Emma e seus breves sopros de vida, antes da viagem…

  • Romances - Original
  • 4
  • Sim
  • 5753
  • 2089
  • 30/06/2021

 

E se nossos caminhos se cruzassem e o tempo parasse...

E se o presente fosse eternidade e ao final nós fossemos de verdade...

E se tudo fosse ilusão...ou nem tanto...

E se...

  • Romances - Original
  • 34
  • Não
  • 180413
  • 67249
  • 20/06/2021

A subtileza da arte é capaz de unir almas, que de outra forma seria completamente impossível.

  • Romances - Original
  • 20
  • Sim
  • 27026
  • 41944
  • 06/09/2020

 

Vivemos quase num equilíbrio entre perdas e ganhos...há perdas que nos deixam sem chão, descrentes...há quem decida entregar-se, desistir...mas também existem outras opções...convido-vos a viajar comigo num mundo de possibilidades Sob o sol de Naya.

  • Romances - Original
  • 51
  • Sim
  • 352292
  • 258905
  • 10/11/2019

Presentes são presentes, nao interessa a forma como nos chegam às mãos ou ao coração...

  • Romances - Original
  • 36
  • Sim
  • 223206
  • 679903
  • 14/08/2018

Para Natália a vida seguia baseada em regras que ela não estava disposta a quebrar. Tanto no trabalho como na vida pessoal tudo seguia no script, ainda que faltasse emoção...

Zoe, mulher de vida atribulada, que tem na dança uma das suas maiores paixões. Dona de um apurado senso de justiça e de uma alegria nata, apesar de ter a sensação que jamais será feliz...

A vida e seus contornos coloca uma na vida da outra, a partir daí tudo pode acontecer...

Graças à Pietra...obrigada moça! Não me lembrava mais da sinopse rsrsrs

  • Romances - Original
  • 35
  • Sim
  • 167672
  • 251427
  • 25/09/2015

Por Nadine Helgenberger

  • 20/10/2015
  • Olá moças,

    Graças à Luciana fiquei a saber de um plagio ao meu conto Como o Vento o que me deixou profundamente irritada e sem animo para escrever o que quer que seja na internet.  Claro que sei que a internet é terra de ninguem e que caracter não é definitivamente o que mais abunda, mas que é broxante lá isso é...enfim. A pessoa sequer se deu ao trabalho de pedir a minha autorizaçao, que eu daria sem problema algum, ela muda nomes e tudo certo...

    Me desculpem as que nada têm a ver com essa situaçao mas nao vou postar nada por enquanto, estou irritada e me sentindo lesada de certa forma. A escrita exige trabalho, dedicação e para mim é hobby sim mas algo que levo muito a sério.

    Mais uma vez peço desculpas mas The gift nao vai ter continuação, pelo menos até nao passar essa raiva e quando passar, com certeza encontrarei outra forma de dar vasao à minha paixao...quando muito escrevo para mim mesma.

    Abraço a todas e me desculpem pela ausencia, mas nao dá...por ora nao dá.

    Nadine Helgenberger

Nenhuma história favoritada
Nenhuma autora favoritada