O amor chega sem avisar por patty-321


[Comentários - 102]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

 

 

Cheguei ao AP dela um pouco depois das 19h, o porteiro interfonou e ela autorizou minha entrada. Eu usava um vestido florido solto, sandália de salto baixo, com meu cabelo curto meio bagunçado, como sempre. Ela abriu a porta e usava um short jeans, regata preta, sandália rasteirinha, cabelo negro e lindo, preso num rabo de cavalo, linda. Abriu aquele sorriso, ai minha nossa, fiquei, sei lá, enfeitiçada, só pode, nunca havia olhado dessa forma pra nenhuma mulher. Deu-me vontade de sair correndo e ao mesmo tempo, vontade de abraçá-la, beijá-la, ai, ai, ai, loucura. Senti tudo em poucos segundos.

- Oi Sandra. Tudo bem? Que bom que você chegou. Entre.

Falou isso me puxando, me abraçou e me deu dois beijinhos nos rosto. Hum, ela tava tão cheirosa, NOOSSSSAAAAA! Tremi. Acho que meu sorriso saiu amarelo.

- Oi coração, Tudo bem sim. E você como vai? E a fofinha?

- Chega no domingo de BH, te falei, esqueceu que ela foi passar férias com o pai?

- Ah é! Deu branco, desculpa.

- Sem problema lindinha. Senta, quer beber algo? Vou busca uma latinha de cerveja pra você, sei que gosta. Só um pouquinho.

- Tá, ok, a noite ta quente, vou aceitar. Obrigada.

Ela voltou com uma latinha e uma taça. Me serviu, colocando a latinha na mesinha de centro.

- Então amiga, conta as novidades. O que tá rolando lá na facul, quando retorna? E a Secretaria, muitos gatinhos? Tá pegando alguém?

- Como sempre né? Você sabe do meu lema: Solteira sim, sozinha nunca, kkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

- Palhaça!!

- Ei, olha o respeito hem?

- kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Você não mais é minha prof, hehehehe. E chegou mais perto de mim no sofá. Eu me afastei um pouquinho.

- Que foi? Tá com medo de eu te atacar é? Calma, não sou lobo mau. Vamos pra cozinha que vou colocar a mesa, vem. Saiu rebolando com aquele andar sensual, balançando os cabelos pretos e lindos, olhando pra trás pra ver minha reação, com certeza. Ah, safada. Meu Coração deu mais um sopapo dentro do peito e a cabeça pirando sem entender nada das minhas reações (na verdade, não querendo aceitar o óbvio).

- Hum ta gostoooosooo demais!!!!

- Tá bom mesmo? Ainda tem sobremesa: pudim.

- Ui, adoorooo pudim.

- Eu sei né, gata?

Terminamos o jantar e fomos pra sala degustar o pudim. Hummm, deliciaaaaaa!!

Sentei no sofá e ela no outro em frente a mim, sentada em cima das pernas. Achei tão fofo. Não sei por que, mas tudo que ela fazia eu achava lindo, fofo, cada gesto seu. Nunca havia sentido isso por ninguém, prestado atenção assim aos pequenos gestos, nem em homens e muito menos em mulheres. Aquilo era inédito pra mim e ao mesmo tempo em que me impulsionava a desvendar me dava ânsias de medo, sei lá, tudo tão confuso.

Terminamos de comer e ficamos conversando sobre a faculdade, trabalho, a filha dela, os meus filhos, sobre tudo como sempre a conversa fluía de uma maneira incrível entre nós, ela sempre foi daquelas pessoas que eu sou capaz de conversar durante um dia inteiro e sempre achar assunto e ser sempre interessante.

- Bom amiga o papo tá bom, mas amanhã é dia de trabalho pra mim e aula pros meus filhos, tenho que acordar cedo, vou pra minha casinha, dormi o sono dos justos, ahhhh (bocejei).

-Ah fica mais um pouco tá cedo. Fica vai.

- Dá não meu bem. Fui levantando e ela também.

- Tá bom bebê vou te levar no carro. Não fica mais porque não quer, falta de carinho não é, rs, rs.

Também ri muito dessa frase, tão clichê.

Chegamos perto do carro que estava no estacionamento de visitantes, fora do prédio e fui me despedindo.

- Obrigada pelo jantar, estava divino, a companhia idem, dorme bem e a gente se fala, ok? Demos dois beijinhos, abrir a porta do carro e entrei, nem vi quando ela entrou no lugar do carona.

Tomei um susto ao olhar pra ela, que estava com um olhar diferente, meu coração disparou e ela chegou mais perto de mim, tomou o meu rosto entre suas mãos, olhando nos meus olhos e me disse:

- Agora eu quero aquele beijo bem gostoso.

 

Notas finais:

E o bicho pegou, kkkkk. Quem quiser comentar e me fazer mais feliz, agradeço. As moitetes, agradeço a leitura. Quem tá gostando, me diga. Ao meu amor Catrina, bjs na boca, as amigas beijos na bo...checha. Boa noite.



Comentários


Nome: flawer (Assinado) · Data: 12/03/2018 23:57 · Para: 11- O jantar

Uiáaaaaa... Bicho pegou mesmo! 

E vc interrompe logo aí, sua cruela?! Humpfffff ( bicuda aqui)

Tchau, vou pra o próximo cap... Senão rolar um beijo... Tem autora q será escarrerada aqui ( carinha brava e ameaçadora aqui) rss

P.s: Aiiii como é deliciosa a vingança pattyta! Kkkkkk Tou amando te ameaçar, como me ameacam! Kkkkkkkk

Simbora...



Nome: Bia Ramos (Assinado) · Data: 09/03/2018 12:41 · Para: 11- O jantar

Bom dia Patty!!

Eita que a coisa pegou de jeito de vez, só quero ver a reação dela... Toda cheio de confusão... hehe

Ansiosa para o próximo!

Bjs

Bia



Resposta do autor:

Valeu bia. Vou postar ainda hoje.



Nome: Thayb (Assinado) · Data: 09/03/2018 09:28 · Para: 11- O jantar

Caraca,agora vai rolar.Não tem como correr agora prof.kkkk to adorando Patty,parabéns.



Resposta do autor:

Obrigada. Bjs



Nome: SaraSouza (Assinado) · Data: 09/03/2018 03:33 · Para: 11- O jantar

Quero esse beijo logo......

e agora Sandra?????



Resposta do autor:

Oiii. Mais tarde to postando. Obrigada por sair moita. Bjs



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.