Minha vida é você por amandanasnuvens


[Comentários - 26]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

  Acordei com Minha cabeça doendo e não fazia ideia de onde eu estava, olhei ao redor do ambiente e me vi na cama, com acesso para soro no braço, a porta estava aberta e deu para perceber que eu estava no hospital, o primeiro pensamento foi na Valentina, eu não fazia ideia se ela estava bem ou não, tentei levantar mas eu não consegui, pois me deu tontura, apertei um botão e a enfermeira apareceu na porta.

- Você saberia me dizer onde ela está? 

- Ela está no quarto ao lado 

  Meu coração ficou acelerado, saber que ela estava tão perto de mim me deixou mais tranquila, não vejo a hora de poder vê lá pra saber como ela está, mas algo me diz que ela não está bem.

- Como ela está?

- Me desculpa, mas eu não posso te falar como ela está.

- Por que não? 

- Os pais dela me proibiram de te falar qualquer coisa.

- Eu não acredito que eles fizeram isso comigo. 

A enfermeira foi embora e eu chorei muito, pois eu não poderia estar ao lado da mulher da minha vida, os pais dela não entendem o quanto eu a amo, eu só queria cuidar dela e poder ama lá, me levantei e fui atrás do médico que a atendeu, encontrei um médico e fui falar com ele.

- Oi doutor foi você que atendeu a Valentina? 

- Foi sim.- Como ela está? 

- Não posso falar pra você.

- Por favor me fala como como ela esta, eu a amo muito e não quero perde lá. 

  Ele me olhou e me viu com lágrimas nos olhos e falou:

- Está bem, te direi como ela está.

- Muito obrigada doutor.

- A Valentina está em coma, mas tenho esperança que ela acorde rápido. 

  Meu coração ficou despedaçado, eu não pude defende lá daquele babaca do Pedro Henrique, estou me sentindo tão impotente e pra ajudar eu não posso vê lá porque os pais dela vão me proibir, fui atrás dos pais dela, eu os encontrei sentados na frente do quarto dela.

- Oi Cecilia.

- Olá Andreia, pode sair daqui, eu não vou deixar você ver a nossa filha.

- Eu não sairei daqui e agora vocês dois vão me escutar, como podem agir assim com a própria filha de vocês, dizem ama lá mas não a respeitam, vocês querem controla lá e querem que ela faça tudo como vocês dois querem, já pararam pra pensar o quanto a filha de vocês sofreu na sociedade? Claro que não, vem apenas o próprio umbigo, ela sofreu bullying, apanhou de pessoas homofobicas pelo simples fato de estar amando uma mulher, deviam conhecer a sua própria filha, comigo ela foi a mulher mais feliz do mundo, mas isso importou pra vocês? Claro que não, tinham que leva lá pra longe de mim, vocês nos deixaram dez anos separadas, como acha que nos sentimos? Já pararam pra pensar no sofrimento que vocês afligiram na filha de vocês?

- Mas

- Mas nada agora quem está falando sou eu, vocês nunca me deram a chance de falar agora terão que escutar até o final, eu posso não ser uma mulher perfeita mas eu sempre amei e sempre amarei a filha de vocês e nada do que façam pra mudar esse amor que eu sinto por ela, a gota d'água foi vocês quererem apresentar um cara para a Valentina sabendo que ela gosta de mulher, e vejam como ela está agora, se alguma coisa acontecer a ela fiquem cientes que a culpa é toda dos dois por querer apresentar um cara machista e homofobico para a filha de vocês, graça aos senhores sua filha levou uma surra e se algo acontecer a ela, não irei perdoar nenhum dos dois, agora que eu disse tudo que eu tinha pra falar vou voltar para o quarto para descansar.

- Quem essa garota pensa que é? 

- Ela é a mulher que ama a nossa filha, a defendeu com unhas e dentes.

- Não acredito que você a está defendendo.

- E ela disse alguma coisa errada? Que eu saiba não, tudo que disse é a mais pura verdade e você sabe disso, pode espernear o quanto quiser mas essa garota te peitou de igual para igual, nos não demos nem a chance da Andreia se apresentar para nos dois, já fomos com dez pedras na mão, se nos dois não fôssemos tão orgulhosos, talvez a nossa menininha não estivesse nessa situação.

- Por esse ângulo você está certo mas nos só queríamos o melhor para nossa filha como iríamos saber que aquele Pedro Henrique iria bater nela só porque ela não quis nada com ele.

- E não se esqueça quem defendeu ela daquele brutamontes.

- Eu sei que quem defendeu a Valentina foi a Andreia, mas eu nunca vou deixar elas juntas.

- Olha aqui Cecília trate de rever seus conceitos ou você vai perder a sua filha e ela nunca mais vai querer olhar na sua cara

- Eu sei Luiz Fernando, mas não é fácil ver a sua menininha se apaixonando por uma garota e quebrando todos os seus sonhos pro futuro, eu gostaria de vê lá casada de véu e grinalda, com netos, mas agora eu não terei nada disso.

- E quem disse que você não terá nada disso? Elas ainda podem se casar, ter filhos, conseguirá ver sua menininha casando de véu e grinalda.

- Não será a mesma coisa.

- Claro que vai ser, ela sempre será sua filha e sua menininha, não importa o que aconteça.

- Me deixe sozinha eu preciso pensar.

- Está bem meu amor, estarei aqui se precisar. 

  Ouvi duas batidas na porta e pedi para entrar.

- Podemos conversar Andreia? 

- Claro que podemos Cecília.

- Eu serei muito sincera com você, assim como foi comigo, quando eu descobri que minha filha era apaixonada por uma garota, meu mundo desabou e eu não sabia o que fazer, eu não queria que ela sofresse lá fora por ser homossexual, então eu separei as duas, mas eu não pensei que isso faria mal a Valentina, eu só queria protege lá  do que estava por vir, eu só queria proteger a minha menininha para que ela não sofresse mal algum, eu não quero que pense que eu não amo a minha filha, mas tive medo por ela, já ouvi tantas atrocidades contra homossexuais, eu não queria isso pra minha filha, eu não sei se suportaria ver o sofrimento dela.

- Eu te entendo Cecília, minha mãe também se sentiu assim quando eu me assumi para ela, ela pensou no perigos que poderiam me acontecer por eu ser homossexual, mas com o tempo a minha mãe viu o quanto eu estava feliz, eu ainda sou a filha dela, a minha sexualidade não mudou em nada o quanto eu amo a minha mãe, eu sei que eu sempre posso contar com ela e mesmo que eu a decepcione as vezes ela sempre estará ao meu lado, você não quer ver a sua filha feliz?

- Claro que eu quero ver a minha filha feliz.

- Então fique feliz com sua filha me amando, ela é uma garota maravilhosa e tenho certeza que você sabe disso, você sabia que ela sempre me falou de você pra mim? 

- Sério, pra sua filha você é a verdadeira heroína dela, ela sempre falou que você é uma mãe maravilhosa, que é carinhosa e que sempre que ela estava triste era só te abraçar que ela ficava bem, ela sempre dizia o quanto te amava.

- Sério? Ela sempre me pareceu distante - Ela só falava de você e que ela te amava muito.

- Eu não sabia, ela nunca me falou nada.

- Pode ter certeza que ela sempre te admirou.

- Obrigada pela conversa Andreia, eu estava precisando, eu te devo um pedido de desculpa por tudo que falei de você e por como eu venho te tratando a dez anos.

- Pode ficar tranquila que eu nunca odiei você pelo que fez eu entendi o seu lado, eu te perdoei faz muito tempo, minha mãe sempre me diz que devemos perdoar caso queiramos ser perdoados por algo que tenhamos feito e magoado alguém.

- Me sinto mais tranquila agora, espero que possamos nos dar bem agora.

- Pode ter certeza que seremos grandes amigas.

- Posso te perguntar uma coisa? 

- Claro que pode, se eu puder responder, terei o maior prazer em responder.

- Como encontrou a minha filha? 

- Antes da Valentina ir te ver ela estava comigo, passamos uma noite maravilhosa juntas, e ela foi embora pra sua casa, ela prometeu que me daria notícias assim que saisse da sua casa, mas ela não me ligou e já era dez da noite e não tive nenhuma notícia dela, liguei pra ela e aquele babaca do Pedro Henrique atendeu e disse que ela estava desacordada no chão, eu corri ao seu encontro e a defendi dele, assim que  ele caiu no chão eu a peguei e corri pra sua casa, apaguei logo em seguida.

- Me desculpa de verdade eu não tive a chance de te agradecer por ter defendido minha filha.

- Ela também é a mulher que eu amo eu não podia deixar ela nas mãos daquele babaca.

- Bom a conversa está boa, mas vou deixar você descansar.

- Obrigada, depois nos falamos. 

  Eu estava no hospital e depois da conversa que eu e os pais dela tivemos, eles passaram a me tratar melhor, eles até deixaram eu passar a ver a Valentina, todos os dias eu passava no quarto em que ela estava, lembrando para ela os momentos que passamos juntas, a última vez que eu fui visita lá tinha uma movimentação estranha no quarto dela, quando tentei entrar os pais dela não deixaram, senti um aperto no coração como se ela não fosse mais voltar para mim, chorei no colo da Cecília ate adormecer, quando eu acordei eu escutei o Doutor falando com os pais dela.

- Vocês são parentes da vítima? 

- Nós somos os pais e a namorada da Valentina.

- Não tenho notícias boas, melhor vocês se sentarem. 

  Nos sentamos e começamos a ouvir a explicação:

  Eu precisei leva  lá as pressas a cirurgia de emergência, mas ela não resistiu, nos tentamos de tudo, infelizmente ela não resistiu, eu sinto muito, quando eu ouvi isso meu mundo desabou e desatei a chorar como nunca havia chorado, me veio uma dor no coração, eu nem pude me despedir dela, nunca mais poderei ver aquele sorriso lindo, não poderei mais dizer que eu a amo e nunca mais ouvirei ela rindo das minhas palhaçadas, a mãe dela me abraçou e choramos muito, foi o pai dela que veio falar comigo 

- Eu preciso me desculpar pelo modo que eu te tratei desde sua adolescência e você salvou a vida da minha filha daquele Pedro Henrique, eu sei que a Valentina estaria muito orgulhosa de você, ela pode não estar mais entre nós mas estara sempre em nossos corações. 

  Eles me levaram para casa e foram resolver os trâmites do enterro, depois de dois dias fomos enterrar a mulher da minha vida, chegamos ao cemitério e a Alice veio falar comigo

- Oi minha amiga como você está? 

- Como você queria que eu estivesse? Faz dois dias que eu perdi a mulher

da minha vida, quem pensaria que um dia ela estaria nos meus braços e no momento seguinte ela morreu, imagina amiga que eu não pude nem me despedir dela, eu não pude dizer nem um último eu te amo antes dela partir.

- Vem cá minha amiga. 

  Ela chegou perto de mim e me abraçou e eu chorei nos braços da minha amiga, entramos na sala do velório  onde o caixão estava e eu fui falar uma última vez com a Valentina

- Oi meu amor, eu não podia deixar de vir aqui te dizer um último adeus, eu não sei nem por onde começar, mas vamos lá quando eu te conheci na aula de teatro eu me apaixonei a primeira vista, passamos tantos momentos maravilhosos, mesmo sua mãe não tendo aceitado o nosso relacionamento, você até escreveu uma carta pra mim de despedida  quando sua mãe mandou você para Madri, o dia mais feliz da minha vida foi quando te vi na balada e pude te amar como a muito eu desejava, eu só não esperava que essa fosse a última vez que eu te veria, se eu soubesse que seria a última vez que te veria, eu teria dito mais vezes que te amava antes de ver você sair pela porta, não importa quanto tempo passe eu sempre vou te amar, dei um último beijo na mulher da minha vida, e sai com lágrimas nos olhos, antes de enterrar a Valentina eu chamei a atenção de todos para dizer minhas últimas palavras para a mulher que eu amo e falei: 

- Boa noite pessoal eu venho aqui fazer a última homenagem da mulher da minha vida, eu trouxe aqui comigo meu caderno e nele eu escrevi um último poema pra ela e gostaria de lê ló:

Amor Eterno


Um amor que supera a morte

Que une os distantes

Nos torna mais fortes

Eterniza os amantes


O amor é constante

Faz amar loucamente

Quer amar a todo instante

Dói, a perda drasticamente


O ódio é o oposto do amor

A indiferença da presença

A dor da perda do calor

O esquecimento da lembrança

Notas finais:

Beijos da Pimentinha 



Comentários


Nome: Ester francisco (Assinado) · Data: 06/10/2020 21:01 · Para: Capítulo 4

Aahh não.... Valentina morreu??? Não acreditooo!!!

Andreia foi muito corajosa tentando salvar sua menina, seu amor.....mas não conseguiu! !! Odeio esse Pedro!!!



Resposta do autor:

Leia até o final para descobrir kkkk

Ela foi corajosa mesmo

Esse Pedro ninguém merece 

 

Beijos da Pimentinha 



Nome: Socorro de Souza (Assinado) · Data: 28/06/2019 21:38 · Para: Capítulo 4

Não Não Não..

É uma pegadinha né Autora!!!??

A Andreia tá tendo um sonho ruim né depois do desmaio!?? 

Faz isso não. 

Que morte estupida 



Resposta do autor:

Continue a acompanhar a história, qual será as cenas dos próximos capítulos, infelizmente as vezes acontecem coisas terríveis com quem gostamos :(



Nome: Brescia (Assinado) · Data: 28/06/2019 21:13 · Para: Capítulo 4

        Oi mocinha.

 

Como foi corajosa a Andreia,  pecado não ter conseguido  salvar o seu grande amor,  por essa eu não esperava,  não tiveram o tempo de viver uma história completa. Por 10 anos ficaram separadas e quando finalmente se reencontraram, ela a perde. Triste :(

 

         Baci piccola escritrice. 



Resposta do autor:

Verdade neh Brescia, ela defendeu a Valentina com unhas e dentes mas o destino quis levar ela :(



Nome: SaraSouza (Assinado) · Data: 28/06/2019 20:21 · Para: Capítulo 4

nao concordo viu autora.. 

A tina, não merecia esse final... espero que vc seja tao má com O Pedro viu... 

To chatiada.



Resposta do autor:

Verdade neh ela não merecia isso mesmo, mas pode deixar que o que o q é do Pedro está guardado.



Nome: SaraSouza (Assinado) · Data: 28/06/2019 19:18 · Para: Capítulo 4

what?????

volta aqui autora...

vc  nao fez isso... 

:((((((



Resposta do autor:

Boa tarde Sara, eu precisei fazer isso para os pais da Valentina se sentirem culpados pelo que eles fizeram a ela.



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.


Ou comente usando seu Facebook: