Se o nosso mundo e o nosso planeta existem, com suas formas de vidas e história, por que não existiriam outros? Christeen, a Rainha de um dos reinos de Elementos, Samantha, uma jovem valente que não conhece sua origem. Ambas terão seus mundos colididos numa luta que não querem travar.

Enquanto Elementos possui evolução tecnológica e um clima gelado, Flamor exala diversidade e tradição. Mas ambos os mundos possuem reinos antigos e repletos de mistérios que acabaram ocultando partes do passado de Samantha e também de Christeen.

Samantha sempre foi aventurosa, já a Rainha é conhecida por sua frieza, mas se vê cativada pela doçura e desafiada pela teimosia da jovem valente que arriscou a vida para proteger seu reino.

Elas conseguirão desvendar essa ligação que as une, ou seus sentimentos as afastarão?

  • Romances - Original
  • 16
  • Não
  • 82699
  • 3934
  • 22/09/2021

Existe uma floresta muito distante que abriga refugiados em busca de paz e uma vida em comunidade. É para lá que o pai de Emeril a levou em busca de a esconder dos perseguidores de sua mãe.
Mas não foi só um porto seguro que ela encontrou. Quando se deparou com uma loba, ela sequer imaginava que seus caminhos seriam traçados juntos.
Inquieta e curiosa sobre a arte da feitiçaria e o passado de sua mãe, ela embarca numa jornada de autodescoberta, fazendo amigos e aliados. Mas, sobretudo, encontra um amor que a dará toda a força e estabilidade para chegar até o fim de sua jornada. O que poderia dar errado?

  • Romances - Original
  • 31
  • Sim
  • 118843
  • 12089
  • 13/09/2021

Lana está superando um divórcio após anos numa relação intensa, e não esperava se apaixonar por uma de suas alunas da academia de dança. As coisas mudam quando sua aluna e a namorada demonstram interesse nela, e propõem uma relação. Envolvida por Iori e Laura de maneira única por cada uma, Lana se arrisca e se entrega às mais diversas emoções e momentos ao lado delas, descobrindo um novo mundo de possibilidades, mas também tendo que enfrentar novos problemas. Elas querem provar que uma relação poli amor existe, e vão persistir para mostrar que pode funcionar. Mas serão elas capazes de passar por todas as diversidades para terem uma vida juntas?

 

Avisos: Sexo, Poliamor, Linguagem imprópria, Cenas Explícitas.

  • Romances - Original
  • 47
  • Sim
  • 272142
  • 43565
  • 25/07/2021

Se Alice estava com o ponteiro correndo contra si, Leonora vai mostrar que há sempre uma saída para sobreviver.

  • Desafios - Original
  • 1
  • Sim
  • 1040
  • 210
  • 30/06/2021

Vonü é uma guerreira acostumada a lutar para sobreviver, habituou-se ao medo dos inimigos e a sua ganância. Mas não estava preparada para a persistência de Seul Wittebi em obter seus poderes.

Com o passar dos anos e a ânsia de fugir do destino que estava traçado em seus futuros, Vonü se vê atrelada a antiga guerra em que seu povo foi quase extinto, enxergando uma chance de trazer glória a sua família. Mesmo cansada de lutar, ela será capaz de confrontar a estranha ligação com Seul e enfrentar uma guerra? Estará disposta a abrir mão de tudo que conquistou para encontrar a paz e honrar as memórias de sua família? Mesmo que ela não saiba o que a espera, Vonü enfrentará seu destino.

  • Romances - Original
  • 30
  • Sim
  • 140442
  • 11947
  • 29/06/2021

Se Alice estava perdida no sorriso de Leonora, mal sabia ela o que uma falha de luz poderia lhe acender.

Continuação de "Um encontro perigoso" e "Um sorriso que salva".

  • Desafios - Original
  • 1
  • Sim
  • 891
  • 197
  • 23/06/2021

Se Alice estava certa sobre o seu serviço, o sorriso de Leonora pode mudar seus planos.

Continuação de "Um encontro perigoso"

  • Desafios - Original
  • 1
  • Sim
  • 979
  • 182
  • 19/06/2021

Alice, uma assassina, Leonora, sua vítima. Mas será que Alice vai conseguir executar seu contrato de acordo com o seu plano?

  • Desafios - Original
  • 1
  • Sim
  • 992
  • 271
  • 16/06/2021

Casadas, Elizabeth e Emilly não deixaram que a rotina atrapalhasse ou cessasse a imensa criatividade que possuíam para utilizarem os fetiches a seu favor. E para comemorar esse dia tão especial, Emilly decide surpreender sua esposa com uma sessão exclusiva com a Senhorita M. Como será que Elizabeth irá aproveitar essa oportunidade de ser mais uma vez a dona de sua esposa?

  • Contos - Original
  • 1
  • Sim
  • 1263
  • 457
  • 12/06/2021

Era uma dia comum na rotina de Emilly, se não fosse pela ligação que recebeu. Não havia nome no visor, mas achou que fosse um novo cliente procurando uma sessão, de forma que atendeu sem demoras.

–Alô? – Disse lentamente, brincando com a caneta na outra mão.

–Você foi aceita. – Uma voz feminina soou do outro lado, e a caneta parou na sua mão. – Eu quero que esteja no escritório em uma hora, sozinha. Minha secretária vai tratar do seu contrato.

Isso foi o que bastou para não apenas o dia, mas toda a vida de Emilly mudasse.

AVISOS: BDSM; Tortura; Violência; Sexo; Linguagem Imprópria; Abuso.

  • Romances - Original
  • 26
  • Sim
  • 63209
  • 75566
  • 24/05/2021

Por kasvattaja Forty-Nine

  • 05/07/2021
  • Olha só :D que desfecho lindo, adorei!

    Bora para o Canadá agora dona Kasvattaja! Não pare não e continue, não senta nem para tomar um café e já bota os dedos para escreverem a história delas ahahah

    Foi ótimo!

    Resposta do autor:

    Olá, Alex Mills! Tudo bem?

     

    Que bom que gostou, Alex. Meus textos todos estão recheados de finais felizes — ou pelo menos sem sofrimento para nenhuma das protagonistas —, cor-de-rosa e cheio de coraçõezinhos flutuando, tendo o arco-íris como paisagem de fundo.

    Quanto à continuação, não haverá. Assim como nós não sabemos muito sobre o passado delas — quase nada, não é mesmo? —, o futuro é somente delas e de mais ninguém, além, é claro, da nossa imaginação.

    É isso!

Por ArvoreDaVida

  • 03/07/2021
  • Que misto de emoções dona Árvore.

    É possível entender o que levou a Cristina a enxergar essa solução, era uma realidade muito sofrida, a dela, naquela época. D:

    Espero que as pessoas hoje em dia não enxerguem o suicídio como uma saída, como uma porta para algo bom, é um assunto muito sério a se tratar.

    Mas fico contente que tenha chegado até o fim dona Àrvore! Espero ler mais coisas suas no futuro próximo :D

    Parabéns pela história ;)

    Resposta do autor:

    De fato, siucídio nunca é a solução, mas, feliz ou infelizmente, era o único caminho para que a personagem encontrasse, ainda que no plano espiritual, a paz que não alcançou em vida terrestre.

    Se você fica contente por eu ter chegado até o fim, eu fico ainda mais contente por saber que você também chegou. Obrigada demais por ter lido! <3

    Em breve vou começar a publicar coisinhas novas por aqui e espero que tu goste! <3

    Um beijo,

    Madalena Lenares 

Por keique

  • 29/06/2021
  • Que isso dona Keique, não mata a gente do coração não. O QUE TEM NESSE ENVELOPE? ahahaha

    Nada curiosa, magina. Está a cada capítulo melhor :D

    Agora quero o próximo! À espera ;)

    Resposta do autor:

    Ei Alex.

    Que bom que gostou!

    Adoro o suspense! kkk

    Obrigada pelo carinho!

    Bora tentar terminar...

    Abraço

Por kasvattaja Forty-Nine

  • 28/06/2021
  • Dona Olga morre de medo de uma chuva, mas só para usar de desculpa para se agarrar a namorada, tudo justificado, claro ;p

    Muito bem escrito, dona Kasvattaja :D adorei :)

    Agora quero saber como termina!

    E esse recepcionista, regulando luz, bah, deixa ele se distrair e pega dele hehe brincadeirinha :)

    Resposta do autor:

    Olá, Alex Mills! Tudo bem?

     

    Então, a chuva aqui quis usá-la para alguns motivos, como por exemplo — simbolicamente — arrefecer os ânimos das meninas e também para escrever a última parte do conto.

    E a falta de luz, bom, ela vai colaborar também.

    É isso!

Por ArvoreDaVida

  • 28/06/2021
  • Dona Árvore!

    Capítulo dramático, mas adorei ele todo ahahaha quase estourei uma pipoca e li debaixo das cobertas :D me senti na mesma chuvinha da Cristina.

    E que manhã cheia de revelações!

    O que será da dona Cristina agora? D:

    Esperando pelo próximo!

    Muito bom, dona Árvore! Continua escrevendo :)

    Resposta do autor:

    Saiba que estou a um passo de abdicar ao meu atual pseudônimo para poder adotar esse "dona Árvore" hahaha

    Eu adoro um drama, tá no meu DNA, então uso e abuso quando posso kkkkkkkk 

    Sortuda e, ao mesmo tempo, azarada demais essa Cris, pois encontra o amor, mas isso logo ele é tirado dela... ou não?... aguarde cenas do próximo capítulo!

    E pode deixar que vou continuar sim! Assim que liberar a 4a semana, tamo aí na atividade 

    Beijão! E obrigada mesmo por acompanhar <3

Por ArvoreDaVida

  • 28/06/2021
  • :O olha só dona Árvore, adorei o capítulo :D até eu queria ir nessa cachoeira agora!

    Muito bom!

    Esperando por mais :)

    Dona Cristina ignorando o senhor Estêvão, tô botando fé, tem que pisar nele também, Cristina!

    OBS: Inês, tá cheia do Nivea para passar na Cristina ahahah

    Resposta do autor:

    "Dona Árvore" kkkkkkkkkkkk meu deus, eu amei demais! 

    Ai amiga, te entendo! Tudo o que queria nesse momento era uma mulher bonita me levando pra cachoeira kkkkkk 

    Dona Cris certíssima em ignorar o calhorda do marido, ele que lute!

    Kkkkkkkkkk usar Nivea pra conquistar a crush kkkkk ai eu amo uma personagem!

    Ai, obrigada demais por estar lendo meus textinhos <3

Por keique

  • 20/06/2021
  • Tua primeira história e tu está se saindo muito bem ;)

    adorei esse capítulo, deu para entender um pouco mais a narrativa ali entre o casal.

    Vão vir mais histórias dona keique? :D

    Resposta do autor:

    Boa noite Alex!

    Muito obrigada pelo carinho. Estou tentando acertar...kkk

    Preciso ver se não estou viajando com essa ideia de escrever, por isso o retorno de vcs é importante! Queria fazer algum curso basicão, mas não encontrei. Sei que é muito importante ler e estudar e que é complexa essa questão de curso básico, mas acho que não vou desistir não. Valeu o retorno.

    Abraço.

Por kasvattaja Forty-Nine

  • 20/06/2021
  • Essa Jasmine também não colabora kkkkk claro, ninguém merece uns tapas na cara desse jeito, mas ficar de gracinha com outra mulher? Abre o olho Olga!

    Adorei o capítulo autora :D esperando o próximo agora ;)

    Resposta do autor:

    Olá, Alex Mills! Tudo bem?

     

    Pois é, tudo bem chavão, não é mesmo? Flerte, banheiro e flagra, mas de antemão deixo claro que sou contra qualquer tipo de violência — sem essa de que ''uma tapinha não dói'' — mesmo em literatura, porém aconteceu.

    Fico contente que gostou.

    É isso!

  • 20/06/2021
  • Olha só, dona Bárbara virou a rainha das sapatões kkkkk quanta frieza dessa mulher com a mentora dela.

    Que vida dupla.

    Que bom que tem mais capítulos :D

    Parabéns pela selvageria kkkk só fiquei confusa com a parte do sexo anal se tu quis mostrar que foi algo consensual ou não no momento ali :O

Por ArvoreDaVida

  • 19/06/2021
  • Olha só, as cachoeiras vão atrair a dona Cristina para fora :D

    Bora aproveitar a companhia da senhorita Inês!

    Ansiosa pelo próximo!

    Resposta do autor:

    Vamo ver agora como vai ser esse passeio rs  Logo logo tem continuação.

    Obrigada por comentar <3

    Beijo!

Por Cristiane Schwinden

  • 16/06/2021
  • Tratorine em ação, quero ver em cima de que ela vai passar nessa casa mal assombrada agora :D

    Resposta do autor:

    Vai atropelar os fantasmas! :DDDD

    Brigada por ler e comentar <3

Por keique

  • 14/06/2021
  • Keique :0

    Mas que conto ótimo! Parabéns!

    Adorei sua escrita e a história :D vai ter continuação? hahaha iria adorar saber a história toda agora!

    Parabéns pela estreia, foi incrível ;)

    Resposta do autor:

    Boa tarde Alex.

    Muito obrigada pelo carinho e pelas palavras sinceras!

    Fiquei muito feliz por ter gostado e pelo retorno. 

    Esse incentivo faz toda a diferença! Vou continuar sim, mas um pouquinho a cada semana

    para continuarmos a brincadeira gostosa! kkk

    Abraço.

Por Cristiane Schwinden

  • 20/11/2015
  • História incrível! Amei cada pedaço, principalmente o fim.

    Aposto que a Theo fez isso para transplantar o coração para a Sam, uma vez que não tinham muitas saídas e ela não queria que ela morresse. Ao menos é o que acho.

    Aliás, adorei a forma que você escreve, sutilmente envolvendo o leitor a história, plantando mistérios e dúvidas, e principalmente, trazendo a forma real das pessoas, sem o platonismo de idealizar a pessoa, mas trazendo o nu e cru do ser humano, o simples e imperfeito ser humano, com seus defeitos e propenço ao erro, mas sobretudo a linha entre o medo e a vontade de tentar.

    Ansiosa pela segunda parte.

    Parabéns pela história.

    Beijos.

2121

Por Cristiane Schwinden

Nenhuma autora favoritada