Última noite de amor por Vandinha


[Comentários - 1253]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

 

Última Noite de Amor -- Capítulo 47

 

 

Apesar de já terem conversado a respeito, Alexandra ainda não estava totalmente convencida sobre a decisão de Isabel. Perguntava-se se havia dado algum motivo para que ela quisesse sair de seu apartamento. Sentia-se muito insegura: Isabel a queria com sinceridade, ou desejava apenas uma breve aventura? Será que todo aquele fogo que ardia entre elas havia diminuído? Por isso toda aquela tristeza e aflição dominavam o coração de Alexandra.

-- Eu fiz algo que você não gostou Isa? Se eu fiz me desculpe, foi sem querer.

Isabel segurou o rosto de Alexandra com as duas mãos.

-- Xandinha meu amor -- falou docemente bem próxima a ela -- Lembra o que conversamos lá na ilha? Lembra sobre eu precisar arranjar um emprego? Ter uma vida digna voltar a me amar e estar bem para poder te amar do jeito que você merece? Pois é, quanto mais cedo começar, mais cedo estarei pronta para você.

-- E você não pode fazer tudo isso aqui do meu lado? -- abriu os braços, inconformada. Todas as inseguranças do mundo pareciam estar sobre os seus ombros -- Eu não consigo entender porque você precisa ficar longe de mim para se encontrar se eu só me encontro ao seu lado.

Isabel abriu um sorriso compreensivo. Para todos os outros assuntos Alexandra era a manda chuva, durona e destemida, mas quando se tratava de assuntos do coração, Alexandra parecia um bebezão. Insegura e carente.

-- Vem cá meu bebê -- puxou ela até o sofá e a fez deitar em seu colo -- Eu não vou deixar de estar ao seu lado Xandinha e o meu amor por você também não vai diminuir por conta disso, muito pelo contrário, a distância não afasta as pessoas, apenas aumenta o amor de quem sente saudades -- sorriu -- E Xanda... Eu não vou para o Japão, eu vou para o meu apartamento ali em Madureira.

Isabel passava a mão pelos cabelos de Alexandra e observava atenta as suas expressões. Seu descontentamento era nítido e compreensivo, afinal, o passado de Isabel levava a isso.

-- Você nunca namorou antes Xanda?

-- Não. Não, nunca namorei. Só festas, pegação e bebedeira mesmo.

-- O que eu poderia esperar de uma promoter tão gostosa? -- sorriu, ficou séria e sorriu novamente -- Eu já tive vários namorados, mas nada realmente marcante. Eu sempre sonhei em ter uma pessoa especial em minha vida. Uma pessoa linda, cheirosa, romântica, engraçada. Mesmo que o dia tenha sido uma droga, se deparar com uma pessoa assim vai fazer o dia ficar melhor na hora.

-- Ouvindo você falar desse jeito, namorar até parece legal -- fez cara de quem estava pensando.

-- Todos os dias e a cada dia uma surpresa. Isso é namorar Xanda. É abraçar sem pressa, é beijar até perder a respiração. É olhar no relógio e dizer: Hí tá tarde. Acho que não dá mais para ir embora. Vou ter que dormir aqui!

-- Essa desculpa é velha.

-- Essa é do tempo dos meus avós.

-- Vou contar cada minuto do dia à espera de reencontrar você Isa.

-- E quando reencontrar vai sentir aquele friozinho na barriga e o coração disparar. Vou colocar a melhor roupa, o melhor perfume, para tentar te impressionar e ficar na frente do espelho por um bom tempo para certificar-me de que realmente estou bonita.

-- Meu pai dizia que o namoro é um estágio anterior ao casamento.

-- E é Xanda -- disse ela contornando o rosto de Alexandra com as pontas dos dedos.

-- Um casamento sem namoro deve ser igual assistir a um filme sem comer pipoca ou domingo sem maionese.

Isabel simplesmente sorriu e a beijou. Alexandra tocou a ponta do nariz de Isabel com o dedo indicador.

-- Vou ligar o dia inteiro só para ouvir sua voz e dizer o quanto te amo.

-- Você é uma fofa sabia dona Xanda? E eu te amo muito minha mafiosa linda.

Beijaram-se. Um beijo apaixonante e delicado.

 

 

Na boate.

 

 

-- A Alexandra volta hoje André? -- Arlete funcionaria da Vision Leblon parou o que estava fazendo para escutar a resposta do rapaz.

-- Foi o que ela disse ontem, mas a namorada bateu o pé que não. Agora já não sei mais.

-- Hí, a sua poderosa virou pau mandado André -- Arlete falou voltando a lavar os copos.

-- Pois eu não acredito. A dona Alexandra vai voltar para a boate e continuar a ser a mesma pegadora de sempre -- Sérgio o barman da boate falou de passagem.

-- O que você acha André?

-- Eu acho que piranhas é o que não faltam. A Isa vai ter que ficar com os olhos bem abertos, hoje em dia você planta amor e adivinhe o que germina? Isso mesmo, chifre!

-- Quem levou chifre André? -- Valéria encostou-se ao balcão com vários papéis na mão.

-- Por enquanto ninguém. Só estávamos conversando sobre a volta da nossa promoter à ativa.

-- Ela acabou de me ligar. Está resolvendo a situação das enfermeiras e logo que terminar vem para a boate. Por isso trouxe os papéis do contrato comigo.

-- Ai amiga, acho que agora vai -- André a abraçou e engataram uma dancinha ridícula para comemorar.

 

 

No Leblon

 

Janaína sentou-se confortavelmente na cadeira preta de couro do escritório de Alexandra e gesticulou para que as enfermeiras se sentassem à sua frente.

-- Bem, então vamos acertar as contas -- pegou uma pasta de dentro da gaveta, abriu-a, retirou um maço de folhas e entregou-as para as três -- Por favor, leiam e se concordarem. Assinem. Podem verificar que todos os direitos trabalhistas foram pagos.

-- Nós confiamos em vocês Jana -- Isabel assinou lendo apenas a primeira frase do documento.

-- Obrigada pela confiança, mas é sempre bom ler antes -- Janaína recolheu os papéis e conferiu -- Acho que está tudo certo então.

Janaína guardou os papéis e entregou os cheques referentes ao pagamento das verbas rescisórias

-- Aqui estão os cheques. Confiram e me digam se concordam com o valor pago.

Isabel olhou o valor e devolveu o cheque para ela.

-- Eu não posso aceitar. Esse valor é alto demais. Você está pagando a mais e eu não vou aceitar.

-- Deixa de ser orgulhosa Isa. Vocês merecem -- Janaína empurrou o cheque de volta para ela -- Vocês foram maravilhosas. Fizeram um trabalho perfeito e ainda por cima aguentaram o mau humor da Xanda. Fizeram jus a cada centavo.

-- Isso é verdade Isa -- Tatiana pegou o cheque e guardou no bolso -- Só Deus sabe o que passei -- se levantou com um modo brusco e muito agitado -- Tenho que ir. Chamaram-me lá no hospital. Não adiantaram sobre o que seria o assunto, por isso estou preocupada -- fez um gesto de tchau com as mãos e caminhou para a porta -- À noite nos vemos -- saiu.

-- Acho melhor pegarmos as nossas coisas Isa -- Simone disse se levantando também -- Não vou me despedir de você Jana, pois tenho certeza que nossas vidas estão ligadas de tal forma que nos veremos constantemente -- abraçou Janaína com os olhos lacrimejando -- Só tenho que agradecer a todos vocês que nos receberam como verdadeiras amigas.

-- Porque somos amigas Mone e amiga que é amiga não abandona nunca.

Isabel deu um beijo no rosto de Janaína e sorriu. Não se despediu, não havia o porquê já que de agora em diante elas estariam ligadas por laços bem mais estreitos.

-- Até logo Bel -- retribuiu o abraço e em tom de carinho, com os olhos vermelhos, desabafou -- Obrigada por tudo cunhada!

 

 

Quando chegaram à sala as malas já estavam no chão somente aguardando para que Van Damme as levasse para o carro.

Isabel olhou de relance para Alexandra que estava a alguns passos atrás dela e sorriu carinhosa.

-- Não fica com essa cara amor -- disse desviando o olhar para as malas no chão -- Até parece que vou para muito longe.

-- É triste saber que não vou acordar todos os dias com você ao meu lado.

-- Ai, ai, ai, mas você está me saindo uma bela de uma chantagista hein dona Xanda? -- Isabel não resistiu, beijou os lábios dela de maneira suave.

Quantas vezes naquele dia, Isabel pensou em desistir de tudo e ficar ali com ela. Mas não podia. Doía o coração sair daquele apartamento onde passou os momentos mais felizes de sua vida.

Olhou para todos os cantos da sala e deu um até logo em pensamento. Voltaria o mais breve possível, voltaria livre das sombras do passado e com a consciência tranquila de ter cumprido a promessa que fez a Malú.

-- Tenho uma coisinha para você -- falou depois que seus rostos se afastaram.

-- É um presente? -- Alexandra perguntou feliz.

-- É um presente muito importante.

-- Adoro presentes importantes -- segurou o queixo com a mão e falou sorrindo.

Isabel enfiou a mão no bolso do short, tirou uma chave e colocou na mão de Alexandra.

-- Que chave é essa Isa? -- examinou o objeto sem entender.

-- Essa é a chave do meu apartamento amor. Quero que você se sinta feliz lá da mesma forma que me senti aqui.

Alexandra olhou para a pequena chave em sua mão e sorriu feliz. Era um pequeno gesto, mas com um significado gigante para Alexandra. Pela primeira vez sentia o que era amar e ser amada. Ser correspondida nas atitudes de carinho, nas pequenas coisas que tanto representavam para ela. Coisas que dinheiro algum no mundo compra. Sensações indecifráveis, indefiníveis.

"O amor é assim, não se define; sente-se". Sêneca.

 

 

Na boate.

 

 

-- Valéria tô mais perdido que a Glória Pires na entrega do Oscar.

-- Esse paragrafo nos prende a eles André, mas acho justo -- Valéria colocou o dedo em cima da letrinha miúda para que o rapaz visse.

-- O meu cérebro é um órgão maravilhoso! Ele começa a funcionar no momento que me levanto de manhã e não para até o momento que chego aqui na boate para trabalhar.

-- Isso aqui André deve ser norma de todas as gravadoras. São boas para ambas as partes. Cara se tudo der errado, vendo o meu rim.

-- Que horror Valéria, não será preci...

-- Com licença.

Os dois, imediatamente, pararam o que faziam e viraram-se na direção da voz aveludada.

-- Bom dia! Alexandra está?

Valéria mirou-a de alto a baixo. A mulher que estava a sua frente era uma morena alta, muito bonita, elegante e exibia um sorriso simpático e branco.

André ao reconhecer a morena ficou de boca aberta. A presença dela na boate procurando por Alexandra era sinal de encrenca na certa. Ex é igual comida gordurosa, você sabe que não pode comer, mas come mesmo assim!

-- A Alexandra não está. Provavelmente está em casa curtindo com a sua linda e maravilhosa namorada -- André falou provocando.

-- Acredito que sim -- Sandra enfim disse em meio a uma risada abafada e sem jeito -- É que tenho um assunto muito importante a tratar com ela.

-- Ela já deve estar chegando -- Valéria falou ingenuamente fazendo André arregalar os olhos.

-- Então vou esperá-la -- olhou em volta procurando um lugar aonde pudesse ficar sem que atrapalhasse o trabalho dos funcionários -- Aonde posso esperar?

-- Pode ser no escritório? Lá é mais confortável -- Valéria perguntou simpática.

-- Está ótimo, obrigada! Você é muito gentil.

 

 

Van Damme parou o carro em frente à boate e abriu a porta do carro para Alexandra. Antes de sair ela deu um beijo em Isabel, pegou em sua mão e sorriu, demorou uns dez segundos olhando para ela e falou próxima ao seu ouvido:

-- À noite estarei lá para namorar.

-- Vou estar te esperando linda e maravilhosa -- falou baixinho.

Van Damme tocou o carro rumo a Madureira. Alexandra ficou parada olhando ele se afastar rapidamente até sumir na rodovia.

Entrou na boate sorridente cumprimentando a todos com uma leve inclinação de cabeça. Todos os funcionários já haviam sido alertados sobre sua chegada. Ela não gostava de ser incomodada por ninguém. Entrava sem cumprimentar e se trancava no escritório. Simpatia nunca foi o seu forte. Por isso naquele dia  Alexandra surpreendeu a todos de forma positiva.

-- Seja bem-vinda chefa! -- Arlete a recepcionou e para sua surpresa ela sorriu.

-- Obrigada Arlete. Estava com muita saudade disso aqui.

Alexandra enquanto caminhava olhava tudo em volta. Estava com tantas saudades daquele lugar que era a sua vida, a sua diversão. O seu trabalho.

Sentiu uma sensação estranha e parou. Era como se alguém tivesse tocado em seu ombro. Lembrou-se de Giovana e, nessa hora, seus olhos se encheram de lágrimas. Elas sempre chegavam juntas a boate. Nunca havia dado a devida importância para aquela rotina do dia a dia. Agora a falta dela doía como facadas no peito.

 

 

-- Sabia que toda boca que fala demais, tem uma deficiência auditiva?

-- Chega André! Como eu poderia imaginar que aquela mulher era a tal da Sandra, mulher do mijão.

-- Você não percebeu o meu semblante transfigurado? Os meus gestos exagerados?

-- O seu semblante está sempre transfigurado e os seus gestos são sempre exagerados. Não observei nada de diferente.

-- Olha amiga que bom que Jesus te ama, porque se dependesse de mim...

-- O que será que a Alexandra vai fazer quando souber que ela está lá no escritório?

-- Com a Morenaça Baby beef eu não sei, agora com você minha querida te...

-- Bom dia! -- Alexandra deu um tapa na cabeça de André que o fez dar um pulo devido ao susto -- O que é isso? Tá fazendo coisa errada é?

-- Eu não fiz, mas a Valéria fez.

-- Cara, que bicha mais fofoqueira -- Valéria ficou indignada.

-- Tô mentindo?

-- Não, mas podia amaciar um pouco né?

-- O que você fez Valéria? -- Alexandra perguntou de bom humor.

-- Desculpa Alexandra, mas... -- Valéria contou todo o ocorrido e Alexandra apenas balançou a cabeça desanimada.

 

 

Alexandra Abriu a porta do escritório lentamente e foi recebida pelo sorriso lindo de Sandra.

Aquele mesmo sorriso que por um bom tempo iluminou o seu mundo e que agora não lhe causava nenhum sentimento importante.

-- Ora, ora, ora. Quem é vivo sempre aparece no momento errado -- falou sorrindo com desdém.

-- Não me trate assim Alex. Vim em missão de paz.

-- Também não quero guerra -- suspirou fundo e sentou sobre a mesa -- Estou feliz demais hoje para me estressar com besteiras.

-- Poxa, você mudou Alex. Está sorridente, bem-humorada.

-- Ironia né. Eu aprendi a sorrir, mesmo com os olhos cheios de lágrimas.

Sandra se aproximou e ficou parada de pé em frente a ela.

-- Estava com tanta saudade -- colocou a mão sobre a perna de Alexandra.

-- Imagino o quanto -- falou debochada.

-- Não haja como se eu estivesse mentindo Alex. É a mais pura verdade. Queria que soubesse que a distância destruiu o meu mundo.

-- Devia ter pensado nisso quando me deixou -- estava irritada, mas não demonstrou.

-- Você sabe muito bem que a culpada da nossa separação foi a minha mãe.

-- Não. A culpa da nossa separação foi a sua covardia em assumir o nosso amor.

-- Você era menor de idade Xanda e a minha religião não aceitaria de forma alguma que eu continuasse a frequentar o templo. Minha família nunca permitiria o nosso relacionamento. Meus pais quase morreram quando descobriram. Ameaçaram até me expulsar de casa.

-- Meus pais nos apoiaram. Você podia ter saído de casa e ter ido morar conosco. Mas não, tudo para você era pecado, era errado.

-- E não era?

-- Era amor Sandra, e amor não é pecado -- Alexandra pulou da mesa e foi até a janela. Ficou olhando o movimento lá fora buscando se acalmar -- Para a sua religião ficar comigo era pecado, ficar com o safado do Gustavo não.

-- Alex... Eu não podia colocar a minha vida nas mãos de uma menina de dezessete anos.

-- Parabéns para você por ter colocado nas mãos da primeira porcaria que apareceu só porque era da mesma religião que a sua família.

Sandra foi se aproximando dela até quase se encostar.

-- Hoje eu percebo que tomei a decisão errada Alex.

-- Que pena. O amor é uma mistura de beleza e paciência, se der certo, beleza, se não, paciência!

-- Bela frase -- sorriu.

-- Li em um almanaque qualquer. Quer escutar outra? O assaltante pede seu dinheiro ou sua vida; algumas mulheres querem os dois.

-- Como você está revoltada Alex.

-- Talvez revoltada não seja a palavra certa. Que tal realista?

Sandra encostou seu corpo contra o de Alexandra, o olhar faiscando de excitação e sorriu-lhe.

-- Certas coisas o tempo não apaga Xanda -- encostou seus lábios quentes nos dela.

-- O que você veio fazer aqui Sandra?

 

 

-- O que essa mulher veio fazer aqui? -- André andava de um lado para outro, estava em cólicas -- Só não jogo tudo para o alto e chamo a Isa, porque depois quem vai ter que juntar vai ser eu mesmo.

-- Não se mete André. A Alexandra vai ficar uma arara contigo -- Valéria alertou.

-- Te juro que estou comichando de vontade de ligar para ela e... Aiiiiii... Meu Deus!!! -- colocou as mãos sobre a boca.

-- O que foi bicha?

-- Olha só quem está entrando.

Isabel entrou na boate e logo que avistou os amigos foi correndo ao encontro deles, abraçando-os. Porém o abraço em André foi estranho. Ele estava duro parecia petrificado.

-- O que foi André? Não gostou de me ver?

-- Não é isso minha deusa... É que estou surpreso. Não esperava você aqui.

-- Te garanto que nem eu esperava. Olha só o que eu e a Mone fizemos: Eu dei a minha chave do apartamento para a Xandinha e ela deu a sua chave para a Tati. Resultado: no caminho descobrimos que não tínhamos como entrar no apartamento -- balançou a cabeça e riu da situação -- Onde está a Xanda?

André e Valéria ficaram mudos.

-- Onde está a Xanda? -- repetiu a pergunta.

-- Não sei Isa. Quer que eu procure e pegue a chave? -- Valéria deu alguns passos em direção ao escritório.

-- Espera deixa que eu mesma vá -- Isa falou sorridente -- Quero fazer uma surpresa.

-- Então tá certo -- Valéria falou assustada -- Talvez ela esteja lá no depósito verificando o estoque.

-- Vou lá então. Onde fica?

-- O André te leva Isa... André, André...

-- A Alexandra está lá no escritório... Pronto falei!

Valéria olhou para ele de boca aberta.

-- Porque não falaram antes? Onde fica? -- Isabel deu alguns passos e parou olhando para eles -- Onde?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nome: rhina (Assinado) · Data: 22/05/2018 10:27 · Para: Capitulo 47

 

Olá 

Bom dia 

Mas que merda heim.....

Só encrenca 

Rhina



Nome: lucy (Assinado) · Data: 21/07/2016 00:43 · Para: Capitulo 47

xiiiiiiiiiiiiiiiiii, esse André não facilita rs rs . mas é bompra Sandra ver que a fila andou,

e ela ficou no passado com suas escolhas, isso é o que eu gostaria que viesse a acontecer

mas confesso estar com receio, da Bel pegar o beijo e entender errado....affz deixa eu ir

lá , ler o que houve kkkkkk...bjs ótima estória



Nome: graziela (Assinado) · Data: 09/03/2016 03:07 · Para: Capitulo 47

Eita,  isso não vai prestar. 

Isa vai ver algo que não é real e vai imaginar mil coisas. 

 



Nome: patty-321 (Assinado) · Data: 05/03/2016 20:47 · Para: Capitulo 47
Eita. Eita e eita. Kkkk.


Nome: Narinharo (Assinado) · Data: 05/03/2016 20:15 · Para: Capitulo 47

Oi Vandinha,

Me chamo Nara ou narinha como sou conhecida no site e na vida, kkk. Eu amo suas histórias, li todas e amei tudo, principalmente quando lida com o espiritismo. Eu sou espirita e procuro falar do Espiritismo sempre que possivel.

Quero te parabenizar e te desejar tudo de bom em sua vida. Que seja sempre um caminho iluminado e feliz!

 

Beijo,

 

Narinha Rô.



Resposta do autor em 05/03/2016:

Obrigada meu anjo. Desejo tudo em dobro para você. Fico muito feliz por ter tirado um tempinho para comentar. Volte sempre que desejar. Seu comentário é muito importante para mim . Bjs e fique com Deus.



Nome: Jo Carlos (Anônimo) · Data: 05/03/2016 18:27 · Para: Capitulo 47

Esse pessoal são engraçados demais ,aprontam tudo kkkkk

Esperando o barraco que vai ter ou talvez não kkkkk

Muito boa história ...



Resposta do autor em 05/03/2016:

Vocês adoram um barraco né...KKkk... Valeu Jo. Apareça mais por aqui. Bjã.



Nome: Mille (Assinado) · Data: 05/03/2016 17:43 · Para: Capitulo 47

Assistindo aula de álgebra e lendo um parágrafo a cada instante.

E sujou acho que a Isa vai arrancar os cabelos da Sandra e por tabela Alex ficará de castigo.

Ah Vandinha como é bom ler suas histórias.

Bjao e ótimo final de semana



Resposta do autor em 05/03/2016:

Olá Mille. Correto minha cara amiguinha, castigo para a Alex, onde já se viu? Bjã e até.

Há... e preste atenção na aula hein.



Nome: lia-andrade (Assinado) · Data: 05/03/2016 17:33 · Para: Capitulo 47

Eita, agora o bicho vai pegar..rsrs

Já quero o próximo.. beijos minha querida Vandinha... 



Resposta do autor em 05/03/2016:

Vai mesmo Lia. Pancadaria na certa. Bjã querida.



Nome: lenna11 (Assinado) · Data: 05/03/2016 16:52 · Para: Capitulo 47

É impressionante como sempre acontece algo pra pessoa voltar kkk isso vai dar uma confusão e esse André é mto engraçado! 



Resposta do autor em 05/03/2016:

Esse é o segredo pra prender vocês Lenna. Já sei que no próximo vai estar aqui. Bjs garota. 



Nome: Pietra (Assinado) · Data: 05/03/2016 16:48 · Para: Capitulo 47

Ah não! Você não vai fazê -las terem uma DR por causa da Sandra, né Vandinha? Ex deveria ser abduzida para Marte kkkkk e ainda por cima uma ex covarde. Sai fora! Vaza! Vai lá ficar com o Mijão kkk

Autora linda do nosso coração kkk (você sabe que quando estamos assim cheia de amor para dar queremos alguma coisa.....kkkkk você sabe disso? Kkk) por que Isa não conta para Alex logo sobre os problemas em Angola e vão todos para lá resolver isso?. Sem atropelos ou planos mirabolantes. Seria de maneira calma e tranquila. Abrir uma boate em Angola e comprar todas as meninas e, quando elas estivessem em segurança, explodiriam tudo e pegariam Bob e sua turma. Todo mundo sabe que tem muita gente importante envolvida em Tráfico Humano e que Xanda, Isa e sua turma não conseguirão resolver tudo, mas que pelo menos salvem essa turma e acabe com esse braço do tráfico . Torcendo para que você faça Isa mudar de ideia. Tenho medo dela solta por aí sem a proteção de Alex.

Beijos Linda!



Resposta do autor em 05/03/2016:

Kkkk...Adorei. Vc me deu praticamente um final para a estória. Só que não vai ser tão fácil assim. Confia nessa autora maluca. Ainda vamos rir muito com essa turma. Bjs garota.



Nome: Mandy89 (Assinado) · Data: 05/03/2016 15:50 · Para: Capitulo 47

E lá vamos nós ,agora depois de tudo,ver a Isabel e a Alexandra se separarem😒 



Resposta do autor em 05/03/2016:

Olá Mandy. O que posso te dizer é que: uma coisa que me deixa chateada são estórias com aquele volta e separa, volta e separa. Isso você raramente vai ver nas minhas. Prefiro uns bons tapas na cabeça e um castigo bem cruel. É mais divertido. Continue comigo garota, é sempre bom te ver por aqui. Bjs.



Nome: jull (Assinado) · Data: 05/03/2016 15:42 · Para: Capitulo 47

Xiiiiii vai dar merda 😕😕😕😕😕

Mas tbm não podemos esquecer que quem tá procurando  é  a Isabel e quanto a Sandra espero q a Alex coloque ela no seu lugar.

Autora linda que tal um acidente básico pra Isa bater a cabeça 😂😂😂😂e perceber que não vale a pena mentir e magoar a Alex de novo 🙈🙈🙈

Pois elas e a gangue ajudando as meninas seria tudo de mais engraçado e de bom  😊😊😊

 

Bjos 



Resposta do autor em 05/03/2016:

Você sabe que a isa é bem bravinha né, então a Sandra que se prepare para o pior. Não se preocupe Jull, a gangue de malucos sempre dá um jeito. Bjã minha querida e até o próximo.



Nome: MBertoletti (Assinado) · Data: 05/03/2016 15:04 · Para: Capitulo 47

Muito bom... Estou doida pra saber o que a Isa vai fazer

Kkkkkk... Coitada da Xanda



Resposta do autor em 05/03/2016:

Olá MBertoletti, que legal te ver por aqui. Obrigada por comentar e volte sempre. Bjã.



Nome: NayGomez (Assinado) · Data: 05/03/2016 14:33 · Para: Capitulo 47

Aaaaaaaaah  é  hj que Isa  sorta os cachorros pra cima da Alex e Sandra isso se elas ainda estiverem no mesmo lugar e na mesma posição, só  espero que a Alex não cometa alguma burrada...  Afx. 



Resposta do autor em 05/03/2016:

Esqueceu que a Alex é 99% anjo? Bjã nay. Continue comigo.



Nome: Tazinha (Assinado) · Data: 05/03/2016 14:24 · Para: Capitulo 47

Não faz isso que a gente, nós merecemos um extra hoje. Que maldade!



Resposta do autor em 05/03/2016:

Vocês merecem muito mais que um capítulo Tazinha, mas infelizmente essa autora aqui vai passar o final de semana de castigo trabalhando, entã já sabe né, próximo cap. só segunda. Bjã querida.



Nome: Nana2014 (Assinado) · Data: 05/03/2016 14:06 · Para: Capitulo 47

Vandinha boooom dia.... Como assim flor do dia... Isto é maldade... Volta por favor.... To com dó da Xanda 😂😂😂 acho que a Isa vai dar uma bela surra nas duas kkk... Posta mais um autora predileta....😊😊😊



Resposta do autor em 05/03/2016:

Olá garota! Vocês estão doidas para ver a Alex apanhar uma surra não é mesmo? Do jeito que a Isa é brava não duvido muito. Prometo não demorar. Bjã.



Nome: Barbara Rebeca (Assinado) · Data: 05/03/2016 14:03 · Para: Capitulo 47

Continua pelo amor de Deus, deu até nervoso aqui!



Resposta do autor em 05/03/2016:

KKKK... continuo sim. Já, já estou voltando. Bjs Barbara.



Nome: Paloma Dias (Assinado) · Data: 05/03/2016 14:02 · Para: Capitulo 47

Ai, meu Deus. Vai ter BRIGA!  Contiinuaaaaaaaaaaaaaaaa



Resposta do autor em 05/03/2016:

Vai mesmo. KKK... bjã e até mais.



Nome: Bruna Fernandes (Assinado) · Data: 05/03/2016 13:48 · Para: Capitulo 47

Eita, proximo capitulo promete. Isa vai matar a Xanda, hahahha. Não demora a postar a continuação



Resposta do autor em 05/03/2016:

Valeu Bruna. Já, já estou postando. Bjã garota.



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.