Última noite de amor por Vandinha


[Comentários - 1262]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

 

Última Noite de Amor -- Capítulo 54

 

Leblon.

Os amigos estavam reunidos na sala para se despedindo de Alexandra.

-- Poderosa não se esqueça de trazer lembrancinhas para nós.

-- Pra você vou trazer uma coleção completa do Teletubbies.

-- Vocês estão vendo isso né? A gente dá um tapinha nela e ela devolve cinco voadoras.

-- Se cuida Alex -- Janaína disse quase num sussurro abraçando-a com um enorme sorriso.

-- Não se preocupe Jana -- Alexandra olhou para todos -- Fique de olho nesse pessoal. Não deixe que eles aprontem na minha ausência.

-- Pode deixar eles por minha conta Alex.

-- Comigo não precisa se preocupar. Estou saindo para a minha lua de mel.

-- Sério André? Para onde vocês vão? -- Valéria perguntou levantando as sobrancelhas, estranhando aquilo.

-- Ainda não sei. Daqui a pouco lhe digo -- Falou em tom irônico, para tentar disfarçar o embaraço.

Alexandra olhou o relógio. Estava na hora. Satisfeita, ela sorriu para os amigos e colocou a bolsa no ombro.

-- Bem pessoal, assim que chegar a Luanda mando notícia.

Despediu-se de todos com um abraço e finalmente desceu para se encontrar com Van Damme que estava na portaria do prédio aguardando por ela.

-- Onde está a doutora? -- perguntou assim que chegou perto dele.

-- No carro com o gaúcho.

-- Ótimo. Agora vamos. Estou ansiosa por essa viagem -- entregou sua bolsa para o segurança e saiu da portaria em direção ao carro.

 

Assim que o táxi parou em frente ao prédio, Tatiana saiu apressada dele.

-- Ei moça -- o motorista a chamou sorrindo simpático -- Você não se esqueceu de algo?

-- Há... Desculpa -- voltou de onde estava e pegou o dinheiro da bolsa para pagar o homem -- Que cabeça a minha.

Alexandra que passava naquele momento olhou para a garota que estava de costas para ela e deu um sorriu maroto.

-- Pena que estou com pressa, se não investiria nessa gostosa.

-- Realmente chefe. Que bunda! Que pernas! -- o segurança de poucas palavras se empolgou fazendo Alexandra rir mais ainda.

 

 

Enquanto isso no apartamento.

 

André entrou na cozinha e sentou do outro lado da mesa de onde Valéria estava sentada.

Ele olhava para o lado disfarçando, fingia que estava bebendo água, arrumava a toalha esfregando a mão para alisá-la.

Valéria observa-lhe todos os gestos e sua fisionomia exprimia uma profunda ansiedade.

-- Desembucha André, fala o que está lhe afligindo.

-- Não tenho nada pra falar -- disse ele, olhando para as unhas.

-- Como não André? Você está aí todo nervoso, parecendo que vai se afogar com a própria língua.

-- Tá bom... Eu tenho um convite para fazer a você -- arrastou a cadeira para mais próximo de Valéria -- Está a fim de ir comigo e o Ramon para a nossa lua de mel?

Valéria deu uma gargalhada.

-- Você só pode estar brincando. Não tem cabimento isso André. Lua de mel é para o casal. Você não deve levar mais ninguém junto -- falou achando graça da ideia do amigo.

-- É que ganhei quatro passagens, então tenho direito a levar mais duas pessoas.

-- Que estranho! Quem te deu esse presente?

-- Na verdade ganhei em um sorteio -- Ele tomou um gole de água, olhou para a porta e continuou a falar -- Se você não for, perderei a passagem. O que será uma pena -- fez uma cara de quem estava chateado com a situação.

-- Para quem você vai oferecer a outra passagem?

-- Estava pensando em oferecer para a...

Nesse momento Tatiana entrou na cozinha seguida por Janaína e Edna.

-- A Isa foi levada por Bob para Angola -- falou esbaforida.

-- E daí? -- Valéria perguntou sem dar muita importância -- Não foi ela quem procurou por isso?

-- Não, não. Nós fomos sequestradas e o Bob a obrigou ela a ir com ele para Angola -- disse, segurando nervosa e com força o braço de Valéria.

André se levantou quase derrubando a cadeira.

-- Espera aí, então é por isso que a Alexandra está viajando para lá? Mas pelo que sei ela está pensando que a Isa tinha voltado para a boate por vontade própria.

Silêncio.

-- Meu Deus! Será que a Alexandra descobriu tudo e está indo atrás dos bandidos? -- Janaína perguntou, quebrando o silêncio.

-- Pode ter certeza disso -- André concluiu nervoso -- Precisamos ajudá-la.

-- De que jeito? -- Valéria perguntou depois de alguns instantes -- O máximo que podemos fazer é ligarmos para ela e contar toda a verdade.

-- Não! -- André caminhou por toda a cozinha até parar diante de Valéria -- Vamos para Angola -- falou pegando todos de surpresa.

-- Como assim? "Vamos para Angola"? Instante atrás estava me convidando para ir com você para a sua lua de mel. Já mudamos o itinerário?

-- Conta a verdade André -- Janaína não esperou que o rapaz falasse, apenas puxou-o pelo braço até a sala -- Agora fala tudinho.

Depois de um longo suspiro ele começou a falar:

-- Eu queria ir junto -- fez bico -- Então, em vez de comprar dez passagens como ela pediu, comprei quatorze.

-- Quatorze? -- Janaína caiu sentada no sofá.

-- É quatorze -- ele confirmou -- A poderosa assinou a autorização e nem percebeu.

-- Você não tem vergonha de enganar ela desse jeito? -- Valéria perguntou indignada, parecendo pronta para voar no pescoço dele.

-- Vergonha é ir à farmácia comprar pomada para hemorroidas -- deu de ombros -- Eu sei que o que fiz foi errado, mas foi em um momento de desespero, então estou perdoado.

-- Torça para que tudo corra bem em Angola e a Alexandra volte com a Isa sã e salva, porque se não...

-- Pára de fazer terrorismo Jana. Vamos manter o foco.

-- Ele tem razão Jana -- Tatiana sentou-se e cruzou bem alto as pernas -- Precisamos ajudar elas de alguma maneira.

-- Obrigado Tati, até que enfim alguém pra me defender... Hummm... Tá sensualizando agora é? -- falou dando um tapinha de leve no joelho da garota.

-- Engraçadinho. Esse é um disfarce que usei para fugir dos homens do Bob.

-- Maravilhosa! A verdadeira Marilyn Monroe de Madureira -- André segurou na mão dela e a fez dar uma voltinha -- Nem eu teria feito um trabalho tão perfeito.

-- A Simone de tanto ver a Isa se maquiar, já está praticamente uma profissional.

-- Linda! -- apertou as bochechas dela e se voltou novamente para restante do pessoal -- Agora vamos nos organizar -- André bateu duas palminhas -- Eu sou o mais cruel mafioso da Cosa Nostra brasileira e o mais novo chefe dessa operação.

-- Chega de sonhos André -- Janaína o interrompeu já sem paciência -- apesar de achar uma loucura essa ideia de viajarem para Angola, ao menos já tem um plano traçado?

-- Que tal se formos eu, o Ramon, a Valéria e a Tati?

-- Bem, acho que é o melhor time que temos -- Janaína concordou -- Mas André...

-- Já seiii... Não faça besteira -- tocou o ombro da amiga com um sorriso sereno para tranquiliza-la -- Não esquenta Jana. Como disse MC Bin Laden, um dos grandes pensadores contemporâneos: "Tá tranquilo, tá favorável".

-- Acho bom mesmo. Não quero ter que acionar a embaixada brasileira para tirar vocês da cadeia.

-- Vitória na guerra! -- André colocou a mão sobre o peito.

 

 

No aeroporto.

 

-- Se tivesse me falado antes, teria lhe receitado um comprimido para dormir e pronto. Não havia necessidade da minha vinda.

-- Não, não. Comprimidos não funcionam. Quero um injetável -- Alexandra esticou o braço para a médica puncionar -- E eu sei que esse tipo de medicação não deve ser administrado por qualquer um.

-- Ainda bem que tem consciência disso -- injetou a medicação no soro -- Dormonid ampola deve ser usado somente quando materiais de ressuscitação apropriados estão disponíveis, já que a administração intravenosa pode deprimir a contratilidade miocárdica e causar apneia, depressão respiratória, parada respiratória e/ou parada cardíaca.

-- Se me deixar morrer doutora mediúnica, eu juro que volto de onde for e me torno o encosto mais irritante que alguém já teve -- pegou um copo com água e deu um gole.

-- Bebendo água?

-- Não, não, estou cheirando o copo! -- bufou mal humorada.

Bruna balançou a cabeça. Que criatura insuportável. Pensou.

-- Quer dormir até quando?

-- Até eu acordar.

-- Você sempre foi assim grossa?

-- Sempre fui... Mas de um tempo pra cá comecei a me tornar incrivelmente grossa devido ao número de perguntas idiotas que me fazem -- Alexandra ajeitou-se melhor na poltrona, os olhos começavam a pesar, o sono já tomava conta dela -- Desculpa pela impaciência Bruna -- desculpou-se percebendo a indelicadeza -- É que estou muito nervosa... viajar de avião é... -- dormiu antes mesmo de completar a frase.

O avião decolou no horário marcado. Bruna também se ajeitou na poltrona e aproveitou o momento de tranquilidade para pensar com calma na situação em que havia inocentemente se envolvido. Ela e Sabrina já haviam aprontado todas as loucuras imagináveis e não imagináveis. Victória quem diga. Nunca foi uma santinha, encrenca era o seu sobrenome, mas... Nunca... Nunca mesmo... Chegaria aos pés dessa criatura que dormia como um anjinho ao seu lado. Brina iria amar conhece-la. Ela estava arriscando a vida para salvar uma mulher que insistia no erro e que lhe oferecia um futuro incerto. Sorriu envergonhada, quem era ela para criticar, apaixonou-se pela amante do pai e moveu céus e terra por esse amor surreal.

Bruna fechou os olhos sentindo-se feliz em poder ajudar. Tudo que é feito em prol do amor é válido. Aprendeu que o amor é feito de liberdade, é como ter todos os dias outras opções, e ainda assim fazer a mesma escolha. Não podia prometer que resolveria os problemas, mas podia prometer que ela não estaria sozinha para enfrenta-los.

 

 

Aeroporto Internacional do Galeão -- Rio de Janeiro

 

-- Seu maluco. Aonde você pensa que vai com tantas malas? Olhe pra mim, uma mala e pronto.

-- Valéria minha linda! Não me compare a você. "A maioria das pessoas vem ao mundo apenas para viver, outras tantas para fazer história, porém são poucas as que nascem para ser uma lenda. Eu Sou a Lenda".

-- Bicha egocêntrico! -- Valéria falou e bateu com a mão na cabeça -- Cala a boca Pensamento, ou te enfio uma faca.

-- ET telefone minha casa -- André ironizou não dando a mínima para Valéria.

-- Será que vocês dois poderiam dar uma pausa nessa discursão tão útil às nossas pretensões? -- Ramon sentou-se na poltrona ao lado de Tatiana e olhou no relógio -- Tomara que o voo não atrase.

-- Todos os voos estão na hora, seria muito azar se justo o nosso atrasasse.

-- Verdade. Ainda falta uma hora. Vou buscar um café. Você também quer?

 

 

Angola

 

Isabel estava parada diante da mesma cama, pareciam até os mesmos lençóis sujos de antes. O quarto era o mesmo, a história talvez fosse outra. Tinha consciência de que a sua estadia anterior foi de certa forma tranquila. Não havia sido obrigada a manter relações com nenhum homem, não a tinham incluído na lista de programas. Provavelmente dessa vez não teria a mesma sorte.

Afastou a cortina embolorada, abriu a janela e olhou curiosa para fora. A quadra de basquete mal cuidada e deserta ainda era a única coisa visível dali.

Retornou a sua atenção para o interior do quarto. Jogou a mala sobre a cama e começou a desfazê-la. Havia trazido poucas coisas, somente o imprescindível, algumas roupas, sapatos, produtos de beleza e a... Foto de Alexandra.

Segurou a foto sem conseguir desviar o olhar dela. Tentava segurar a emoção a todo custo, mas era inútil. Não conseguia mais prender a angústia que estava no peito. Jogou-se na cama e chorou segurando a foto de Alexandra junto ao peito.

 

Luanda é a capital e a maior cidade de Angola. Localizada na costa do Oceano Atlântico, é também o principal porto e centro económico do país. Constitui um município subdividido em 13 distritos urbanos e é também a capital da província homónima.

Foi fundada a 25 de janeiro de 1576 pelo fidalgo e explorador português Paulo Dias de Novais, sob o nome de São Paulo da Assunção de Loanda, conta com uma população de aproximadamente 8.3 milhões de habitantes, o que a torna a terceira mais populosa cidade lusófona do mundo, atrás apenas de São Paulo e Rio de Janeiro, ambas no Brasil e, efetivamente, a mais populosa capital lusófona do mundo, à frente das demais, incluindo Maputo, Brasília e Lisboa. A língua oficial e a mais falada é o português, sendo também faladas várias línguas africanas. (Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre).

 

Depois de quase oito horas de viagem, o Boeing 777-300 aterrissou no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro em Luanda.

Alexandra ainda dormia. Bruna esticou os braços dando uma gostosa espreguiçada bem à vontade e brincado com as pontas dos dedos lá no alto.

-- Alex! Acorda! Vamos lá -- a sacudiu com mais força -- Acorda! Chegamos a Luanda.

-- Eu sei -- se curvou um pouco e esfregou o rosto -- Estava tão bom.

-- Imagino que estava -- Bruna se levantou e puxou Alexandra para que ela se levantasse -- Precisamos ir Alex.

-- Me sinto tão zen -- falou enrolando a língua -- "E antes que tudo ficasse escuro, quer saber a última coisa em que pensei? Em você"!

-- Acho que ouvi essa frase em algum filme -- ficou pensativa tentando lembrar.

-- "Querido John".

-- Isso mesmo.

Desceram a escada, ignorando o calor que era asfixiante. O clima da cidade em geral é quente, com características tropicais, apesar de ser surpreendentemente seco. Frequentemente, o nevoeiro impede a queda significativa das temperaturas durante a noite, mesmo assim elas podem descer facilmente aos 15 °C.

Van Damme e os demais seguranças que acompanhavam Alexandra naquela viagem estavam espalhados por entre os passageiros. A empresária pediu total discrição por parte deles.

Saíram do aeroporto e entraram no primeiro taxi que encontraram. Seguiram em direção ao EPIC SANA Luanda Hotel.

-- Você já havia visitado Luanda, doutora?

-- Para ser honesta. Seria o último lugar em que pensaria passar umas férias -- sorriu -- Até hoje.

Alexandra também sorriu.

-- As pessoas não fazem ideia de como essa cidade é linda. Quando falamos da África, Angola, logo vem a nossa cabeça, pobreza, fome e violência. Após o final da guerra civil em 2002, Angola tem vivido um período de grande prosperidade económica, sendo hoje uma das economias de maior crescimento a nível mundial. É claro que uma camada extremamente rica da população vive ao lado de uma maioria pobre ou remediada, mas qual a diferença do Brasil?

-- Gente! Essa praia é maravilhosa -- Bruna estava encantada com a visão que tinha da janela do carro.

-- As praias são verdadeiros paraísos. Com areias brancas e águas tépidas. O clima permite que quase todos os dias sejam bons para ir à praia e as paisagens naturais criam a sensação única de um paraíso tropical, com a vantagem de não terem ainda as enchentes turísticas de outros destinos.

-- Pode ter certeza que vou trazer Victória e os meus cinco filhos para passar uma temporada aqui.

-- Cinco filhos? Caramba garota, você é uma guerreira -- Alexandra fez cara de desespero -- Como você aguenta?

Bruna riu divertida.

-- Eles são maravilhosos. Quatro são adotados. A mãe morreu por complicações no parto. Foi difícil, mas lutamos na justiça até conseguirmos a guarda definitiva delas.

-- Atitude bonita a sua. Acho que não seria capaz disso -- Alexandra falou olhando para o mar azul.

-- Também achei que não fosse, mas depois que conheci Victória, Meu nome passou a ser Bond, James Bond.

-- Essa frase é do filme 007.

-- Que tal se for do filme 005... Filhos.

Risos.

O carro parou em frente ao EPIC SANA Luanda Hotel. O hotel era um verdadeiro luxo. Uma verdadeira pérola no oceano.

Alexandra saiu do carro e foi recepcionada por um funcionário impecavelmente uniformizado. Olhou para Van Damme e depois para Bruna.

-- "Que os jogos comecem" -- falou com uma expressão séria e entrou recepção adentro de maneira decidida.

-- Essa frase é do filme Jogos Mortais -- Bruna falou para Van Damme e saiu atrás de Alexandra.

 

 

No avião.

 

-- Me aguarde Valéria. A vingança é um prato que se come três vezes ao dia -- André falou mostrando a língua para a cantora.

-- Mas ainda estão nessa guerrinha boba? -- Ramon bufou irritado -- Que coisa!

-- E a aeromoça loira -- André apontou para Valéria provocando -- Pergunta para o passageiro:

-- Aceita jantar?

-- Quais são as opções?

-- Sim... Ou... Não!

Valéria mostrou o dedo do meio para ele e resolveu dar o troco.

As duas bichas estão voltando da Europa de avião quando, no meio da noite, uma delas convida:

-- Querido, que tal se a gente desse uma trepadinha, agora?

-- Você está maluca! Aqui tá cheio de gente...

-- Mas está todo mundo dormindo...

-- É... Mas tem as aeromoças...

-- Elas também estão dormindo, quer ver? -- e grita: -- Aeromoça... Aeromoça... Me traz um uísque!

Silêncio total. Então a bicha abaixou as calças e sentou no colo da outra.

Algumas horas depois, o dia já estava amanhecendo e a aeromoça nota um dos passageiros tiritando de frio.

-- Nossa, o senhor está gelado. Por que não pediu um cobertor?

-- Eu não sou besta! O sujeito ali atrás pediu um uísque e acabou levando no cú a noite toda!

-- Aff! Que horror Valéria. Pior que a Alexandra -- André falou debochando dela.

-- André. Em qual hotel ficaremos hospedados?

-- No EPIC SANA Luanda Hotel, fica no centro da cidade de frente para o oceano.

-- Que maravilha! -- Tatiana estava eufórica -- Sabiam que eu nunca viajei para o exterior?

-- Pena que seja em uma ocasião tão ruim né? -- Valéria suspirou com pesar cruzando os braços diante do peito. Encostou a cabeça na poltrona, observando a aeromoça. Ela era linda.

-- Verdade Valéria, mas eu ainda farei um tour pela Europa. Se Deus quiser.

-- E ele há de querer -- André falou enquanto o avião se preparava para a decolagem e a tripulação iniciava mais uma tediosa demonstração de como utilizar o equipamento de segurança em caso de emergência.

 

No EPIC SANA Luanda.

 

-- Mas tem que ser hoje Alexandra? -- Bruna tentava acompanhar os passos de Alexandra -- Acabamos de chegar, estamos cansadas.

Alexandra continuava andando rápido na frente da médica.

-- Você sabe quantos bordeis tem em Luanda?

-- Segundo a investigação do Van Damme apenas três devem ser visitadas por nós. Os outros são tão bagaceiros que nem vale a pena.

-- Mais um motivo para irmos hoje -- Alexandra parou e colocou o braço sobre o ombro de Bruna -- Vamos doutora, acabamos com a dúvida hoje mesmo.

Bruna revirou os olhos, adiantaria contrariar a poderosa?

 

 

O voo dos quatro amigos foi tranquilo. Assim que o avião pousou, saíram correndo em direção à saída do aeroporto.

-- Não tem nenhum carro -- André passou a mão pelos cabelos, impaciente -- Que droga!

Ramon não pôde deixar de rir.

-- Calma! Porque a pressa André?

-- Não é pressa amor. É ansiedade.

Pouco depois, um táxi pareceu.

 -- EPIC SANA Luanda, por favor -- Ramon disse ao motorista, depois de se instalarem.

O taxista sorriu com simpatia, conduzindo o veículo para a movimentada avenida que saía do aeroporto.

Os amigos olhavam a paisagem com interesse, como se fosse possível captar tudo de uma só vez. A Baía era linda e muito azul, margeada por hotéis cercados de palmeiras e areia branca.

Teriam adorado parar no meio do trajeto para observar melhor a paisagem, mas o objetivo da viagem estava longe de ser turística.

 

 

Alexandra e Bruna estavam paradas em frente ao terceiro bordel.

-- Bem, sobrou esse -- Alexandra colocou as mãos nos bolsos e fez cara feia -- Vamos entrar?

-- Em minha opinião temos que ter um plano -- Bruna cruzou os braços olhando ao redor -- Com certeza deve ter dezenas de seguranças lá dentro.

-- Você tem razão doutora. De agora em diante vamos agir com prudência. Voltaremos para o hotel e...

Foi então que Alexandra sentiu o cano frio de uma pistola em sua têmpora direita.

-- A casa caiu garota. As duas de joelho... Agora!

 

 

 

 

Garotas lindas! Não esqueçam!

Sexta-feira é dia de: Encontro Marcado. Beijos e mais beijos.

Vandinha.

 

 

 

 

 

 

.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nome: rhina (Assinado) · Data: 22/05/2018 18:59 · Para: Capitulo 54

 

Bruna agora tem 5 filhos.....linda é corajosa.

Esta viagem tá prometendo. ....

Rhina



Nome: rhina (Assinado) · Data: 22/05/2018 18:59 · Para: Capitulo 54

 

Bruna agora tem 5 filhos.....linda é corajosa.

Esta viagem tá prometendo. ....

Rhina



Nome: rhina (Assinado) · Data: 22/05/2018 18:58 · Para: Capitulo 54

 

Bruna agora tem 5 filhos.....linda é corajosa.

Esta viagem tá prometendo. ....

Rhina



Nome: lucy (Assinado) · Data: 21/07/2016 17:02 · Para: Capitulo 54

Bom demais ,cada capítulo mais legal que.o.outro, 

Forever nota mil. ! Bjs



Nome: _Cbuko (Assinado) · Data: 31/03/2016 20:35 · Para: Capitulo 54

Querida autora queria dizer que

AAAAAH PORRA DESCULPA O PALAVRÃO, MAS NOSSA QUE CAPITULO, QUE ROMANCE, QUE... QUE SEI LÁ.

Tô "saindo da moita" agora, mas só pq finalmente tive tempo e lembrei de logar e comentar a sua estória (história, a regra ainda vale?) enfim, você está se superando cada vez mais, a cada capitulo.

Esse então, nossa, se eu tivesse algum problema de coração com certeza teria tido muitos problemas após terminar de ler. Na verdade não consigo mais ler calma, como antes, pacientemente. Na medida em que eu não quero que o capitulo acabe, fico ansiosa pra saber o que vai acontecer. 

E nossa como você consegue nos envolver de tal forma, minhas unhas já eram, nunca consegui deixar crescer, mas agora que não consigo mesmo, de tão ansiosa que fico pelos proximos capitulos.

Enfim, eu sei que infelizmente esse romance vai acabar, não vou mais ter Ultima Noite de Amor pra ler, mas isso é algo fatal não é mesmo. Meus parabéns pela escrita, cada frase, palavra, emoções que nos transmite e as piadas. Ah, as piadas hahaha além dos trocadilhos. Adoro você, se fosse possivel queria te dar uns abraços sempre que termino cada capitulo. 

Te espero ansiosa! Não demora pfv.



Resposta do autor em 31/03/2016:

Olá garota. Se você soubesse como suas palavras me fazem bem, comentária todos os capítulos. Kkkk... Enfim, que bom que comentou, é um prazer escrever e saber que vocês estão gostando é ainda mais maravilhoso. Beijão Cbuko. Volte mais vezes.



Nome: NayGomez (Assinado) · Data: 31/03/2016 17:17 · Para: Capitulo 54

Gente esse final foi tenso mesmo só  digo uma coisa a pessoa do revólver só pode ser o Demo 😂  ele que anda fazendo campana na porta do bordel pra ver se consegue de algum jeito salvar as meninas e agora se encontra com a Alex Mew o destino é  uma figura mesmo 😂 😂  agora sim a Alex vai destruir Angola com a Equipe dela 😂  eu preciso de mais. 



Resposta do autor em 31/03/2016:

Olá Nay. Eita garota. Tá ligada hein. Bjã. O próximo capítulo é seu.



Nome: juju952 (Assinado) · Data: 31/03/2016 01:53 · Para: Capitulo 54

Ai ai na parte boa ela corta , nao tenho mais unhas Kkkk bjos



Resposta do autor em 31/03/2016:

Kkkkk... amo tudo isso. Bjs.



Nome: lia-andrade (Assinado) · Data: 30/03/2016 21:50 · Para: Capitulo 54

Os amigos de Alex e Isa são hilários.. kkk será que esse Bob já encontrou Alex?  Tadinha da Isa, mal sabe ela que sua amanda esta tão perto...já quero o próximo, esta cada vez mais perfeita a cada a capítulo. 

Beijos querida Vandinha.. até o próximo. 



Resposta do autor em 31/03/2016:

Obrigada querida. Até lá.



Nome: lenna11 (Assinado) · Data: 30/03/2016 15:39 · Para: Capitulo 54

Vixe agora ferrou, mas é bom que a Alex vai descobrir a verdade! Fico aqui imaginando o que aqueles loucos vão fazer para salvar elas! Kkkkk! 



Resposta do autor em 31/03/2016:

Olá Lenna! Dessa galera podemos esperar tudo, não é mesmo? Muita emoção, diversão e drama ainda pela frente. Bjã.



Nome: graziela (Assinado) · Data: 30/03/2016 11:52 · Para: Capitulo 54

Essa viagem vai ter muita confusão ainda,  André e a turma indo escondidos,  aí vem confusão. 

E mais essa agora,  será que foi o Bob que viu a Alex é já conseguiu capturar ela? 

 

Bj. 



Resposta do autor em 31/03/2016:

Com certeza Graziela. Essa galera solta em Angola? Só pode virar bagunça. Bjã e até o próximo.



Nome: Mille (Assinado) · Data: 30/03/2016 08:52 · Para: Capitulo 54

André vai se sentir o fodao salvando a Alex e Bruna. E se duvidar ainda terá ajuda do Demo e os seguranças da Alex.

Será agora que a verdadeira máscara do Gustavo será descoberta, se for que nem os filmes sabendo que o "idota" irá morrer e revela tudo que fez e que foi favorável. Alex vai querer tirar as tripas dele.

Imaginei que aquela conversa com Alex enquanto ela assinava a autorização tinha treta, temos que agradecer a ele. Valeu André depois da Alex é do terror.

Bjus minha linda autora, e sexta feria aguardo mais um capítulo.



Resposta do autor em 30/03/2016:

Olá minha querida. O André é cruel mesmo. Cruel e cara de pau não é mesmo? A Alex e a Isa tem muita sorte em ter amigos como esses. Bjã e até.



Nome: wood (Assinado) · Data: 30/03/2016 04:30 · Para: Capitulo 54

Nossa ficou maravilhoso 😆😆e você cada vez  vem nos surpreendendo a cada novo capítulo  postado pode ter certeza que vem recheado de muitas piadas 😂😂😂e pura adrenalina e sem falar  em encrenca kkkk.Gostaria de saber de onde tira tanta imaginação vandinha.Agora como vou conseguir dormir pensando oque aconteceu com a Alex e a Bruna,você  foi malvada.Acho que vou convidar meu amigo ze e vou pra Luanda salvar as duas kkkkk.beijão te adoro!Até  sexta em Encontro Marcado!😊😁😁



Resposta do autor em 31/03/2016:

Olá meu anjo. O louco, o amoroso e o poeta estão recheados de imaginação. A imaginação tem todos os poderes: ela faz a beleza, a justiça, e a felicidade, que são os maiores poderes do mundo. Se você fechar os olhos e se concentrar verá que poderá sim ir com seu amigo Zé salvar as duas. E de quebra me levar junto. Que tal? Um beijão linda e não esquece o Encontro Marcado.



Nome: Pietra (Assinado) · Data: 30/03/2016 03:56 · Para: Capitulo 54

Vandinha!

Estava aqui assistindo aquela pelada da nossa seleção e já ia dormir, mas resolvi dar uma olhadinha no site e tinha uma atualização...kkkk você acha que eu iria dormir sem ler? Não! Não iria e cá estou. Sabe que horas eu acordo? Cinco da manhã kkkkk

Quem será que é? Acho que o Bob. Esse homem não é de Deus não kkkkk bicho ruim duzinferno

Uma história rapidinha. Voltámos de viagem domingo a Dutra congestionada e eu já não aguentando mais. Um silêncio no carro, rádio desligado. Eu e minha esposa começamos a comentar do trânsito. Filhinha vira e fala " mãe vou contar uma piada" já olhei pelo retrovisor preocupada kkkkk e ela vai e começa " mãe, o que significa blá, blá, blá?" . Minha esposa já começou a rir, confesso que não sei do quê, falei que não sabia. Ela vira e fala " significa blá, blá, blá" e ela começa a rir sem parar...kkk eu olhei para ela e ri, né? Mãe tem que rir e ela gargalhando e falando e rindo e eu pensando pior que as piadas do André e da Alex....kkkkk ela tentou animar a gente. Depois desse blá, blá, blá ela apagou até em casa e só acordou no outro dia.

Sexta temos um encontro marcado kkk

Beijos!



Resposta do autor em 31/03/2016:

Olá Pietra. Sua filha é uma fofa. Bela contadora de anedotas sem graça. Kkkk... Mas ela tem futuro. Obrigada meu anjo pelo comentário. Fique com Deus você e sua familia.



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.