Última noite de amor por Vandinha


[Comentários - 1262]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

 

Última Noite de Amor -- Capítulo 72

 

-- Me chamo Denise. Sou assistente social. Falaram-me que você veio visitar a Thifany e o Thiago. É isso mesmo?

-- Me chamo Isabel. Muito prazer Denise. Vim visitá-los, estou com muita saudade deles.

-- Bem. Tenho uma ótima notícia -- ela abriu um sorriso enorme e sincero -- Os dois foram adotados.

Isabel ficou de pé.

-- Como assim adotados? -- Isabel indagou atônita.

-- Sim, adotados -- ela respondeu, desviando o olhar para uma porta lateral -- Venha conhecer o nosso jardim -- se levantou e saiu caminhando na frente.

Isabel a seguiu ainda um pouco atordoada com a notícia.

Chegaram a um grande e belo jardim, com as mais diversas e coloridas flores.

Havia margaridas, bromélias, dálias e lírios. Bancos espalhados por todo o lugar eram ocupados por crianças que brincavam ou por pessoas de jalecos que provavelmente eram funcionários do orfanato.

-- Vamos sentar naquele banco vago próximo ao chafariz -- Um sorriso branco e tranquilo enfeitou os lábios da assistente social quando, mais uma vez, ela olhou para Isabel. Aquele sorriso deu a ela a impressão de que aquela mulher era uma guerreira. Se a vida a empurrasse ela erguia-se novamente, com toda a certeza.

Isabel balançou a cabeça. Estava tirando conclusões sobre uma pessoa que mal conhecia. Vai que a mulher fosse uma songa monga que apanhava até da sombra?

Isabel sentou no banco e cruzou as pernas.

-- Um casal muito simpático esteve aqui na segunda, na terça, na quarta. E, hoje de manhã surpreendentemente apareceram com todos os papéis solicitando a guarda temporária dos irmãos -- disse com um sorriso -- As crianças ficaram loucas. Eu nunca vi algo parecido.

Isabel pensou que ela ia chorar, mas sua emoção não chegou a tanto, apenas falou com a voz embargada pela emoção:

-- Eu não sei dizer ao certo, mas sinto que Thifany realmente é uma vitoriosa. Ela tem uma força dentro de si que poucos têm. Uma força vital. Você concorda? Parece até que sabe como lutar pela vida. E sendo assim enche de forças também o irmão.

Uma luz iluminou as feições de Isabel ao ouvir aquilo.

-- Porque está dizendo isso?

-- Câncer -- ela disse em voz baixa -- Thifany já lutou pela vida. Quando era bebê, ela venceu o câncer.

Isabel não conteve mais as lágrimas e chorou, em um misto de alegria e tristeza.

Após um momento de silêncio, ela indagou com mais calma:

-- Sua doença deve ter sido muito difícil para ela e para vocês -- disse, com seriedade.

-- Você não faz ideia de como. Ela era muito doente. Os médicos cansaram de falar que era quase impossível que sobrevivesse -- ela disse com a voz embargada -- Eu nunca me esquecerei daquele lindo e frágil bebê em um berço com todos aqueles aparelhos em volta. Bracinhos magrinhos e olhinhos brilhantes -- ela abaixou a cabeça, cobrindo os olhos com as mãos -- Por isso a chamo de vitoriosa. Ela teve a força mais incrível que já vi. Thifany ensinou a todos nós Isa. Ela queria viver. Ela queria viver para esse dia de hoje. O dia em que saiu para morar com uma família maravilhosa. Ela lutou e venceu!

Isabel sorriu e abraçou a assistente social com uma emoção contagiante. Ao se afastarem Isabel apertou-lhe a mão instintivamente, os olhos fixos nos dela.

-- Obrigada por tudo. Você também é uma vitoriosa.

Denise afagou-lhe os ombros em sinal de solidariedade. Percebia o quanto Isabel amava as crianças. Mas o destino assim quis e elas, com certeza, teriam um futuro repleto de felicidade.

 

 

Mais tarde na boate.

 

-- O amor é como o Wi-Fi, sempre está no ar, mas nem todo mundo sabe a senha dele.

-- Você está corretíssimo André. Veja o meu caso -- Valéria comentou com um sorriso preguiçoso.

-- Eu penso assim Valéria: Se não for para valer a pena, não chego nem perto!

-- Sábado será o dia D para mim e a Jana. Vou chegar chegando -- acrescentou sem mencionar maiores detalhes.

-- Vou ficar torcendo para que enfim vocês caiam de boca -- riu ao notar o quanto ela enrubescera.

Isabel entrou na boate olhando em volta. Caminhava rápido com sua grande bolsa no ombro e as chaves na mão. Parou diante de André e Valéria e cruzou os braços sobre o peito.

-- De quem é aquela Picape alí fora?

Antes de responder André olhou para Valéria com o sobrolho franzido.

-- A poderosa comprou dias atrás e eles vieram entregar hoje.

-- Poxa! Quem ela está querendo impressionar ostentando com um carrão desses?

-- Não faço a menor ideia, não vejo a mona faz dias. E você? -- André indagou, voltando a fitá-la nos olhos.

-- Não e nem faço questão -- disse com uma arrogância que não lhe era habitual -- Estou aqui para conversar com a Arlete. Ela está?

-- Ela acabou de entrar no escritório da Alex, foi abrir as janelas e dar uma ajeitada. Vai lá -- Valéria disse sorrindo -- Você é da casa -- acrescentou simpática.

Isabel saiu olhando para trás. Talvez fosse impressão sua, mas todos a estavam tratando de forma diferente nos últimos dias. Estavam frios, distantes. Era um absurdo que a tivessem punindo com tanta rispidez pelo desentendimento entre as duas. Tá certo que foi ela quem começou, mas Alexandra também tinha a sua grande parcela de culpa desaparecendo daquele jeito sem dar a menor satisfação.

Abriu a porta do escritório e entrou em silêncio. Arlete estava de costas passando pano em alguns porta-retratos.

-- Boa tarde!

-- Oh! -- virou-se e respirou aliviada, levando a mão ao peito -- Que susto!

Isabel riu do seu jeito.

-- Desculpe, não pretendia assustá-la.

-- Tudo bem. Estava um pouco distraída.

Isabel foi até uma mesinha e pegou um porta-retratos com a foto dela e de Alexandra se beijando. Seus olhos lacrimejaram e ela deixou-se cair na enorme poltrona preta.

-- Dizem que você entendendo uma mulher, você consegue entender todas. Não imaginei que essa frase machista fosse tão verdadeira.

Arlete pegou o porta-retratos de sua mão e o colocou novamente sobre a mesa.

-- Larga mão de ficar se lamentando. A dona Alexandra é louca por você.

-- Era o que eu pensava, mas você viu o carrão que ela comprou? Pra que ela quer um carro tão grande? No mínimo é para encher de mulheres e sair por aí festando.

Arlete deu uma gargalhada e sentou no sofá.

-- Arlete, as crianças foram adotadas. Estou vindo do orfanato -- disse, contendo o choro ao lembrar-se das crianças -- A assistente social me contou que um casal as adotou.

Arlete permaneceu em silêncio por um tempo, escutando.

-- Ela falou que as crianças estavam loucas de felicidade -- afirmou pensativa -- Isso é o que importa, não é mesmo? -- disse com os olhos fechados, como que lendo os pensamentos de Arlete.

-- Isso é o que importa -- Arlete respondeu por fim, sabendo que a sua voz denunciava as lágrimas que não pôde mais conter.

 

 

Sexta-feira.

 

-- Não vou mais procurar emprego -- Tatiana exclamou assim que viu Simone entrando em casa depois do plantão -- Só recebo não pela cara Mone. É desanimador.

Simone caminhou até onde ela estava e a abraçou.

-- Bom dia! -- encarou Tatiana e ela deu uma risada -- Já tomou café?

-- Bom dia Mone. Desculpa, é que ando um pouco estressada com essa busca sem sucesso.

-- Não se preocupe, eu entendo perfeitamente -- caminhou até a cozinha e colocou seu casaco sobre o balcão antes de ligar a cafeteira -- Estive pensando... Porque você não fala com a Alexandra? Quem sabe ela tem uma vaga disponível em um dos seus negócios?

-- Não quero ficar devendo favor para aquela, Che Quer Vara do Leblon -- falou brava.

-- Deixa de ser orgulhosa -- Simone protestou -- A Alexandra nunca se recusou a ajudar as pessoas.

Tatiana pensou por algum tempo até que concordou.

-- Talvez você tenha razão. Não estou em condições de ficar com frescuras. Hoje mesmo vou até a boate conversar com ela.

Simone ficou tão feliz que deu pulos de alegria.

-- Não precisa exagerar Mone -- Tatiana revirou os olhos para ela, balançando de leve a cabeça e sentou para tomar café.

 

 

No Centro de Apoio

 

-- Isa o pedido de voluntários que eu fiz pelas redes sociais foi um sucesso. Em uma semana já apareceram professores para os cursos de informática para o mercado de trabalho, capacitação para auxiliar de departamento de pessoal, operador de caixa e auxiliar de crédito e cobrança. Para quem tem interesse em planejar atividades ligadas ao turismo, teremos algumas vagas em organização de eventos -- falou Janaína, não escondendo o entusiasmo.

-- Esses são os cursos recentes porque já temos confirmados os cursos de estética e beleza, cabeleireiro, manicure e confeiteiro.

-- Bem lembrado Malú. As participantes receberão auxílio-transporte, lanche, kit escolar e material didático. Hú, hú...

Janaína e Malú comemoravam o sucesso dando pulinhos, abraçadas.

Era uma alegria que emocionou profundamente Isabel. E então ela caiu no choro contido durante todo aquele dia.

Janaína e Malú olharam curiosas.

-- Uai sô! O que aconteceu? -- Malú perguntou nervosa.

-- Não é nada não -- levantou-se secando as lágrimas que continuavam a fluir teimosamente -- Venham aqui -- abriu os braços para um abraço coletivo -- Também quero comemorar.

Agora eram três dando pulinhos, abraçadas.

 

 

Na boate.

 

-- Aaaaahhhhh... Que torre de Babel! -- André berrou, mugiu, uivou.

Todos taparam os ouvidos com os dedos para aliviar a sensação desagradável.

-- Quem deixou essas caixas de bebidas aqui no corredor? Considere-se morto.

-- Meu Deus André! Você não leva nada na esportiva -- Sérgio começou a guardar as caixas no depósito.

-- Eu sempre levo tudo na esportiva... Por favor, alguém me traga uma raquete pra eu meter na cara desse abusado. Aff... -- virou-se e deu de cara com Tatiana -- Oi, que surpresa -- olhou da cabeça aos pés, deu três beijinhos na bochecha dela e falou no seu ouvido: -- Você está linda. Fazer sexo faz bem para os cabelos e para a pele.

Tatiana sorriu.

-- Eu sei disso. E confesso que ultimamente estamos bem ativas.

-- Que maravilha! -- André colocou o braço em volta dos ombros dela -- Agora fala: Você não veio até aqui só para me contar que vocês duas estão colocando as pererecas para brincarem todas as noites, não é mesmo?

-- Claro que não. Vim para falar com a sua chefinha. Ela está ai?

-- Que pena Tati. A poderosa está viajando e pelo jeito vai demorar a voltar. Será que posso lhe ajudar em algo?

-- Acho que não André -- falou triste -- Estou à procura de emprego. Pensei que ela pudesse ter algo para mim. Qualquer coisa, não me importa.

-- Porque não falou antes? Claro que posso ajudar -- segurou no braço dela e a puxou para caminhar -- Não se preocupe que se não tem eu crio. E vai ser de enfermeira.

-- De enfermeira? -- Ela se virou para ele, incrédula.

-- Deixa comigo. Considere-se empregada.

Tatiana sorriu e lhe estendeu a mão.

-- Obrigada! Obrigada mesmo amigo.

-- De nada querida -- Ele a observou por um longo momento -- Agora vai e aproveita seus últimos momentos de folga.

André ficou olhando Tatiana se afastar. Imagina se deixaria a garota na mão.

Parou diante do palco e ficou escutando Valéria cantar a música que seria a principal da festa de lançamento.

Assim que terminou, a cantora olhou para ele ansiosa.

-- Então? O que achou?

-- Linda, maravilhosa -- usou os dedos para secar as lágrimas -- Fico imaginando você cantar amanhã, para essa boate lotada. Vai ter gente desmaiando.

Valéria deu uma gargalhada.

-- Não duvido -- livrou-se da guitarra e pulou do palco -- Está tudo pronto? -- abraçou o amigo e saíram caminhando pela boate.

-- Tudo. Vai ser uma noite perfeita. Com certeza a noite mais linda que essa boate já teve -- mais lágrimas caíram -- Me perdoe, é que estou tão emotiva.

Valéria voltou a gargalhar.

-- Confesso que quando penso em tudo que passamos até chegarmos nessa noite memorável... Minha vontade é de cair no chão e se debulhar em lágrimas.

Risos.

 

 

 

 

Sábado

 

-- Isaaa... Vamos logo mulher! -- Simone berrou da sala.

-- Não vou -- Isabel berrou do quarto.

-- Ai meu Deus! -- Simone esperneou e se descabelou.

-- O que é isso? Calma Mone.

-- Como calma? Porque você falou pra ela que a Alex não estará na festa?

-- Porque é a verdade. O André me falou que ela foi viajar e que vai demorar. Então...

-- Ela foi viajar para onde? -- Isabel perguntou da porta do quarto.

Tatiana estreitou os olhos para ela.

-- Não sei, nem o André sabe.

-- E você acreditou nisso? Essa garota está me aprontando. Tenho certeza -- a expressão de ironia se transformou em um sorriso autêntico, e os olhos dela brilharam cheios de maldade -- Eu vou nessa festa sim e vou linda e maravilhosa -- rodopiou e correu para o quarto.

Tatiana e Simone se olharam.

-- Vai entender -- Simone sacudiu os ombros.

 

 

Mais tarde na boate.

 

 

A boate estava lotada. Escuridão total, rabiscada por luzes metálicas que desenhavam o ar. Naquele momento uma banda tocava anos 80 e a galera dançava fazendo coreografias com passinhos daquela época. Fora da pista, várias pessoas se beijando, se agarrando, bebendo.

Isabel abriu os braços e suspirou. Não estava acostumada a lugares como aquele. O máximo que curtia era um barzinho com MPB ao vivo e olhe lá. Alexandra tinha razão de ser pirada daquele jeito. Uma pessoa que frequenta esses ambientes desde a infância, não pode ser normal mesmo. Riu com o pensamento maldoso. Como iniciar algum tipo de relacionamento ao som de uma pistola de raio lazer zumbindo no ouvido?

-- Eiiii... Aqui -- André com a sua natural discrição agitou os braços e chamou as amigas.

-- Olhem... O pessoal, naquela mesa... -- Simone puxou Isabel pelo braço.

-- Até que enfim. Cheguei a pensar que não viriam mais -- Janaína estava nervosa e impaciente.

-- Imagina! Não perderíamos por nada -- Tatiana piscou para ela.

André olhou para Isabel de alto a baixo, revelando sua admiração.

-- Parô tudo... Minha deusa você está um arraso -- segurou a mão dela -- Tô Pretérita.

Os lábios de Isabel se curvaram num leve sorriso.

-- Obrigada André.

-- Ele tem razão Isa, você está linda -- Ramon falou com sinceridade.

Isabel sorriu agradecida.

As três mulheres instalaram-se a mesa de madeira escura e os outros se sentaram à sua frente.

-- Muito nervosa Jana? -- perguntou Tatiana.

-- Estou quase dando um treco -- Jana esfregava as mãos convulsivamente -- Essa é a noite mais importante na vida da Valéria. Tem que dar certo.

-- Vai dar Jana, não tenho dúvida disso -- Ramon a abraçou e beijou sua cabeça -- Vamos pedir as bebidas?

-- Boa ideia amor. Chama o garçom para a gente. Eu quero um Cosmopolitan e você Isa?

-- Eu quero um Bloody Mary...

De repente, uma voz exageradamente grave encheu o recinto:

-- WELCOME TO VISION...

A voz causou um urro de comoção na galera. As luzes coloridas riscavam o palco e a luminosidade psicodélica e altamente chapante foi rápida, mas deixou Isabel piscando sucessivamente e vendo o mundo em câmera lenta.

-- Ouvi dizer que há casos de epilepsias que podem ser despertados em ambientes claustrofóbicos como esses -- Simone falou em seu ouvido, mas Isabel nem prestou atenção, estava mais preocupada em piscar.

O locutor de voz grave anunciou: -- Senhoras e senhores...

E a plateia escutou uma rajada de notas musicais vindas do palco. O locutor falou de novo:

-- Girassooollll... Rosaaaa...

E a banda então surgiu, Valéria com o braço esquerdo erguido de forma teatral. A plateia reagiu com entusiasmo.

A apresentação começou. Valéria se movimentava no palco como uma veterana. Natural. Completamente natural e solta.

Na mesa o pessoal dançava e batia palmas. Janaína era a mais empolgada e por várias vezes, berrou: -- Lindaaa... Lindaaa...

-- Como a Xanda teve coragem de não participar de algo que ela incentivou com tanto fervor? -- Isabel perguntou visivelmente decepcionada.

Simone teve tempo de observar o leve sorriso fugindo dos lábios de Isabel, os olhos brilhando com uma ponta de tristeza, o rosto demonstrando não acreditar que ela realmente não compareceu.

-- Não sei Isa, confesso que também não entendi essa atitude da Alex.

-- Será que ela cansou de mim Mone? -- ela murmurou, quase que para si mesmo -- Eu não vou conseguir viver sem ela -- começou a chorar copiosamente.

-- Calma amiga! -- Simone não estava gostando nada do rumo que as coisas estavam tomando -- Vai ver ela resolveu dar um tempo e...

-- Dar um tempo? Mas por quê? -- ela paralisou, e depois de uns segundos voltou a chorar desesperadamente.

As palavras de Simone pioraram ainda mais a situação.

 

O lançamento do CD da Banda "Girassol Rosa" estava sendo um sucesso. A banda levou o publico ao delírio com canções de autoria das próprias integrantes. Só Valéria havia composto sete das quinze canções do CD.

Em um determinado momento do show Valéria pediu a atenção da plateia para um rápido comentário sobre a próxima música.

-- Pessoal... Pessoal... A próxima canção não faz parte do nosso CD, mas para mim é a mais importante e mais bela da noite. Ela é de autoria de uma grande amiga da banda. A letra traz nos versos a declaração apaixonada de um amor eterno. Coração apaixonado é bobo né... Vamos desligar as luzes... Só quero as luzes das lanternas dos celulares acesas.

A música começou com um solo de guitarra e em seguida Valéria soltou a sua bela voz:

Quando te conheci meu coração chegou a parar por um instante.

Não por sua nudez. Digo.

A mulher amada sem roupa não é nudez. É puramente o amor despido.

Essa paz que senti no peito foi coisa passageira, foi apenas calmaria.

Logo veio a tempestade

 

Como num passe de mágica, Isabel reviu a cena de tanto tempo atrás. Podia lembrá-la com toda a riqueza de detalhes, de quando ela entrou nua no quarto de Alexandra.

 

 

E o amor veio! Chegou sem pedir licença, acomodou-se em meu peito,

E a paz dizendo adeus.

Vivemos momentos como se fosse "A Última Noite de Amor",

Talvez fosse! Não me importei.

Entreguei-me aos braços do teu amor!

 

 

Isabel se levantou. Não enxergava mais ninguém ao seu redor. Era como se estivesse sonhando. Parecia que seu corpo ia subindo e subindo entre estrelas amarelas e vermelhas...

 

 

 

 

Seja no Leblon, Madureira ou em Luanda.

Nosso amor sempre será o mais louco e mafioso

 

Nós podemos dividir nossos sonhos e planos para o futuro

Filhos, bichinhos e tudo.

Nós podemos brincar de roda e cair no chão de tanto rir, fazer cosquinhas e ver estrelas até o dia nascer.

E se estiver com medo, eu te dou a mão. Você pode confiar em mim, eu nunca vou te deixar cair.

 

 

Quando percebeu estava parada em frente ao palco. Valéria a fitou com os olhos muito azuis e cantou novamente o refrão:

 

Seja no Leblon, Madureira ou em Luanda.

Nosso amor sempre será o mais louco e mafioso

 

 

As luzes foram acesas e para surpresa de todos Thifany e Thiago estavam ao lado de Valéria no palco.

-- Tia Isa! Quer casar com a nossa mãe Xanda?

Isabel cobriu o rosto com as mãos. Foi impossível controlar o choro.

-- Aceita tia, aceita.

 

 

 

Olá meus amores.

Considero esse capítulo especial. Então resolvi dar um presentinho para vocês.

Vou sortear um exemplar do livro: Mesa 27 da autora Adriana Nicolodi.

Para participar é só deixar um olá para essa autora lá nos comentários. Só isso.

E para aquela leitora que mais comentou até agora, vou presentear com o livro: Glamour da autora Drikka Silva.

Gostaria de dar um presente a cada uma de vocês, mas como não é possível, deixo aqui um beijão de agradecimento. Até o próximo capítulo.

No último capítulo vou sortear: Aquele dia junto ao mar da Karina Dias e para a segunda em comentários presentearei com o livro: Depois daquele beijo da Rafaella Vieira.

 

 

 

 

Nome: rhina (Assinado) · Data: 29/05/2018 20:32 · Para: Capitulo 72

 

Que atitude maravilhosa sua autora.......acabei de  ler  nas  notas finais.........certamente vc deixou algumas leitoras super felizes e lisonjeadas. 

E o  capítulo. ......que lindo.......esplêndido 

Amei demais 

Rhina



Nome: lucy (Assinado) · Data: 24/07/2016 01:04 · Para: Capitulo 72

depois de momentos tensos pra Isa enfim deu tudo certo rs.....muito lindo !! bjs



Nome: thais (Assinado) · Data: 07/07/2016 19:27 · Para: Capitulo 72

ooowwwwnnnn ti linduuuuu choreeeiiiiii...................



Nome: darque (Assinado) · Data: 05/07/2016 04:47 · Para: Capitulo 72

PERCEBI QUE A INTENÇÃO DA ALEX ERA SURPREENDER ISA E DA AUTORA NOS SURPREENDER, ENCHENDO-NOS DE EXPECTATIVAS. 

OBRIGADA PELO CAPÍTULO. PARABÉNS!

PARABÉNS PELA INICIATIVA DE OFERECER A NÓS A OPORTUNIDADE DE OBTER LIVROS DE AUTORAS QUE CONTAGIAM COM ESCRITOS BRILHANTES.

BJS

DARQUE



Nome: carla (Assinado) · Data: 21/06/2016 03:42 · Para: Capitulo 72

Tá com cheirinho de final de conto? Parabéns Vandinha !!! Adorei o capítulo 



Resposta do autor:

Olá Carla! Obrigada.



Nome: Suu (Assinado) · Data: 20/06/2016 22:42 · Para: Capitulo 72

Olaaaa

 Amei o cap, ate sai da moita hahaha sua historia me faz rir muito 

 Adoro todo esse povo que faz do meu dia especial, obrigada você não sabe o quanto me faz bem . bjusss se cuida e boa semana 😘😘😘



Resposta do autor:

Olá Suu!

Obrigada a você minha querida. É gratificante saber que coloco um sorriso em seu rosto. Sorrir é tudo de bom.

Paz e luz. Bjs.



Nome: graziela (Assinado) · Data: 20/06/2016 11:42 · Para: Capitulo 72

Parabéns Vandinha capítulo mais que perfeito,  como vc sempre nos presenteou ao longo dessa história. 

Mas esse foi mais emocionante,  com o pedido de casamento através das crianças que a Isa tanto queria como filhos. 

Xandinha não mede esforços para fazer a Isa feliz e com certeza cada vez mais apaixonada.  😍 

 

Pena que está no fim,  mas em algum momento teria que acabar. 

 

😘 😘 



Resposta do autor:

Obrigada Graziela.

Muito feliz por sempre contar contigo. Bjs.



Nome: fatinha (Assinado) · Data: 19/06/2016 23:11 · Para: Capitulo 72

Realmente esse capítulo foi especial!!Lindo!!Me senti na história.Consigo até imaginar a alegria das crianças tendo duas mães para dar todo amor e proteção a elas.A Alex e a Isa são duas mulheres fortes e apaixonantes.Parabéns Vandinha!!!Já estou sofrendo com o término dessa história!!bjs



Resposta do autor:

Obrigada Fatinha.

Continue comigo. Bjs.



Nome: NayGomez (Assinado) · Data: 19/06/2016 21:19 · Para: Capitulo 72

Não tem como não se Emocionar com esse cap,  Mew me pegou de surpresa a estória da Tiffany. Vandinha amor vc é  simplesmente perfeita,  vou sentir saudades desse conto, e que pra mim foi um enorme prazer poder ler esse conto é espero de coração vc poder escrever mais conto assim.  Bjs ansiosa pelo próximo cap. 



Resposta do autor:

Obrigada querida.

Vocês são uns anjos. Bjs.



Nome: Silvia Moura (Assinado) · Data: 19/06/2016 19:12 · Para: Capitulo 72

...autora; você sabe como movimentar os comentários........kkkkkkkk, achei massa essa ideia do sorteio dos livros, muita gente tem vontade de ter e não tem a oportunidade... beijo meu bem... que Deus te ilumine sempre...



Resposta do autor:

Bjs Silvia.

Muita luz.



Nome: patty-321 (Assinado) · Data: 19/06/2016 19:11 · Para: Capitulo 72
Q massa o sorteio desses livros. Q ganhe quem merece. Ah q capítulos. Mais emoção. Essa xanda apronta muito. Vai matar a isa do coração. Bjs

Resposta do autor:

Bjs Patty.

Continue comigo. É uma grande felicidade para mim lhe ter como leitora. Paz e luz.



Nome: Nana2014 (Assinado) · Data: 19/06/2016 19:00 · Para: Capitulo 72

Vandinha sua linda... Ja estou sentindo saudades... Arrasando como sempre... Amo a delicadeza da tua escrita... Ja ansiosa pelo final e esperando a próxima... Parabéns...



Resposta do autor:

Obrigada Nana.

Fica com Deus.



Nome: lenna11 (Assinado) · Data: 19/06/2016 18:39 · Para: Capitulo 72

Nossa a Alex sempre me surpreende esse pedido de casamento foi mais que especial tinha certeza que ela tinha adotado as crianças ela demais!



Resposta do autor:

Olá Lenna.

Amemos nossos filhos, sem cogitar se nos vieram aos braços pela descendência física ou não, como encargo abençoado com que o Céu nos presenteia.

Bjã.



Nome: Isabel (Assinado) · Data: 19/06/2016 17:16 · Para: Capitulo 72

Ainda bem que isto aconteceu com a Isa, se acontecesse comigo eu desmaiava de emoção concerteza. É muita emoção, tudo muito lindo eu nem sei o que dizer porque estou a tremer um pouco, acho que levo a leitura muito a sério haha é que nem série rsrs

Beijo autora



Resposta do autor:

Quem sabe você não é uma romântica incorrigível? Que Acredita sempre em finais felizes? Em amor eterno? Se é, continue assim, não tenha medo de amar e demonstrar sentimentos. Sempre existe quem mereça. Bjã.



Nome: Fernanda B (Assinado) · Data: 19/06/2016 17:10 · Para: Capitulo 72

Oieee eu estou impressionada. A Xanda é que escreveu essa letra maravilhosa? Eu confesso que fiquei mt emocionada e na parte em que aparecem as crianças e o pedido de casamento eu chorei mt.



Resposta do autor:

Sim, foi a Xanda. Ela é uma fofa né. 

Bjã garota. Até.



Nome: Rita (Assinado) · Data: 19/06/2016 17:07 · Para: Capitulo 72

Que romântico até deu vontade de namorar. Há de chegar o meu dia kkk

bj



Resposta do autor:

Kkkk... Vai chegar sim. Bjã.



Nome: Susana (Assinado) · Data: 19/06/2016 16:56 · Para: Capitulo 72

Eu estou jogada no chão gente! Se segura coração! Minha nossa senhora!

Te amo autora esta história me dá muita alegria!



Resposta do autor:

Obrigada Susana.

Bjã minha querida.



Nome: Eduarda A (Assinado) · Data: 19/06/2016 16:53 · Para: Capitulo 72

Ah essa música :O Xanda que lindo eu te amo. Isa mulher cê aceita isso tenho os olhos marejados. Cê vai casar. que perfeito. Eu ainda não acredito o tão lindo que foi.



Resposta do autor:

Olá Eduarda. Nossa mafiosa é romântica. O que você acha? A Isa aceita ou não?

Bjã.



Nome: Teresa (Assinado) · Data: 19/06/2016 16:51 · Para: Capitulo 72

Own eu tou apaixonada por este capítulo 😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍😍

Grande abraço autora mandou muito bem



Resposta do autor:

Obrigada Teresa.

Paz e Luz.



Nome: Rafaela C (Assinado) · Data: 19/06/2016 16:47 · Para: Capitulo 72

Me abana q n superei o cap!!! Já li 2 vezes é muito lindo ai que lindo *-*



Resposta do autor:

Obrigada Rafaela.

Beijão.



Nome: Brenda (Assinado) · Data: 19/06/2016 16:44 · Para: Capitulo 72

Berrei eu não tava à espera! Carai que perfeito autora! Vc arrasou <3



Resposta do autor:

Obrigada Brenda.

Beijão e até.



Nome: Leonor (Assinado) · Data: 19/06/2016 16:43 · Para: Capitulo 72

Miga, me abrace que emocionante eu to loka aqui chorando



Resposta do autor:

Valeu Leonor.

Bjs garota.



Nome: Joana (Assinado) · Data: 19/06/2016 16:41 · Para: Capitulo 72

"Tia Isa! Quer casar com a nossa mãe Xanda?" MORTA FEAT ENTERRADA BERRO

Melhor capítulo de sempre.



Resposta do autor:

Obrigada minha querida. Bjs.



Nome: Ariana (Assinado) · Data: 19/06/2016 16:40 · Para: Capitulo 72

Estou chorando mds alguém me segure não sei como a Isa não teve um troço



Resposta do autor:

Olá Ariana.

A Isa deve ter se debulhado em lágrimas.

Obrigada por comentar. Bjã.



Nome: Manuela (Assinado) · Data: 19/06/2016 16:37 · Para: Capitulo 72

SOCORROOOOOOOOOO q emoção



Resposta do autor:

Olá Manuela.

Beijão querida.



Nome: Raquel (Assinado) · Data: 19/06/2016 16:35 · Para: Capitulo 72

Rachei To passando mal que capítulo!!!!!!!! 

😙 



Resposta do autor:

Beijão Raquel. Até o próximo.



Nome: Shayenne (Assinado) · Data: 19/06/2016 16:20 · Para: Capitulo 72

Olaaaa....Adorei este cap.bjssss



Resposta do autor:

Que legal Shayenne. Obrigada pelo comentário.

Beijos.



Nome: Ada M Melo (Assinado) · Data: 19/06/2016 16:20 · Para: Capitulo 72

lindo demais!

 

abraço!



Resposta do autor:

Abraço Ada.

Obrigada por comentar.



Nome: line7 (Assinado) · Data: 19/06/2016 16:13 · Para: Capitulo 72

Nossaaaaaa...que capítulo  emocionante, Lindo, SHOW. .rsss..😍😍 com pedido de casamento surpreendente ( imaginando as cenas aqui com sorriso a orelha a orelha..kkk😉) VC minha linda, poderosa, sensacional e talentosa Vandinha é  Surpreendentemente  a cada capítulo  ( não  canso de digitar isso)..então  meninas MUITOS assovios e palmas pra ela👏👏👏👏👏🎉🎉🎉🎉🎉🎉🎊🎊🎊🎊. Kkkkk..vc falou em presentear todas nós  leitoras, mas quem gostaria de presentear e por total merecimento  São  vs (VC) que têm  a coragem de publicar essas lindas histórias, dá  vontade de presetear todas, todos os dias com caixas de chocolates,flores de frente, cheios mimos..kkkk..😊 até  mais linda😙😙😙  chuvas de bênção  a vc👏



Resposta do autor:

Olá Line.

Você me presenteia a cada comentário meu anjo. Fique sabendo disso.

Obrigada pelas belas palavras. Fica com Deus. Bjs.



Nome: preguicella (Assinado) · Data: 19/06/2016 15:37 · Para: Capitulo 72

Capítulo emocionante e o melhor, sempre com um toque de humor que é sua marca registrada Vandinha! 

Impossível não torcer pela felicidade de Isa e Xanda!

Pena que tá acabando, mas sei que vem coisa boa por aí!

Bjão 



Resposta do autor:

Obrigada por comentar Preguicella.

Continue comigo. Fica com Deus. Bjs.



Nome: Mille (Assinado) · Data: 19/06/2016 15:06 · Para: Capitulo 72

Vandinha que capítulo lindo poxa estou igual a Isa chorando 😭😭😭😭, de alegria e emoção.

Sabia que a Alex iria adotar as criancas, essa mafiosa nos conquistou.

O coração da Isa deve estar a mi.

Bjus minha querida autora, você é demais que o talento seja seu grande companheiro. Amo de paixão 😅😘😘😘😘😘😘



Resposta do autor:

Obrigada Mille.

Você está concorrendo a leitora que mais comentou. No próximo capítulo anuncio a vencedora. Bjs.



Nome: wood (Assinado) · Data: 19/06/2016 14:55 · Para: Capitulo 72

  Olá Vandinha!Que capítulo mega especial e essa  declaração de amor que música linda,agora a Isa vai se derreter quem não ia ficar nas nuvens com  uma surpresa assim.Apostava que tinha sido a Alex que tinha adotado às crianças só confirmou minha suspeita.Aposto que tem dedo da Bruna na adoção😊😊😊Agora a família está completa e só curtir o momento mais feliz da vida de uma mãe não importa se é  biológica ou mãe adotiva.Parabéns pelo lindo emocionante capítulo e até o próximo 😚😘🌻🌻🌻



Resposta do autor:

Para completar a felicidade de um casal tem que ter uns pimpolhinhos não é mesmo? A Isa já tem dois, falta mais dois. Bjã minha fofa.



Nome: Krikadreammy (Assinado) · Data: 19/06/2016 14:38 · Para: Capitulo 72

Olá Vandinha,

Q capitulo lindo, e q declaração!!! Quero uma Alex pra mim!!!

Bjs

Kris



Resposta do autor:

Olá Kris!

Vou mandar uma via Sedex. Kkkk... Bjs.



Nome: Pietra (Assinado) · Data: 19/06/2016 14:24 · Para: Capitulo 72

Van!

Realmente o capítulo foi lindo!

Um beijo!



Resposta do autor:

Valeu Pietra. 

Bjs.



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.