Última noite de amor por Vandinha


[Comentários - 1262]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

 

 

 

Última Noite de Amor -- Capítulo 60

 

Mal Isabel abriu a porta e Malú já pulou para dentro.

-- Qual é a sua Isa? Esqueceu-se do combinado? -- olhou para Tom com um sorriso de orelha a orelha -- Oiiii... Loiro. Vim aqui te buscar para a gente se divertir. Vou te levar ao céuuuuu... Meu tesão.

Alexandra deu um sorrisinho sacana. Isabel arregalou os olhos e pulou na frente dela.

-- Se você tocar um dedo nele: Eu te mato -- deu de dedo na cara dela.

-- O que é isso Isa? Tá louca é? -- puxou ela para um canto -- Ele é tão bom assim é? -- perguntou baixinho, toda animada -- Tem pegada?

Isabel deu um suspiro impaciente.

-- Não precisa falar baixinho assim, o tataraneto do Hitler aí, não vai entender nada mesmo -- revirou os olhos e encarou Alexandra, que disfarçava assoviando e olhando para o teto.

-- Vim buscar ele conforme combinamos -- Malú deu um passo em direção à Alexandra, mas Isabel se pôs na frente impedindo a sua passagem.

-- Não mesmo! -- cruzou os braços e bateu os pés no chão -- Daqui ninguém o tira.

-- Ele vai comigo, sim! -- Malú empurrou Isabel e puxou Alexandra pelo braço até a porta.

-- Vai não! -- Isabel puxou o cabelo de Malú e arrastou Alexandra de volta.

A empresária perdeu a paciência.

-- KOMMT! (Chega!) -- Berrou alto, assustando as duas mulheres -- Stoppen Sie diesen Kampf! (Parem com essa briga!).

Durante alguns segundos, Isabel e Malú olharam-se assustadas.

-- O que ele falou? -- Malú perguntou olhando pávida para Isabel.

-- Sei lá. Mas deve ser algo bem violento tipo: "Vou cortar a língua dessa mulata e jogar para o cachorro comer".

-- Aiii... -- colocou a mão sobre a boca -- Que horror!

-- Posso saber o que está acontecendo aqui? -- Valentina empurrou a porta entreaberta e entrou de forma altiva e desdenhosa.

Rapidamente Alexandra puxou a frente do chapéu, escondendo seu rosto.

-- Hííí... deu merda -- Malú resmungou irritada -- Escuta aqui cacatua drogada... -- Ia mandar ela para aquele lugar, mas mudou de ideia -- Pensando bem, até que foi bom você ter aparecido por aqui.

-- Malú... -- Isabel tentou impedi-la, mas não teve sucesso. A mulata continuou.

-- A Isabel acabou de me contar que está apaixonada pelo Tom -- mentiu na cara dura.

-- Sua falsa mentirosa! -- Isabel levantou o braço para bater em Malú.

-- Calma aí, calma aí -- Valentina perguntou com sua voz irritante e aguda -- Isso é verdade Isabel? Kkkk... -- deu uma gargalhada e bateu palmas -- Essa é muito boa. Já esqueceu do seu grande amor?

Naquele momento Alexandra se conteve o máximo que pode para não voar no pescoço de Valentina e estrangulá-la. Chegava a tremer de tanto ódio que sentia da loira bandida.

-- Malú leva o Tom com você e cuide bem dele -- deu um leve sorriso em direção ao rapaz -- Vou precisar da Isabel para outro trabalho.

Isabel não conseguiu ser discreta, olhou para Alexandra trêmula e com olhos suplicantes.

Alexandra deu um passo à frente e até ameaçou intervir, mas pensou bem, qualquer atitude que tomasse contra Valentina, colocaria toda a operação a perder, então, com o coração apertado aceitou a mão que Malú estendia.

 

No quarto ao lado.

 

-- Próximaaaa... -- Bruna berrou de dentro do quarto com uma bacia de pipoca sobre a barriga.

Apareceu na porta uma morena magra e alta. Ela entrou, tirando o chiclete da boca e jogando-o no lixo.

Bruna colocou uma mão na cabeça e suspirou analisando a moça: "Que seios lindos, durinhos, redondinhos".

-- Como você se chama meu amor? -- perguntou levando um punhado de pipoca à boca.

-- Me chamo Anabel -- A garota sentou na cama com as pernas para cima sem o menor pudor -- Aquela que adora fazer o teste do bafômetro. Se é que você me entende.

-- Entendo claro que entendo. Fale sobre o seu currículo profissional -- Bruna colocou mais um punhado de pipoca na boca e encarou a moça com atenção.

-- Bem sou formada em Kama Sutra pela boate do...

 

Minutos depois...

-- Próximaaaa...

Isabel ajeitou os cabelos e em seguida empurrou a porta devagar. Cheia de si, entrou. Assim que transpôs a porta, empurrou-a atrás de si com um leve toque.

Bruna piscou os olhos lentamente para ela e largou a tigela do lado.

-- Nossa garota, você é gostosa assim mesmo ou está disfarçada de lasanha?

Isabel ensaiou uma risadinha, mas desistiu. Preferiu manter-se séria e calada. Sabia que a tal princesa era uma farsa inventada por Alexandra. Então queria ver até onde ela iria com a safadeza.

-- Porque você não entrou nua? É um dos requisitos exigidos.

-- Minha especialidade é strip-tease sensual. Se estiver nua como vou mostrar meus dotes artísticos?

-- Preferia ver os seus dotes... Você entende né?

-- Entendo -- começou a tirar o vestido -- Se deseja isso...

-- NÃOOOO... -- Bruna berrou desesperada e pulou da cama.

-- Não? Não era isso que queria?

-- Na verdade sim.

-- Então vou realizar o seu desejo -- voltou a tirar o vestido.

-- NÃO! Por favor -- tapou os olhos com as mãos.

-- Porque não? Posso saber?

-- Porque se você fizer isso e eu ver uma partezinha nua do seu corpo, a Alexandra é capaz de me transformar em pedra. Aquela mafiosa é muito perigosa. Vi ela fazer coisas terríveis com os seus inimigos.

Isabel abriu um sorriso.

-- Você trabalha para a Xanda?

-- Eu não trabalho pra ninguém. Meu nome é Bruna e estou aqui porque fui sequestrada. Nunca deixaria a minha Victória e meus filhos, para vir se aventurar nesse fim de mundo.

-- Hun.

-- Eu a amo. Estar aqui nesse bordel para mim é como se a estivesse traindo.

-- Hun.

-- Tenho vontade de furar meus olhos.

-- Hun. Percebi.

-- Vic entenderá que fui obrigada a vir para esse antro de perdição -- Bruna juntou as mãos e fechou os olhos em uma oração silenciosa, depois voltou a olhar para Isabel -- E o Tom? Não estava contigo?

-- Nesse momento o Tom deve estar comendo o Jerry -- foi como se Isabel tivesse lembrando-se de algo terrível e imperdoável -- Vou acabar com as duas e você vai me ajudar.

-- Eu hein. Quero mais é distância dessa briga de vocês. Não estou a fim de ser torturada com cera quente.

-- Você já foi torturada com cera quente? -- perguntou curiosa e com ar de surpresa.

-- Já. Várias vezes -- falou fazendo uma careta de extrema dor.

-- Quem fez isso com você?

-- Minha esteticista. A Vic praticamente tem que me arrastar até a clínica de depilação.

Isabel balançou a cabeça com veemência, parecia não acreditar-se no que ouvia.

-- Mais uma louca meu Deus! -- Isabel caminhou até ficar bem próxima a parede que dividia os quartos -- Em pensar que a Malú está aqui ao lado fazendo sei lá o que com minha Xanda, tenho vontade de derrubar essa parede com o pé.

Bruna pegou um copo e entregou para Isabel.

-- Tenta escutar algo. Um gemido, um: Aiiiiii... , Uiiiiii..., Aaaaahhh...

-- Bruna faz um favor para nós duas: Cala a boca!

 

No quarto ao lado Malú sensualizava.

Jogou-se na cama levando Tom junto. Enrolou suas pernas nas dele, depois rolou para um lado e para outro por toda a extensão da cama.

Ele entortou a boca naquele sorriso meio malandro.

-- Aiii... Como você é gostoso -- Malú passou a mão pela barriga dele -- Que abdome macio -- parou pensativa -- Tem certeza que você não é gay? -- sentou sobre o loiro deixando uma perna de cada lado da cintura dele mostrando estar sem calcinha, e olhou diretamente para ele -- Quero deixar claro que isso pouco me interessa... -- pegou a mão dele e a levou até sua boca, beijando-o, enquanto o encarava.

Alexandra respirou fundo, para tentar acalmar-se. Tinha de ser forte, concentrar-se naquilo que devia fazer e nada mais.

Malú para mostrar satisfação, guiou a mão de Tom até o seu sexo, para que ele sentisse o quanto ela estava molhada.

Alexandra fechou os olhos e pensou: "A Isa me mata".

 

 

O vento curvava as hastes verdes dos eucaliptos, que se moviam com tanta violência que chegavam a assoviar.

A frente da casa do General Sebastian ficava no limiar do terreno. Uma casa enorme com telhado de telhas vermelhas.

Os intrusos entraram pelos fundos atravessando o jardim dirigindo-se ao quintal. Pararam diante de uma cerca. André se abaixou e olhou por uma fresta que havia alí.

-- O que você está vendo André? -- Valéria perguntou ansiosa.

-- Umas quatro piscinas, cadeiras e mesas ao redor. Parece um lugar de festas.

-- Deve ser aqui que ele realiza as tais festinhas com as garotas trazidas do Brasil.

-- Com certeza Tati -- Ramon olhou ao redor analisando o território -- O difícil vai ser a gente filmar sem sermos vistos. O lugar é muito aberto.

-- Isso aqui pela manhã estará muito movimentado -- o guia sentou em uma caixa de madeira e colocou a mochila ao seu lado.

-- O que tem dentro dessa caixa que você está sentado?

-- Sei lá Tati -- respondeu sem dar muita importância.

-- Vocês perceberam que tem várias delas por aí?

-- Na verdade tem quatro. Todas bem distribuídas -- Ramon concordou -- E o que tem isso?

-- Que tal se a gente abrir uma delas e descobrir o que tem dentro?

 

 

Bruna afastou o copo da parede e olhou séria para Isabel.

-- Acabei de ouvir um: Aaaaahhh..., bem gostoso.

-- Me dá esse copo aqui -- Isabel arrancou o copo da mão de Bruna e encostou-o na parede colando o ouvido nele -- Não estou ouvindo nada.

-- Pois eu ouvi. E tem mais... Elas estão deitadas na cama.

-- Poxa! Esse seu copo além de áudio tem imagem também? -- Isabel falou com ironia -- Quanta tecnologia em um copo de requeijão. Aonde que liga?

-- Você é surda é? Não está ouvindo o rangido da cama?

-- Oooolha... -- Isabel levantou a mão ameaçando bater nela -- A Alexandra é uma namorada fiel.

-- Já vi que além de surda é cega também -- falou e encolheu-se toda.

-- Você está louca para apanhar né garota? -- Isabel sentou-se na cama -- Aonde a Xanda te encontrou hein? É, porque ao lado dela só tem loucos, safados e afins.

-- Sou médium em um centro espírita lá do Rio. Eu psicografei uma carta do pai dela. Alguns dias depois ela foi atrás de mim querendo tirar satisfação com o pai.

-- Bem Xanda isso -- sorriu -- Ela se acha a pessoa mais durona do mundo. Uma leoa.

-- Ela é uma leoa. Só com você que ela parece um gatinho. Não percebeu ainda? -- Bruna deu um sorrisinho de canto -- Claro que não percebeu. Você é bem burrinha.

Falou e levou um tapa de surpresa no pé do ouvido.

-- Sabia que eu luto MMA? Você deveria ter medo de mim. Poderia muito bem lhe aplicar uma "Guilhotina".

-- Que medo! Essa Victória tá criando um monstro e nem sabe. Pensando bem quando voltarmos ao Rio, vou ter um tête-à-tête com ela. Você e a Xanda juntas não vai dar certo.

 

 

No outro quarto.

 

Malú torturava Alexandra de todas as formas possíveis.

-- Vem bebê, me possua.

Alexandra permanecia de olhos fechados e falava insistentemente para si mesma: -- Eu mudei, eu mudei, eu mudei.

-- Quero sua língua em meus mamilos enrijecidos pelo tesão...

-- CHEGAAA...

Alexandra berrou e Malú caiu para o lado.

-- Eu não sou Tom, eu sou Alexandra -- levantou-se da cama e arrancou o bigode -- Olha. Está vendo?

Malú estava atônita, estupefata, boquiaberta.

-- Você é uma mulher???

-- Sou. Olha aqui -- levantou a roupa e mostrou os seios -- Viu?

Malú correu em direção à porta, Alexandra correu atrás e a segurou pelo braço.

-- Eu vim do Brasil até aqui somente para resgatar vocês.

Malú parou na hora.

-- Eu estou disfarçada porque a Valentina, o Gustavo e o Bob me conhecem.

-- Você e a princesa? -- respirou fundo e engoliu o choro.

-- Eu a princesa e muitas outras pessoas -- soltou o braço dela -- Somos uma grande equipe. Não sairemos daqui até que a última garota esteja sã e salva.

-- Promete -- puxou Alexandra para junto de si.

-- E é preciso prometer? -- sua voz soou compreensiva -- Não viria de tão longe para fazer o serviço pela metade.

Malú permanecia agarrada a Alexandra como se ela fosse a sua última tábua de salvação.

-- Prometo que mais tardar amanhã à noite, estaremos todos longe daqui. Mas para isso vou precisar da ajuda de você e da Isa. Você me ajuda?

Malú levantou a cabeça e olhou sorrindo para Alexandra.

-- Claro. Em tudo o que for preciso.

 

 

Na casa do General.

 

-- O que é isso?

-- Essa é a bomba da piscina, André. Eles construíram essas caixas enormes para protegê-las das fortes chuvas que caem aqui na região.

-- Bem, o importante é que elas são grandes o suficiente para caber uma pessoa dentro.

-- O que você quer dizer com isso Tati?

-- O que vocês acham de usarmos essas caixas como esconderijos durante a festa?

-- Eu me recuso a ficar por horas aí dentro -- André fez um bico enorme -- Depois que sair daí vou ficar dias andando de quatro.

-- Vai dizer que não gosta? -- o guia alfinetou.

-- Escuta aqui seu pônei maldito Africano.

-- Seu Teletubbies rosa.

-- Chega! -- Valéria separou os dois -- Porque toda essa irritação André? Justo você?

-- Nem existe Teletubbie rosa, Valéria.

-- Aff... Então? O que acham da ideia? Já que o André tem problemas na coluna, ele poderia ficar vigiando do lado de fora.

-- Acho uma ótima ideia -- André colocou o braço em volta dos ombros de Tatiana e falou: -- Ficaremos bem próximos dos bandidos, se tivermos sorte matamos o jogo mais rápido do que pensamos. Eu como coordenador, chefe, idealizador e realizador da operação digo: Que assim seja!

 

 

No quarto da princesa.

 

-- A loira passeava pelo shopping, quando de repente, encontra uma velha conhecida:

-- Nossa maravilhosa! Como você emagreceu!

-- Pois é, perdi quinze quilos! Eu tive de extrair um rim!

-- Credo! Eu não sabia que um rim pesava tanto!

Isabel permanecia séria.

-- Porque você não riu?

-- A Xanda já havia me contado essa piada -- Isabel se levantou e caminhou pelo quarto. Estava ficando impaciente com a demora.

-- Então vou contar a do micro-ondas.

-- Não! Chega de piadas. Vamos até o quarto da Malú -- falou decidida abrindo a porta.

-- Espera! Deixa eu dar uma olhada para ver se não tem ninguém nos vigiando.

 

No quarto de Malú.

 

-- Você fica tão diferente disfarçada de Tom. Nunca imaginaria que por trás desse bigodinho estaria uma mulher tão linda e elegante.

-- Obrigada -- falou meio que sem jeito

-- Você também é lésbica como a princesa? -- perguntou enquanto ajudava Alexandra a colocar o disfarce novamente.

-- Sou -- colocou os óculos e se olhou no espelho.

-- Poxa nem parece.

-- Você sabia que os golfinhos são tubarões gays?

-- Não.

-- Pois é... Quase ninguém percebe isso.

-- Você gosta de ser lésbica?

-- Bem... Vejamos... Os dedos e a língua não encolhem no frio. Já é uma vantagem.

Malú sorriu.

-- Eu sempre defendi os meus amigos gays. Por isso meu pai sempre dizia que eu era gay também.

-- Sou vegetariana e sempre defendi as vacas. Nesse caso, vegetarianos são vacas?

Malú sorriu novamente.

-- Me deixa ajeitar a sua roupa -- Malú ficou na pontinha do pé na frente de Alexandra -- A gente podia ter transado -- deu um selinho de surpresa nos lábios dela -- Apesar de até hoje só ter transado com homens, para você abriria uma exceção.

Alexandra levantou uma sobrancelha.

-- Minha namorada não gostaria nada, nada -- puxou o chapéu para frente.

-- Poxa que fofa. Sua namorada é uma felizarda.

Alexandra e Malú ouviram o som de passos, e por fim o trinco da porta. A mesma abriu lentamente, revelando primeiramente a morena com cara de brava e depois os olhos arregalados da loira.

-- O que significa isso? -- olhou para o corpo nu da mulata.

-- Hííí... Nem começa Isa -- Alexandra levantou as mãos impaciente.

-- Nem começa é? Toma jeito sua malandra.

-- Malandra, eu? Malandro é o leão que vive comendo veado e ninguém o chama de gay. Eu não fiz nada. Pergunta aí pra sua amiga.

-- É verdade Isa. Ela não fez nada... Eu fiz tudo sozinha.

-- O Queeee...???

-- Calma Isa...

-- Cala a boca Bruna! Não se mete! -- Alexandra e Isabel falaram juntas.

-- Com licença -- Vemba apareceu na porta e olhou para elas desconfiado -- Tudo bem?

-- Tudo -- Bruna deu um passo e parou em frente ao dono da boate -- Terminei a seleção e já escolhi a minha garota para amanhã à noite.

-- E quem é a felizarda?

-- A Malú -- abraçou a mulata nua -- Ela foi à eleita para conhecer o verdadeiro significado da palavra prazer.

Silêncio entre os presentes.

-- Bem... Então estamos combinados -- Bruna caminhou até a porta -- Amanhã voltamos. Eu passarei a noite com a Malú e o Tom com a Isabel. Vamos Tom! Estou exausta -- falou e saiu porta afora sendo seguida por Vemba.

Alexandra passou por Isabel olhando fixamente para ela.

-- Fiquem prontas para amanhã -- sussurrou.

-- Até amanhã gostoso! -- Malú falou e acenou com a mão em um tchauzinho sexy.

Isabel a fuzilou com o olhar.

-- O que é Isa? Tá com inveja?

-- Vai se vestir sua vagabunda -- saiu pisando ruidosamente.

-- Eu hein -- Malú jogou-se na cama dando gargalhada.

 

Mais tarde no Hotel.

 

-- Sentem-se todos -- Alexandra apontou para a grande poltrona de couro preto enquanto se sentava em uma poltrona menor da mesma cor -- Quero saber o que descobriram. Gaúcho pode começar.

-- Uma das garotas me contou que Vemba a apresentou a um homem chamado Sebastian e outros poderosos da região. Ela contou que ele só gosta de transar sem camisinha e por isso que ele dá R$ 100 mil, R$ 200 mil para as meninas. O risco de pegarem uma doença é muito alto. Elas tem consciência disso, muitas delas ficam em dúvida, mas a tentação e a ambição são maiores.

Para as moças que ficam em dúvida, é oferecido um suposto antídoto, um coquetel de drogas antiaids. Pela discrição dos efeitos desse remédio, acredito ser na verdade algum tipo de droga.

-- Eu descobri uma coisa que vai te deixar muito feliz chefe.

-- Fala Wolverine -- Alexandra inclinou-se um pouco para frente.

-- A Valentina e o Gustavo estão se preparando para levar dez garotas para uma festa lá na propriedade do General. Inclusive quatro delas são menores.

-- Quando vai ser essa festa?

-- Hoje patroa. A festa vai rolar o dia inteiro.

-- Yes! -- Alexandra comemorou -- Estamos com sorte. Dengo. Prepare-se. O casalsinho de bandidos vai sair da toca.

-- Estou preocupada Alex -- Bruna aproximou-se e ficou de pé ao lado de Alexandra -- Estamos programando a invasão para hoje à noite e ainda não soubemos ao certo o que cada um tem que fazer.

-- Então. É exatamente sobre isso que quero falar. Enquanto estava no quarto da Isa, observei uma coisa bem interessante. O plano vai ser o seguinte...

 

 

Na propriedade do General

 

Sebastian apareceu na sacada. Andava pesadamente. Acendeu um charuto e inclinou-se para frente apoiando os braços na mureta de proteção.

Olhou para o quintal desconfiado. Desceu os degraus de madeira, que estalavam sob seu peso de gigante. Vestia um paletó preto e botas de montaria.

Atravessou o jardim e se dirigiu ao local aonde ficavam as piscinas. Parou bruscamente e abaixou-se para examinar algumas pegadas.

Contornou a casa, lançando olhares à sua volta, como se procurasse alguém escondido na sombra. Parou novamente próximo a piscina e estranhou o cadeado de uma das caixas da bomba estar aberto. Virou-se em direção ao portão e berrou para o segurança:

-- Keza! Venha até aqui. Preciso que veja algo para mim.

 

 

 

Nesta data mais que especial,
Te desejo 3 coisas.
Tudo... e Nada...
Tudo que te faça feliz.
Nada que te faça sofrer.
E meu terceiro desejo é
Que você...
Presenteie este dia com sorrisos,
A semana com alegrias,
Os anos com prosperidades,
E a vida com esperança e FÉ!

Parabéns pelo aniversário.
Amo vocês minhas leitoras!

 

wood

Ada M Melo

Beijinhos no coração.

 

 

 

 

Nome: rhina (Assinado) · Data: 23/05/2018 13:04 · Para: Capitulo 60

 

Malu  catou o Tom....levou para o quarto ....é quase deixou a Alex maluca.

Rhina



Nome: lucy (Assinado) · Data: 22/07/2016 05:07 · Para: Capitulo 60

quando André ficou a frente da missão logo imaginei..vai dar merda, esse viaaado é atrapalhado que só

espero que não estrague os planos de resgate e de pegar esses escrotos de uma vez bjs 

ps : eu adooooro o André só pra constar kkkkkk dou muita risada desse cara atrapalhado, que só ele

 



Nome: Thaci (Assinado) · Data: 01/05/2016 02:58 · Para: Capitulo 60

Eu estou adorando. Essa Alexandra é louca,mas por amor vale tudo.Estou ansiosa pelo final. Você está de parabéns,Vandinha.

 

 



Resposta do autor em 05/05/2016:

Obrigada Thaci você é uma fofa. Bjs.



Nome: juju952 (Assinado) · Data: 30/04/2016 03:09 · Para: Capitulo 60

Q suspense coitada da Bruna Kkk ta se segurando . agora a casa cai isso ai Xanda pega geral com sua tropa de elite Kkk bjo.



Nome: NayGomez (Assinado) · Data: 29/04/2016 22:22 · Para: Capitulo 60

Nossa vou sentir falta desse conto,  e Mew não vejo a hora de a casa cair para valentina Gustavo Vemba e Heitor. 



Resposta do autor em 29/04/2016:

Oi Nay. Verdade, sempre fica uma saudade né. Mas outros e outros virão. Quem sabe o próximo não será ainda melhor? O importante é que vocês continuem comigo. Bjs meu anjo.



Nome: Ada M Melo (Assinado) · Data: 29/04/2016 18:44 · Para: Capitulo 60

Jesus, Vandinha como é que vc termina o cap nesse suspense!!!  obrigada viu só dizer que o presente veio com bastante antecedência mas fiquei super feliz valeu!!!

 

abraço!

 

meninas vamos doar!!!



Resposta do autor em 29/04/2016:

Olá Ada. É sempre bom uma dose de suspense não é mesmo? Dei os parabéns antecipado para garantir o bolo, tá pensando o que? Bjã garota.

E você está certa:

VAMOS DOAR GALERA!!!



Nome: line7 (Assinado) · Data: 29/04/2016 03:41 · Para: Capitulo 60

Kkkkkkkk...Vic vai dar um jeito no anseiamento de Bruna..rssss..Alex continua chamdo dengo..kkkk e Isa coitada se segurando para não  nada a sua amiga...querida autora vc surpreende  cada vez mais😀😙😙👏👏



Resposta do autor em 29/04/2016:

Obrigada Line. É sempre um prazer lhe ver por aqui. Volte sempre. Bjã querida.



Nome: graziela (Assinado) · Data: 29/04/2016 02:34 · Para: Capitulo 60

Loucura Alex se segurando para não cair em tentação.  Kkkk

O que é essa Bruna?  Tá muito engraçada,  demais. 

E que FDP a Malu. A Isa ainda vai matar ela.  😂 

 

Bjs. 



Resposta do autor em 29/04/2016:

Essa Bruna não muda mesmo. É só a Vic não estar por perto que ela já apronta. Bjã Graziela. Até o 61.



Nome: lenna11 (Assinado) · Data: 29/04/2016 01:37 · Para: Capitulo 60

Kkkkkkk rindo até agora essa Bruna é muito doida vc encotrou a parceira perfeita pra doida da Xanda! Fico imaginando o que elas vão aprontar pro plano de ajudar as meninas dar certo!



Resposta do autor em 29/04/2016:

Pois é Lenna. Deve ser um plano hiper, mega, super secreto que só descobriremos no capítulo 61 mesmo. Então, até lá garota. Bjs.



Nome: lenna11 (Assinado) · Data: 29/04/2016 01:37 · Para: Capitulo 60

Kkkkkkk rindo até agora essa Bruna é muito doida vc encotrou a parceira perfeita pra doida da Xanda! Fico imaginando o que elas vão aprontar pro plano de ajudar as meninas dar certo!



Nome: gui (Assinado) · Data: 29/04/2016 00:00 · Para: Capitulo 60
kkkkk... capítulo mais que perfeito! a entrada da doutora mediunica na historia foi uma ideia maravilhosa. rindo muito... sempre que leio " doutora mediunica" ja começo a ri não tem jeito. abraço

Resposta do autor em 28/04/2016:

Olá Gui. Essa Bruna é uma figura mesmo. Tipinho safada com jeitinho de anjinho. Bjã garota. Até.



Nome: Baiana (Assinado) · Data: 28/04/2016 22:27 · Para: Capitulo 60

A Bruna e a Alex juntas é diversão na certa kkkk

O cerco está se fechando para a turma do mal,mas isso significa também que a história está entrando na reta final né?

Adoraria ver um encontro da Isa com a Vic



Resposta do autor em 28/04/2016:

Olá Baiana. Ainda temos algumas pendências tais como: A verdadeira história sobre a morte dos pais da Alex e a Giovana. Também pretendo fazer com que cada casal tenha um final digno, sem atropelos. Enfim, isso ainda vai render alguns belos capítulos. Conto com você até o final. Bjã querida. Até.



Nome: wood (Assinado) · Data: 28/04/2016 21:38 · Para: Capitulo 60

Adoreiiiiii o capítulo você é  demais minha autora predileta,e Alex foi forte essa sim fez o nome resistiu a mulata gostosa,a Bruna que se cuide a Vic vai fazer picadinho dela😂😂😂😂.Torcendo pro André não aprontar nada e botar tudo a perder.Adoro você  autora linda e obrigada por lembrar do meu niver😚😘😙 até o próximo capítulo.



Resposta do autor em 28/04/2016:

O que você acha? A Alex agora é 100% anjo não é mesmo? A doutora mediunica não tem jeito. Quanto mais apanha mais apronta. Olha minha querida acho que não vai adiantar torcer para o André não aprontar. Isso é praticamente impossível. Bjã meu anjo e mais uma vez: Feliz niver, seja feliz. 



Nome: Mille (Assinado) · Data: 28/04/2016 21:35 · Para: Capitulo 60

Olá querida Vandinha que lindo esse capítulo, acho que o pessoal no caixão estão ferrados. 

Hummm será que no próximo capítulo a Valentina é Gustavo serao pegos e torturados.

Poxa eu acho as piadas delas muito boas não sei se é pq adoro rir.

Bjus e até o próximo.

Aproveitando

Porque a loira queimou a TV???

Para assistir tela quente



Resposta do autor em 28/04/2016:

Rir faz bem Mille. Como dizia Pablo Picasso: "Curta coisas simples. Ria sempre, muito e alto. Ria até perder o fôlego. Lágrimas acontecem. Aguente, sofra e siga em frente. A única pessoa que acompanha você a vida toda é você mesmo. Esteja vivo, enquanto você viver! Diga a quem você ama, que você realmente os ama, em todas as oportunidades. E lembre-se sempre que: A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, mas pelos momentos em que você perdeu o fôlego: de tanto rir... de surpresa... de êxtase... de felicidade... Há pessoas que transformam o sol numa simples mancha amarela, mas há também aquelas que fazem de uma simples mancha amarela o próprio sol".

Bjã minha querida que adora piadinhas de loira. Kkkk, são as melhores né. Até.



Nome: Jo Carlos (Anônimo) · Data: 28/04/2016 20:55 · Para: Capitulo 60

Essa Bruna e Alexandra passaram por muitas tentações kkkkkkk😈😈 

Se Alexandra não resiste essa, acho que Isabel não perdoaria🔥🔥🔥 

Adoro essa história... 

Bjos 



Resposta do autor em 28/04/2016:

Olá Jo Carlos. Acho que a Alex tá virando anjinho. A doutora mediunica não tem jeito, essa quanto mais apanha pior fica. Obrigada por comentar Jo. Sei que está sempre comigo. Bjã meu anjo.



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.