Delirium por TessaReis


[Comentários - 2875]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

Capítulo 32 - A moça do estômago de ferro

 

Apartamento de Rhian Kier, noite anterior.

Ariana parou de respirar. Foi como se seu coração congelasse, seus pulmões congelassem e ela não conseguisse mais respirar, pensar, dizer qualquer coisa que fosse. O que Amelie pretendia? Por que havia contado tudo para Isis assim? Por que havia...? Não fazia sentido. A única pergunta que realmente importava no final das contas era porque Ariana não havia dito nada. Disso ela tinha plena e total consciência.

_ Isis, olha, eu ia contar...

_ Quando eu entregasse a denúncia? Ou quem sabe quando Rhian estivesse presa, porque a própria advogada não conhecia o caso totalmente? Melhor, porque você permitiu que eu ficasse no caso se não confiava em mim?

_ Não! Não é isso, Isis, por favor, isso nunca nem me passou pela cabeça. Olha, eu me enrolei. Sei que deveria ter dito tudo pra você desde o começo, mas não disse de cara com medo de você não aceitar o caso, eu não sabia o que fazer, não tinha ideia de como agir e depois as coisas foram acontecendo e quando eu decidi contar você desconfiou da Rhian e tudo foi tão rápido, eu não encontrava o momento certo, o modo certo de dizer uma coisa assim porque...

_ Ei_ Isis tocou-a nos braços olhando nos olhos dela_ Respire. Eu não sou a Harumi, não estou interrogando você. Ainda.

_ Ainda?_ Ariana tentou se desafogar num sorriso trêmulo. Quando ficava nervosa desatava a falar rapidamente, sabia.

_ Vou te interrogar no jantar. O que você trouxe pra gente?

_ Então..._ Subitamente Ariana estava com cara de culpada outra vez.

_ Que foi?_ Mais cara de culpada e Isis teve um pressentimento. Cruzou os braços_ Ariana você não comprou frango de padaria para eu jantar, comprou?

_ Na verdade, é um galeto de boteco, mas é o melhor galeto que eu já provei na minha vida...

Isis começou a rir. A rir pondo a mão no rosto, balançando a cabeça, Ariana existia mesmo?

_ O que eu faço com você?

Ariana olhou-a nos olhos. E então pegou a mão dela e beijou carinhosamente.

_ Você me perdoa. E janta comigo, e me interroga. Eu vou contar tudo, amor.

_ Eu sei que vai_ A única questão é porque não havia contado antes. Mas isso também Isis iria descobrir_ Vamos jantar.

Isis a levou para jantar na varanda. Estava ventando de uma maneira suave, a meia-luz confortava e o ar era mais leve ali. Ariana estava sufocada, estava nervosa e Isis tinha suas técnicas de obter a verdade. Não que achasse que ela não fosse contar, mas a pressão disfarçada de conforto sempre acelerava o processo. E de fato, não levou nada para Ariana começar a contar em detalhes, cada passo perigoso e crítico que havia levado a aquele sequestro. E era difícil de ouvir, era difícil de aceitar, era difícil de... Engolir o jantar, apesar do tal galeto realmente ser delicioso.

_ Mas ele não chegou a...?

_ Agredir sexualmente? Não. E eu confesso pra você que isso me intriga muito. Ele teve a chance. Mas não fez. Talvez o pânico que ele causou nela tenha sido o suficiente para ele. Ele queria humilhar, amedrontar, queria que ela se curvasse, que implorasse...

_ Que se colocasse no lugar que ele acredita que seja dela.

_ Na mente dele tudo fez sentido. O pai da Rhian descobriu o que aconteceu aqui e aplicou o que ele chama de “corretivo”. Romeo apanhou como nunca na vida, foi expulso da mansão na Gávea, teve a pensão cortada, mas nada disso foi suficiente para a Rhian.

_ Ela é vingativa.

_ Extremamente. E quando tem o orgulho ferido então.

_ E onde Kiria Eli entra nesta história?

_ Eu tenho uma teoria. Ela veio de Santa Catarina pretendendo duas coisas: conseguir uma conta-corrente para depositar o dinheiro sujo do tráfico, e, se reaproximar da Rhian, ou ferir a Rhian, eu não sei bem. Eu só sei que a Kiria apareceu aqui do nada e namorando o Romeo.

_ E acabou com a Rhian?

_ A Rhian tem o poder de jogar uma faísca e causar um incêndio nas garotas. Foi só elas passarem algum tempo juntas e você já imagina. As brigas aumentaram depois da leitura do testamento, o Romeo não se conformava e aquelas agressões que contei pra você começaram. A Rhian sentia que precisava reagir de outra maneira, porque ir a polícia não estava resolvendo, porque ela não queria a proteção do pai e... A Kiria foi a chave para dentro do apartamento do Romeo, e lá a Rhian encontrou a forma perfeita de se vingar dele.

_ Esvaziando as contas do tráfico que estavam com ele.

_ As doações para os Médicos sem Fronteira são anônimas, então... Foi a maneira perfeita de desaparecer com dez milhões de reais.

_ Dez milhões de reais do tráfico.

_ É por isso que o Romeo agora mais do que nunca precisa do dinheiro da herança.

_ Ariana..._ Isis ainda não conseguia acreditar que ela havia escondido tudo isso enquanto Isis trabalhava na denúncia, trabalhava para angariar evidências, o máximo de coisas possíveis que pudessem explicar toda aquela situação_ Ok, Kiria. Kiria foi usada pela Rhian, ela tem consciência de que foi usada?

_ Tem. E tem outra coisa.

_ O quê?

_ Ela colocou uma arma na cabeça da Rhian quando percebeu. Isso foi há menos de duas semanas do sequestro.

Isis respirou bem fundo. Empurrou o prato, quase vazio, estava bom, mas sua garganta estava fechada.

_ Isis?

_ Abre um vinho pra gente.

Ariana foi buscar o vinho. Isis havia trazido dois quando fizeram supermercado, escolheu um chileno e, desescolheu. Quando voltou para a mesa na varanda havia trocado a garrafa de vinho por uma chaleira fumegante. Isis abriu um sorriso cansado.

_ Meu vinho está aí dentro?

_ Não, seu chá de erva-príncipe. Você não quer vinho, amor_ Serviu uma boa xícara de chá para ela e outra para si mesma sentando-se outra vez_ Isis, olha, eu sei que eu deveria ter contado desde o começo, mas...

Isis apertou a própria nuca, como quem tenta relaxar.

_ Você está certa, talvez eu não houvesse aceitado o caso. Talvez houvesse mudado de lado, tivesse distorcido a visão das coisas. Eu não sei o que você está pensando sobre a Amelie ter me contado isso, mas ela defendeu você. Me contou porque está preocupada com a sua segurança e tinha certeza que você não havia conseguido me dizer, por causa da sua fidelidade a Rhian, pela dúvida a respeito do que fazer.

_ Ela... Me defendeu?

_ Ariana está muito claro que ela ainda tem muitos sentimentos por você.

_ Isis, já fazem três anos...

_ Não para ela_ Ergueu os olhos para os olhos de Ariana_ Nem pra você. Eu vi vocês duas aqui na varanda.

_ Isis...

_ Você não tem que me explicar nada, afinal, nós não temos nada. O que você teve de mim, Ariana? Alguns beijos, incerteza, insegurança.

Ariana olhou bem para ela. E se aproximou mais.

_ Eu não estou te cobrando nada, Isis.

_ Eu estou me cobrando. Não é justo com você, se essa situação toda trouxe ela de volta, e se ainda há sentimentos, por que eu vou manter você presa em mim?

Ariana pegou a mão dela sobre a mesa.

_ Porque você gosta um pouquinho de mim. E eu gosto muito de você. Isis, eu fiquei meio esquisita com a Amelie porque ela é alguém que entrou na minha vida quando eu tinha quatorze anos. São muitas coisas juntas, muitas lembranças, mas é só. Eu sou uma pessoa diferente agora, com sentimentos diferentes, querendo coisas diferentes, querendo você. Ainda que seja um risco. E novamente, eu não estou cobrando nada de você, só te dizendo como eu me sinto.

Isis olhava para ela. Sentia a mão dela pegada na sua. Apertou, enroscando seus dedos nos dela e Ariana sentiu que ela precisava de braços. Colo. Amor.

Puxou Isis para o seu colo.

_ Vem aqui_ Isis sentou-se de lado e imediatamente sentiu aqueles braços enroscando em volta de sua cintura, sentiu o nariz dela enterrando em seu pescoço e num segundo, tudo ficou mais leve e confortável... Isis adorava os braços dela, adorava estar nos braços dela, era uma verdade que não podia negar.

_ Eu fiquei com ciúmes_ Confessou em outra verdade que não podia negar e o sorriso de Ariana se abriu imediatamente.

_ Jura que ficou?

_ Fiquei. Foi um alívio enorme enviar aquela advogada de volta para o Caribe...

Ariana gargalhou.

_ Está me iludindo.

_ Você está me iludindo_ Disse, tocando o rosto dela com carinho_ Me iludindo com esta ideia de que eu posso me envolver tanto com alguém. Eu não me envolvo com ninguém, Ariana.

_ Eu sei que não_ Ariana escorregou a mão pelo pescoço dela e a beijou, profundamente, deslizando os lábios pelos lábios dela e seu coração por dentro da garganta de Isis a fazendo engolir amor ela querendo ou não...

Bem, mas a questão é que Isis queria.

Isis subiu a mão pela nuca dela em direção ao meio daqueles cabelos macios e puxou, suave e firmemente enquanto sentia as mãos de Ariana tateando sua pele, enquanto a sentia captando seu cheiro, enquanto a boca dela pressionava o tesão e o coração de Isis de uma maneira...

_ Ariana..._ Suspirou seu nome de olhos fechados sentindo a boca dela passeando pelo lóbulo de sua orelha enquanto aqueles dedos roçavam em sua nuca...

_ O quê, amor?

Isis respondeu saindo do colo dela e voltando novamente, de frente para Ariana agora, encaixando-se contra ela ao escorregar pelo seu desejo consistentemente...

_ Ai Isis...

A vontade de Ariana pulsou firme e Isis podia sentir, em seu corpo, em sua pele, na pressão dos braços dela ao lhe apertarem pela cintura e em sua boca ao beijá-la novamente, se empurrando para Isis, pedindo por ela e Isis sorriu, sorriu ao sentir aquela boca escorregando pelo seu pescoço, ao sentir o coração de Ariana disparando, sorriu mordendo a boca, porque sério? Aquela moça precisava pegar tão bem assim? Precisava, e Isis precisava dela, cada segundo que passava tinha mais certeza ainda, precisava, queria, gostava. Já gostava de Ariana demais, demais... Desceu as mãos, pelo colo de Ariana e despudoramente seus dedos desceram por dentro de seu decote, tocando o que queria e suavemente escapando... Ariana sentiu um arrepio gostoso e agarrou-a pelas coxas, a beijando outra vez, sentindo o cheiro de Isis, aquela pele perfeita e aquela mão atrevida que... Isis suspirou e fechou o decote da blusa de Ariana com os dedos, segurando firme, como que prendendo a vontade entre os dedos e Ariana mordeu um sorriso ao beijá-la outra vez.

_ Você não gosta das minhas blusas...

Isis abriu um sorriso escorregando a sua boca para a dela mais uma vez.

_ Eu gosto, mas me desconcentra.

Ariana não entendeu.

_ Te desconcentra?

_ Esses decotes, quando eu peço pra você mudar de blusa não é por causa dos outros, é por minha causa, se fica aberto assim eu não consigo não olhar.

E isto tirou um sorriso enorme de Ariana. Nunca poderia imaginar que... Desconcentrava sua tão centrada advogada.

_ Então se fica aberto..._ Suavemente Ariana a fez soltar o tecido, abrindo dois botões de sua blusa de malha em seguida_ Você tem que olhar?

Isis olhava. Havia olhado ainda na delegacia, havia olhado dentro do avião, olhava todos os dias sem conseguir evitar. E não começaria agora. Desceu a mão por cima do decote dela, tocando, pegando e o beijo esquentou, queimou, atração física, química, pele, não importava que nome fosse, Isis só sabia que estava intensamente atraída por ela, sua pele a queria, seu corpo a queria, sua mente não conseguia recusar aquela ideia de...

Ariana a levou para dentro, aos beijos e mãos atrevidas, a porta da varanda ficou parcialmente aberta, o chá esfriou sem que ninguém tocasse e as costas de Isis encontraram o sofá enquanto o seu corpo enroscou-se pelo corpo de Ariana... Isis suspirou, sentindo o tesão dela encontrando o seu, sentindo a pressão do corpo de Ariana e a intensidade daquela boca. Ariana beijava, e tocava, deslizava, a mão subindo pelo meio dos cabelos de Isis, seu desejo cheirando aqueles cabelos castanhos, mordiscando aquele pescoço com firmeza, mas sem deixar marcas e os dedos de Isis entrando em suas costas, em suas coxas apertando, seu desejo pulsando, pulsando tanto que... Isis sentou-se com ela em seu colo, pegando Ariana pelos quadris, puxando-a contra si e quando Ariana prendeu o queixo dela entre os dedos e olhou-a nos olhos... O coração de Isis disparou no peito, sua boca salivou e ela precisava, precisava... Enfiou as mãos por baixo do tecido e despiu Ariana da blusa, descobrindo aquele abdômen firme e aqueles seios tão perfeitos no sutiã, Isis precisava senti-la mais perto, precisava ver Ariana mais plenamente e Ariana precisava entender até onde Isis queria ir.

Ariana a despiu da blusa moletom que ela usava e imediatamente escorregou para chão, se ajoelhando, enroscando o braço pela cintura de Isis, afundando a boca pelo seu colo, pela entrada de seus seios, puxando o corpo dela contra o seu enquanto o coração de Isis disparou um pouco mais, enquanto as manchas vermelhas pulsavam em sua pele, de nervosismo, de tesão, as pernas enroscaram-se pelas costas de Ariana, e Ariana subiu as unhas suavemente pelas coxas de Isis até alcançar a sua cintura, a fazendo arrepiar, suspirar, gemer naquele beijo que nunca acabava, amornava, supria, e Ariana desceu as mãos, puxando-a pelos quadris e descendo os lábios da boca dela para o colo, entre os seios, o abdômen de Isis descendo em toques suaves de lábios até o limite de sua cintura...

Isis estremeceu, a sentindo, querendo mais, precisando de mais, agarrou Ariana pela nuca lhe mordiscando todo o lado do rosto e empurrou os shorts dela para baixo e desta vez foi Ariana quem suspirou na boca dela.

_ Isis...

_ Tira, tira...

Tirou. Ariana tirou os shorts e pegou Isis em outro beijo, deitando-a no sofá, encaixando-se sobre ela outra vez, as mãos de Isis entrando nas costas bronzeadas de Ariana, descendo até seus quadris, tocando por dentro da calcinha dela e Isis não conseguia controlar, nem suas mãos, nem sua vontade, nem as reações de seu corpo a Ariana, o que ela tinha? O que ela tinha que o resto do mundo não tinha?

O sorriso mais lindo do mundo.

Ariana gozou. Contra a coxa de Isis, com a boca grudada na dela e Isis gozou da mesma maneira, sentindo o corpo quente de Ariana, sua pele pulsante, o modo com o qual ela escorregou pelo corpo de Isis e Isis queria tanto, mas tanto um toque mais íntimo... Ariana beijou-a no colo, e então no pescoço, subindo até a boca dela outra vez, com aquele sorriso lindo aberto, o coração disparado, batendo tão fundo contra o coração de Isis.

_ Por que você nunca toca a minha...?

Ariana riu, riu alto.

_ Por que eu nunca toco a sua...? É que, os meus dedos são uma extensão sexual de mim, então se eu coloco os meus dedos na sua..., é como se eu estivesse colocando o meu p... em você.

_ Ah, então se você tocar a minha... é como se estivesse pondo o seu p... em mim, entendi_ Isis sorria, colocando aqueles cabelos longos para trás_ Mas eu já pus o meu p... em você várias vezes.

_ E em várias posições_ Mordiscou a mandíbula de Isis delicadamente, causando arrepios, fazendo-a fechar os olhos e pegar a boca dela em outro beijo, escorregando a mão pela nuca dela, suspirando porque era outra coisa que Ariana causava, os suspiros.

_ Ariana..._ Tocou o rosto dela e suspirou outra vez. Havia uma outra conversa que precisavam ter.

_ O quê?

Isis olhou nos olhos dela.

_ Sexo_ Disse, reta e direta e Ariana abriu um sorriso.

_ Nós não precisamos fazer se você não estiver à vontade.

_ Eu quero e estou à vontade e com vontade, mas é que...

_ Não é para sempre. Se você quiser, nós podemos ter um momento nosso, não precisa casar comigo no dia seguinte, afinal o seu p... já esteve em mim diversas vezes mesmo...

Isis mordeu um sorriso e um beijo na boca dela, Ariana não existia.

_ Não é isso, quero dizer, é isso, mas também é outra coisa.

_ O que mais é?

Era mais o medo de fazer amor, e fazendo amor, tudo se tornar amor. Mas esta conversa de amor Isis só permitia ter consigo mesma.

_ Faz mais de um ano que eu não vou pra cama com ninguém.

Isto pegou Ariana totalmente de surpresa.

_ Mais de um ano?

_ É, vergonhoso, não é?

_ Não, não é não, é que..._ Sorriu_ Eu tinha outra impressão sua.

_ Tinha, é? Me conte a respeito_ Pediu sorrindo.

_ Você tem cara de que usa os homens para sexo e depois manda todos embora.

Foi Isis quem riu desta vez.

_ Até costumava, mas de tempos para cá parei. Eles não serviam. Eu não sentia mais gosto por sexo, aliás, nem me lembro a última vez que eu senti gosto. Eu não sei, sexo sempre foi uma coisa meio insipida pra mim.

_ Mas como... Você é uma mulher linda, Isis. Eu sei que desperta paixão, sexo ruim geralmente é sinônimo de falta de paixão.

_ Eu devo despertar. Mas não me excita.

_ E o que excita você?

_ Você_ E desceu a mão por sobre o seio de Ariana e mordiscou seu pescoço, fazendo-a estremecer inteira...

_ Isis... Meu Deus, você vai acabar comigo assim...

_ A gente devia ir para a cama...

Deviam, é claro que deviam.

***

Ariana acordou bem devagar... Moveu-se na cama, se esticando, bocejando e só então abriu os olhos, sentindo que a luz da manhã já enchia o quarto. Onde Isis estava? Foi seu primeiro pensamento, o lado dela da cama já estava vazio e a mente de Ariana estava tão... Passou as mãos pelo rosto, escorregando o toque até um apertar em sua nuca. Que sonho desagradável. Ariana havia sonhado com Kesnar, mais especificamente com aquela noite de Natal em que voltou para o apartamento mais cedo e a encontrou na cama com duas garotas.

Ariana nunca esqueceria a cena, era impossível, sempre lembraria e lembraria em cada detalhe que lhe machucou. Ouviu os gemidos assim que abriu a porta. Não era algo discreto, eram gemidos altos, de vozes misturadas, muito claras sobre o que estava acontecendo, Ariana sentiu sua garganta secar, seu coração disparou, lembrava das luzes de Natal brilhando num canto da sala, havia insistido para terem uma árvore de natal e haviam montado juntas num final de tarde maravilhoso em que acabaram fazendo amor no chão da sala. Não, não podia estar acontecendo. Ariana estava ouvindo errado, deveria ser algo na tevê, caminhou por aquele corredor pensando em Diana, pensando no que havia acontecido no episódio em que havia encontrado uma moça nua no seu banheiro, deveria haver uma explicação, Amelie era a mulher da sua vida, ela nunca... Nunca...

Nunca mais seria.

Ariana abriu a porta do quarto e viu Amelie em cima de uma moça enquanto pegava a outra por baixo, e lembraria das roupas pelo chão, e da nudez afoita das três, lembraria com detalhes da língua de Amelie escapando para uma boca que não era sua, dos dedos dela dentro de uma... que não era sua. E o pior, lembraria das coisas que eram suas. Lembrariam daquelas garotas nuas na cama que era sua, lembraria daquelas mãos tocando aquele corpo que era seu, beijando aquela boca que era, lembraria de ver a sua namorada ali, fazendo sexo com outras, no quarto que era delas, no romance lindo que haviam construído.

Então lembraria de tão pouco. Ariana lembrava do momento em que os olhos de Amelie encontraram os seus, e da velocidade com a qual ela saiu daquela cama tentando vir em sua direção. E Ariana simplesmente fechou a porta e saiu correndo. Correndo do apartamento, correndo daquele prédio, correndo por aquelas ruas que deveriam estar mais vazias pelo horário, mas não estavam, era Natal, era noite de Natal. Ariana correu para a praia, e não sabe por quanto tempo ficou ali, sozinha, chorando e lembrando de tudo o que havia visto. Em algum momento dormiu. Ou desmaiou dormindo depois de tanto chorar. Ariana só sabia que acordou nos braços de Diana, sendo enrolada num cobertor quente. Laís e Graziela ajudaram a carregá-la até o carro e foram parar num Pronto-Socorro, pois Ariana estava a ponto de entrar em hipotermia. Havia feito uma noite fria. Mas Ariana se perguntou se não havia sido seu frio interno que havia causado todo aquele inverno. Depois de estabilizada, foi levada para o apartamento de Laís e Grazi, não queria voltar para o seu apartamento de jeito nenhum, e nem ir para o apartamento de Rhian, sabia que Amelie estava louca atrás de si e não tinha estrutura nenhuma para olhar para ela naquele momento. Diana respeitou, e a ajudou em tudo o que era possível.

Almoçaram juntas, Ariana não sentia fome, mas medicamente sabia que precisava comer. Depois do almoço, Diana ficou com ela na cama enquanto partilhavam um bom café, Ariana precisava se esquentar, precisava superar, precisava.

_ Ela está louca atrás de você. Nós estávamos atrás de você desde de uma da manhã.

_ Desculpa, eu não queria..._ Lágrimas. Ariana falava e elas voltavam aos seus olhos.

_ Você tem todo o direito, Ariana. Se fosse eu no seu lugar..._ Diana ainda estava meio zonza com o que havia acontecido. Amelie havia ligado pedindo ajuda para encontrar Ariana e realmente estava desesperada, mas quando chegaram ao apartamento, as garotas do ménage ainda estavam lá enquanto Kes estava procurando Ariana pelo bairro. A encontraram na rua, muito nervosa por não saber onde Ariana estava, mas por outro lado ela estava muito calma, porque de alguma maneira tinha certeza que assim que a encontrasse, a situação seria resolvida. Ela chamou de “situação”. E nem se justificou, foi mais “eu me irritei porque ela me deixou sozinha”. Era só uma “irritação”. Que havia causado uma “situação”. Para Amelie, sexo era algo sem peso nenhum. Talvez por antes de Ariana fazer sempre banalmente, havia se tornado um ato quase mecânico que pouco tinha haver com os sentimentos que tinha por Ariana. Diana não quis ouvir mais. Pegou o seu carro e foi buscar suas amigas para se espalharem em busca de Ariana. Quando a encontrou, foi desolador. O rosto dela contava a dor, a decepção, o sofrimento.

_ Diana, eu nunca namorei ninguém. Porque pra mim namoro não é uma coisa banal, eu sempre tive em mente que apenas namoraria com alguém que eu pudesse ver como uma esposa em potencial. Amelie foi a primeira. E eu queria que fosse a única...

Diana a abraçou, bem forte, bem firme, enquanto aquelas lágrimas molhavam o seu ombro e ela sinceramente se perguntava que, em algum momento mais para frente, não seria ela a estar na mesma situação no lugar de Ariana...

Diana havia sido maravilhosa. Haviam viajado juntas para o réveillon apenas elas quatro: Diana, Ariana, Lais e Graziela e havia sido surpreendente. Haviam ido para Alto Paraíso para um tipo diferente de divertimento, o divertimento que traz paz ao espírito e tenta limpar tudo o que mais faz mal. Quando Kes se deu conta de que Ariana não voltaria, se desesperou de outra forma e havia começado a procurá-la em todos os lugares possíveis, Ariana teve que trocar de número e se isolar completamente. Se isolar dela. Se isolar de si mesma. Precisava encontrar uma outra pessoa de si, uma pessoa que não precisasse de Amelie, que pudesse reaprender a viver sem ela. E aquela cidade, as aulas de meditação da mãe de Diana e a energia que tanto pairava por ali eram o cenário mais do que ideal. Isis não estava. Mas Ariana lembrava de Diana dizendo que iam encontrá-la, que ela chegaria logo de Brasília, mas Isis estava em começo meteórico de carreira e acabou não podendo vir. E agora Ariana se perguntava como teria sido se houvesse a conhecido naquele momento.

E agradeceu ao destino porque talvez nunca tivesse sido. Voltou para si mesma e para aquele momento único que estava vivendo.

Isis não estava mais no quarto, mas o cheiro dela estava por todos os lençóis, pelos travesseiros, pelo corpo de Ariana. Sorriu, passando a mão pelos olhos, tudo havia sido tão gostoso... Haviam vindo para o quarto e assim que passaram pela porta, Ariana havia abaixado a frente dela e despido Isis dos shorts que usava, em beijos lentos, toques delicados e por cima da calcinha, pode sentir o cheiro, a vontade dela, pode perceber o que suas mãos e seus lábios podiam causar em Isis e mais, pode perceber ainda mais tudo o que Isis causava em si...

Levou Isis para a cama e enlouqueceu pelo corpo dela, pelas curvas lindas que ela tinha, por aquela pele delicada, que tão fácil ficava marcada e seu coração no peito acelerava e disparava cada vez que Isis reagia, que gemia, estremecia, ou espalhava as mãos pelo corpo inteiro de Ariana, as mãos, a boca, a vontade que estava tão grande que escapava, não controlava, e daquela vez, Ariana a tocou por todos os lugares, a sentiu diretamente, e os beijos foram mais fundos, e Isis podia nunca ter estado com outra mulher, mas sabia exatamente como tocá-la, onde tocá-la, sabia a intensidade, a necessidade e quando no meio dos beijos e toques ela virou-se de costas exatamente contra o tesão de Ariana... Ariana sentiu-se uma adolescente inexperiente diante de uma mulher feita. Isis a fez gozar forte e junto consigo, prendendo a mão de Ariana onde precisava e sentindo-a pulsar intensamente, extremamente... E foi quando agarrou-se em Isis, com a respiração disparada, o coração fora de mão e Isis teve que acalmá-la, sorrindo, sentindo o quanto havia sido bom apesar de novamente, terem feito tudo por cima das lingeries.

Mas não por vontade de Isis.

Ariana saiu da cama, pensando a respeito. A verdade é que estava com medo. Medo de fazer amor com Isis e... Não conseguir mais ficar sem ela. Era uma loucura, mas Ariana estava tão apaixonada que nem sabia como seriam as coisas quando tudo aquilo passasse. Isis com toda certeza voltaria para Brasília, e como ficariam? Como Ariana ficaria?

Não queria ficar sem ela.

Ariana foi até o banheiro, se olhou no espelho e decidiu entrar num banho quente. Prendeu seus cabelos no alto e deixou a água escorrer pelo seu corpo, deixou tocar seus pensamentos, afagar seus medos. Nunca mais Ariana havia namorado ninguém. Porque nunca mais havia olhado para mulher nenhuma e pensado “eu casaria com ela” e então Isis havia aparecido. Saiu do banheiro, voltou para o quarto, buscou uma lingerie. Ariana estava tentando não pensar, não criar expectativas, mas como não podia criar? Se já estava criando antes de qualquer coisa ter acontecido, agora que haviam ficado a coisa havia subido de nível. E Ariana não tinha certeza do que fazer. Saiu do quarto, apenas de lingerie, enxugando a nuca que insistia em ficar molhada, olhou na sala, Isis não estava, varanda vazia, cozinha. É claro que ela estava na cozinha.

Ariana caminhou até a cozinha e então parou olhando. Isis estava no balcão, cortando ervas para alguma coisa que já estava no fogão, havia um cheiro mágico na cozinha, havia Isis linda numa intensidade impossível. Isis estava toda de preto, blusa de malha manga longas, calcinha preta, e era tudo o que vestia, aquela bunda perfeita que deixava Ariana sem ar, as pernas bem torneadas, a luz da manhã brincava de deitar por ela a iluminando e nada podia ser mais bonito, os longos cabelos castanhos soltos, com aquele aspecto de quem havia acabado de sair da cama, os pés descalços e Ariana se perguntou onde havia ido parar aquela história de não amá-la.

Porque subitamente sentiu que já era tarde demais.

Abraçou Isis por trás, tirando delicadamente os cabelos dela de lado para lhe deitar um beijo suave na nuca enquanto seus braços encontravam lugar por ela inteira... Isis sorriu, sorriu sentindo aquele carinho gostoso, sorriu feliz em ver que sua garota já havia acordado, porque já estava louca de saudades dela.

_ Que bom que você acordou logo_ Ela disse, derretendo Ariana em mil emoções.

_ Mesmo?

_ Uhum. Eu vou entregar a denúncia daqui há pouco, acho que acordei precisando de um pouco de amor.

Ariana afundou o rosto entre o ombro e o pescoço dela, sentindo aquele cheiro gostoso que somente Isis tinha e enfim, sabendo exatamente o que queria.

 

_ Você quer amor, meu bem? Então vamos fazer..._ E levou sua boca para a dela pegando Isis num beijo que a fez estremecer das pernas até o coração...

Notas finais:

Olá moças!

Gostaram do presente? Espero que realmente tenham curtido, pois foi feito com bastante carinho. Pretendo mandar mais desses para vcs logo, logo. hahaha

Capítulo nomeado indireta e indiretamente pela minha querida leitora Isa_bela ^^

Por que não quebrar a adrenalina do último capítulo com um pouco de romance? Espero que curtam este momento Arises escrito com muito carinho!

Beijos! 

 



Comentários


Nome: Photographer_SP (Assinado) · Data: 16/06/2017 01:27 · Para: A moça do estômago de ferro

Sensacional, esse capítulo de puro amor, não vejo a hora dessas lindas que se completam possam se entregar a esse amor! :)

Autora parabéns!

Essa história não tem como deixar de ler e mesmo após um ano, deixo meus comentários, pitacos não, né?

Hehehe

Obrigada!

Ps. Eu leio todos os comentários agradeço a todas as leitoras adorando ler tudooooo.

 

Beijos



Resposta do autor:

Eu que fico feliz em saber que você apenas não maratonou pela história como ainda por cima, sempre veio aqui me deixar suas impressões ♥

 

Vc não existe não, sabia, um presente enorme ter me aproximando de você e da sua P, outro ser humano maraivlhoso ♥

 

Beijinhos!



Nome: brunafinzicontini (Assinado) · Data: 25/02/2017 03:04 · Para: A moça do estômago de ferro

Sim, Ariana e Ísis merecem lindamente tomar conta do capítulo todo como protagonistas principais de uma bela história! Tessa, você consegue descrever as cenas íntimas entre elas com muita intensidade, mas mantendo a delicadeza, não deslizando em momento algum para o grotesco. As duas em "ponto de bala" - e ainda não fizeram amor... Uau... se isso não foi fazer amor, o que foi?

Agora se entende o grande desastre provocado por Amelie na vida de Ariana. Eram pessoas muito diferentes - Ariana, jovem e pura, numa entrega total ao primeiro amor de sua vida, que ela julgava eterno, e Kes, mulher experiente para quem o sexo seria uma prática normal, não envolvendo necessariamente o amor.

Sorte de Ariana o encontro com Ísis na hora certa. As duas parecem feitas uma para a outra.

Até o próximo!

Bruna 



Resposta do autor:

Oieeee Bruna!

 

Aqui estou de volta,levou uma vida, mas voltei haha

Ariana e Isis fizeram por onde, né? Estava mais do que na hora de terem um capítulo regular todinho delas ♥

Eu tenho muito cuidado ao escrever as cenas intimas, tem sempre tanto amor envolvido que não pode ficar feia, ou desconfortável para quem está lendo, eu não tenho o direito de estragar a paixão dessas duas, né ^^

Eu achei necessária a inserção da Amelie, para entendermos a profundidade do que ela causou na Ari e tbem para entendermos o quanto Ariana é uma pessoa linda, apesar de ter recebido uma ferida dessas :/

 

Mas, ferida sarada, ela encontrou uma Isis pela frente e o amor sorriu outra vez, e apesar de ter medo, não se recusou tomar este amor para si, o que só deixa a nossa Ariana mais linda ainda. Adoro escrevê-la, de verdade ^^

 

Até mais!

 

Beijos!



Nome: Pollyxpc (Assinado) · Data: 26/01/2017 23:24 · Para: A moça do estômago de ferro

Oi Tessa!!! 

Adorando a historia... viciada... 

Deixo meu email p q vc possa me eviar os "presentinhos" 

Um bjaooo!!! 

p.alves2010@hotmail.com

 



Resposta do autor:

Oieeee moça!

 

Enviei o primeiro extra pra vc referente ao capítulo 31, se quiser os outros, vc pode fazer o mesmo e me deixar um recado nos capitulos de referência? Assim vc me ajuda na divulgação e eu sou justa com as outras meninas, tá ^^


Espero que curta a leitura!

 

Beijos!



Nome: Maria Flor (Assinado) · Data: 26/08/2016 01:34 · Para: A moça do estômago de ferro

Oi, Tess!!!!

Primeiramente, que lindo o que a Ariana falou pra Isis. "Porque você gosta um pouquinho de mim. E eu gosto muito de você". Até suspirei, hahahaha.

Em segundo, finalmente comecei a ter respostas (que espero serem verdadeiras, hehe). Então Rhian realmente não foi estuprada. Ótimo. Mas houve um terror psicológico por parte dele. Espero que você mostre essa cena nos próximos capítulos :)

E quanto à Ariana e Amelie, amei você ter mostrado como se desenrolou o fim, como Ariana ficou machucada, como teve que aprender a lidar com a dor. Amei!

E Ariana tem toda razão. Se tivesse conhecido Isis antes, talvez nada do que elas estão vivendo atualmente teria acontecido. É aquela velha história: as coisas acontecem no tempo exato que devem acontecer.

Amei o capítulo focado nelas. Já quero mais dessas duas lindas.

Beijooo

Ps.: Tô quase em dia!!!!



Resposta do autor:

Maria Flor me matando de orgulho pondo a leitura em dia hahaha

 

Vamos começar por: suas respostas são verdadeiras, viu, chega de pistas falsas em Delirium ou a gente não termina esta história rsrs Rhian não foi estuprada, mas foi violentada mentalmente, terror psicologico do mais pesado, veremos nos próximos capitulos :)

Agora Amelie e Isis ♥ Só dá pra falar delas assim, né, com ♥ na frase haha Vimos mais da Ariana neste capítulo, sobre quem ela é, como reagiu as ações da Kesnar, como ela se sente sobre a Isis, e a recuperação da dor dela, o que ela aprendeu com a dor, e esta consciência de que ela encontrou a Isis na hora certa vem dessa consciência :)

Beijos!!



Nome: albuquerqueselena (Assinado) · Data: 19/08/2016 02:09 · Para: A moça do estômago de ferro

Amigaaaa eu estou com saudade *---*

Muito interessante ver essas duas curicas com medo de se entregar ao amor. O medo da Ari é bem plausível e elas são muito fofas juntas e essa relação florescendo deixa a gente numa expectativa danada para o que virá.

A consciência da Ari de que elas se encontraram na "hora certa" embora sempre tivessem a Di de ponte entre elas foi bem legal.

Vc ahaza amiga ;)

Bjooo



Resposta do autor:

Oieeeee Selena!

 

Saudades tbem :/

Ariana entendeu o timer do sentimento. Ninguém ama quando se está machucado por outra pessoa né

O destino faz tudo na hora certinha e agora estamos aqui, vendo essa história bonita acontecendo *.*

 

Obrigada por não me abandonar, sua linda, apesar de td a minha dívida com vc :/ Eu sei que tenho, pago em breve, prometo ;)

 

Beijinhos!



Nome: Helena Noronha (Assinado) · Data: 17/08/2016 21:39 · Para: A moça do estômago de ferro

Olá, Tessa, adorei o capítulo, gosto muito do casal Ariana e Isis, elas têm uma química legal e os diálogos são sempre muito fofos, aliás, adoro diálogos e você os escreve como ninguém, nada dos clichês que eu leio por aí, são criativos e bem realistas. Acho que elas têm um futuro e mais do que isso elas parecem aqueles casais que nasceram um para o outro do tanto que elas se combinam.

Com relação a sinopse, gostei daquela versão, é mais intimista, misteriosa, mas concordo contigo ela precisa de uma conclusão. Eu falando parece que sou especialista em sinopse kkkk. Eu escrevi uma história aqui no lettera e a minha sinopse também não ficou boa, então cheguei a conclusão que escrever sinopses é uma arte secreta, não sei se existe alguma técnica, vou pesquisar.

Eu até pensei que você talvez fosse da área de TI por causa daquele capítulo sobre criptografia que Diana explica como enviar mensagens criptografadas. Mas faz sentido você ser formada em Educação Física também, porque é preciso conhecer muito bem o corpo humano. Mas eu tenho que elogiar sua inteligência, principalmente porque a trama está muito bem elaborada e bem escrita, e isso não se ensina nem na melhor universidade do mundo.

Passo a semana inteira com saudades de Delirium, esperando a atualização... mas vale a pena.

Parabéns pela história, bjos ;)



Resposta do autor:

Olá Helena!

Bom vê-la por aqui novamente *.*

 

Isis e Ariana foi um casal que começou literalmente sem final (eu sempre tenho o final em mente para escrever qualquer plot), eu não tinha certeza se elas combinariam, se eu teria uma boa base de escrita para elas, mas, aconteceu e eu fico muito feliz que elas agradem a vcs leitoras da mesma forma que me agradam ^^ Obrigada pelo elogio aos diálogos! Eu gosto de escrever diálogos, e quando pegamos duas personagens tão diferentes numa conversa uma certa mágica costuma acontecer :)

Voltando a sinopse, eu não sei como fazer direito mesmo hahaha Que coisa complicada viu, como se fala da história sem entregar a história? Voltei ao meus materiais de escrita para pesquisar sobre, mas é complicado, vou tentar melhorar para a próxima história, pode deixar :)

E novamente obrigada pelos elogios a trama! Confesso que gasto tempo demais em pesquisas tentando escrever tudo o mais realista possível, é muito bom quando alguém elogia este esforço, muito obrigada mesmo!

 

Beijinhos! Até o próximo!



Nome: Ana_Clara (Assinado) · Data: 17/08/2016 14:00 · Para: A moça do estômago de ferro

Eita que preciso me encontrar novamente depois desse capítulo. hahaha Que isso, hein dona Tess?!! Caraca, esse sentimento todo transbordando, essa coisa de pele e coração. Affff, queria ser uma mosquinha para presenciar esse momento delas. kkkkk A Ari toda com medo de fazer amor com a Isis é simplesmente impagável. E gente, já fico aqui imaginando como a Isis está subindo pelas paredes. Ansiosa para o próximo, pq eu realmente sinto que elas logo farão amor, aquele amor gostoso e único. 



Resposta do autor:

Oieeee Ana!

 

Resumiu tudo, pele e coração e sentimentos transbordando por todos os lados *.* Tanto que a moça Ariana ficou com medinho básico tadinha, Isis a querendo demais, ela não estava preparada para isso hahaha

 

Beijos!



Nome: Ingrid Akron (Assinado) · Data: 15/08/2016 23:14 · Para: A moça do estômago de ferro

Não sei se me surpreendo com a capa ou com esse capítulo rsrs, consegui de fato sentir as duas ! Kkkkk... Depois dessa precisei ligar pra minha namorada, por que né... 

Parabéns à autora, fazia tempo que não sentia algo tão real lendo uma estória como esta, gosto dessa riqueza de detalhes, das outras personagens envolvidas, tudo me encanta na verdade.. É tão bom reservar um tempinho no dia pra poder ler algo tão prazeroso, me lembrei quando li uma história tempos atrás "mar, areia e cinzas" e passei dias e dias depois com aquela depressão pós término rs, quando termino de ler já sinto essa falta e só tenho de agradecer a autora pela linda escrita sz . 

 

Ingrid L.



Resposta do autor:

Olá Ingrid!

 

Muito bom ver você novamente por aqui :)

Pode se surpreender com a capa e com o capitulo, está permitido hahaha

E se o capitulo deu inspiração para ligar para a namorada, o objetivo foi alcançado ;) Momento romântico, estavamos precisando ter um pouco mais de Isis e Ariana, elas estavam merecendo ^^ Eu fico feliz demais em saber que vc vem ler Delirium com tanta vontade :) Eu cuido de cada linha, de cada detalhe para tentar sempre entregar o melhor para a leitura de vcs e ler um comentário como o seu sempre me deixa feliz demais e com gás extra para ir em frente ;)

Tbem estou sofrendo com o fim :/ será dificil encerrar não só a história como este convivio tão legal que desenvolvi aqui.

 

Obrigada pela sua leitura!



Nome: line7 (Assinado) · Data: 15/08/2016 18:13 · Para: A moça do estômago de ferro

Tenho que comentar😊 assim que estava lendo não  deu pra comentar, mas em fim, primeiro o capítulo  supresa foi maravilhoso, esplendindo as duas juntas😍😍 e o capítulo  ESPETACULAR de arrancar supiros 😉..kkk.Isis que mulher é essa🌷 parabéns  minha linda, fodástica como sempre😘😘



Resposta do autor:

Oieeee Line!

 

Que bom que vc curtiu o presentinho!! Overdose de Arisis, né, primeiro o capitulo extra e depois o capitulo regular *.*

Não é a tôa que a Isis recebeu nome de deusa, a moça faz por onde hahaha

Espero vc aqui no proximo capitulo hein :)

Beijos!



Nome: foxxy96 (Assinado) · Data: 14/08/2016 12:57 · Para: A moça do estômago de ferro

Ain Tess, que capitulo mais fofo, amei *-* 

Que lindas essas duas, To adorando essa 'pausa' da Rhian e da Di pra dar esse destaque na história dessas lindonas, até porque serve pra aumentar o suspense e dar mais vontade de ler tudo né hahaha 

Ah mas é sério, To encantada com a fofura da Ari, awn *-* e adoro essa pose de durona da Isis, mas que na verdade é uma fofa incubada hahahaha Amei tudo, principalmente essa aceitação delas, cada uma entendendo seus medos internos e se entregando nesse love haha, lindas. E já quero mais dessas duas u.u kkk

Que barra hein, tudo que a Ari passou por causa da Kes, adoro ela também, mas que mancada gigante, sinto muito querida, mas agora é a vez da Isis kkk. 

Essas irmãs maravilha são fogo hein, ui. Diana e Isis ahazam ;) haha

Tess ahazando na história, como sempre, adoro O/ haha

Beeeeijos.  

 



Resposta do autor:

Oieeee Foxx!!

 

Como vc está?

Capitulo fofo para contrabalancear a adrenalina do momento anterior, Isis e Ariana estavam merecendo este momento só delas :)

Ariana sendo linda e esta é a melhor definição que eu já ouvi da Isis, ela é uma fofa incubada hahahaha Ela resistiu, resistiu, mas baixou a guarda e se entregou, o sentimento cresce entre elas muito pensando e consciente, elas passaram por todas as etapas do sentir e agora está pronto, o amor está pronto para ser vivido ^^

Tem mais delas no próximo capítulo, prepare-se hahaha

Te espero aqui no capitulo novo, beijos!

 



Nome: LeticiaFed (Assinado) · Data: 14/08/2016 02:25 · Para: A moça do estômago de ferro

Olha só, vim aqui choramingar e ganhei presente também hahaha! E QUE presente, adorei!

Obrigada pelo carinho com tuas leitoras, autora querida! Boa semana, até quarta-feira!

Beijo grande!



Resposta do autor:

Um presentinho a quem merece nunca faz mal né hahaha

Ei, espero vc aqui na quarta-feira mesmo, hein :)

 

Beijinhos!



Nome: je yurigirl (Assinado) · Data: 12/08/2016 22:04 · Para: A moça do estômago de ferro

eu amei este capitulo, lindo dimais a Ariane merece amar alguem que a valorize  mas devo dizer que apesar de eu gostar muito delas juntas principalmente depois de ler este cap eu que me apeguei a Amelie nao sei explicar o porque mesmo ela tendo sido uma FDP eu torço por ela, não me odeiem,nao tenho muita esperança de que elas fiquem juntas  até porque como eu disse, gosto da ari com a isis mas gostaria de que pelos menos elas se acertassem sei lá

bom, qualquer coisa ainda tem a delegada na historia kk

 

p.s Obrigada pelo presente, adorei :)



Resposta do autor:

Oieeee moça!

 

Eu entendo o seu conflito e Ariana entende tbem haha Mas eu te prometo um final bem interessante para a Amelie, ela errou feio, errou, mas eu tbem tenho apego a nossa porto-riquenha poderosa ^^ Ela vai terminar decentemente, pode deixar que vou cuidar dela direitinho:)

Que bom que vc curtiu o presente! Um tantinho mais de Arisis pra vc :)

Beijinhos!

 



Nome: isa_bela (Assinado) · Data: 12/08/2016 19:39 · Para: A moça do estômago de ferro

Ai que honra quando vi o nome do capítulo! <3 *_________*

E que capítulo! ~suspira~

Poxa Tess, essas duas são.. Não sei nomear. É tão denso que a gente quase sente tudo que emana da relação delas. A química, as personalidades, a forma de falar... A gente fica apaixonada pela paixão delas. Acho que é isso, é apaixonante esse romance da Isis e Ariana. Ariana é uma linda, uma lady, extremamente sensível a atmosfera da Isis, a entende quase que por intuição, e está mais que entregue, né? 
E acho que a Isis se sente bem assim, se precisar de todo "ferro" no estômago. Ariana é tão leve e tão intensa que só resta a deusa se permitir ser sem defesas.

E é engraçado, quando a Isis falou que os decotes da Ariana a desconcentram é exatamente isso, Ariana existe, e um existir que abala toda defesa dela. Isis é uma surpresa atrás da outra na intimidade. 

Você é foda!

P.S: Aquele capítulo via email... Eu vou começar a usar insulina pra ler, sério! Que coisa mais rica. *_*

P.S2: Isis falando "sexo" de forma autoritária... Foi nem comigo e eu já fiquei mole! KKKKKKKKKK

P.S3: Diaaaaaaana, que nas horas vagas é mulher maravilha, cadê você? 

Bjo Tess!



Resposta do autor:

Oieeee Isabela!!

 

Olha que lindo vc nomeando o capitulo!! haha

A paixão entre Isis e Ariana não é mais uma possibilidade, é algo real, denso, intenso e que estava merecendo um momento a parte, né :) Vc está certissima quando diz que a Ariana entende a Isis de forma intuitiva, ela sente e pressente a Isis, e gosta, e quer bem, e protege tanto que a Isis não precisa se defender mais, ela já aceitou e cada vez mais vai literalmente se despindo da armadura e deixando a loira chegar mais perto ^^

 

P.S: Fofo o momento das duas, né hahaha

P.S2: Isis sabe ser direta rsrsrs Pobre da Ariana deu uma tremida básica rsrs

P.S3: Diana está nos braços da nossa caribenha, prometo que elas voltam em definitivo logo logo ;)

 

Beijinhos, Isabela!



Nome: Anastacia (Assinado) · Data: 12/08/2016 01:46 · Para: A moça do estômago de ferro

Olá, Tessa!

 

Começo o comentário propondo um brinde "às segundas chances da vida"! Sim, sua história é um caso típico de segunda chance que pode ser bom, pode ser muito! Rsrs

Havia algum tempo que não me sentia motivada a descobrir novas histórias. Acompanhava apenas algumas autoras que já haviam conquistado a minha atenção por excelentes trabalhos postados. Estava preferindo reler histórias antigas a me aventurar em outras possibilidades. Embora seja uma leitora voraz, havia um constante desapontamento pelo que tinha de novo. Assim, abri mão de leitura constante e, principalmente, dessa gostosa interação virtual. Faltava um sopro novo, uma brisa diferente. Falta Tessa Reis!

E falei de segunda chance porque realmente a sinopse da sua história não conseguiu captar meu interesse e de cara sentenciei: não dá para ler essa história. Mas, um belo dia, carente de leitura, fui ao Top Ten. E resolvi ler os primeiros capítulos daquelas que não havia lido. Chamou minha atenção Delirium e uma outra história que se encontrava entre as 10+.

Mas o início da leitura de Delirium foi avassalador e não deixou margens para mais nada. Mergulhei na leitura, envolvi-me com os personagens, visualizei os cenários primorosamente descritos e, sobretudo, senti na pele as emoções tão intensamente retratadas.

Delirium além de muito bem escrita, tem uma estrutura envolvente, que nos faz viajar no tempo, no espaço, na cabeça e nas sensações das personagens tão bem construídas por você.

Sinto não ter me aventurado antes nesse delicioso Delirium. Parabéns, Tessa Reis, é muito bom presenciar o surgimento de uma escritora tão talentosa. Mais uma vez aproveito o espaço para parabenizar A Cristiane Schwinden pela sensibilidade e coragem em criar o Lettera, não obstante todos os percalços enfrentados pelo seu antecessor. Espero que nós, leitoras, possamos fazer um esforço conjunto para transformar esse projeto em algo perene, possibilitando, assim, que novos talentos, como você, possam nos agraciar com uma leitura de extrema qualidade.

Estarei aqui acompanhando essa reta final e, sempre que possível, virei compartilhar com você minhas impressões. Hoje vim apenas dar-lhe os meus parabéns e fazer-lhe um agradecimento sincero por compartilhar sua arte conosco.

Abraços.

Anastácia Salles (anastaciasalles@outlook.com)

 

 

 

 



Resposta do autor:

Olá Anastacia!

 

Vc não faz ideia de como ler seu comentário me deixou feliz, de verdade *.* Gente, vc é a segunda moça que me fala sobre o problema da sinopse, eu sei que ela é um ponto baixo da história, eu realmente não sou boa nisso, preciso aprender a fazer melhor, mas ainda bem que apesar da sinopse não ter te conquistado, vc deu uma chance ao romance e aqui está, com este comentário maravilhoso de ser lido :)

Me sinto privilegiada por ter conseguido te trazer de volta as leituras novas, Delirium foi um tiro no escuro, nunca havia escrito nada no gênero, nunca havia tido coragem de publicar nenhum escrito, Lettera me ofereceu este espaço e leitoras como vc me deram a oportunidade desta inteiração e mais, me deram confiança necessária para próximos trabalhos :) Cada vez que alguém vem aqui para me dizer que adora a estrutura da história, a descrição dos cenários, a densidade das personagens eu abro um sorriso e penso "ok moça, vc está conseguindo transcrever o que vc quer" hahaha É muito importante este feedback, muito obrigada por tirar alguns minutos para me escrever estas palavras tão gentis e motivadoras!

Endosso os seus agradecimentos a Cris, que além de criar este espaço maravilhoso me recebeu de uma maneira linda por aqui, comentando, me dando força, me empurrando para frente, obrigada de verdade Cris!

Espero encontrar vc Anastacia mais vezes por aqui, viu? Suas impressões serão mais do que preciosas para mim!

Vou te enviar um material no e-mail, viu?

Beijos, até mais!



Nome: JessNessa (Assinado) · Data: 12/08/2016 01:46 · Para: A moça do estômago de ferro

Ultimamente.. Gosto mais das partes Ariana-Isis do que Diana-Rhian..



Resposta do autor:

Oieeee Jess!!!

 

Então, Isis e Ariana entram para contrabalancear o momento obscuro de Rhian e Diana, não poderíamos perder esta pegada de romance quando as coisas ficassem dificeis para nossas moças :) Mas prometo que tem mais RHian e Diana pela frente e que valerá a pena ler, viu ^^

 

Beijos!



Nome: Luli (Assinado) · Data: 12/08/2016 01:42 · Para: A moça do estômago de ferro

Eii!!

Que delicinha de capítulo! Leve, repleto de amor, carinho... Uma calmaria em meio ao caos! <3 

No próximo vamos saber o que tá acontecendo com Diana e Rhian ou teremos mais desse casal igualmente incrível? 

Um beijo



Resposta do autor:

Oieeee Luli!

 

Capitulo para desestressar depois do acelera coração que foi o capitulo anterior haha

Ariana e Isis estão num momento impar que merece ser escrito com carinho *.*

Próximo capítulo teremos um pouco mais de Isis e Ariana, e então, do 34, voltamos para Rhian e Diana, precisamos terminar estas duas tbem :)

 

Beijos!



Nome: Amandha12 (Assinado) · Data: 11/08/2016 18:40 · Para: A moça do estômago de ferro

Ameii os presentes!  Thank you *--*

Então,  muito amor. Essas duas são demais. Como eu disse Tessa, você me surpreende a cada, dia.

 A Kes vacilou muito, então acho que é a vez da Isis fazer Ariana feliz... E realmente,  que bunda perfeita... Quero uma  Isis pra mim kkkk

Beijão



Resposta do autor:

Olá Amandha!!

 

Feliz que vc curtiu os presentinhos haha

 

Capítulo cheio de amor e coisas bonitas, essas duas estavam merecendo um momento só delas :)

Kesnar passou do ponto e acabou perdendo a Ariana que acabou encontrando a Isis, coisas da vida, quem tem uma Isis ou uma Ariana que guarde com amor, né haha

 

Beijo!



Nome: BiaRid (Assinado) · Data: 11/08/2016 13:34 · Para: A moça do estômago de ferro

Oiii Tess! 

Aquele foi o melhor presente , e esse capítulo foi divino, até pra enterder mais sobre a Ariana. E essas duas, lindas, fofas, perfeitas. Vc criou personagens perfeitos, mulher!

 

BEIJO! 



Resposta do autor:

Olá Bia!!

 

Fico feliz que tenha gostado do presente *.* E mais feliz ainda de poder entregar um capitulo tao suave e linear como este, é complicado abrir mão de Diana e Rhian por dois capitulos, mas Isis e Ariana é uma história que tbem merece ser contada com calma, né :)

 

Obrigada pela sua leitura e por esse apoio todo sempre!

 

Beijos!



Nome: sonhadora (Assinado) · Data: 11/08/2016 11:57 · Para: A moça do estômago de ferro

Amei, amei, amei...... Que coisa linda esse capítulo!!! Gente eu esqueci a aula na faculdade e fiquei lendo bem no meio da explicação do professor! kkkkkk, o colega me chamando e eu? fora do ar!!! kkkkkk. Quando digo que sou viciada nessa história estou sendo fiel mesmo!!!! kkkkk. Obrigada Tessa pelo presente e vou continuar prefirindo ler Delirum do que ver aquele professor chato repetindo tudo que já ouvir!!! Quero mesmo é saber o que vai acontecer nos próximos capítulos!!!hahahaha.

Beijos e muita Luz no seu caminho!!!

Deixa eu voltar pros textos HORRÍVEIS que preciso ler . owwwwwwwwwwwwwwwwwww.



Resposta do autor:

Oieee moça!!!

Mas gente, como assim deixou a faculdade de lado e leu um capitulo destes na aula?? O.o hahaha

Fico imaginando vc lendo no meio da aula, viajando para dentro daquele apartamento rsrs

E eu te apoio, deixa o professor para lá e corre pra mim sempre que tiver capítulo novo ;)

Beijos, mandando luz de volta para vc e para os estudos interrompidos por Isis Ferraz haha



Nome: HeliMaia (Assinado) · Data: 11/08/2016 04:07 · Para: A moça do estômago de ferro

Tess, princesa mais linda de todos os reinos <3

Que capítulo gostoso de se ler hem?!

Normalmente não tenho muita paciência pras cenas de sexo, pq são muito exageradas, mas você descreveu de uma forma tão bonita, tão natural que eu me deliciei com cada palavra. 

Ísis é o meu amorzinho, esse misto de durona com muito amor sempre me encanta!

Ariana foi me ganhando aos poucos e acabei me apaixonando por ela... Se eu encontrasse com ela certamente a gente seria melhores amigas, pq olha... Oh serumaninho lindo viu?!

Kes vacilou feio com a Ari viu?! Mas levando em consideração a personalidade dela, acho q ela não fez por mal, só foi 'no fluxo' (mas nada que justifique tal atitude).

P.S. Não quero nem lembrar que estamos caminhando pro fim.

P.S.2 Minha namorada ta com ciúmes de vc, pq eu estou trocando ela por Delirium! Rs

P.S.3 Não canso de dizer o quanto sou sua fã e o quanto amo a tua escrita!



Resposta do autor:

Heli sua linda!!

Mal começo a ler seu comentário e já estou sorrindo hahaha

Espero que o capítulo tenha causando uma reação parecida, hein ^^

Isis é um amorzinho, embaixo de toda a armadura de ferro da moça há alguém sensível que foi lentamente se apaixonando por uma médica residente que parece trazer em si todas as coisas boas possiveis do mundo :)

Vc tem razão na sua colocação sobre a Kesnar: ela não fez por mal, fez pela sua propria natureza e sinceramente só fez pq achou que a Ariana nunca saberia, o que tbem é cruel, mas na mente dela, não é grande coisa, enfim, perdeu a moça da sua vida

 

P.S. Ajuda se eu te disser que ganhamos mais dois capitulos? Acho que só vou conseguir fechar em quarenta haha

P.S.2 Mas gente, vamos colocar os ciúmes na conta de Isis Ferraz hahaha Diz para ela ler tbem, que vc deixa ela se apaixonar um pouquinho pela Rhian ou pela Di ^^

P.S.3 Precisa ir comigo até o fim, hein? E me dá força na próxima história, mais uma vez, obrigada pela sua leitura e pela sua gentileza Heli *.*



Nome: JessyCorrea (Assinado) · Data: 11/08/2016 03:09 · Para: A moça do estômago de ferro

Ai, gente.. esse capitulo foi uma delicia de ler!

Menos a parte do sonho da Ari. Que sonho horrivel! Pior parte do sonho é o fato de ser uma lembrança. E que papelão ein, Kesnar! Ainda mais lidando com a "situação" que se resolveria logo. Que idiota!

Foi muito bom! Alguns mistérios revelados, detalhes, ai.. adorei a Isis assumindo pra si mesma o medo de amar a Ari e por isso não fazer amor. Lindo a Ari com medo de amar e se descobrindo amando no final. Que perfeição! Duas bobas se amando já.. 

Que coisa maravilhosa esse casal!

 



Resposta do autor:

Oieeeee Jessy!

 

Capítulo tão romântico quanto a doutora Isis consegue ser ♥

E ao mesmo pudemos ver o quão distante Kesnar pode ser, retirando o peso das coisas, acreditando piamente que tudo poderia ser resolvido, pq não era grande coisa né

De detalhe em detalhe vamos desvendendo esta trama, tal como de toque em toque, Isis e Ariana vão se redendo ao que sentem uma pela outra :)

Ariana merece alguém como a Isis, e a Isis merece ter amor com sabor, é isto que faz este encontro tão especial :)

#TeamArisis! 



Nome: LeticiaFed (Assinado) · Data: 11/08/2016 02:54 · Para: A moça do estômago de ferro

Huuuum, que delicia de capitulo! Romântico, fofo, ralmente um descanso do stress do anterior. Mas tô com saudade de Diana, nossa paciente favorita ;)

A correria está tanta que acabei não comentando semana passada, sorry. Daí não mandei e-mail e claro que nao ganhei presente, snif! hahaha Sem problema, continuo acompanhando sempre.

Boa semana, beijo grande Tessa! 



Resposta do autor:

Oieeeee Leticia!

 

Capítulo para relaxar a adrenalina do anterior e substituir tudo por oxitocina *.*

 

Pode deixar que nossa paciente preferida volta logo logo, acordada e aprontando das suas haha

Boa semana pra vc tbem! Te espero aqui no próximo capitulo, hein :)

 

Beijos!

 

Ps: Cheque seu e-mail, doutora :)

 



Nome: Suu (Assinado) · Data: 10/08/2016 23:58 · Para: A moça do estômago de ferro

Aiii que cap Amorzinho 😍😍😍

Amei o presentinho que recebi no meu email d84;d84;d84;

Essa rhian é foda só tenho a dizer isso kkkko

Aiiii final não 😕

Querida autora prolonge pra mas 50 capa rsrsrs

 Já tens projeto pra outra historia?



Resposta do autor:

Suu, eu acabei de chamar a OutroMundoLA de Suu, então vou chamar vc de OutroMundoLA para equilibrar as coisas hahaha

Tava lendo todos os comentários juntos e me enrolei, desculpa OutroMundoLA e desculpa Suu por eu estar pedindo desculpas antes de responder seu coment rsrs

Agora vamos lá!

 

Que bom que vc curtiu o presente e que gostou do capítulo romantico a la Isis Ferraz haha

E veja bem, eu estou aqui me vendo tentando terminar a história em 38 capítulos, e já estou quase me convencendo de que não vai dá, é provavel que tenhamos 40 capítulos, já reduz a dor um tantinho, né?

Já tenho outra história em projeto sim, deve chamar Mediterrâneo, já comecei a rascunhar e devo começar a traçar as linhas do romance assim que terminar Delirium, vamos ver, espero que vcs continuem me lendo em próximos projetos, hein?

 

Beijos!



Nome: OutroMundoLA (Assinado) · Data: 10/08/2016 23:52 · Para: A moça do estômago de ferro

Olá, querida autora!

Eu simplesmente amei o presente!! *-*

É muito fofo a interação das meninas e a forma que estão a se conhecer. Ariana, o simples fato de você usar ou não os dedos já não tem mais relevância, porque você já é amor, o ser humano gosta de se iludir viu! Pela fé! kkkk

Não tenho muito o que falar desse capítulo... Ta tudo perfeito! Mas... Cadê a minha Rhian e a Diana dela em?!

Por que eu preciso entender como elas conseguiram escapar do hospital no meio daquela confusão!

Até próximo capítulo. ;*

 



Resposta do autor:

Olá Suu!

 

Que bom que vc curtiu o seu presente *.*

 

Vc viu que a Ari está tentando fugir sem sair do lugar, né haha Ela está com medo do que sente pela Isis, como se pudesse parar um terremoto com as mãos literalmente rs

Olha, vou te pedir mais um capítulo de tolerância antes de trazer Rhian e Diana de volta a cena, vc me espera? Prometo que valerá a pena :)

A gente já vai entender melhor como elas escaparam do hospital no próximo capitulo, espero vc aqui, hein ^^

 

Beijos!



Nome: patty-321 (Assinado) · Data: 10/08/2016 23:45 · Para: A moça do estômago de ferro
Moça, q cap. Uau. Lindo, sexy, hot na medida certa. Molhei. Kkk. Muito lindo este momento arisis. Perfeito. Perfeita juntas. Um menage. Kes aprontou feio. Pq? Ari não era suficiente? Mereceu perder. Falta de respeito. Ah Ísis. Uma deusa. Obrigada Tess. Bjs

Resposta do autor:

Oieee Patty!

 

O capítulo foi no mínimo dinâmico né hahahaha

Isis sendo linda com a Ariana e a gente conhecendo um pouco mais da mente diferente da Kesnar, Ariana tem seus motivos de trauma e justificativas para o medo que ela sente de mais do que estar apaixonada pela Isis, começar a ama-la :/

Obrigada vc pela leitura de sempre, sua linda *.*

 

Beijos!



Nome: Lary_ferreira (Assinado) · Data: 10/08/2016 23:03 · Para: A moça do estômago de ferro

Mds mas que capítulo em Tessa? o.o

Dasy vai ficar tão louca quanto eu...

Arisis perfeitas*-*♥♥



Resposta do autor:

Olá Lary!

 

Arisis lindinhas neste capitulo, hein? Foi escrito com muito amor e carinho *.* Cadê a Dasy pra me contar o que ela achou? ^^

 

Beijos!



Nome: Pryscylla (Assinado) · Data: 10/08/2016 22:59 · Para: A moça do estômago de ferro

Uau que capítulo incrível,só que elas tem que fazer as coisas de pele na pele kkkkkkkk

Bjus ;)



Resposta do autor:

Oieeee Pryscylla!

 

Essas duas estão dificeis, quando uma decide que vai a outra desiste hahaha

 

Mas tudo termina no próximo capítulo ;)

 

Beijos!



Nome: preguicella (Assinado) · Data: 10/08/2016 22:40 · Para: A moça do estômago de ferro

Ameiiiiiiiiiiiiiiii hahahaha

Finalmente minhas meninas tiveram destaque! Sou fã desse casal. Na verdade sou sua fã Tessa! Pq vc que faz essa fofura toda em forma de furacão que é a Isis! E tb faz essa fofura toda que é a Ariana, que dá uma vontade louca de ser amiga dela, pq ela é toda linda e toda fofa! essa sintonia entre as duas é muito linda, apesar das duas estarem ainda tentando entender o que cada uma sente pela outra, ou melhor entender a intensidade do que sentem, ou melhor ainda, aceitar que o que sentem é assim tão intenso! Ufa, espero que vc entenda isso tudo que falei! Fico tão empolgada com essas duas que piro o cabeção! ahhhahaha

Então, acho que nem eu sei mais qual é a minha verdadeira identidade! hahahaha

Sou uma pessoinha bem normal viu! Mas confesso que em certos momentos adoraria ser a Isis! hahahahahahaha

bjão querida, acho que nem preciso dizer que adorei o capítulo né, mas vou dizer assim mesmo! Capítulo maraaaaa! 

 



Resposta do autor:

Oieeee moça!

 

Eu te disse, né? Diana e Rhian dão uma pequena saída de cena para que Isis e Ariana possa acontecer da maneira que essas duas estão merecendo. Elas se completam e a sua definição foi perfeita para elas, Isis é uma fofa em forma de furacão e a Ariana é este ser humano lindo, que se ligou tão plenamente a esta moça dificil que é a Isis, e como a Isis pode resistir mais? Isis se entregou, está ali, pronta a ser de alguém e a Ari não é louca de deixar a moça a disposição né hahaha

E não se preocupe, é coisa de autora, eu tbem de vez em quando me perco sobre a minha ID rsrs

Beijos! Até o próximo capítulo!



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.