Última noite de amor por Vandinha


[Comentários - 1262]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

 

Última Noite de Amor -- Capítulo 46

 

No Leblon

 

-- Mel meu amor passa o suco.

-- Claro amor -- Isabel deu um selinho demorado nela antes de entregar a jarra.

-- Ai como é bom ver vocês duas assim nesse romantismo todo -- André colocou o copo de suco em cima da mesa e voltou-se para as duas -- Vocês nem imaginam como torci para que isso acontecesse.

-- Eu também André -- Ramon colocou os cotovelos na mesa e apoiou o queixo nas mãos, olhou para o casal e suspirou fundo.

Isabel virou seu rosto para Alexandra e passou a mão no cabelo dela delicadamente.

-- E eu serei eternamente agradecida a vocês pela força que me deram. Tenho certeza que se não fosse com a ajuda de vocês, eu não teria conseguido convencer essa cabeça dura, do quanto a amo.

Alexandra riu e deu um beijo na mão da namorada.

-- Tio Zé. Quer nata?

-- Não Ramon, muito obrigado. Depois dos 50 anos, a única coisa que o médico deixa um homem comer com gordura, é sua própria mulher!

-- A senhora o deixa falar desse jeito, tia Marta? -- Simone perguntou para a idosa.

-- Ai minha filha! Quem dá importância às pequenas coisas é mulher de japonês! Eu não tô nem aí para comentários machistas.

-- Essa foi cruel tio Zé -- André fez uma careta para o homem.

-- Quer dizer Xandinha que você é dona de puteiro? -- mudou de assunto.

-- Que é isso tio Zé? -- André falou zangado -- Não chame as nossas boates de puteiro.

-- Não liga André. Afinal ter um puteiro é o melhor negócio do mundo, pelo menos se falir, pode-se comer o estoque!

-- Xanda! -- Isabel apertou o nariz dela e fez uma careta -- Safada -- riram-se.

-- Passa o Ketchup amor -- André pediu para Ramon.

-- Sabe o que o ketchup falou para a mostarda, André?

-- Xanda! Olha bem o que vai falar.

-- "É nóis nas fritas" -- mostrou a língua para ela -- Viu? Coisinha de criança Isa.

-- Acho bom mesmo -- falou dando um sorriso pra ela.

-- André você derrubou Ketchup na toalha que eu vi.

-- Fica quieto tio Zé. Se a Edna souber que fui eu, vai fazer o maior escândalo.

-- Hummm... Xanda quando nós retornaremos à ilha?

-- Amanhã mesmo tio Zé. Já que o André foi tão eficiente em buscá-los, também vai ser eficiente em levá-los.

-- Liberando a verba chefia, levo hoje, se eles quiserem -- André falou dando uma grande mordida no seu sanduíche cheio de Ketchup.

-- Para sua informação, todas as despesas com o helicóptero, hospedagem em hotel e outras coisinhas mais, serão descontados do seu pagamento.

-- Então vou ficar devendo a você poderosa -- olhou assustado para ela com a boca toda vermelha de Ketchup.

-- Problema seu -- Alexandra sacudiu os ombros desdenhosamente e voltou a comer o seu sanduíche natural.

Isabel olhou para ela com cara feia e depois se voltou para o rapaz.

-- Não se preocupe André, ninguém vai descontar um real do seu pagamento. Onde já se viu. Você não tem vergonha? Ele estava ajudando a gente.

André sorriu vitorioso.

Tatiana deu uma gargalhada e depois colocou a mão sobre a boca.

-- Desculpa... Não consegui segurar -- sentiu um leve rubor nas bochechas.

Alexandra olhou para ela por alguns segundos e depois para os demais presentes à mesa.

-- Vocês sabiam que a falta de sexo pode alterar até mesmo a sua imunidade? Segundo algumas pesquisas realizadas por cientistas escoceses, quando alguém fica muito tempo sem ter relações sexuais, tende a ficar mais vulnerável a diversos males.

-- Xanda deixa esse assunto para outro momento -- Isabel colocou uma batata frita na boca dela -- Tenho certeza que a Tati vai adorar lhe ouvir.

-- Acho bom mesmo -- Simone olhou para Tatiana repreendendo-a e deu um tapa em seu braço -- Esse assunto é bem particular.

-- Tio Zé antes que eu esqueça, quero que contrate uma empresa dedetizadora para uma visita de avaliação lá na casa da praia.

-- Nunca tivemos problemas com qualquer tipo de praga.

-- Pois nós vimos uma barata. A Isa praticamente teve um ataque.

-- Aiii... Que nojo! Fiquei todo arrepiado só de pensar -- André passou a mão pelo braço.

-- Ainda bem que a Xanda me salvou -- Isabel falou toda orgulhosa da namorada.

-- Você fez isso patroa? -- André colocou as duas mãos sobre a boca -- Meu Deus que coragem.

Alexandra balançou a cabeça.

-- Coragem mesmo. E não foi só isso... Eu a matei...

-- Hóóó... -- André puxava o saco descaradamente com gestos exagerados.

-- Mas não foi um simples matar... foi um matar assim... cheio de requintes de crueldades.

-- Hóóó...

-- Primeiro arranquei a cabeça, depois as perninhas, depois fiz um furo no abdômen, chegou a escorrer aquela gosminha fedorenta parecida com essa mostarda que a Tati está comendo.

-- Arghhh... que nojo! -- Tatiana fez uma careta e colocou o sanduíche de volta no prato.

-- Xanda amor. Não precisa dar detalhes.

-- Tá certo Isa, mas Tati você deveria bater um papo com uma baratinha qualquer dia desses. Elas sabem tudo na arte do prazer. É mais ou menos assim: Ela abaixa o abdômen, levanta as asas e libera feromônios. Se o macho disser sim, ela sobe nele. Enquanto sobe ela vai lambendo suas costas. Assim, ingere uma substância especial, produzida nesse momento. O macho fica todo excitado e introduz a genitália na fêmea por baixo, para iniciar a transa. Ligado pelas genitálias, o macho se vira e assume posição oposta à parceira. É nesse momento que ela é fecundada.

-- Poxa, até fiquei excitada -- Tatiana tomou um gole do suco e olhou para Simone sorrindo -- Será que se eu liberar feromônios? A Simone diz sim pra mim?

Simone ficou vermelha de vergonha. Deu uma mordida no sanduíche pra disfarçar.

-- Vocês estão muito engraçadinhas hoje, será que é... -- Isabel parou repentinamente ao ouvir a porta da cozinha ser aberta. Virou o rosto e, quando viu Janaína, Valéria e Edna paradas na porta, abriu um sorriso largo -- Olá minhas queridas. Que saudade!

-- Olá Isa. Boa noite a todos -- Janaína cumprimentou com uma expressão estranha no rosto.

-- Senta aqui com a gente e faz um lanchinho -- Isabel convidou.

-- Não estou com fome -- falou ela, com a voz trêmula.

Alexandra estava desconfiada de que algo não estava bem. O rosto dela estava inchado, parecia ter chorado.

-- Está tudo bem?

-- Está... está tudo bem... -- sorriu agora com uma expressão de completa ansiedade -- Posso te pedir um abraço Alex? Um abraço daqueles do tamanho do pão de açúcar? Lembra? Você costumava dizer isso para me consolar quando eu chorava.

-- Claro que lembro -- sem hesitar se levantou e abriu os braços para receber a amiga.

Isabel observava muda toda à cena. Percebeu que Valéria se preocupava com alguma coisa. Olhou para Edna, que encarava as duas de olhos marejados. Havia algo a mais que simples saudades naquele abraço.

Assim que se afastaram do abraço, Janaína depositou um doce beijo no rosto da amiga de infância e Alexandra sorriu para ela antes de se sentar novamente.

-- A Jana pode não estar com fome, mas eu estou morta -- Valéria sentou-se ao lado de Alexandra e começou a preparar um sanduíche.

-- Minha nossa, que bagunça! Parece que houve um grande Postergas nessa cozinha -- Edna reclamou amontoando algumas panelas dentro da pia.

-- Acho que você quis dizer Poltergeist Edna -- André corrigiu.

-- Postergas vai ser quando ela ver a mancha de Ketchup na toalha bran...

André tapou a boca do idoso e olhou para ver se Edna havia escutado.

-- Fiquei sabendo que o CD de vocês já está pronto. Acredito que deva ter ficado muito bom -- Alexandra falou demonstrando seu apoio à cantora.

-- É verdade Alex. O CD está prontinho para ser lançado -- respondeu feliz com o interesse de Alexandra pelo trabalho da banda.

-- E porque ainda não lançaram?

Valéria desviou o olhar para André e depois respondeu baixinho.

-- Estávamos esperando por você. Queríamos que você desse a sua opinião.

-- A gravadora exigiu muita coisa e nós não concordamos com eles -- André falou com seriedade.

-- Porque não deram um ponta pé na bunda deles e foram para outra?

-- Podíamos ter feito isso Alex?

-- Claro. Vocês que são as estrelas, não eles Valéria.

Valéria olhou para Alexandra transbordando de admiração. Quando ela assume o controle, transmite a todos a sua volta uma sensação de segurança enorme.

-- Amanhã vou voltar à boate. Quero todos os papéis em minha mesa -- falou com autoridade -- Vamos acelerar esse lançamento com essa gravadora ou com outra.

-- E a fisioterapia Xanda? Você não pode simplesmente abandoná-la e começar a trabalhar normalmente.

-- Eu estou bem Isa -- resmungou.

-- Claro que está, mas vai fazer a fisioterapia mesmo assim.

Alexandra olhou ao redor e viu que todos olhavam para elas.

-- Depois a gente conversa sobre isso -- preferiu encerrar o assunto -- Agora quero saber o que aconteceu lá no centro espírita -- lançou um olhar curioso para Janaína, mas foi Valéria quem respondeu.

-- A Giovana não apareceu -- falou olhando para Janaína -- Por isso vamos ter que voltar em outro dia.

-- Até depois de morta a Giovana te dá o cano né Jana.

-- Não fala assim da Giovana André. Respeite os mortos.

-- Eu respeitava muito ela quando era viva e podia me demitir do trabalho. Agora falo de igual pra igual com ela Jana.

-- Acho melhor você levar o tio Zé e a tia Marta para o hotel, André. Eles já devem estar cansados.

-- Que nada Xandinha. Eu e a "véia", ainda vamos fazer uma festinha antes de dormirmos.

-- Falando nisso tio Zé, um velhinho estava no boteco tomando uma cerveja e avistou uma velhinha de longe.

Chegou perto dela e começou a puxar assunto...

Papo vai, papo vem... Os dois, na seca, resolveram ir para um motel...

O velho pensou: Pô, essa velha nem deve mais dar no couro... Nem vou me preocupar em levá-la a um bom motel.

Chegando lá, "naquele momento", o velho pensou de novo: Caracas, se eu soubesse que a velha era virgem, teria a levado para um motel muito melhor.

E a velha pensou: Putz, se eu soubesse que o velho ainda dava um caldo, teria tirado a calcinha.

 

 

Alexandra acordou na manhã seguinte sentindo o beijo de Isabel em seus lábios. Como era bom acordar assim.

Incrível como as coisas haviam mudado. Há pouco tempo fazia questão de sair correndo da cama e fugir de suas parceiras. Agora ficava alí, esperando ansiosa pelos carinhos de Isabel.

-- Bom dia amor! -- seus olhos não conseguiam se desviar dos dela, intensamente castanhos e misteriosos.

-- Bom dia Xanda! -- ela sorriu e deslizou o dedo indicador até o queixo de Alexandra puxando seu rosto para mais perto, selando um beijo carinhoso.

-- Como você consegue ser tão linda assim Isa?

Isabel não disse nada por um momento, apenas respirou fundo, acariciando o rosto de Alexandra com carinho.

-- Se consigo acordar linda é porque estou acordando ao seu lado. Caso contrário amanheceria com a cara toda amassada, com olheiras profundas e o cabelo igual à de uma bruxa.

Isabel soltou um risinho ao pé do ouvido de Alexandra, fazendo-a se arrepiar por completo.

-- Acho que você nunca acordaria assim.

-- Com dez anos de casadas, cheia de filhos, quero ouvir você falando isso.

Depois de pensar bem o que havia falado, se arrependeu. Olhou sem jeito para Alexandra. Tentou ler na expressão dela o efeito daquelas palavras tão cheia de sonhos para o futuro. Mas ela estava pensativa e baixou os olhos.

-- Algum problema? -- perguntou com o coração batendo fraquinho.

-- Lembrei-me do meu pai. Ele iria te adorar. O sonho dele era ter a casa cheia de netos -- finalmente levantou os olhos e a encarou -- Vamos ter uns cinco? Eu juro que vou ser a melhor mãe do mundo e você nunca vai deixar de me amar porque eu não vou deixar.

Isabel sentiu vontade de chorar, mas não de tristeza. Ouvir Alexandra dizer tudo aquilo, com uma sinceridade e uma simplicidade tão fofa, mexeu com o seu emocional.

-- Até mais, se você quiser -- sorriu -- Quem sabe uns sete.

Isabel não sabia definir exatamente em qual momento esse sentimento havia alcançado tamanha proporção. Só sabia de uma coisa: Ele já não cabia mais dentro do seu peito de tão grande que era.

 

 

No apartamento de Gustavo.

 

-- O que você fez Gustavo para Alex te tratar dessa maneira? -- Sandra estava sentada à mesa com um copo de café preto entre as mãos -- Ela sempre foi tão compreensiva e boa com a gente.

-- Eu não fiz nada Sandra. O problema é aquela mulher. Ela está fazendo a cabeça de nossa amiga contra nós.

Sandra tomou o café de um gole só e se levantou. Ficou andando de um lado para outro da cozinha, até que parou na frente de Gustavo.

-- Eu não posso procura-la Gustavo.

-- Porque não? De que você tem medo? Você tem medo de não resistir a ela?

-- Para com isso -- seus olhos se fecharam fortemente em desespero.

-- Se não é isso que mal tem em procura-la? Faça isso por seus filhos. Pense em tudo que eles perderão por conta desse seu orgulho bobo.

Gustavo saiu batendo a porta atrás de si, como sempre fazia quando estava nervoso.

Sandra abriu a bolsa e retirou uma foto de dentro da carteira.

-- Alex, Alex... Quanta saudade minha querida -- olhou carinhosamente para a foto na qual aparecia junto com a empresária. Naquele momento decidiu: Iria atrás de Alexandra.

 

No Leblon:

 

-- Caramba, que café quente -- Tatiana assoprou o líquido fumegante.

-- Tati sabia que o café excessivamente quente, em copo plástico é a pior causa de impotência para as lésbicas?

-- Já sei que vem besteira. Porque Alex?

-- Porque primeiro queima os dedos; depois a língua...

-- Eu sabia que vinha porcaria.

-- Então porque perguntou?

-- Curiosidade.

Alexandra levou a xicara de café na boca, sorrindo comentou:

-- O que tanto aquelas duas conversam lá no quarto?

-- Sei lá... Talvez a Isa esteja dando umas aulas para a Simone já que ela é tão boa nisso... -- Tatiana engoliu em seco -- Estou falando isso com todo respeito é lógico.

-- Convença-me porque eu não entendi dessa forma -- Alexandra falou encarando Tatiana.

-- Ai meu Deus... -- a enfermeira estava se borrando.

 

No quarto.

 

-- Olha só Simone a quantidade de mensagens que Malú me mandou enquanto eu estava na ilha.

Simone leu as mensagens. Ficou horrorizada com tudo o que a mulata contava.

-- Que horror Isa, quantos assassinatos! Graças a Deus que você está longe disso tudo. Não é mesmo minha amiga?

O silêncio de Isabel assustou Simone.

-- O que você está pensando? Isa?

-- Eu não posso abandonar as meninas Simone. Tenho que fazer algo para trazê-las de volta -- caminhou até a janela e olhou em direção ao mar.

-- Você contou essa história para Alex?

-- Não Simone e nem vou contar.

-- Isa meu Deus! Você está cometendo o mesmo erro. Incrível como você não aprende com as porradas que leva.

-- Entenda Simone. Eu não posso envolver a Xanda nisso.

-- Me desculpe amiga, mas se você ganhar um pontapé na bunda, dessa vez darei toda razão para ela e ainda por cima, vou aplaudir -- Simone sentou na cama e cruzou os braços chateada -- Você tirou a sorte grande, ela é louca por você, é rica, poderosa e te ajudaria sem hesitar.

-- Você a conhece Mone -- falou triste -- Ela se vestiria de Rambo e chamaria trezentos para invadir Angola. Não me perdoaria se algo de mal acontecesse a ela.

Simone percebeu com tristeza que não tinha jeito de convencê-la

-- O que você pretende fazer?

-- Vou agora mesmo chama-la para conversar. Sei que ela vai surtar, mas vou ter que sair desse apartamento ainda hoje.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nome: keique (Assinado) · Data: 10/12/2017 15:41 · Para: Capitulo 46

Adoro essas piadinhas idiotas...kkk

 



Nome: keique (Assinado) · Data: 10/12/2017 15:19 · Para: Capitulo 46

História muito boa!



Nome: lucy (Assinado) · Data: 20/07/2016 23:06 · Para: Capitulo 46

ihhh lá ven bomba.....Isa se afastando e dando brecha pra sandra a ex se aproximar, isso não vai dar certo

não mesmo, e vem cá kkkkk a Bruna do centro espirita é a Bruna da Victória néh ? O Conto Os Anjos Vestem

Branco, adorei aquele conto eee....a Alexandra e a Brun a tem muito em comum inclusive ohumor e inclinação

para contar as piadas eu adooooro o senso de humor delas kkkkk ao ler a Alexandra contando piadas ...me

lembrei de imediato da bruna são muito parecidas......e ao ler a Bruna com a Janaína falando dos filhos.....

lembrei no ato e amei essa mescla de personagens

bjs xau nota mil



Nome: graziela (Assinado) · Data: 08/03/2016 21:36 · Para: Capitulo 46

Isa não aprende mesmo hein? 

Mas que loucura ela vai fazer agora será hein? 

E a Jana o que tinha naquela carta. 

Suas piadas para o André são demais.  😂 😂 😂 

E a Alex tão apaixonada linda linda. 

😍 😍 😍  ♥ ♥ ♥ 



Nome: gui (Assinado) · Data: 03/03/2016 14:18 · Para: Capitulo 46
ei autora, curiosidade em dose dupla... qual o mistério da carta da Jana? e o que aconteceu realmente com Alex e Sandra? e essa da Isa de encarar essa sozinha, sem chance, nem se ela fosse a mulher maravilha... irá precisar de toda liga da justiça! abraço


Nome: lenna11 (Assinado) · Data: 03/03/2016 02:49 · Para: Capitulo 46

Nossa a Isa vai cometer o mesmo erro mentindo pra Alex, ela deveria deixar a decisão de ajudar ou não para ela, agora se ela ficar com raiva dela vou dar toda razão a ela!



Nome: Lavinne (Assinado) · Data: 02/03/2016 16:14 · Para: Capitulo 46

Poxa lá vai a isa fazer besteira.

😒

Autora obrigada pela estoria

Leio no trabalho e ficam me olhando de tanta gargalhada que dou😄



Resposta do autor em 02/03/2016:

Olá Laninne. Como vai? Que alegria te receber aqui minha querida. 

A Isa está cometendo o mesmo erro. Mesmo com a intenção de preservar a Alex ela corre o risco de magoar mais uma vez o seu amor. As pessoas às vezes precisam bater com a cabeça várias vezes antes de aprenderem que a verdade é sempre o melhor caminho. Bjs e sempre que puder dá um alô por aqui. Há...e cuida aí no trabalho tá não ri alto. Até .



Nome: NayGomez (Assinado) · Data: 02/03/2016 15:39 · Para: Capitulo 46

Afx essa Isa é mais burra que eu pensava,  se ela falasse pra Alex 3la moveria céus e terra para ajudar a Isa mais não a idiota quer bancar a super heroína e salva todo mundo. Bom estou curiosa pra saber a história da Sandra com a Alex só  sei que se elas tiveram algo e trocou pelo Vagabundo do Gustavo ela é  muito idiota e burra, só  espero que se ela aparece que a Isa bota ela no lugar dela.  u.u



Resposta do autor em 02/03/2016:

Você tem razão Nay. A Xanda com certeza ajudaria ela. Mas que dom que certas pessoas tem de complicar as coisas. Não é mesmo? Chega a ser revoltante. Fazer o que? Vamos torcer para que os ventos soprem a favor dela e que tudo corra para um desfecho feliz. Bjs e até



Nome: Pietra (Assinado) · Data: 02/03/2016 10:03 · Para: Capitulo 46

Sair de baixo das asas de Xanda? Assim que colocar a cara para fora Bob vai te pegar e aí quero só ver o que você vai fazer.

Louca essa Isa! Fiquei com muita raiva dela agora. Aff!

Alex vai surtar!

Beijos, Vandinha!



Resposta do autor em 02/03/2016:

Oi garota. Existem pessoas que não aprendem nunca. A Isa é uma dessas que não mede as consequências de seus atos e volta e meia machuca as pessoas. Toda ação tem uma reação, já dizia a lei da Física! Para cada ato que se faz ou decisão que se toma, existe uma consequência. É o que ela vai ter que enfrentar novamente. Bjã.



Nome: jull (Assinado) · Data: 02/03/2016 03:25 · Para: Capitulo 46

Poxa Isa assim não tem como te defender 😕😕vc prometeu não mais mentir pra Xanda e já vai fazer isto novamente.

E já tô prevendo a Xanda achando que na verdade a Isa sempre vai mentir e se decepcionar  com ela 😢😢😢

Poxa seria lindo a gangue toda indo ajudar as meninas em.Angola 

 

Bjos 



Resposta do autor em 02/03/2016:

Olá Jull. Todos são livres em suas escolhas, mas escravos de sua conseqüência.Andre Buhrer.

Temos aqui duas pessoas aprendendo a confiar. Bjã garota.



Nome: lia-andrade (Assinado) · Data: 02/03/2016 01:29 · Para: Capitulo 46

Ah não, Isa não pode esconder isso da Alex.. e essa Sandra, indo atrás da Alex..será que isso vai dá certo? 

Capítulo maravilhoso.. beijos..



Resposta do autor em 02/03/2016:

Olá Lia. Hora de esclarecer porque a Alex aturou tanto esse canalha do Gustavo. Bjã e até o próximo cap.



Nome: patty-321 (Assinado) · Data: 02/03/2016 01:07 · Para: Capitulo 46
Vai fazer merda a isa. Afffz. E a sandra ? Qual e a estória real delas? Bj

Resposta do autor em 02/03/2016:

Olá Patty. Vamos conhecer a estória dela no próximo capítulo. Te espero lá. Bjã garota.



Nome: Mille (Assinado) · Data: 02/03/2016 00:51 · Para: Capitulo 46

Olá querida Vandinha

Isa é doida vai enfrentar Bob, e todos os traficante sem ajuda, acho que ela poderia conversar com a Alex, já que ela conhece um monte de gente e ajudar lá na Angola. 

Se a Gio não apareceu a carta deve ser do pai da Alex, se a Isa não contou o que passa o pai não deixara a filha sofrer.

A pergunta que todas queremo saber:

O que Sandra tinha com a Alex?

E quando a Simone e Tati terão sua primeira vez?

Bjus e ate o próximo capítulo.



Resposta do autor em 02/03/2016:

Olá pequena Mille. Para a primeira pergunta você terá a resposta no próximo capítulo. Agora quanto a Tati e a Simone tá dificil. A Alex está mais preocupada com a situação do que elas. Quem sabe ela não ajude? Vamos aguardar. Até o próximo então. Bjã.



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.