Delirium por TessaReis


[Comentários - 2879]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

Capítulo 6 - Cheiro de namorada

 

Rhian estava uma pilha de nervos. E não era pelo campeonato de jiu-jitsu que era um dos mais importantes e difíceis do estado, era porque Diana não havia aparecido. Quando a deixou em casa na noite anterior tinha certeza que ela viria, mas agora já estava quase na hora da sua luta e nada. Nem sequer uma mensagem no celular para dizer que não vinha. Rhian checou o celular mais uma vez, respirou fundo, ajustou seu rabo de cavalo, arrumou o quimono preto, olhou para a entrada mais uma vez.

_ Rhian, você quer apanhar?_ Lhe chamou Ariana que tentava aquecer com ela. Ariana também lutaria aquela manhã_ Precisa se concentrar!

_ Eu estou concentrada_ Respondeu, olhando para a entrada mais uma vez.

_ Concentrada na ideia se a bonitinha de Brasília vem ou não. Desde quando você convida garotas que você está afim para as suas lutas, Rhian?

Na verdade, Rhian também não sabia.

_ Me deixa vai, eu preciso me concentrar, já vão me anunciar.

Ariana olhou para ela, e então olhou para arquibancada e:

_ Se serve de alguma coisa, a Flávia acabou de chegar..._ Disse rindo.

_ Que surpresa.

Os juízes da luta foram apresentados, e a luta foi anunciada. Logo Rhian seria chamada ao tatame, e estava saltitando, aquecendo, e tentando se concentrar ao menos naqueles minutos que lhe restavam, acabou não vendo quem havia chegado.

A bonitinha de Brasília, com Grazi e Laís a flanqueando.

_ Mas veja quem chegou antes de você!_ Disse Laís, avistando Flávia do outro lado do ginásio. Diana nem sequer ouviu a provocação, mas viu Flávia Toledo do outro lado sem precisar olhar duas vezes. E então ouviu o narrador anunciando a adversária de Rhian e:

_ Será que dá tempo?

_ Tempo pra quê?

E Rhian a achou com os olhos, e não houve tempo de Diana responder. Diana correu pelas arquibancadas, em direção para onde Rhian também se deslocava, ela havia vindo! E Rhian mal podia explicar o quão estava feliz por ela ter vindo, ainda que atrasada, ainda que... Se encontraram na escada de acesso e Diana não lhe disse nada.

Nem uma palavra.

Apenas pegou Rhian pelo quimono e puxou a boca dela para a sua.

Diana puxou a boca dela para a sua e seus lábios deslizaram gostosamente pela boca de Rhian. Seus lábios pelos lábios dela, a sua língua achando a dela, colidindo, tocando, arrancando o fôlego e todo o equilíbrio de Rhian Keir...

_ Boa sorte_ Diana sussurrou para ela sorrindo ao final daquele beijo.

E Rhian ainda estava zonza, meio atordoada e querendo mais. Estavam lhe anunciando para a luta? Não tinha certeza.

_ Mais um..._ Pediu, segurando o punho da mão dela que lhe segurava pelo quimono, puxando-a para mais perto.

_ Não_ Diana lhe negou sorrindo, sentindo-a tão perto_ Só depois que você ganhar.

_ Diana..._ E Rhian mordiscou a boca dela, o lábio inferior e Diana pegou-a em outro beijo, um beijo quente, cheio de vontade e de pulsações disparadas. E então Diana empurrou-a para trás, levemente, parando aquele beijo gostoso.

_ Vai lá ganhar_ E lhe ofereceu um sorriso lindo e Rhian abriu outro sorriso iluminado de volta, mordeu a boca e Diana a empurrou para trás um pouco mais, até que sua mão soltou do quimono dela. Trocaram olhares, e os olhos das duas estavam acesos, iluminados, tão felizes que qualquer um podia ver. Flávia foi embora do ginásio, Rhian correu para o tatame onde já havia sido chamada duas vezes e Diana voltou para as suas amigas.

_ Quem é você e o que fez com a minha hétero e certinha amiga Diana?_ Era Laís, lhe fazendo rir.

_ Diana, o que foi aquilo?!_ Graziela estava surpresa e empolgada.

_ Eu não sei, eu só vi aquela garota aí e..._ Perdeu os olhos por Rhian, pela luta que havia acabado de começar_ Ela é boa?

_ O quê?

_ Rhian, ela é boa nisso? Ou acham que ela vai se machucar?

E as duas sentaram na arquibancada absolutamente derrotadas.

_ Chegamos tarde.

_ Muito tarde.

E foi um dia cheio de aflições para Diana. Não é que ela nunca houvesse estado num campeonato de lutas, Diana havia praticado krav maga até a adolescência, mas era diferente, era bem diferente de jiu-jitsu, bem diferente de assistir. Laís e Grazi foram almoçar perto do meio-dia, mas Diana não arredou o pé dali, daquele canto da arquibancada para onde Rhian corria sempre que tinha intervalos.

_ Ariana? Ei Ariana!_ Laís puxou Ariana para perto determinado momento que ela passava pela arquibancada, depois de já ter sido eliminada do torneio.

_ Eu sei meninas, está esquisito_ Respondeu ela, sentando-se entre as duas_ Ela é amiga de vocês, não é?

_ É, ela acabou de chegar de Brasília.

_ E é gay ou...?

_ Bem, não era.

Rhian alcançou as finais depois de algumas lutas fáceis e outras nem tanto, e Diana achou que teria um ataque cardíaco de tão nervosa que foi a última luta. Rhian não era pequena, tinha 1,72, 1,73 de altura, mas a adversária era ainda mais alta, e mais forte, tinha músculos bem definidos enquanto Rhian era puramente feminina em suas linhas. Diana ficou muito preocupada, sentia seu coração batendo forte e se teve alguém que gritou mais do que ela naquela final, ela não havia ouvido. Mas Rhian venceu. E por nocaute. Rhian derrubou a grandalhona em um contra-ataque rápido e venceu por estrangulamento. Quando o juiz anunciou a sua vitória, Rhian estava acabada, mas não a ponto de não poder correr para a arquibancada, se dependurar nas barras de proteção e cobrar de Diana o beijo que ela havia prometido...

Saíram de mãos dadas do ginásio. Pararam para comprar alguma coisa para comer e então voltaram para o campus da universidade, para o estacionamento onde apenas beliscaram a comida, porque estavam mais interessadas em uma outra coisa. A porta do carro estava aberta e Rhian estava sentada no banco do passageiro vestindo apenas top e os shorts curtos que usava por baixo do quimono, já abandonado no banco de trás, tal como a comida havia sido abandonada no banco do motorista, e Diana, bem...

Diana estava no colo dela, de frente para ela, sentindo aquelas mãos suaves e atrevidas pelo seu corpo enquanto elas se beijavam, se beijavam sem parar. As mãos de Diana também corriam pelo corpo dela, por aquela pele linda e macia, pelas curvas do corpão que tinha Rhian e era tão, mas tão gostoso senti-la... Diana subia e descia pelo corpo dela, comandada por aquelas mãos, por aqueles braços que lhe apertavam firme pela cintura, puxando-a, grudando-a contra si, havia um desejo, uma vontade fora do comum, uma atração para a qual nenhuma das duas estava pronta, ou pensava em recusar.

_ Eu nunca mais vou assistir nenhuma luta sua_ Disse Diana, entre um beijo e outro fazendo Rhian sorrir.

_ Por que não? Ficou muito preocupada com os possíveis danos causados ao meu corpo?

_ Só com os danos causados a sua boca_ E beijou-a outra vez, puxando-a pela nuca, fazendo Rhian suspirar naquele beijo. Suspirar, baixar a mão um pouco mais pela cintura dela, e sorrir, sorrir feito boba.

_ Por que não me beijou assim ontem?

_ Não teria lutado hoje..._ E correu os lábios pelo lado do rosto de Rhian, aproximando sua boca do ouvido dela e Rhian subiu a mão por dentro daqueles cabelos castanhos, lhe apertou a nuca e puxou Diana para outro beijo, deslizante, gostoso, profundo e cada vez que ela a beijava assim as pulsações de Diana se descontrolavam pelo seu corpo inteiro...

_ Achei que não vinha me ver.

_ Eu também achei_ Disse, descobrindo alguns machucados pelo corpo de Rhian.

_ E por que mudou de ideia?

Diana pensou um pouco, tocando um roxo perto do colo dela.

_ A noite passada. A vontade que eu senti de beijar você. Eu queria estar com você de novo.

_ Que bom que mudou de ideia_ E pegou-a pela nuca, inclinando o rosto dela para o alto, lhe deitando beijos suaves no queixo que escorreram para o lábio inferior de Diana e então para a sua boca inteira...

Diana desceu as mãos pelo corpo dela e quando não teve certeza se deveria tocar ou não, Rhian levou a mão dela para o seu seio enquanto a beijava. Diana a sentiu, sentiu mais tesão ainda, e Rhian apertou-a contra o seu corpo, puxando-a contra o seu desejo, profundamente pulsando de vontade e foi quando Diana desceu as mãos, pelo seu abdômen, até a sua cintura, acalmando-a, deixando Rhian respirar e se deixando respirar. Diana encostou sua testa na dela soltando um suspiro, aquela caribenha podia enlouquecê-la, Diana sentia que podia...

_ O que vamos fazer hoje à noite?_ Ela perguntou, lhe mordiscando o canto do rosto_ Há muitos lugares que eu quero levar você, nós poderíamos...

_ Rhian_ E Diana parou-a, com as duas mãos tocando aquele rosto bonito_ Nós... Nós não vamos a lugar nenhum. Nós duas não vamos passar daqui.

E Rhian recostou-se no banco do carro, sem entender bem o que ela estava dizendo.

_ Como assim? Do que está falando?

_ Será só isso, só... Um momento bom, muito bom_ Disse, roubando outro beijo dela em meio àquela conversa frustrante_ Mas só um momento.

Rhian olhou bem para ela, franzindo a testa.

_ Eu não sei bem se estou entendendo o que você está tentando me dizer_ Estava levando um fora, era isso? Porque Rhian nunca havia levado um, não sabia bem como era.

_ Olha, esse tempo que nós passamos juntas foi muito gostoso, eu não fazia ideia de que podia me sentir tão atraída por alguém, meu coração fez manobras dentro do meu peito nas últimas horas e eu quero ficar com isso, quero proteger essa coisa boa que aconteceu entre a gente.

_ Ainda não estou entendendo.

E Diana baixou os olhos, fugindo dos olhos dela.

_ Olha Rhian... Eu só não quero ser mais um número na sua estatística. Não estou interessada em ver os outros falando de mim como falam da Flávia, e nem disposta a investir sentimentos em você que você não está interessada...

_ Que eu não estou interessada? Diana, você precisa me conhecer melhor, precisa conhecer direito essa coisa que está acontecendo entre a gente..._ E tocou o rosto dela e lhe roubou outro beijo profundo que Diana foi incapaz de resistir. Queria beija-la o máximo que podia, era uma verdade.

_ Rhian, olha... Nós ficamos por aqui, de verdade, ao menos nesta coisa, nesta..._ Deslizou a mão pelo braço dela, havia uma química muito forte entre elas, uma coisa na pele, no cheiro uma da outra, Diana não sabia explicar_ Eu gostei mesmo de você, nós podemos... Podemos ser amigas.

_ O quê?_ E Rhian reagiu extremamente ofendida_ Diana, eu não quero ser sua amiga, nunca, eu não aceito, posso ser sua qualquer coisa menos sua amiga.

_ Por que não? É amiga da Graziela, da Flávia, deve ser amiga de todas as outras com quem ficou...

_ Mas não sua amiga. Eu não quero ser sua amiga. Eu não vou ser sua amiga.

_ Rhian...

_ Eu não vou, Diana. Olha pra mim, amor_ E foi a primeira vez que ela chamou-a de amor e disse de uma forma que o coração de Diana derreteu... Seu coração derreteu, mas Diana segurou sua determinação_ Se insistir nisso, arrumará uma briga comigo.

_ Uma briga?

_ Por você mesma. Não tire você de mim.

Diana olhou para ela. E não falaram mais naquele assunto até o momento que Rhian levou-a para o apartamento, no final daquela tarde. E foi quando Diana puxou-a pela nuca, e beijou-a uma última vez.

_ Diana...

_ Nós ficamos aqui, Rhian. E eu espero que você me reconsidere como sua amiga_ E não disse mais nada, simplesmente desceu do carro, e entrou no prédio deixando Rhian sozinha com uma sensação que ela nunca havia sentido.

Coração partido.

Diana subiu para o seu apartamento, ficava no segundo andar do prédio, e suas amigas estavam pelo sofá, comendo, vendo tevê. E a expressão em seu rosto contou a elas que algo estava errado.

_ Ei, o que aconteceu?_ Perguntou Graziela.

_ Nada, eu só..._ E sentou-se entre suas amigas no sofá.

_ Rhian fez alguma coisa? Se ela fez eu juro que..._ Era Laís.

_ Não, ela não fez nada. Eu fiz.

_ Você fez? Fez o quê?

_ Eu disse pra ela que a gente termina aqui.

_ Terminam exatamente o quê?

_ É, na verdade eu disse que nós não vamos iniciar nada, foi isso.

_ E você se arrependeu?

_ Não, é melhor assim, é a coisa certa a fazer.

_ Vocês...?_ E reticências só significava uma coisa para aquelas duas.

_ Não! É claro que não, a gente só ficou.

_ Tem certeza que foi só uma ficada?

Tinha. Diana precisava ter certeza. Foi tomar banho, deitar um pouco, todas dormiram antes da noite, era domingo, teriam aula na manhã seguinte. Acordaram por volta das nove, e Laís foi a escolhida para ir comprar alguma coisa para elas jantarem. Foi se vestir no quarto e:

_ Diana, você não disse que havia terminado aquilo que nem havia começado com a Rhian?

_ Disse, por quê?

_ Por que tem um Audi preto estacionando na frente do nosso prédio...

_ O quê?_ E Diana foi para a pequena varanda que havia no quarto e Rhian estava descendo do carro. Limpa, de shorts curtos e blusa manga longa, sem nada da maquiagem da noite anterior e seguia linda, devia ser proibido_ Rhian?

_ Eu quero falar com você_ Ela lhe respondeu, cruzando os braços embaixo de sua sacada.

_ A gente acabou de se falar, Rhian, não tem nem três horas de tempo.

_ Eu sei, mas só você falou, não me deixou falar. Agora eu quero falar.

_ Rhian...

_ Eu vou ficar aqui até você falar comigo.

E ela não parecia estar brincando. Diana olhou para suas duas amigas.

_ Modus Operandi?

_ Negativo.

Diana pensou um pouco.

_ Eu vou lá falar com ela_ Calçou suas havaianas e desceu pelo elevador velho, que a todo momento parecia que ia travar. Diana abriu o portão do prédio e:

_ Sinta esse cheiro_ Rhian lhe disse antes de qualquer coisa. Diana olhou para ela. E aproximou-se, para sentir o cheiro do pescoço dela_ O que acha?

_ Trocou de perfume?

_ Eu disse que ia trocar. O que acha deste?

Diana olhou para ela outra vez. E puxou Rhian pela blusa roubando um beijo dela, ali, na portaria do prédio mesmo. Rhian pegou-a pela cintura, pegando-a contra o seu corpo, levando-a para dentro.

_ Como eu estou cheirando agora?

_ Como alguém que não entende a natureza do que tivemos. Você quer subir?

E Rhian abriu um sorriso puxando-a para outro beijo. É claro que queria subir, foi para isso que havia vindo. E aos beijos subiram naquele elevador cheio de ruídos e quando a porta do apartamento se abriu e Diana entrou de mãos dadas com Rhian, Grazi e Laís não souberam o que pensar.

_ Espera, Rhian Keir Laham está entrando no nosso humilde apartamento classe média baixa?_ Falou Laís, arrancando o riso de Rhian.

_ Você nunca me convidou para entrar no seu apartamento classe média baixa, nem a Grazi_ E deu um abraço em Graziela, a cumprimentando.

_ Ei! Como você tá?_ Graziela a cumprimentou de volta com um sorriso no rosto.

_ Eu sobrevivi a Cris Cyborg do Irajá, acho que está tudo certo...

_ Você já comeu?_ Perguntou Diana a Rhian.

_ Comi, comi com você, lembra?

_ Eu estou falando de comida de verdade, Rhian. Eu vou fazer algo pra gente comer...

_ O quê? Você vai fazer jantar para esta sujeita? Eu acabei de implorar pra você cozinhar, Diana!_ Reclamou Laís.

_ Eu sei, mas você não passou o dia inteiro lutando, podia descer e comprar alguma coisa..._ Respondeu Diana rindo, já indo para a cozinha.

_ É como um pesadelo, Rhian está no meu apartamento, e minha melhor amiga irá cozinhar para ela e não para mim...

_ Para de drama, eu vou cozinhar para todas nós, vai...

_ Mas só porque Rhian chegou...

_ Serve de qualquer jeito, ela poupou uma ida sua ao mercado Laís, e ainda fará um jantar que nenhum fast-food poderia barrar, estamos no lucro_ Respondeu Graziela, enquanto assistia o filme na tevê.

_ Hum, então Diana cozinha bem?_ Perguntou Rhian, abraçando Diana por trás enquanto ela retirava as coisas que precisaria da geladeira.

_ Não há nada que Diana não faça bem, Rhian, e o fato de você estar aqui só endossa essa ideia...

Diana cozinhou para elas, com a ajuda de Rhian, que cortou legumes, verduras, mexeu uma panela e outra e não largou Diana nem por um segundo. Elas não se largavam, e Grazi e Laís só se perguntavam onde havia ficado a história de não começar história nenhuma. Jantaram juntas, as quatro, e foi muito agradável. Rhian era uma daquelas pessoas fáceis, fáceis de conversar, de se entrosar e a comida de Diana era... Maravilhosa. Absolutamente maravilhosa. Depois do jantar, foram para o quarto, somente elas duas, onde conversaram um pouco mais enquanto fingiam ver qualquer coisa na tevê. Conversaram, se beijaram, ficaram juntas, sentindo uma a outra, querendo uma a outra. Desligaram a luz e foi quando Rhian se arrumou no peito de Diana, virando-se para a tevê e Diana perdeu a noção do tempo enquanto escorregava os dedos por aqueles cabelos macios, suavemente, delicadamente... E Rhian adormeceu. Diana adormeceu, e quando Laís e Grazi quiseram fazer o mesmo, tinham seu quarto ocupado. Laís bateu, bateu e como ninguém atendeu, entrou no quarto, afinal tinham um quarto somente para aquilo, haviam avisado a Diana. Mas não era o caso. Quando entraram no quarto, elas só estavam dormindo juntas, agarradas uma a outra.

_ Isso não para de ficar inesperado_ E Laís foi lá chamar Diana_ Diana? Diana...

_ Hum?

_ Tem o quarto de hóspedes, você não quer ir pra lá?

_ Para o tal quarto vermelho? Não, nós só estamos..._ E viu que Rhian estava dormindo_ Ela está cansada, por causa do campeonato, acho que vou deixar ela dormir aqui...

_ E eu durmo aonde?_ Perguntou Graziela, com quem Diana dividiria a cama de casal.

_ Aqui Grazi, você pode dormir aqui também, eu nem tenho ideia do que fazer com ela se fosse pra gente fazer alguma coisa...

_ Ah, mas a Rhian tem muitas ideias do que fazer com você, isso não é impedimento mesmo...

E assim, dormiram todas juntas, Laís na cama de solteiro e Grazi, Rhian e Diana dividindo a cama de casal. Perto da madrugada Rhian acordou, e Diana disse para ela tirar os shorts jeans que estava a apertando, e ela aproveitou para tirar a blusa também, e dormir agarrada a pele quente de Rhian diretamente na sua foi gostoso demais. Quando Rhian acordou com o despertador, tinha Diana em seu peito. A acordou com um beijo na testa e um longo abraço quente.

_ Rhian, só me diga, isso já aconteceu?_ Perguntou Laís de sua cama ao acabar de acordar e visualizar a cena.

_ Dormir com duas garotas e só dormir? Então, não...

E elas riram, e então foram fazer café, dividir o banheiro, já estavam atrasadas, Rhian não teria tempo de ir em casa, então...

_ Me empresta uma calça, Laís.

_ O quê? Não! Aí já é demais...

_ Temos o mesmo tamanho, me empresta uma calça vai...

E assim, naquele dia Graziela e Laís chegaram à universidade no banco de trás de um Audi conversível enquanto viam que as mãos de Rhian pareciam incapazes de abandonar Diana. E vice e versa. E Rhian Keir chegou à universidade com uma calça de Laís e alguém com quem queria descer de mãos dadas.

_ Eu não vou descer com você_ Foi a primeira coisa que Diana disse.

_ O quê? Você vai me rejeitar em público?

_ Nós não temos nada, nem em público, nem em segredo..._ E Diana avistou Flávia caminhando em direção ao carro_ O que você vai fazer com essa garota?

_ O quê? Eu tenho que fazer alguma coisa?

_ Para ela parar com essa perseguição, sim, você tem que fazer! Vamos descer de uma vez...

_ Agora você vai descer comigo?

E Diana puxou-a pela nuca e a beijou dentro do carro, na frente de Flávia e de quem mais estivesse naquele campus.

_ Vamos, mas não significa que temos alguma coisa...

Rhian sorriu, não, não deveria significar, tal como também não significou nada os próximos dias em que chegaram juntas à universidade, ou as noites que passaram naquele apartamento de classe média baixa, nem os passeios que faziam ou os beijos que trocavam o tempo inteiro. Porque elas não conseguiam parar de se beijar, ou se separarem por mais de algumas horas de tempo. Rhian passava o dia inteiro na faculdade, e quando saia, corria para Diana, onde quer que ela estivesse, e as coisas andavam ficando mais e mais quentes, os amassos duravam cada vez mais e não passava, Diana achou que o tesão que sentia iria passar, mas a verdade é que só ficava mais e mais intenso a cada dia.

E não era só o tesão que crescia.

Todos os dias, algo acontecia. Diana se irritava com alguma coisa ou com alguma garota, e dizia para Rhian desaparecer, mas só durava algumas horas. Rhian sempre vinha atrás, e elas discutiam, e Diana a mandava embora, mas Rhian não se dava por vencida. Determinada briga, fez plantão na frente da sacada do apartamento até as três da manhã, quando Diana enfim se compadeceu e mandou-a subir. E então houve o desentendimento mais grave com Flávia. Havia começado quando Flávia seguiu Rhian pelo campus de medicina, querendo conversar aquilo que já não havia conversa. Como o habitual, Rhian a ignorou e tentou simplesmente escapar, mas Flávia não escapou de Diana, que para ao azar de Flávia, não estava num dia muito bom.

_ Escuta aqui, quanto tempo até você perceber que ela não quer mais assunto com você?

_ Mas_ E Flávia não acreditou que ela estava falando consigo_ Quem você pensa que é? O assunto é meu e da Rhian, você não tem nada a ver com isso!

_ Eu não disse que tenho, perguntei quanto tempo mais você vai levar para entender que levou um fora?

E Flávia parou, olhando bem para Diana.

_ Olha aqui, se alguém tem que me dizer isso é a Rhian, não é você!_ Ela disparou, muito irritada_ Está achando que é dona dela? Que dó de você, está claro que nem faz ideia de quem ela é... Eu ao menos não me iludo, sei bem quem ela é, coisa que se você tiver sorte, vai ter tempo para descobrir da pior maneira possível!

Diana respirou fundo, baixou a cabeça e então olhou para Flávia mais uma vez.

_ Olha, já se foram trinta dias. E eu não sei onde eu estou com a cabeça que ainda não enfiei a mão na sua cara!_ E Diana partiu para cima dela e só não a alcançou porque Rhian surgiu correndo para segura-la pelas costas.

_ Ei, não, não, Diana, não!

_ Parabéns Rhian, você conseguiu descer o nível mais uma vez com essa daí!_ Flávia não estava acreditando na cena.

_ Olha aqui sua...!

_ Olha como você fala com ela_ E Rhian se colocou à frente de Diana, ainda segurando-a em suas costas. E nem Flávia nem Diana esperavam por aquilo. Esperavam que ela escorregasse de um lado a outro como sempre fazia, mas não esperavam que..._ Flávia, você quer ouvir de mim, acho que você tem este direito, então me ouça: acabou. Entre nós duas, o que aconteceu, já foi, acabou, ficou para trás, não terá volta. E se você ainda quiser a minha amizade, precisará respeitar Diana.

E automaticamente os olhos de Flávia se encheram de lágrimas. De uma forma tão sincera que tocou até Diana.

_ Respeita-la como sua...?

_ Qualquer coisa que ela queira ser minha.

Outro pedaço do coração daquela linda moça se partiu. E Diana secretamente se perguntou se não seria ela a estar no lugar de Flávia nos próximos trinta dias. Flávia balançou a cabeça, não acreditando.

_ Agora eu acho que ouvi. Boa sorte_ Disse para Diana_ Acho que você já durou mais do que qualquer uma de nós_ E simplesmente se retirou. E Diana ficou furiosa. E Rhian não conseguia entender porque ela havia ficado furiosa, se havia interferido, a defendido, por que ela estava furiosa?

_ Você não pode me expor assim!

_ Eu expus você? Você confrontou a garota no meio do campus!

_ Por sua causa! Unicamente por sua causa! Vai embora, eu não quero mais ver você...

E deve ter durado vinte e quatro horas, mas Rhian conseguiu dobra-la outra vez, com pedidos de desculpas, com declarações, com a paixão louca que estava sentindo por ela. Simplesmente não conseguia mais dormir sem Diana ao seu lado, e quando Rhian invadiu seu apartamento pela janela no meio da noite, Diana entendeu que elas podiam ser diferentes em tudo, mas ao menos, sentiam a mesma falta insana uma da outra. Porque também não conseguiria dormir naquela segunda noite sem Rhian por perto. As coisas ficaram mais quentes aquela noite, já estavam ficando há mais de um mês e Diana era irredutível: nada de sexo. Se Rhian já a deixava louca quando a fazia gozar por cima das roupas nem queria imaginar o que poderia acontecer se dessem o próximo passo. Parou Rhian no meio da situação.

_ Diana...

_ Não. Eu já disse que não quero fazer parte da sua estatística.

E Rhian respirou profundamente.

_ Diana, o que mais eu tenho que fazer para mostrar que com você as coisas são diferentes? Por favor me diz, porque eu já estou ficando sem saber o que pensar.

_ Não é fazer, é simplesmente... Ser. Não quero que faça nada por mim, Rhian, deixa as coisas tomarem o próprio rumo...

_ Eu deixo, é você quem não está deixando.

_ Eu só... Não quero me sentir como as outras garotas com quem você saiu.

_ Diana, você sabe que não se compara a ninguém...

_ Não mesmo, pelo o que ouvi você arrasta para cama quem você bem entende em menos de vinte e quatro horas, mas...

Rhian beijou-a outra vez, sorrindo, calando-a.

_ Eu não vou parar até conseguir fazer com que você se sinta a única garota no mundo.

E Diana olhou-a nos olhos, lhe fazendo um carinho no rosto.

_ Você é tão cafajeste que quase me faz acreditar em você. Agora vai dormir para ali...

_ Para ali onde?

_ Com Laís, vai, não quero você dormindo comigo..._ E Diana saiu da cama e foi abrir a porta do tal quarto vermelho.

_ Mas...

_ Laís! Ei Laís!_ Chamou, abrindo a porta do outro quarto que ficava na frente.

_ Quê? O que foi?

_ Vem dormir aqui com a gente, Rhian está com tesão, me sinto ameaçada...

E Rhian começou a rir, não acreditando no que ela estava fazendo.

_ Por que não chama a Grazi?

_ Você está com tesão e eu chamo a Graziela que vive com tesão? Só nos seus sonhos, Laís vem de uma vez!

E Laís levantou, trazendo seu travesseiro consigo.

_ Eu já estou dividindo a minha melhor amiga com você, estou dividindo as minhas roupas e agora vou dividir uma cama, eu nunca pensei, Rhian..._ Disse, deitando-se ao lado de Diana.

_ E eu pensei menos, meus ménages mudaram de dinâmica...

_ Foi você que mudou de dinâmica, quem mandou?

 

Os sentimentos que estava tendo por Diana.

Notas finais:

Hoje o capítulo está saindo do forno um pouco mais cedo, pois estou atrapalhada aqui com algumas coisas do trabalho. *-*

 

Meninas, vcs são simplesmente lindas e 'fodásticas'. hahaha Muito obrigada por todos estes comentários carinhosos e que me dão um parâmetro de como estou indo com a história da Diana e da Rhian. Quero tbém dedicar este capítulo a Anna, ela simplesmente me contagia com a sua empolgação deliciosa quando fala de Delirium. #AMO



Comentários


Nome: Loui138 (Assinado) · Data: 24/10/2017 18:51 · Para: Cheiro de namorada

Capitulo tão bom que eu li com um sorriso no rosto do começo ao final.



Resposta do autor:

 

Eu sempre digo que os capítulos 5, 6 e 7 são os meus preferidos, são os capítulos que a gente de fato, começa a conhecer Rhian e Diana e o quanto a relação delas é especial ♥



Nome: Lai (Assinado) · Data: 15/08/2016 02:37 · Para: Cheiro de namorada

Oieee,Tess!

Voltei, tarde,mas estou aqui!rs

Que capítulo gostoso de se ler,fantástico, sublime.

Que bonitinho e Diana tentando colocar limites. De certa forma, acho que ela faz bem,assim Rhiam pode dar valor.As vezes um pensa que está loucamente fascinado por alguém e da mesma forma q veio, o sentimento vai...mas Diana deveria escutar menos os outros,pois c isso perde de viver a relação q podia ter dado certo.Mas assim ta ótimo, adoro dramas kkkkk.

Rhiam é paciente viu!!!

E a gente já vê como começou te,importante para analisar o futuro delas rs.

Li o capítulo que nem senti e quando vi,já tinha terminado...

Esse capítulo n tem MT o que falar,é simplesmente fofo!

Beijos pra vc e Ana,boa semana pra vcs! :)

 



Resposta do autor:

Olá Lai!

Como vc está?

Capítulo suave para estas duas, Diana tentando se manter firme no chão e Rhian tentando se adaptar a ela hahaha Draminha básico dessas moças, Diana sendo Diana desde sempre e Rhian sendo a coisa mais paciente do mundo, leva paciencia para se apaixonar de verdade, acho que toda a diferença se fez ai mesmo ^^

Capitulo doce como o começo da maioria das paixões verdadeiras :)

Repassei seu beijo para a Ana, te espero aqui nos próximos capitulos hein ^^

 

Beijos!



Nome: Mah Rizzon (Assinado) · Data: 21/07/2016 20:17 · Para: Cheiro de namorada

Oi Tess! Tudo bem? Então, existe capítulo mais perfeito que esse? Se tiver me avisa, vou me preparar psicologicamente. :) Este beijo ultrapassou tudo de bom gosto que eu criei até este momento. E a Diana mostrando que quem manda é ela. Toda dona de si e marrenta. A cena do carro onde ela fica brava primeiramente com a Flávia e depois quando a Rhian a defende ela solta verbo, consegue traduzir pra gente o quão insano esse jeito dominador pode ser futuramente no relacionamento delas. Estou ansiosa para presenciar como elas vão lidar com isso.



Resposta do autor:

Olá Mah!

 

Eu te falei desses capítulos, não é? São os meus preferidos *.*

 

O beijo pegou a Rhian de surpresa e pelo coração, ela não esperava, nem pensava, estava muito feliz em ver que a Diana havia vindo e então o beijo para mostrar para ela do que a moça de Brasília era capaz :)

A cena com a Flávia com ela traduz bem a guerra dentro da Diana, seus medos e suas indecisões e tbem o sentimento louco pela Rhian.

Te espero no próximo capítulo, capítulo fofo viu haha

Beijos!



Nome: Maria Flor (Assinado) · Data: 23/06/2016 02:43 · Para: Cheiro de namorada

Oi, Tess!

Antes de qualquer coisa: sim, SIM, Siiiiiiim. Vc conseguiu causar o impacto que pretendia ao escrever esses três capítulos. Tenho certeza que todas as leitoras ficaram ainda mais encantadas com essa história após ler esses três LINDOS capítulos.

Sua visão sobre o papel das amigas foi perfeita. Nos comentários delas conseguimos ter certeza da profundidade do sentimento que une as duas protagonistas de um modo super leve e descontraído, sem contar que arranca risadas tornando o texto ainda mais agradável (sempre que leio o debate sobre "modus operandi" já imagino aquelas amigas malucas que todo mundo tem e pronto, o sorriso brota na mesma hora).

Concordo quando diz que um texto muito detalhado pode se tornar enfadonho, mas é aí que entram aqueles "truques" pra deixar a narrativa fluir melhor. E sim, você usa muito bem esses truques, mesmo que, talvez, não os chame assim. 

Eu, particularmente, amo quando a narração deixa de ser impessoal para mostrar algum pensamento das personagens. Aliás, até agora, salvo engano, amei tudo que você colocou em itálico nos capítulos que li.

E é normal ter insegurança na primeira vez. Isso vai passar com o tempo (ou não, haha). 

Hoje não tenho condições físicas de prosseguir na leitura, mas amanhã bato o ponto aqui, ok? Vim rapidinho só comentar tua resposta.

Beijo grande e boa noite.

 

Ps.: Clara, não tenho palavras pra agradecer por você ter insistido pra que ela postasse aqui. Mandou muito bem!!! Tá sendo uma delícia acompanhar a saga dessas duas heroínas.

Ps2.: Resumindo: era servidora pública até o mês passado, quando pedi exoneração e resolvi voltar aos estudos. Sou advogada de formação, mas quando é necessário, como essa semana, ajudo minha garota na produtora dela, como advogada, assistente de produção, atriz, revisora, enfim, o que ela precisar naquele momento. Sintetizando: Maria, quebra galho, hihi.



Resposta do autor:

Maria Flor e seus comentários maravilhosos *.*

Vc viu porque estes capítulos são os meus preferidos, é nestes capítulos que o amor entre Rhian e Diana é edificado, que mostra as suas bases e todos os seus motivos de ser. E que bom que eu consegui alcançar os objetivos com os papeis da Grazi e da Lais! São duas personagens simples e muito eficazes, acho que são elas que mais conseguem se aproximar das leitoras, sabe, acho que todo mundo se sente meio amiga delas mesmo :)

Sobre os truques, eles são necessários, né. Ninguém quer ler um texto cansativo, ao mesmo que eu não posso deixar alguns detalhes de fora, vc já deve ter percebido que este romance é cheio de pormenores importantes demais para a compreensão da história, então corro para estes "recursos" rsrs

E ahhhh que bom que vc notou o motivo dos itálicos *.* Acho que vc é a primeira que me fala sobre, os itálicos aprofundam a ideia e contam um pouco mais do que está sendo sentido em determinado momento, e eu nem sei, viu, acho que sempre vou ficar apavorada quando  for postar alguma coisa, mas definitivamente esta primeira vez está me dando muito mais segurança na minha escrita ^^

Ps: Ana é a minha leitora beta, a minha editora e maior incentivadora, sem ela empurrando não sei, não, viu haha Ia manter as histórias na gaveta sem lá até quando rsrs

Ps2: Que coragem!! Tipo, descaminhar da onde já está se caminhando em segurança para começar tudo de novo, gosto de espíritos assim *.* E entendi perfeitamente a sua nova carreira no momento, Maria serve para tudo para ajudar a namo, gosto assim haha

Bjs, obrigada pelo comentário lindo, até o próximo!



Nome: Maria Flor (Assinado) · Data: 21/06/2016 18:31 · Para: Cheiro de namorada

TESSAAAAAAA,

Quando eu acho que você não pode mais me surpreender, você vem com esse primeiro beijo entre elas que foi simplesmente: UAU!!!! Totalmente fora do esperado! Cara, vou tirar meu chapéu pra você e aplaudir de pé. Tu mandou muito bem na escolha do primeiro beijo. Pra ser mais justa, em toda a cena do ginásio.

A insegurança recém descoberta da Rhian, o lado ciumento e possessivo da Diana dando os primeiros sinais, a surpresa das amigas de ambas com as novas atitudes delas. PERFEITO!

Quanto ao resto do capítulo, não pude deixar de rir da parte que a Rhian não sabia se estava levando um fora (por nunca ter levado um, apesar que ela deveria saber, pela quantidade que já deu, hahaha), da Diana perdendo as estribeiras com a Flávia, da Laís tendo que dormir com as duas porque a Grazi vive com tesão, hahaha.

Ah, e obrigada por mergulhar no passado. Está sendo delicioso acompanhar o início do relacionamento dessas duas cabeças duras, hehe.

Aliás, Delirium é assim, num capítulo te tira o fôlego com as cenas de ação, noutro te faz se encantar pelas protagonistas, noutro te faz se apaixonar pelo amor delas e aí, não satisfeita, você vem com um capítulo destinado a arrancar nossos sorrisos.

Ah, Tessa, seria pedir muito que você postasse mais e mais histórias aqui no site? Sinto falta de ler textos que me provoquem tantas emoções diferentes...

Por fim, acho que falhei no plano de ser mais comedida no comentário, hahaha. Sorry :)

Beijo grande e até o próximo capítulo.

Ps. Estou gravando o teaser de um reality esses dias e então está uma loucura, mas prometo ler com carinho e comentar, assim que possível.

Ps2: Recado para Clara: não tinha visto o comentário. Vou ler e responder. 😁

Ps3: Vcs e a Annagh moram em qual estado? Apesar que vocês tão vindo para as Olimpíadas, né? Quando estiverem no Rio, me convidem e fazemos nossa roda da literatura. Super aprovo



Resposta do autor:

Maria Flor e mais um coment lindo de morrer *.*

Ahhh, agora vc entende porque estes três capítulos são os meus preferidos da história toda? Eu levei um tempinho para escrever, pq queria muito caprichar em todos os pequenos detalhes, fui escolhendo bem as palavras e as cenas pq queria um impacto gentil, do primeiro encontro, passando pelo primeiro beijo e então a primeira vez delas, eu queria que fosse intenso, mas tbem queria que fosse gentil :)

E ah, eu queria que a Diana beijasse a Rhian primeiro, não o contrário haha Achei que teria mais impacto que fosse a Diana tomando a iniciativa, Rhian ficou zonza com o beijo inesperado :) E a Rhian na dúvida sobre estar levando um fora rsrs Vc sabe, o lado de dar foras ela domina total, mas estar levando um deixou a moça meio perdida haha E então Grazi e Laís são uma espécie de amostra de como as pessoas em volta de Rhian e Diana estavam reagindo a este relacionamento inesperado entre elas, foi a minha maneira de ilustrar a visão de fora, sabe, além de serem personagens muito divertidas haha

Eu fico tão feliz que vc esteja curtido a história! De verdade, eu nunca havia postado nada em lugar nenhum, a Ana sempre me incentivava mas eu tinha uma enorme segurança sobre publicar, ser lida ou não, pior, ser entendida ou não, Delirium é um romance arriscado, eu não sei escrever coisas mais simples e sinceramente achei que o excesso de detalhes pudesse não agradar, tornar a leitura chata, enfim, fico muito, muito feliz quando percebo empolgação pela história!

E por favor, continue falhando no seu plano de ser comedida, tá? Quero mais e mais detalhes sobre a sua visão dos capítulos ;)

Ps. Teaser de reality? Que legal!!! Vc trabalha com produção, coisas do tipo?

Ps2: Sei que vc já respondeu o coment dela lá e que a conversa está boa haha

Ps3: Anna é do Pará e eu moro no Amapá, indo para ai em agosto, acho muito justo a gente se encontrar, só acho haha

Ps4: Agora que li que vc está na correria mesmo, mas te enviei um material de literatura fantástica, são textos extensos, deixa para ler quando vc tiver um tempo ^^

Bjs, até o próximo capítulo!



Nome: patty-321 (Assinado) · Data: 17/05/2016 11:58 · Para: Cheiro de namorada
Muito bom. Q paixão avassaladora.

Resposta do autor em 19/05/2016:

Patty, sério mesmo,  prometo muito amor e  paixão dessas duas. Elas realmente se amam de uma maneira completa.



Nome: Pryscylla (Assinado) · Data: 14/05/2016 18:19 · Para: Cheiro de namorada

Oi,eu estou amando!!! 

Olha a Diana é bravinha,por acaso ela é baixinha ? Tadinha da Rhian kkkkkkkk

Bjão =]



Resposta do autor em 15/05/2016:

Olá Pryscylla! Então, Diana é invocada, a moça é brava haha Mas a Rhian gosta, fazer o quê, ela vai sofrer um pouquinho mais no próximo caps, mas prometo um final feliz :)

Abraços!



Nome: Teresa (Assinado) · Data: 14/05/2016 16:13 · Para: Cheiro de namorada

Que história perfeita! Estou derretida.



Resposta do autor em 15/05/2016:

Olá Teresa! Que bom que vc está curtindo a história!

Capítulo novo amanhã =)

Bjs



Nome: mtereza (Assinado) · Data: 14/05/2016 01:10 · Para: Cheiro de namorada

amando o flashback do inicio da relaçao delas outra coisa que estou adorando são os titulos dos capitulos pefeitos bjs Tessa 



Resposta do autor em 14/05/2016:

Ai que gostoso ler este seu comentário! Eu gasto um tempo considerável tentando encontrar um bom nome para os capitulos, acho que cada capítulo precisar ser quase uma mini-história, com começo, meio e um fim de passagem e para que o objetivo seja alcançado, é necessário que o título converse bem com os objetivos. Pelo comentário que me fez feliz, adianto a vc o título do próximo capítulo, se chama: A Única Garota no Mundo.

Bjs!



Nome: foxxy96 (Assinado) · Data: 13/05/2016 22:17 · Para: Cheiro de namorada

Nossa, adorando sua história, sério, tive que comentar, haha. Já quero o próximo capítulo, please, poste logo *-* Diana cheia de moral, ui. kkk, adorando isso. ;) 



Resposta do autor em 14/05/2016:

Não faz ideia de como eu fico feliz quando alguém que está acompanhando a leitura decide comentar :) Obrigada mesmo, não faz ideia de como os comentários fazem bem para quem está escrevendo e de como ajudam a nortear a história. Pode deixar que lá pelas 4 da tarde de segunda-feira, tem capítulo novo, e é verdade, senhorita Diana Ferraz colocando ordem a nossa cítrica caribenha haha

Bjs, volte sempre por aqui! 



Nome: line7 (Assinado) · Data: 13/05/2016 21:54 · Para: Cheiro de namorada

.Diana é  F##..kkkk..linda autora essa capítulo  tá  de MAIS viu!😯😉 e o beijo antes do campeonato; quem me derá se isso acontecesse comigo na hora do campeonato de luta, ficaria até mais empolgada e concentrada para a recompensar..rss. a única  coisa que me beija São as ataduras no meus machucados.kkk..😢😅 até  mais.



Resposta do autor em 14/05/2016:

A moça do jiu-jitsu voltou!!! Haha Pensei se veria vc por aqui neste capítulo em que nós temos um pouquinho desse cenário de luta :) E vc tem toda razão, Rhian não teria se esforçado tanto se não fosse aquele beijo de boa sorte e a promessa de outro beijo caso ela ganhasse :) Ai ela foi lá, se arrebentou mas ganhou pela girl rsrs

Toda lutadora merecia uma garota para um beijo de boa sorte antes da luta, só acho, sabe rs

Fico feliz que você esteja gostando da história, até mais!



Nome: albuquerqueselena (Assinado) · Data: 13/05/2016 21:53 · Para: Cheiro de namorada

Melhor coisa do capítulo... Rhian levando fora...

Ah gostei dela ser livrando da Flávia.

Cara... a cada capítulo gosto mais da Diana!

'Ela é gay?'

'Bem, não era'

Ri muito.

To adorando as amigas.

Laís só se lasca, mas senti a vibe daquelas amigas mega protetora e especiais. A Grazi tem pinta de qm vai me fazer rir.

Eu ri e curti horrores o capítulo de hoje.

To qse... qse c dó da 'seca' da Rhina.

Ansiosa por segunda.

Eu mereço homenagem também u.u

#sóAcho.

 



Resposta do autor em 14/05/2016:

Selena sua linda! Vc viu que Rhian teve dificuldade até em reconhecer que estava levando um fora, Diana inaugurando vários tipos de sentimentos na moça rsrs Laís e Graziela são realmente uma vasão na história, elas são leves, comunicativas e uma espécie de "análise por amostragem" de como as pessoas em volta de Rhian e Diana estavam vendo aquele relacionamento improvável começando :) E já dá pra ficar com um tantinho de pena da Rhian, não dá? Diana gostosamente maltrata a moça demais :/ Segunda tem capítulo novo e eu superconcordo que a sua pessoa merece nova dedicatória, está anotado na agenda, me aguarde

Beijos menina!



Nome: Ana_Clara (Assinado) · Data: 13/05/2016 21:23 · Para: Cheiro de namorada

No meio do caminho me deparo com a Anna, até achei que ela fosse eu... kkkkk  Esse jeito todo fofo de conversar me cativou. Vc é linda garota, valeu pela amizade! *_*



Nome: Catarina (Assinado) · Data: 13/05/2016 21:13 · Para: Cheiro de namorada

Oieeeee :)

A Rhian é fantástica mesmo! haha a Diana é inteligente to vendo kkkk

Adoro a Rhian adoroooooooo :)

Abraçoooo



Resposta do autor em 14/05/2016:

Oieeee Catarina! Diana aprendendo a dominar a girl fantástica, a moça não é fácil rsrs Mas como ficamos sabendo pelas amigas dela, não há nada que Diana Ferraz não faça direito, nossa querida Rhian vai sofrer um tantinho nas nas mãos dela, mas só um tantinho ;)

Beijo pra vc!



Nome: Eduarda A (Assinado) · Data: 13/05/2016 20:06 · Para: Cheiro de namorada

Estou adorando, já me apaixonei. Tive que comentar, criei a conta e não tava dando e criei outra haha agora já deu e já comentei porque não podia deixar de comentar, eu estou a gostar muito mesmo.



Resposta do autor em 13/05/2016:

Eduarda bem vinda a leitura! Fico feliz que a história esteja te agradando, obrigada pelo afinco de criar uma conta para comentar, é muito importante saber quem está lendo e mais ainda, saber quem está gostando da leitura. Espero vê-la por aqui mais, deixando a sua opinião =)

Beijos!



Nome: annagh (Assinado) · Data: 13/05/2016 20:05 · Para: Cheiro de namorada

Oi Tess...posso te chamar assim???

Reli 5 vezes as notas finais...Jura que é mesmo pra mim???? ...kkkkkk...To taaaaaaaaaaooooooo feliz que não consigo descrever o tamanho da minha felicidade!!!!!!! Obrigada!!! Você é uma linda!!!!

Bom, achei lindo o título do capitulo...fofo...pelo que vejo Rhian nunca teve uma namorada...rsrsrs....mas aí chegou Diana pra colocá -la na linha. Mas não tão na linha assim, até por que ainda não sabemos o que Rhian aprontou para o casal chegar ao ponto de se separar ne...deve ter sido algo sério. Adorei a cena do beijo antes de luta....Diana é uma caixinha de surpresas...e já vi que a mumherada vai apanhar muito dela...rsrsrs...e Rhian também se não se cuidar.

O que mais me surpreende em Diana é conseguir resistir a essa mulher incrível e "gostosa".....kkkkkk...eu não sei se conseguiria me concentrar com uma Rhian dormindo na mesma cama que eu...rsrsrs...passo o dia sonhando com essa mulher Tess...

Bom, vou ficando por aqui. E quero deixar um abraço bem apertado daqueles de doer as costelas pra você Tess. E também quero agradecer o teu carinho...a dedicatória.  Você já se tornou muito especial pra mim . Quero também deixar um beijo estalado na testa de uma Amiga especial que conheci por aqui -Ana Clara, com todo carinho pra você. 

E que chegue logo o capítulo 8!!!!

 



Resposta do autor em 13/05/2016:

Anna sua linda! Pode me chamar como quiser, eu gosto de Tess *.* Eu queria muito agradecer, pelos os seus feedbacks maravilhosos, pela sua empolgação nos comentários e ainda por cima, pela propaganda gratuita que eu soube que vc anda fazendo da história, muito obrigada mesmo!

Sobre o capítulo, é exatamente isso, chama "Cheiro de Namorada" pq nenhuma das duas nunca teve uma namorada, apesar da Rhian ser "rodada" de mulher, ela nunca teve nenhuma que quis chamar de namorada. Até a Diana aparecer. A cena do beijo antes da luta mostra bem como a Diana é, ela não quer a menina, mas não quer ninguém perto dela haha Boa parte da história ela é movida por esse medo de perder a Rhian, até aquele momento em que ela não aguenta e acaba se rendendo a nossa caribenha linda que caiu de amores por uma moça linda de Brasília :)

 

Abraço forte em você, moça!



Nome: Marcinha (Assinado) · Data: 13/05/2016 19:48 · Para: Cheiro de namorada

A Diana foi esperta heim....fala sério...laçou a Rhian de um jeito....hahaha

Nuss não via a hr de dar 16:00 logo...ta doido...vc e a Selena querem me enlouquecer... :(

Diana sempre foi teimosa neh....puts a Rhian já devia ta na seca com essa espera toda...hahahah

Ta muitooo, mas muito bom cara



Resposta do autor em 13/05/2016:

Diga ai se ela não soube pôr a moça na linha que ela queria haha Vai deixar a Rhian quase louca, mas vai fazer valer a pena no próximo capítulo, pode esperar por Diana Ferraz =)

E eu tenho ceeeeeerteza que a Selena te maltrata bem mais do que eu viu, eu sou boazinha, vai haha ^^



Nome: Ana_Clara (Assinado) · Data: 13/05/2016 19:28 · Para: Cheiro de namorada

Sou fã da Diana tbem, definitivamente! Ela mostra que quem manda é ela e se a Rhian não andar na linha vai apanhar e perdê-la. kkkkkk Tipo, a cena das duas no carro e a Flávia chegando é muito hilária. E ainda por cima ficou brava com a outra por ter sido defendida. kkkkk Parece que a Diana vive em TPM 30 dias por mês. Tadinha da caribenha! rsrsrs

 



Resposta do autor em 13/05/2016:

Diana soube colocar a moça na linha, heim rsrs Na linha da loucura inclusive, quando a Rhian tem certeza que está fazendo tudo certo, ainda leva bronca de qualquer jeito, coisas de Diana Ferraz, teimosa e de TPM 365 dias por ano. Mas a caribenha gosta, vai, vem dai o BDSM da Rhian haha



Nome: preguicella (Assinado) · Data: 13/05/2016 18:58 · Para: Cheiro de namorada

Menina muito boa sua história, tô adorando essa dinâmica, Diana dura na queda, mas quase caindo, tanto no passado, quanto no presente! 

Parabéns!

Bjãooo



Resposta do autor em 13/05/2016:

Ahhh muito bom revê-la, querida leitora! Achei que tinha me abandonado no primeiro capítulo :/ E é verdade, a Diana passa de ser teimosa, mas é um mal necessário quando a sua pretendente a namorada é um tipo como Rhian Kier, né rsrs

 

Bjs!



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.