Última noite de amor por Vandinha


[Comentários - 1262]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

Última Noite de Amor -- Capítulo 41

 

Isabel estava no quarto revirando a mochila com os presentes que André havia lhe dado. Escolheu a peça que achou mais apropriada para a ocasião e entrou no banheiro para uma ducha rápida.

Alexandra após o banho relaxante vestiu uma roupa confortável, short de tecido mole azul, e uma regata estilo nadador, branca. Passou hidratante na pele, penteou os cabelos e foi para a sala onde se jogou no sofá com um livro na mão.

Na sala Isabel encontrou Alexandra deitada no sofá com a TV desligada e a janela fechada. Estava tão concentrada na leitura de um livro que não percebeu a presença dela. Isabel achou um absurdo.  Foi até a janela. Abriu a persiana ruidosamente para chamar a atenção, pôs a cabeça bem para fora e empinou a bunda sensualmente.

Alexandra afastou o livro da frente do rosto, inclinou-se e ficou paralisada olhando pra ela sem reação. Isabel usava um baby doll rosa bem curtinho e transparente e um chinelo da mesma cor.

Linda, sensual e deliciosa vestida daquele jeito. Ela se sentou completamente à vontade no sofá menor em frente à Alexandra e afastou o cabelo do rosto.

Quando finalmente a empresária saiu do seu estado de torpor, fechou o livro e colocou sobre a mesinha de centro.

-- Porque você abriu a janela? Não acho uma boa ideia ficarmos tão expostas assim.

Isabel deu uma gargalhada.

-- Com medo de piratas Xanda? -- Isabel debochou dela.

-- Nunca se sabe -- deu de ombros pegou o controle e ligou a televisão -- Depois não diga que eu não avisei.

 

 

Janaína ficou deitada de costas, olhando para o teto e pensando em como seria bom se Giovana estivesse ali naquele momento. Segurou as alianças que usava como pingente e as beijou com delicadeza. Fechou os olhos e deixou cair uma lágrima.

"A saudade é o que fica daquilo que partiu. Daquilo que já não é mais. Saudade é ausência, é o sentimento de vazio que fica daquilo que se foi. Mas às vezes, a saudade é um vazio tão grande que ocupa muito espaço dentro do coração, e aperta tanto o peito que acaba transbordando e escorrendo pelos olhos".

 

 

Alexandra fingia que assistia a um filme, mas na verdade olhava mais para as pernas de Isabel do que para a televisão. Essa por sua vez, folheava uma revista antiga sem muito interesse.

-- Que tédio! -- jogou a revista sobre a mesa e foi até a janela -- Uma noite tão linda e nós aqui olhando uma para a cara da outra.

-- Engano seu minha querida. Eu não estou olhando para a sua cara.

-- Acredito que não esteja olhando para a minha cara -- revirou os olhos em profundo desdém -- Olhar para a minha bunda, para os meus seios, para as minhas pernas deve ser muito melhor.

Alexandra se sentou no sofá, estava irritada.

-- Olha aqui sua...

-- O que foi isso Xanda? -- um bicho entrou pela janela e passou voando por cima da sua cabeça -- Algo passou voando por aqui.

-- Sei lá -- respondeu sem interesse -- Você se acha né...

-- AIIII... -- Isabel começou a correr para todos os lados da sala histérica e se se tapeando como louca -- XANDA TIRA ESSA PORRA DE MIM -- gritava desesperada tentando se livrar de algo que nem estava nela.

-- Mas o que foi? -- Alexandra se levantou assustada -- Não estou vendo nada.

-- UMA BARATA VOADORA!!! XANDA ME AJUDA!!! -- pulou desesperada em cima de Alexandra e as duas caíram no chão da sala -- Mata ela Xanda, mata ela -- pedia agarrada ao pescoço da empresária.

-- De que jeito Isa se não consigo nem me mover -- Isabel continuava deitada em cima de Alexandra.

Alexandra segurava o corpo dela com as mãos em sua bunda, os braços dela estavam ao redor de seu pescoço apertando, quase afogando.

-- QUE NOOOOJOO -- enterrou a cabeça no pescoço de Alexandra -- Mata ela, por favor.

Alexandra sentia o cheirinho gostoso que vinha do cabelo dela. A pele macia, o hálito fresco.

-- XANDA! -- berrou trazendo Alexandra de volta a terra.

-- Tá, tá, eu mato, mas sai de cima de mim para que eu possa me levantar.

Depois de muito relutar ela enfim saiu de cima de Alexandra, mas continuou agarrada puxando em sua regata.

-- Eu não vi barata alguma.

-- É sempre a mesma coisa! Porque só quem tem medo vê a barata? Procura ela e mata.

Alexandra revirou os olhos.

-- Me dá o seu chinelo.

-- Porque o meu? Pega o seu.

-- Sonha que eu vou brear o meu chinelo com aquela gosma nojenta e fedorenta -- estendeu a mão para ela -- passa o seu.

Isabel não teve outro recurso a não ser dar o seu chinelo novinho.

-- "Bem vindos aos Jogos Vorazes, e que a sorte esteja sempre ao seu favor" -- chinelo na mão, sorriso sádico nos lábios, Alexandra saiu à caça da nojenta petulante -- Pareço boazinha, mas já estourei o balão de uma criança com agulha.

-- Para de bobiça Xanda e mata logo ela.

-- Mas como eu vou matar algo que não faço a mínima ideia de onde está?

-- Procura uai, olha em baixo do sofá, da estante...

-- Eu não -- sentou no sofá e sacudiu os ombros -- Eu sou a Xanda e não a Xena.

-- Não vai procurar por ela?

-- Não.

-- Eu vou lembrar-me disso amanhã quando o céu começar a escurecer, os raios do sol derem lugar às trevas e o vento forte com velocidade superior a 100 km/h provocarem até rodamoinhos.

-- Amanhã não vai dar trovoada -- continuou sentada tranquilamente no sofá enquanto Isabel fazia uma varredura com os olhos pela sala inteira.

-- Hááá...  vai dar sim. Nem que eu passe o dia fazendo a dança da chuva.

-- Shiuuu... Silencio! -- Alexandra caminhou na ponta dos pés, e preparou o chinelo. No que o golpe foi armado, a barata sai chispando e se enfiou em baixo da estante.

-- XANDA! SUA INCOMPETENTE! -- Isabel gritou quase chorando.

-- Pensa que é fácil matar uma barata? Elas possuem dois pelinhos no traseiro, chamados cercis. A brisa mínima que fizemos com o nosso movimento viaja até os pelinhos e avisam-na da nossa presença.

-- Meu Deus Xanda. Eu aqui desesperada e você falando dos pelinhos do traseiro da barata.

-- Isso é cultura sabia?

-- Para mim é cultura inútil. O que me importa é que ela seja morta. Com ou sem pelinho na bunda.

-- Tá certo. Vamos fazer silêncio agora -- Alexandra abaixou-se para olhar embaixo da estante -- Agora se prepare. Vou livrar o mundo desse bicho nojento.

Os ouvidos do monstrinho são absurdamente apurados, tão sensíveis que detectam até os passos de outra barata.

-- Tá escuro. Não dá para enxergar nada aqui.

O olho Humano tem apenas uma lente -- o cristalino -- enquanto o da barata possui 2000. Elas enxergam mesmo quando quase não há luz.

-- AIIIIIII... -- Isabel gritou e subiu no sofá -- Está ali Xanda... Ali olha... Mata, mata...

 

 

No Leblon.

 

-- Hoje em dia, os trabalhadores não têm tempo pra nada. Já os vagabundos têm todo tempo do mundo. Tempo é dinheiro. Logo, os vagabundos ganharão mais dinheiro do que os trabalhadores.

-- Como você fala besteira André -- Tatiana falou com uma fisionomia tensa, mostrando-se irritada.

-- Se eu estiver incomodando, me avise... Que vou continuar!

-- Não liga pra ela André. A Tatiana anda meio que impaciente ultimamente.

-- Será porque né Simone?

-- Calma menina. Não é o momento de criarmos discórdias. Já temos problemas demais -- Ramon tentou apaziguar os ânimos entre as duas.

-- Tenho uma ideia -- André disse já todo animado -- Vamos brincar de ludo?

 

No quarto. Janaína acordava assustada. Assombrada ela viu Giovana sentar na cama e dizer que precisava conversar.

Ela desviou o olhar e sentou-se ao lado dela, o mais longe possível.

-- O que você quer comigo Gijo? -- perguntou com voz tremula.

-- Como assim Jana? Você não está com saudades minha, meu amor?

-- Claro que estou Gijo, mas... -- não conseguiu falar. Como era difícil dizer que ela não fazia mais parte dessa dimensão. Que ela está presa à existência que já se encerrou e que precisava se libertar desse estado de perturbação e sofrimento.

-- Jana... Porque as pessoas não falam mais comigo? Tenho me encontrado diariamente com minha mãe. Ela me chama constantemente, mas quando atendo aos seus chamados, ela nada responde -- Giovana acreditava ainda estar viva, e não entendia por que as pessoas não falavam mais com ela.

-- O que você tem feito ultimamente Gijo? Fazia tempo que não te via.

-- Tenho trabalhado muito -- falou naturalmente -- E como havia lhe dito antes, minha mãe ultimamente tem exigido muito de mim. Ela está deprimida Jana, chora o tempo inteiro.

-- O que você pretende fazer Gijo?

-- Eu esperei demais Jana. Você é o amor da minha vida, nunca tive duvidas sobre isso, é com você que quero passar o resto da minha vida.

Ao ouvir aquelas palavras, Janaína começou a chorar desesperadamente.

Quem disse que o amor não dói?

 

 

Na ilha, duas horas depois...

 

-- Isa, a essa altura a barata já deve estar do outro lado da ilha. Ainda mais sendo voadora.

-- Não. Ela ainda está aqui. Eu sinto isso. Você não consegue sentir o cheiro dela?

-- Na verdade eu não consigo sentir nem mais as minhas pernas. Você é pesada sabia?

-- Nem adianta. Daqui eu não saio daqui ninguém me tira enquanto a barata estiver nessa casa -- fez bico e continuou sentada no colo de Alexandra -- Ou eu ou ela -- falou apertando ainda mais o braço ao redor do pescoço dela.

-- Ela -- Alexandra falou passando a mão involuntariamente pelas pernas de Isabel.

-- Repete Xanda -- Isabel nem percebia, mas sua pele estava toda arrepiada, as mãos de Alexandra eram tão leves e sutis.

Alexandra notou a incrível suavidade dos seios quase nus de Isabel contra seu peito, é tão bela e sugestivamente tentadora que ela esqueceu o que pretendia falar. Na sua cabeça não tinha espaço para mais nada, apenas o corpo seminu e voluptuoso dela em seu colo. Seus lábios desceram para os ombros nus, tocando acima dos seios.

Isabel sentiu o olhar quente nos seus seios. Os dedos dela acariciavam e esmiuçavam, sem tocar os mamilos, mas acariciando em torno deles.

-- Xanda... Xanda...

Apenas na segunda vez Alexandra atendeu.

-- O que Isa?

-- Eu não vou dormir sozinha naquele quarto.

-- Então convida a barata -- sorriu e recebeu um tapa no ombro -- Estupida.

-- Insensível! Não percebe que ela pode ter ido se esconder lá?

-- Nem adianta. Na minha cama você não dorme. Eu avisei que não era para deixar a janela aberta, mas não... Ainda debochou: "Você está com medo de piratas Xanda?" -- imitou a voz e a risada de Isabel -- Na verdade nem estava pensando nas baratas.

-- Sua maldosa, por você eu iria dormir na senzala.

-- Menos. Para você serve o puxadinho que tem lá nos fundos.

-- Mas... Se não estava pensando nas baratas, estava pensando em que?

-- Nos morcegos gigantes que tem nessa ilha...

 

 

-- Você é uma assassina cruel e sem amor nesse coração -- André chorava sendo consolado por Edna.

-- Calma! Ela não perde por esperar André -- a empregada deu dois tapinhas no ombro dele.

-- Assim não dá André, cada vez que alguém come a sua pecinha você abre essa choradeira -- Ramon sacudiu o caneco e jogou o dado sobre a mesa.

-- A Tati já me comeu quatro vezes. Isso é perseguição. Porque não come a Simone?

-- Que sina... Nem no jogo consigo comer ela -- Tatiana comentou bicuda.

-- Pode parar Tati... Olha só, vou comer o André. Kkkkkk... -- Simone comemorou.

-- NÃOOO... -- André bateu no tabuleiro e espalhou as peças pela mesa.

-- SEU VEADO!!! -- Tatiana berrou -- Eu estava quase vencendo.

-- Quase... O joguinho é meu.

-- Seu uma M. O joguinho é da Alex -- Tatiana se levantou e deu de dedo nele.

-- Ela me deixou de herança e ponto final -- resmungou.

Janaína passou pela sala chorando.

-- Ué o que aconteceu? -- Edna falou e foi atrás dela até a cozinha. Encontrou a garota pegando água na geladeira -- O que houve Jana? Pensei que estivesse dormindo.

-- A Giovana está lá no quarto -- falou chorando copiosamente -- Ela está insistindo que quer casar comigo.

Edna balançou a cabeça e a abraçou com carinho.

-- Jana, Jana... Precisamos tomar uma providência urgentemente. Conheci uma pessoa maravilhosa que pode ajudar você.

-- Quem Edna? -- perguntou com interesse.

-- Bruna Sontag... Uma jovem médica. Ela está mudando a vida de muitas pessoas através das suas cartas psicografadas. Você quer conhece-la?

 

 

-- Não estou conseguindo respirar, Isa. Meu Deus afrouxa um pouco os braços que estão ao redor do meu pescoço. Você está me enforcando.

-- Estou com medo dos morcegos -- falou chorosa jogando as pernas sobre a barriga de Alexandra -- Morcegos gigantes. Que horroorrr... -- agarrou-se mais ainda ao corpo da empresária.

Isabel após ouvir sobre os morcegos gigantes infernizou tanto Alexandra, que ela foi obrigada a leva-la para a sua cama.

-- Pensa bem Isa. Como aqueles bichos enormes e horrorosos, que come animais e é praticamente uma raposa voadora, pode entrar aqui no quarto e te atacar?

-- Pensei que esses bichos fossem totalmente frutívoros, que se alimentam principalmente de frutos, bananas e mangas, ou flores e néctar.

-- Os daqui já comeram até o cachorro do tio Zé.

-- Aiiiiii...

Alexandra se divertia com o exagero das atitudes dela. Divertia-se e se aproveitava. Aquele corpo colado ao seu causava-lhe sensações maravilhosas. O perfume forte e sedutor parecia impregnar em seu nariz. Um desejo incontido de abraça-la, beija-la, protegê-la. Era uma tragédia para quem procurava fugir dessa que lhe enganou a magoando com tantas mentiras.

Mas era escrava daquela pele aveludada e macia. As mãos quentes sobre as coxas de Isabel causou-lhe estremecimento.

-- Me abraça Xanda, estou com tanto medo -- falou bem próximo do rosto dela e Alexandra sentiu seu hálito doce fresco e delicioso.

 

 

 

 

 

 

 http://super.abril.com.br/ciencia/baratas-e-os-seus-reflexos-ultra-rapidos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nome: rhina (Assinado) · Data: 21/05/2018 16:02 · Para: Capitulo 41

 

Kkkkkkkkkkkk......uma tem medo de relâmpagos e trovoadas......a outra de barata voadora. ....kkkkk

Hilários ....

Rhina



Nome: SSenseiGabii2 (Assinado) · Data: 03/01/2017 01:53 · Para: Capitulo 41

Kkkkk a Isabel está tendo êxito no seu plano 



Nome: lucy (Assinado) · Data: 20/07/2016 04:04 · Para: Capitulo 41

kkkkkk a barata voadora e morcegos gigantes, rapaz eu não conhecia esses 2 pelinhos no traseiro da cascuda

sei por exemplo que se houver uma guerra nuclear elas são as últimas a morrer e isso semorrerem kkkkkk

malditas baratas, e concordo com a Isa pq elas parecem que perseguem somente quem tem medo pavor delas kkk

isso é um mistério, ri demais com essas duas.....que fisioterpaia forçada a Alex está fazendo kkkkkkkk

nota mil !!!  bjs



Nome: Mille (Assinado) · Data: 13/02/2016 20:42 · Para: Capitulo 41

Aff fiquei chateada doida para colocara foto da gatinha com medo da barata e não deu certo.

Parecia a Bel, essa pelo menos teve ajuda da Alex.

Abaixo tem o link da foto

http://www.whatsappimagens.com/imagens/mensagens-mensagem-de-whatsapp-engracada-28.jpg



Resposta do autor em 13/02/2016:

Fui lá ver Mille. Parece mesmo um demonio. Concordo com o gato. Kkkk... Bjs.



Nome: lay colombo (Assinado) · Data: 12/02/2016 02:16 · Para: Capitulo 41

Pois é não basta ser barata tem q voar argh q nojo.

Até o dia de sair da ilha a Xanda ja desistiu de resistir a Isa kkkkkkk



Resposta do autor em 13/02/2016:

Olá Lay. Fico ruim só de pensar em baratas voadoras. Bjs.



Nome: lis (Assinado) · Data: 12/02/2016 00:13 · Para: Capitulo 41

Boa noite Vandinha tudo bem? Gostei demais do capitulo essa duas e a barata hein kkkkkkkkkkkk santa barata para fazer elas ficarem mais próximas, achei interessante vc citar a Bruna nessa história acho bacana fazer os personagens de outra história interagirem entre si, gostei muito de Os anjos vestem branco, parabéns suas histórias são fantasticas.



Resposta do autor em 13/02/2016:

Obrigada Lis. Quem sabe a Bruninha com todo aquele carisma e espiritualidade,  possa ajudar a nossa Janaína. Não é mesmo? Bjs e continue comigo.



Nome: joanna costta (Assinado) · Data: 11/02/2016 23:21 · Para: Capitulo 41

Aí gente amo essa história, assim como todas as outras que já li.

Eu sei não quase não comento. Mais eu leio tá.

Parabénsanjo, muito boa as suas história.

Bjs e boa noite.

 



Resposta do autor em 13/02/2016:

Fico muito feliz em saber disso Joanna. Espero que apareça mais vezes por aqui nem que seja apenas para dar um oi. Sua presença é muito importante e me motiva mais ainda. Bjs.



Nome: graziela (Assinado) · Data: 11/02/2016 22:31 · Para: Capitulo 41

Essa Isa e seus medos.  Kkk

Muito bom ela correndo para que a Alex a proteja e quase enforcando ela. 

Alex tb quase não está se aproveitando da situação né? 

Essa noite tem td para render muito ainda hein?  Será? 

E demais os 4 palhaços jogando,  e a Tatiana não conseguindo "comer"  a Simone nem no jogo.  Kkkkkkk

E a Giovana surgiu de novo para conversar com a Jana.  Coitada da Jana. 



Resposta do autor em 16/02/2016:

Valeu pelo comentário Graziela. Bjs.



Nome: Luh kelly (Assinado) · Data: 11/02/2016 21:57 · Para: Capitulo 41

Nem sei por onde começar a me desculpar por minha ausência, mil desculpas por ter sumido estive com uns probleminhas mas já estão resolvidos e meu namoro toma muito meu tempo também.kkkk. Mas saiba que jamais a abandonaria ou a história, não sumirei mais prometo.

Nossa quanta coisa aconteceu, desde a descoberta da Alexandra, o plano do Andre, a união dos escrotos, valéria descobrindo que sua irmã é uma pilantra de marca maior, a descoberta que a mãe de Alex era prostituta e cretina, o namoro de Simone e Tatiana. A tempestade ajudou bastante Isa, que cuidando e se aproveitando. Morri de rir dos chiliques da Isa com a tal barata voadora e Alexandra tentando acalma - la pra não ter seu pescoço quebrado. Daqui a pouco elas não resistirão ficar muito tempo longe uma da outra sem se tocar, se beijar, se amar por horas a fio. Essa noite ainda promete muitoooo a essas duas.

Ps: Desculpa de novo, esta arrasando nos capítulos são muito bons.

Beijãooooooo amiga e um abraço apertado, e até a próxima.



Resposta do autor em 16/02/2016:

Obrigada Luh. Bjã.



Nome: lenna11 (Assinado) · Data: 11/02/2016 21:45 · Para: Capitulo 41

Kkkkk essa tarefa de reconquistar a Alex tá cada vez melhor não sei quem é mais doida das duas! Cada vez melhor essa história! 



Resposta do autor em 16/02/2016:

Obrigada Lenna. Continue comigo. Bjs.



Nome: lia-andrade (Assinado) · Data: 11/02/2016 21:42 · Para: Capitulo 41

Kkkkkkk barata voadora, morcego gigante? Você é demais, maravilhosa, perfeita em cada capítulo.. Me acabo de rir. Coitada da Isa, achei que fosse mais uma para reconquista Xanda. Mas vejo que ela tem verdadeiro pavor. 

Bruninha na história, que maravilha. Veio matar a saudade.rsrs

Beijos minha querida Vandinha. 



Resposta do autor em 16/02/2016:

Beijos Lia. Até.



Nome: NayGomez (Assinado) · Data: 11/02/2016 20:06 · Para: Capitulo 41

Eu não sei quem eu mais riio se é  da chata da Alex ou do escandaloso do André não 😂😂😂😂😂😂 a Isa já tá amolecendo a Alex eu espero que quando elas saírem da ilha a Xanda já tenha perdoado, Mew a Isa merece uma chance,  neeh....  Preciso de mais.... 



Resposta do autor em 13/02/2016:

Olá Nay. Quem ama perdoa não é mesmo. A Alex é durona, mas ama a Isa. Mesmo que demore um pouco o amor falará mais alto. Bjs e até.



Nome: Mille (Assinado) · Data: 11/02/2016 17:26 · Para: Capitulo 41

Não sei qual das duas está se beneficiando nessa história de barata e morcego. No amor e na guerra vale tudo os bichinhos estão sendo fundamental para unir as duas momentaneamente.

So minha querida Bruna para ajudar a Jana e também a Gio.

Esse jogo com essa turma não tem se divertir, André é o mestre na ausência da Alex.

Bjus 



Resposta do autor em 13/02/2016:

Bichinhos Mille? Para mim são verdadeiros demonios. Kkkk... Bjs.



Nome: Ada M Melo (Assinado) · Data: 11/02/2016 16:34 · Para: Capitulo 41

kkkkkkkkkkkkk xanda é cruel mas acho que a Isabel estar realmente apavorada e ela pode até ficar doente....



Resposta do autor em 13/02/2016:

A Xanda não é cruel Ada, ela até fez a Isa esquecer da barata com a estória do tal morcego gigante. Kkkk...Bjs.



Nome: NatySilver (Assinado) · Data: 11/02/2016 16:31 · Para: Capitulo 41

Isabel é meio cara d pau kkkkkkkk mas tudo bem, entendo ela, também tenho medo de baratas. Fiquei com dó da Tati kkkkk mas isso que dá se meter com "hetero" confusa. 

A situação da Janaína é preocupante, e essa médica, personagem nova? Será? Rsrsrs

Já disse q amo este conto né?Kkkkk creio q sim ^^ um dos meus preferidos <3

 



Resposta do autor em 13/02/2016:

Olá Naty. A Bruna Sontag é uma personagem que estou trazendo do meu Romance: Os Anjos Vestem Branco, para ajudar a Janaína. Ela é uma médica, médium e que na estória trabalha em um hospital público ajudando pessoas carentes. Ela é casada com a Victória e tem quatro filhos, todos adotados. Vou adiantando que a Vic é muito brava, acho bom ninguém olhar para a Bruninha. Bjã Naty.



Nome: Pietra (Assinado) · Data: 11/02/2016 16:12 · Para: Capitulo 41

Isa vai dormir agarrada com Xanda? Coitada da Xanda.....kkklk que maldade, Vandinha kkkk e ainda com esse baby-doll minúsculo? Kkkkk é demais para a poderosa. Espero muito que ela não resista

Bruninha! /!!!!!! Que saudades dela. Bom vê-la por aqui.

Beijos, Linda!



Resposta do autor em 13/02/2016:

Olá Pietra. Será que a Xanda vai cair na tentação? Sei não... Vamos ver. Bjã e até o próximo capítulo.



Nome: jull (Assinado) · Data: 11/02/2016 16:12 · Para: Capitulo 41

Bendito seja o  pavor de baratas voadoras 😂😂😂😂😂😂😂

Vandinha brilhante  como sempre 👏👏👏👏👏👏

Estas duas doidas seguem para uma superação onde só o amor consegue entrar.

 

Bjos 



Resposta do autor em 13/02/2016:

Obrigada Jull. Faço o medo da Isa o meu medo. Tenho pavorrrr... desses monstros. Bjs e até.



Nome: Silvia Moura (Assinado) · Data: 11/02/2016 16:01 · Para: Capitulo 41

Eita...que essa re-conquista está sendo hilária... o que esperar de você, Vandinha, muita risada, com direito a baratas voadoras, morcegos que comem cachorros, kkkkkkk, e ainda mais jogos vorazes... meu bem, quando lembro das nossas conversas me acabo de rir sozinha no quarto, você me faz tão bem... um cheiro minha linda, que a força da nossa amizade supere o tempo... 



Resposta do autor em 11/02/2016:

Também gosto de nossas conversas. Você é sempre inteligente e motivadora em seus comentários. Eu que sou palhaça mesmo não tem jeito. Um abraço minha amiga irmã. Fique com Deus.



Nome: patty-321 (Assinado) · Data: 11/02/2016 15:58 · Para: Capitulo 41
Armaria por isso e tão difícil matar essas diabas. Eu tenho horror. Fobia. Sei lá. Sou pior q a isabel. Xanda ta se entregando. Falou na bruna. Q show. Tras ela vandinha p matarmos a Saudades. Bjs

Resposta do autor em 11/02/2016:

Você não faz idéia do pavor que sinto desse monstro. É doentio. Que horror.

Quanto a Bruninha ela vem sim. E vai tentar ajudar a nossa querida Janaína. Bjs garota. Até.



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.