Comentários para Por enquanto

Nome: rhina (Assinado) · Data: 25/02/2021 02:53 · Para: Capitulo 12 - Calmaria

 

Querida Autora.

Fim.

Rhina



Nome: rhina (Assinado) · Data: 25/02/2021 02:40 · Para: Capitulo 11 - Uma ligação

 

Incrível.

Rhina



Nome: rhina (Assinado) · Data: 25/02/2021 02:32 · Para: Capitulo 10 - Grudada na pochete

 

É o fim.

E mais uma escolha. Não fácil. Mas necessária.

E com ela consequências para ambas.

Rhina



Nome: rhina (Assinado) · Data: 25/02/2021 01:59 · Para: Capitulo 9 - Antes do fim

 

Todas as etapas.

Doloroso para a enferma e para quem convive.

Redenção.....em que aspecto um portador de tal doença a merece? Ou não é digna dela? 

Rhina



Nome: rhina (Assinado) · Data: 25/02/2021 01:53 · Para: Capitulo 8 - Casa nova, vida nova

 

Suspeito.

Rhina



Nome: rhina (Assinado) · Data: 25/02/2021 01:42 · Para: Capitulo 7 - A raiva

 

Fundo.....bem fundo. Ainda assim sem forças para pular fora.

Rhina



Nome: rhina (Assinado) · Data: 25/02/2021 01:30 · Para: Capitulo 6 - O que ignorei

 

Pois.

Os sinais estão pra lá de gritantes.

Mas quem não!?

 Rhina



Nome: rhina (Assinado) · Data: 25/02/2021 01:21 · Para: Capitulo 5 - O cachorro

 

Sinal do Universo.

Ignorar e fazer as escolhas erradas!

 Mas existe escolhas erradas????

 Ou são apenas escolhas.....e suas consequências????

 Ou ainda..... Necessário para evoluçao....

Rhina



Nome: rhina (Assinado) · Data: 25/02/2021 01:15 · Para: Capitulo 4 - Eu te amo

 

Girassóis!!!

 Então tá.

Rhina



Nome: rhina (Assinado) · Data: 25/02/2021 01:05 · Para: Capitulo 3 - A Parada

 

Final feliz???? Acho que não. O quadro que se apresenta caminha para um desfecho .....veremos.

Rhina



Nome: rhina (Assinado) · Data: 25/02/2021 00:53 · Para: Capitulo 2 - O cachecol saia

 

Sinais.

Rhina



Nome: rhina (Assinado) · Data: 25/02/2021 00:40 · Para: Capitulo 1 - No meu sonho

 

Oi

Boa noite.

" não somos nem boas nem más apenas humanas" para chegar neste conceito vc acha que devemos está em qual nível de consciência?

 Rhina



Nome: Nenete (Assinado) · Data: 24/02/2021 16:45 · Para: Capitulo 1 - No meu sonho

Ola

Sua historia é muito impactante, profunda. O relacionamento abusivo é um tema muito comum nas historias, mas nunca colocado como voce nos mostrou. Parabens pela escrita.



Nome: olivia (Assinado) · Data: 17/02/2021 11:07 · Para: Capitulo 3 - A Parada

Bom dia Autora, estou gostando do seu romance mas,, também gosto de nomes ! Romance narrado parece monólogo! É muito estranho me faz lembrar dos meus sonhos que , tem princípio meio e fim .  . ! É como se eu tivesse assistindo um filme! Talvez seja por isso a empatia com o romance! Você caiu no meu coração ! Difícil desenvolver qualquer romance na primeira pessoa é, muito clássico! Parabéns!!????????????????????????????



Resposta do autor:

Bom dia Leitora!

A intenção é justamente ser aplicada a quem quiser, sem nomes, sem personalismos... Foi dificil resistir a tentação de nomear, colocar em terceira pessoa, narrar os dois lados, mas venci! kkkkk

Espero que goste do fim, também! 

Um gde abraço!



Nome: kasvattaja Forty-Nine (Assinado) · Data: 17/02/2021 03:29 · Para: Capitulo 12 - Calmaria

Olá! Tudo bem?

 

Gostaria de dizer que sua história, Autora, é bela. No entanto, com um assunto tão íntimo — sim, muito íntimo... Expor-se, ficticiamente ou não, deixa-nos sem chão, ar, perspectivas — fica difícil achar beleza nele, mas da maneira que você conduziu a história e brindou-nos com o ressurgimento de nossa heroína — pois é, quem passa por isso e sobrevive, é uma heroína — e isso é muito importante, mesmo na ficção.

Já chega as mazelas da realidade.

Parabéns pela sua história e a maneira como você conduziu-a até o final.

É isso!

 

Post Scriptum:

Por que é Cássia, por que é Cazuza, por que é Bebel... E o vídeo, ao vivo, é uma delícia [segue o link: https://www.youtube.com/watch?v=2pNv7M1bYOY]

 

Preciso dizer que te amo

 

Quando a gente conversa, contando casos, besteiras

Tanta coisa em comum, deixando escapar segredos

E eu nem sei que hora dizer, me dá um medo

Que medo

É que eu preciso dizer que eu te amo

Te ganhar ou perder sem engano

É, eu preciso dizer que eu te amo, tanto

 

E até o tempo passa arrastado

Só pra eu ficar do teu lado

Você me chora dores de outro amor

Se abre e acaba comigo

 

E nessa novela eu não quero ser teu amigo

É, que eu preciso dizer que eu te amo

Te ganhar ou perder sem engano, é

Eu preciso dizer que eu te amo, tanto

Eu já não sei se eu tô misturando

 

Ah, eu perco o sono

Lembrando em cada riso teu qualquer bandeira

Fechando e abrindo a geladeira a noite inteira

É que eu preciso dizer que eu te amo

Te ganhar ou perder sem engano

É, eu preciso dizer que eu te amo, tanto

 

Quando a gente conversa, contando casos, besteiras

Tanta coisa em comum, deixando escapar segredos

Eu não sei em que hora dizer, tenho medo

É, que eu preciso dizer que te amo

Te ganhar ou perder sem engano

Eu preciso dizer que eu te amo, tanto

 

E até o tempo passa arrastado

Só pra eu ficar do teu lado

Você chora dores de outro amor

Se abre e acaba comigo

E nessa novela, baby eu não quero

Ser teu amigo, não, não

 

É, é que eu preciso dizer que te amo

Te ganhar ou perder sem engano

É, eu preciso dizer que eu te amo, tanto

Eu já não sei se eu tô misturando

Ah! Eu perco o sono

Lembrando em cada riso teu

 

Compositores: André 'Dé' Palmeira Cunha/Agenor De Miranda Araújo 'Cazuza' Neto/Isabel 'Bebel' Gilberto De Oliveira



Resposta do autor:

Muito grata pelo comentário, querida leitora!

Não foi fácil escrever, espero que ajude tantas mulheres que passam por isso.

 

Um grande abraço!



Nome: kasvattaja Forty-Nine (Assinado) · Data: 03/02/2021 12:24 · Para: Capitulo 11 - Uma ligação

Olá! Tudo bem?

 

Quando li o título ''Por Enquanto'', pensei na canção, mas não com a Legião e sim com a Cássia Eller que dá outra cara para a canção, mais visceral. Então resolvi ler o texto. Isso ontem à noite e, Autora, cadê o sono? Perdi!

Seu texto leva-nos a pensar que, quase sempre, todo relacionamento tem suas nuances que vai da luz à escuridão — e de volta — sem você perceber.

Intenso, muito intenso.

É isso!

 

Post Scriptum:

 

''Nada é mais desprezível que o respeito baseado no medo.''

 

Albert Camus



Resposta do autor:

Boa noite! Acertou, é a da Cássia, sim. 

Acabei de finalizar a história, espero que goste. 

Com afeto,

Thai.



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.