R u gonna be my girl? por RubyRose


[Comentários - 133]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

           Estava na recepção esperando o Fê para ir até a cafeteria pegar nosso lanche quando ouço uma voz no meu ouvido.

— Sabia que verde fica lindo em você? – o perfume almiscarado dela me fez arrepiar.

— Obrigada por falar, vou me lembrar de nunca usar quando for te encontrar. – respondi secamente.

— Nossa! – ela coloca a mão no peito como se estivesse machucada – Isso doeu!

— Alex, quero deixar bem claro pra você que não vou cair na sua conversinha. Eu sou hétero. – menti descaradamente, queria distância daquela mulher.

— Você é hétero? – ela fala rindo como se soubesse que não. – Sem problemas, eu gosto de desafio. – falou sorrindo maliciosamente. – Quer almoçar comigo?

— Entendi que você falou para a Nora que tinha um compromisso.

— Tenho sim, com você....

— Não obrigada. Não saio com qualquer uma, só com meus amigos, preciso conhecer bem a pessoa – virei o rosto e ouço ela rir. PUTA MERDA ela tava se divertindo comigo!

— Certo então. – ela vem na minha direção para me beijar na boca e eu arregalo os olhos. Ela dá um risinho e beija no canto da minha boca. – Muito prazer, meu nome é Alex Fox, tenho 30 anos, minha cor preferida é azul mas estou revendo meu conceitos e ultimamente preferindo verde – minha face fica mais vermelha que um pimentão – Não fumo, bebo socialmente, amo cinema e fotografia e sou lésbica. Não namoro ninguém e fui casada por 3 anos mas não deu certo. – Certo que ela deve ter traído a esposa. – Mas somo amigas agora e ela está casada e tem um filhinho que é meu afilhado. Pronto? Vamos almoçar?

— Ok, você venceu, mas aqui no prédio mesmo. Eu vou na cafeteria com o Fê.

— Para mim está ótimo.

Resolvemos esperar o meu amigo no estabelecimento já que ele me enviou uma mensagem dizendo que se atrasaria um pouco. Chegamos ao café e pelo jeito a Alex era muito conhecida ali. Lógico, o prédio era composto por inúmeros ateliers e agencias ligadas a moda.

A garçonete se aproxima nos trazendo agua. A mania que esses americanos têm de sempre trazer água mesmo se a gente não pede. Sei que é grátis mas para mim é um desperdício de água potável.

— Vai querer o de sempre honey. – a atendente só faltava se jogar em cima da mesa e pedir: Alex me coma!

— Oi Jen, sim, por favor. – e a fotografa safada dá aquele sorriso de “já te comi” deixando a garçonete em transe olhando para aqueles olhos azuis.

— Eu quero uma cheesecake de cranberry e uma ginger ale, por favor. – a piriguete metida à garçonete parece que só agora me notou. Me olhou de cima a baixo e saiu sem falar nada.

— Então Lou, você é brasileira né? – “Lou? Que fofo! Para Luiza! Não vai cair no canto da sereia”.

— Sou sim. – respondi seca. Sabe quando você quer falar algo mais, mas vê que não é uma boa? Por mim a conversa fica assim.

— Você é muito linda – falou em um português perfeito, com sotaque gringo, mas perfeito.

— Oi?? Você fala português?

— Minha avó é portuguesa e eu ficava os verões com ela. Então eu falo português, francês, italiano e inglês claro. Arranho japonês também.

— Uiiii poliglota!!!

— Você entendeu mal – falou sem jeito – Eu não tava me gabando nem nada. Como eu viajei bastante fotografando pelo mundo eu aprendi muitas línguas.

— Eu vi algumas fotografias suas, gostei muito.

— Mesmo? – falou com um largo sorriso. – Eu amo fotografar! Acho que a fotografia mostra a alma do fotógrafo. Se ele está triste, mesmo uma cena feliz... como por exemplo um casamento, vai ficar melancólica.

— Qual o tema que você mais gosta de fotografar?

— Retratos! Definitivamente, retratos! E pessoas normais. Não modelos. É difícil encontrar uma modelo que tenha realmente uma essência que seja interessante em ser fotografada. Infelizmente, nesse meio é muito comum encontrar pessoas fúteis.

— Mas então por que você fotografa para a Nora? Pelo dinheiro?

— Não, claro que não. E eu não falei que não gosto de fotografar moda... geralmente é mais difícil para mim, por essa busca da essência. Então muitas vezes sou barrada por algum agente de modelo achando que aquele “ângulo” da foto não foi bom. Sabe?

— Acho que entendi.

— E eu nunca vou deixar de atender um pedido da Nora. Ela é minha única família. – Alex viu que eu fiquei sem entender – Nora é minha madrinha e cuidou de mim quando meus pais morreram quando eu tinha 17 anos. Foi ela que me deu a primeira câmera. Imagina uma menina de 6 anos com uma câmera profissional na mão? – começamos a rir – Eu era tipo a Lilo do Lilo e Stich sabe? Tirava só foto bizarra. Mas a Nora mostrou aos meus pais que mesmo aquelas fotos, sem foco, sem técnica nenhuma, tinham um algo a mais. Assim, ela foi a minha grande incentivadora. Ganhei vários cursos pelo mundo afora.

— Desculpe Alex... eu não sabia da sua perda e também da Nora.

— OMG! Você deve ter entendido tudo errado hoje! Aquelas brincadeiras que eu e ela fazemos... são comuns!! Piada interna. Todo mundo sabe que não é verdade! É só... como se diz em português... zuação... isso?

— Sim sim – sorri do jeito fofo que ela falou zuação – Desculpe, é que você tem uma fama também...

— E a grande maioria é verdade – falou sorrindo e echei a cara para ela.

— Monassssss já pediram?

— Oi Fê, já sim!

Quando Fernando está presente em uma conversa tudo gira em torno de Fernando. Então meu amigo ficou falando horrores, mudando a toda hora de assunto de um modo engraçado. Eu e a Alex morríamos de rir.

— Mas sapa mor me conta uma coisa. Que cor é seu cabelo na verdade?

— Eu sou loira. Mas quase nunca uso a cor natural. Sempre está com uma cor diferente. Antes desse azul estava preto, e antes rosa...

— Meninaaaa  vai ficar careca assimmmm! Mas bobo eu né? Deve usar só produtos chiquérrimos que o preço de um shampoo dá o meu aluguel! – ela sorri envergonhada. – Tá, me conta... todos os pelos do corpo acompanham a tendência do cabelo?

— Fêeeeeeeeeeeeeeeeeeee – falo envergonhada. Na verdade vergonha alheia.

— Não... mas os outros são bemmm aparados... – fala maliciosa. Ai DEUS que situação!

— ADORO!!!! Já vi que é do tipo bofinho ATIVO! – PUTA MERDA ME TIREM DAQUI, Fernando SEM LIMITES.

— Depende da companhia. – Alex sorri e eu fico cada vez mais vermelha.

— Essa é das minhas! Isso mesmo, tem que estar aberta as possibilidades né? O que cai na rede é peixe – Fernando e Alex gargalham e eu dou um sorriso sem graça. CARALHO, NÃO TENHO INTIMIDADE COM A GAROTA PARA FALAR PUTARIA! Se fosse minha amiga como a Clarinha eu já teria dado várias respostas engraçadas.

— Mas vamos mudar de história que a Lu aqui tá mais vermelha que a cheescake que ela tá comendo. Me conta uma coisa Alex, você já foi casada?

— Fui sim, mas a gente era muito jovem e não deu certo. Nós queríamos coisas diferentes. – “Vai ver ela traiu a esposa, faz o tipo.”

— Uhmmm sinto uma mágoa ai. Ainda tem sentimentos pela ex? – “Fê não para de fazer perguntas intimas, PQP!”.

— Da minha parte não. Acho que eu nunca a amei de verdade e por isso que hoje somos amigas. Se fosse diferente acho que isso não seria possível.

— Não entendi. – “Ai Fê eu vou te matar, para!”. Se meu amigo lesse pensamentos estaria morto!

— Eu a encontrei na cama com o meu melhor amigo e sócio. – Alex fala melancólica. – Eu perdi o amigo e a esposa no mesmo dia. Depois disso sai um pouco de órbita e fiz algumas fotos de locais que eu não recomendo.

— São aquelas fotos do Afeganistão? Nossa, que perigoso Alex. – falei.

— Foi um momento em que eu precisava encontrar um novo foco na vida. Nada melhor do que ir em um local onde as pessoas perderam tudo: família, amigos, casa... tudo. A gente fica perdendo tempo com besteiras e bobagens. Ego... e esquece do que é importante.

— Mas você perdoou a ex?

— Sim. O amigo que nunca voltou a ser o melhor amigo. Mas, tudo bem.

Continuamos a conversar amenidades e fiquei observando meu amigo e a fotógrafa. Alex na verdade estava se mostrando uma pessoa diferente para mim. Continua sendo galinha e cafajeste, mas ela não era apenas isso. Notei que ela não falava mal de ninguém e isso demonstra o caráter da pessoa. Ela contou das causas humanitárias que ela ajudava e que uma parte da renda das suas exposições ia sempre pra algum tipo de causa nobre.

— Vamos voltar? – meu amigo pergunta e Alex paga a conta não aceitando nosso dinheiro. Enquanto esperávamos a fotografa pagar a refeição meu amigo me puxa. – Gostei bofinho cavalheiro! Tá completamente na sua menina! Deixa de ser boba e agarra a Justin Bieber!

— Para Fê! Ela tá vindo!

— Vamos? Agora a tarde iremos ver as possibilidades de locação. Lou – quando ela me chama assim quase me derreto, e meu amigo ergue uma sobrancelha – vou precisar da sua ajuda. Temos que encontra algo lindo e barato.

— Já tenho até algumas ideias Alex, só preciso conferir. Cuba e República Dominicana. Acho que esses dois países possuem praias lindas e são os mais em conta. Só precisamos ver como é a questão dos recursos em Cuba, se houver escassez então fica arriscado.

— Sua amiga além de linda é inteligente Fê. – falou toda galante.

— Não te disse bicha? Se eu gostasse da fruta a Lulu era um partidão.

Eu e Alex fomos para a sala da Megan que se encontrava de cara amarrada. Começamos a verificar as possibilidades de locação e decidimos pela República Dominicana onde eu consegui um resort em Puerto Plata com um desconto maravilhoso. Megan parecia menos enraivecida e muito disso era porque Alex toda hora perguntava o que ela achava. Na verdade, amaciando minha chefe.

— Acabamos então. Ficou decidido que será uma equipe de 15 pessoas com as modelos incluídas. Luiza você fica encarregada de organizar a mão de obra local para logística, alimentação e tudo que for necessário, ok? – Megan fala. – Você irá comigo.

— Lembra das Ilhas Maldivias, Megan? Pena que é tão caro, senão seria o ideal.

— Claro que eu lembro. Você acha que eu iria esquecer da nossa lua-de-mel. – PARA TUDO! A MEGAN É a EX? – Foi quando eu fui mais feliz na minha vida. – PUTA MERDA!

— Eu já vou indo. – falei tentando sair de fininho.

— Quer carona? – Alex pergunta.

— Não precisa obrigada. – e saio antes que ela tenha a intenção de vir atrás de mim. 

Notas finais:

oieeee, então dois caps hj! Será que a Lu vai se render ao charme da Alex?



Comentários


Nome: Lili (Assinado) · Data: 31/05/2018 04:55 · Para: Capitulo 9 - Quem é Alex?

Choquei.



Resposta do autor:

Kkkkkkk

S2



Nome: HedaWarrior (Assinado) · Data: 30/05/2018 23:39 · Para: Capitulo 9 - Quem é Alex?

Se joga nos braços da Alex, Lou!!! Hahaha

Euuuuu To amando a Alex!!! Que pessoa maravilhosa! E a Megan é a ex?!?! Omg shaushau 



Resposta do autor:

Simmmmm! Megan vai incomodar kkkk

beijoooo



Nome: preguicella (Assinado) · Data: 30/05/2018 21:58 · Para: Capitulo 9 - Quem é Alex?
Pela cara feia da Megan e a pista no comentário anterior já imaginava que era ex de Alex, mas não "a ex" e pelo visto muito arrependida e com um laço forte, afinal são cumadres. Mas acho que ela não vai conseguir separar Alex e Lou. Quem leu atentamente já sabe o que vai acontecer entre elas.
Enfim, gostando demais da história! Amando o Fê e já fã de Alex tb!
Bjãooo

Resposta do autor:

Oieeeee! Obriiiii S2



Nome: SPINDOLA (Assinado) · Data: 30/05/2018 21:23 · Para: Capitulo 9 - Quem é Alex?

Nossaaaaaaaaaaaaaaaa, estou de queixo caído, a Megan é a ex da Alex. E pelo jeito se arrependeu amargamente da burrada que fez ao trair a Alex.

Pressinto que a Megan vai tentar atrapalhar o romance da Lu com a Alex, fortes emoções nos aguardam.

Tomara que a Lu não resista muito ao charme da Alex, que as cenas entre as duas promete ser quente.

Quero maisssssssssssssssssssssssssssssss.

Bjs



Resposta do autor:

Oeeee amanha tem mais S2



Nome: GRIPE (Assinado) · Data: 30/05/2018 20:32 · Para: Capitulo 9 - Quem é Alex?

Autoraa to viciada nos seus capítulos, já gostava da Lu antes e a cada dia gosto muito mais.. Acho bad ela ser apaixonada por alguem q não pode corresponder da mesma forma, mas estou tão empolgada com a perspectiva q ela vai achar alguém a altura da Nanda q eu surto, e dou pulinhos de alegria, a cada vez q atualizo aqui e vejo q tem capítulo novo (qndo são 2 -ou mais- então quase tenho uma síncope), fico pensando vai ser nesse capítulo q ela vai conhecer ELA, é agora é agora.. kkk

E embora eu esteja ansiosa pelo presente da Luiza nao posso deixar de dizer q estou amando os flashbacks, conhecer um pouco da Luiza, queria saber um pouco mais sobre como era o relacionamento da Nanda e da Lu da epoca em q namoraram e  tbm fiquei curiosa sobre o threesome com a Paula depois q ler sobre a versão da Lu e a comparação q ela fez...

Enfim quero mais e mais capítulos dessa história e de todas outras q vc ainda vai escrever!!!



Resposta do autor:

Anotadoooo! Vou trabalhar nisso nos proximos!

obriiiiiiiii s2



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.