Lutas da vida por Esantos


[Comentários - 189]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

-- Largamos cedo, vamos fazer o que? – Disse Claudia se aproximando dos amigos.

--Eu vou ter que ir para casa a tia soube que iriamos largar cedo, se eu não for ela fica no meu pé.

--Não sei com você aguenta a dona Marisa.

--Eu tenho que aguentar, infelizmente, até outra hora pessoal– Falou olhando para Juliana que sorriu e acenou.

 

 

--Oi dona... quer dizer Paula algum problema? – Ela viu a mulher com uma pequena motocicleta parada em frente à sua casa.

--Um problemão Andreia, meu sobrinho estava fazendo umas coisas erradas daí tomei a motinha das entregas dele, agora não sei o que fazer.

--Mas a senhora não sabe pilotar?

--Não sei, morro de medo

--Mas essas “ciquentinhas” são muito fáceis de pilotar, se a senhora quiser depois eu ensino.

--Você sabe pilotar?

--Essa aí é moleza, meu pai tinha uma bem maior que essa, me ensinou a pilotar com quinze anos, só não deixava eu sair andando por ai porque era de menor, o bom que essa não precisa de habilitação– Ela disse saudosa.

--Você não queria ir comigo fazer as entregas? Me ajudaria muito.

--Claro que posso, me deixa eu avisar que cheguei da escola – Andreia chegou levou sua mochila para o quarto, viu a tia na cozinha. --  Tia vou resolver umas coisas já volto – Saiu antes da tia falar alguma coisa, não encontrou Paula na frente daí bateu na porta.

--Entra Andreia, vou com você, ainda bem que já está tudo pronto. -Ela pegou um  daqueles isopor de entregador de pizza colocou  nas costa e mais dois isopores menores nas pernas e saíram – Você sabe mesmo pilotar essa coisa não é?

--Sei sim, só me diga por onde ir, não conheço quase nada por aqui.

--Vamos lá que eu lhe mostro – Elas saíram e logo fizeram todas as entregas.

-- Nossa você sabe pilotar direitinho mesmo e o melhor é cuidadosa. – A mais velha disse assim que pararam na frente da casa.

-- Eu adorei, amo pilotar. – Ela sorriu

-- Pode colocar ela aqui dentro? – Ela guardou a moto e entrou com a mulher. – Você salvou minha vida Andreia, muito obrigada – Paula abraçou a menina de lado.

-- Que isso Paula, sem problema, precisando – Ela sorriu, gostou muito da tarde com aquela mulher tão divertida.

--Nossa perdi minha mãe foi isso? – Juliana disse ao ver a mãe abraçando-a.

--A Andreia salvou minha vida filha – Se afastou e puxou uma cédula de vinte reais. – Esse é seu pagamento – Deu a menina.

--Não Paula, que isso, não quero dinheiro – Ela recusou sem titubear

--Eu faço questão, você perdeu quase sua tarde toda comigo.

--Mas eu só fiz para ajudar, não precisa pagar.

--Mas você trabalhou tem que receber.

--Eu só fiz um favor, não aceito pagamento.

--Então vamos almoçar que você não comeu nada – Ela aceitou e foram para cozinha.

--Filha não arrumou a cozinha ainda?

--Eu cochilei depois do almoço mãe – Ela disse sentando com Andreia.

-- E o que fizeram depois que largaram?

--Fomos para a casa do Junior ficamos lá estudando depois vim para casa.

--Estudando? Na casa do Junior? Sei bem – Ela sorriu para a filha saindo da cozinha

-- Obrigada Deia por ajudar a minha mãe - Pegou na mão da garota, ela não entendia essa necessidade que tinha de sempre está próximo de Andreia.

--Não foi nada demais Juli, nossa, esse creme de frango da sua mãe é muito bom – Ela disse com a boca cheia, ficaram ali um bom tempo, depois Andreia ainda ajudou Juliana a arrumar a cozinha.

 

-- Andreia gostaria de perguntar uma coisa para você – Paula entrou na cozinha vendo as meninas conversando – Você não aceitaria trabalhar comigo? Me ajudar nas entregas?  Logico que recebendo por isso, toda semana eu pago o que pagava ao Cleiton

-- Seria bom, mas não sei se minha tia deixaria.

--Faz assim, você conversa com ela e mais tarde eu vou lá falar com ela.

-- Está certo, bem eu vou lá.

--Amanhã me espera que vamos juntas – Juliana disse sorrindo.

 

 

-- Ate que fim resolveu voltar, onde você estava menina?

--Tia a dona Paula me chamou para trabalhar com ela.

--Com aquela mãe solteira? Nem pensar

-- Tia a senhora fica com o aluguel da minha casa eu não pego em nenhum dinheiro, assim eu poderia comprar minhas coisas e não pedir nada a senhora. -Já sabia como a tia funcionava

-- É por esse lado é até que é bom, me livrar dos gastos com você, nunca vi gastar tanto.

--Eu não gasto com nada tia, mas então o que a senhora acha? – Escutaram a porta abrir

--Eu vou pensar agora vai cuidar de lavar os pratos. – Andreia concordou com um aceno de cabeça e seguiu para cozinha, algum tempo depois sentiu ser observada quando virou viu o marido da tia a olhando

-- O que você quer? – Ela perguntou o encarando, não tinha medo dele

-- Nada, será que não posso nem ficar na minha casa?

-- Já acabei – Ela enxugou a mão e saiu da cozinha, sentiu uma sensação esquisita com o jeito que ele estava a olhando, mas preferiu guardar aquilo para si, foi para o banho depois ficou no quarto estudando.

 

 

-- Andreia vem aqui – Ela escutou a tia  chamando, viu Paula na porta.

--Diga tia – Aproximou-se

--Amanhã pode trabalhar com ela, mais lembre do que eu te disse nada de está pela rua, não quero que você fique mal falada.

--Pode deixar que eu ficarei de olho nela dona Marisa – Paula disse feliz e aliviada, pois estava sem saber quem chamar, teria que ser alguém de confiança e ela sentiu isso naquela menina.

 

 

 

-- Você vai sair correndo da escola Deia?

--Para dá tempo de entregar tudo vou ter sair correndo– Elas caminhavam para a escola

--Por que você não pega a moto, seria mais rápido para você voltar.

--Não sei, será que a sua mãe deixaria?

--Eu vou dizer a ela, aposto que ela deixa, ela gostou de você.

--Oi, tudo bem? – JM acompanhou-as.

-- Oi JM, como você está? -Juliana abraçou o amigo

--A mesma merda de sempre – Olhou para Andreia a medindo de pé a cabeça

--A Deia vai trabalhar com a minha mãe, vai ficar no lugar do Cleiton.

--E você sabe pilotar moto?

--Sei sim. – Andreia respondeu firme, ela não sabe o motivo, mas de todos daquele grupo o único que não simpatizava era aquele garoto.

-- Só me avise para eu não está na mesma rua – Ele disse debochando.

--Ela pilota bem, minha mãe elogiou muito.

--Ela é uma garota Juli, mas deixa isso para lá, agora vou logo avisando o Cleiton estava falando que a tia Paula não acharia ninguém para trabalhar pra ela e se achasse o cara ira se ver com ele.

--O Cleiton é um idiota, mas não se preocupa Deia, ele não fará nada contra você ele só sabe falar, é um fouxo.

--Sei me defender, pode deixar – Andreia já estava irritada com aquele garoto e só piorou quando ele colocou um dos braços em torno do pescoço de Juliana.

--Ui ela ainda é brava  -Ele disse sorrindo. – Vou lá conversar com os meninos – Ele entrou na escola e Andreia  Juliana  foram até uma pracinha em frente encontrar os demais, lá conversaram por um tempo depois foram para a aula.

 

 

 

-- Então vamos lá Andreia, está tudo pronto – Paula disse assim que Andreia chegou da escola. – Não quer comer nada?

--Não senhora, quando eu voltar eu como, senão vai ficar tarde – Elas arrumaram as quentinhas e seguiram para fazer as entregas naquele pequena moto, assim a semana seguiu, na sexta-feira ela já estava fazendo suas entregas sozinha.

Notas finais:

Ola minhas flores!!!

 

Mais um capitulo, sim é pequeno, masss..... uma rapidinha assim na hora do almoço é sempre bom não é mesmo? (estou falando da leitura, não vão pensar safadezas, vcs sabem que eu não penso nessas coisas) kkkkk

 

ENTÃO? GOSTANDO DA JULI E DA DEIA?

 

ATE "BEM" BREVE

 

BJS 



Comentários


Nome: Glaurp (Assinado) · Data: 14/04/2018 15:19 · Para: Capitulo 2

Parabens pelas suas historias, deixam nossos dias mais felizes.



Resposta do autor:

Obrigada flor, e pode ter a certeza q por isso que continou 

BJS



Nome: Lili (Assinado) · Data: 14/04/2018 13:35 · Para: Capitulo 2

Esra muito bom, só sei que dois idiotas já vão aprontar primeiro o marido da tia, depois o babaca do JM.

Agora esperar os próximos capicapítulos.



Resposta do autor:

Bem, o marido da tia ja tá certo, porem algum palpite de como? E mais um detalhe, será q consegui?

Bjs minha chará de apelido!



Nome: Mille (Assinado) · Data: 13/04/2018 16:53 · Para: Capitulo 2

Olá Lili 

Muito bom o capítulo.

Quem vai fazer maldade primeiro o marido ou o JM??? 

Tô achando que o marido vai tentar algo e espero que nossa campeã nocaute ele e corte os "documentos" dele fora.

Bjus e até o próximo capítulo 

Se tiver cena forte avise antes viu Lili o coração de sua leitora está fraco. Kkk



Resposta do autor:

Kkkk gente como vcs etaes violentas kkkkk

Podexá, eu aviso sim kkkkkk

Bjs



Nome: Lins_Tabosa (Assinado) · Data: 13/04/2018 14:45 · Para: Capitulo 2

Tô gostando muito e tem mais uns pra odiar, né?! ;D

Querendo mais rsrsr

 

Abrs o/



Resposta do autor:

Acho q.por agora não, quer dizer eu acho q nao lkkkk 

Bjs flor



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.