Diga que me ama por Shewantsdinah


[Comentários - 10]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

 

1 anos antes

Sempre vi a vida como uma coisa prática. Sem muita emoção.

Sempre vivi na mesma rotina; acordar, trabalhar, voltar pra casa. Nunca desejei ser reconhecida nas ruas ou coisa parecida, sempre fui muito tímida e reservada. Apesar de sempre estar envolvida no mundo da fama como jornalista, sempre preferi me manter atrás das lentes.
Tenho alguns amigos, famosos outros não porém não tenho uma vida pública.

Agora cá estou eu girando o celular a mais de 30 minutos, tentando compreender essa mensagem que ela me enviou com um verso romântico de Carlos Drummond de Andrade:

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.

Porque ela me enviaria isto?
Qual o sentido?
Eu nem ao menos a conheço direito.

Temos amigos em comum, já a entrevistei diversas vezes, já jantamos juntas com amigos, porém não há motivos para esta mensagem que ela me enviou.

Ela deve ter enviado por engano, não tem o meu nome e também não há nenhuma dedicatória. Ela deve ter se confundido.

Deixo o celular sobre a mesa e me concentro no que há de mais importante para mim: meu trabalho.
Sou interrompida por duas batidas na porta, sei que é minha secretaria pois somente ela bate desta forma.

- Entre.

- Com licença Senhora Kordei, sua namorada ligou e disse que não consegue falar com a senhora pelo celular e pediu para que pergunta-lhe se o jantar de hoje a noite ainda está de pé?

- Primeiramente Júlia, sabe que pode me chamar de Mani, e segundo sim, diga a Zend que está confirmado e que aguardarei que ela me busque em meu apartamento.

- Perfeitamente senh.. Digo Mani.

- Ótimo. Mais alguma coisa?

- Não Mani, é somente isso. Com licença.

Assim que minha secretária fecha a porta volto a pensar nela e na mensagem sem sentido que ela me enviou, se é que foi para mim mesmo.
Ela é linda, imponente, encantadora. Uma mulher forte e determinada. Eu a admiro demais, mas jamais me envolveria com ela.

Espera.. O que eu estou pensando?

Essa mensagem está me enlouquecendo de vez, estou começando a fantasiar com ela isso não faz o menor sentido. Acho melhor me concentrar no meu trabalho.
Sou interrompida pelo toque do meu celular.

- Alô. Normani Kordei.

- Oi amor, sou eu Zend, a Júlia me disse que você confirmou o jantar. O que há com seu celular? Estou te ligando a horas e nada.

- Oi amor. Está de pé o jantar de hoje a noite sim e espero que você me busque, e bom meu celular... é... ele acabou descarregando.

- Ah sim, entendo. Bom meu amor, eu irei te buscar e liguei pra dizer que convidei a Dinah pra ir com a gente..

Espera.. O que?

Não, não, não, não.

Ela não.

 

Notas finais:

Espero que tenham gostado!



Comentários


Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.