigo:

- My name is Jorge, and after we decide a lot we decided we're going to join the companies, come back um three days to sign the papers. ( Me chamo Jorge e depois de deliberarmos muito decidimos que faremos a junção das empresas, volte daqui três dias para assinar os papeis). 

  Agradeci a todos e sai feliz da vida era o q eu precisava para o Rodolfo me admitir como empresária principal, faz três anos que estou nessa empresa como estagiária e eu venho lutando muito para conseguir essa promoção, a primeira coisa que fiz foi mandar uma mensagem para a Giovana:

- Boa tarde Gi,  eu estou transbordando de felicidade e a primeira pessoa que eu quis contar as novidades foi para você, a reunião foi um sucesso consegui fazer a junção das empresas, era o que eu precisava para ser promovida, mais tarde nos falamos. 

                                                                                        Beijos da Dalila. 

  A Giovana respondeu logo em seguida:

- Fico feliz por você meu amor, agora estou assistindo a palestra, vou sair daqui as 18 horas, assim que eu sair vou querer saber de tudo.

                                                                                   Beijos da Giovana. 

  Olhei no relógio e já passava da 15 horas, como eu teria que esperar a Giovana sair da palestra fui até uma lanchonete que tinha do lado da empresa, adentrei no ambiente e era um lugar aconchegante com vista para a torre Eiffel, a vista era magnífica, sentei lá fora e pedi um croissant com um suco de laranja, enquanto não vinha o que pedi fiquei observando as pessoas andando apressadas, peguei o livro na minha bolsa para lê ló, a garçonete trouxe meu pedido e eu fui lendo e comendo, as horas passaram voando, quando olhei para o celular já era 17:30, paguei o que consumi e fui para o meu hotel, queria tomar um banho antes de ligar para a Giovana, entrei em meu quarto deixei minha bolsa na cadeira e fui direto para o banheiro tomar banho, depois de relaxada e deitadinha em baixo das  cobertas mandei mensagem para a Giovana:

- Boa tarde amore mio, já está no hotel?

- Estou sim.

- Posso te ligar? 

- Claro que pode. 

  Respirei fundo, pois eu estava nervosa em ligar para ela, disquei o número dela e no segundo toque ela atendeu:

- Oi meu amor.

- Oi Gi, te liguei para te contar como foi a reunião, eles gostaram da apresentação e vamos fazer a junção das empresas estou tão feliz era o que eu precisava para ser promovida a empresária fixa, tô numa felicidade tão grande.

- Fico muito feliz por você, quando nos encontrarmos vamos comemorar. 

  Passamos duas horas conversando, contei que morava com a minha mãe, que tinha uma cachorrinha que se chamava Nina, que eu tenho 25 anos, que sou empresária, o papo estava tão bom mas o cansaço bateu e eu falei pra ela:

- O papo está muito bom, mas eu preciso ir dormir, estou cansada, vou dormir aqui, Boa noite, durma bem, tenha bons sonhos, beijos e até amanhã.

- Bom descanso meu amor, que você durma bem, que tenha bons sonhos, beijos e até amanhã.  Desliguei o celular e me senti a mulher mais feliz do mundo tinha um ótimo trabalho, uma mãe maravilhosa e conheci a mulher mais incrível do mundo, com esse pensamento cai nos braços de Morfeu.    

Notas finais:

Agradeço a Nicolle, a Andressa, a Elna, a Lilian, a Luna, a kamilaa Bia Ramos ea todas as pessoas que me ajudaram com o conto.

 

beijos da Pimentinha



Comentários


Nome: lilo (Assinado) · Data: 19/08/2019 02:39 · Para: Capítulo 2

OOh gente.

Amei o conto lindeza!!

 

Parabens viu. Vc está arrasando!!!



Resposta do autor:

Fico feliz que tenha gostado s2

 

Beijos Pimentinha 



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.


Ou comente usando seu Facebook: