Delirium por TessaReis


[Comentários - 2879]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

Capítulo 31 - A garota má que salva o dia

 

Aeroporto Santos Dumont, 17h57.

Andressa ainda não acreditava que realmente teria que viajar com Amelie Kesnar em seu encalço. Tudo estava indo muito bem, a ligação com a denúncia havia sido a melhor coisa de se ouvir e a permissão para ir junto trazer Diana de volta... Andressa não estava esperando mesmo. Havia fechado tudo o que precisava na sua mente e até esperava que Isis fosse apresentar alguma resistência, mas não esperava que fosse terminar caminhando ao lado daquela caribenha na pista de decolagem para partida imediata.

            E Amelie Kesnar ao seu lado era uma disparidade.

            Saltos altos, vestido justo, cabelos soltos, Amelie era algo bonito de se ver caminhando pela pista naquele final ensolarado de tarde.

            _ Quem manda em você aqui?_ Ela perguntou ao se aproximarem do jato da Força Aérea onde voariam.

            _ Ali, a delegada.

            _ Uau, a delegada_ Atlética, olhos castanhos num tom forte, impactante, cabelos pouco abaixo dos ombros, trinta e cinco, trinta e seis anos? Atraente, muito atraente_ Eu vou me apresentar ou você me apresenta?

            Andressa ponderou internamente, era melhor apresentar. Maria de Vieiras era a delegada que havia assumido a investigação, Andressa conhecia a índole e a honestidade da delegada, e havia ficado mais do que aliviada com o afastamento de Edgar do caso, porém, sinceramente... Não sabia bem até onde a presença daquela delegada em si podia ser benéfico para o que tinha em mente.

            _ Delegada, esta é Amelie Kesnar, uma das advogadas da acusada.

            _ Muito prazer, delegada_ Amelie apertou a mão dela.

            _ Bem-vinda a bordo, doutora Kesnar_ Imediatamente voltou os olhos para Andressa_ Fique onde eu possa vê-la, agente Harumi.

            Andressa apertou os lábios.

            _ Sim, senhora.

 

            Apartamento de Rhian Kier, 20h38.

            Isis estava na varanda. Descalça, moletom, cabelos soltos. Havia acabado de sair do banho e Ariana havia descido para comprar o jantar, e Isis não conseguia parar de pensar no que Amelie havia dito antes de entrar no aeroporto.

            Kesnar havia pedido para Ariana dirigir, e então, quando chegaram ao embarque, pediu para Isis descer, porque havia esquecido de entregar alguns documentos que estavam em sua bolsa. Então Andressa correu para encontrar sua equipe, Ariana teve que ficar dando voltas com o carro e Amelie pode ter um momento a sós com Isis.

            _ Olha Isis, na verdade, eu quero falar sobre o que aconteceu entre você e o Romeo lá no apartamento... Eu estou preocupada porque apesar dele estar preso, este tipo de coisa pode piorar depois da entrega desta denúncia. O apartamento da Rhian é uma fortaleza, mas...

            _ Eu deixei a porta aberta. Eu sei que nós estamos mexendo com pessoas perigosas, mas eu sei como me blindar, e_ Cruzou os olhos de Amelie_ Como blindar a Ariana. Você não precisa se preocupar.

            _ Na verdade, eu me preocupo, porque...._ Foi a vez de Amelie olhar nos olhos de Isis_ Há coisas que a Ariana não contou pra você e que eu sei que você precisa saber, antes de amanhã.

            Amelie havia contado em tópicos tudo o que Isis não sabia. E que Ariana sabia aquele tempo todo. E não havia dito. Isis cruzou os braços, sentindo aquela brisa suave soprando e enquanto pensava em tudo o que Amelie havia dito mais uma vez, a porta do apartamento se abriu.

            _ Você acredita que está tudo engarrafado? Eu tive que desistir de sair de carro, fui a pé mesmo.

            Isis saiu da varanda, voltando para a sala escura, a única luz ali era a que vinha da cozinha acesa.

            _ Ariana, lembra dos documentos que a Amelie disse que precisava me entregar?

            Não precisou de nenhuma frase mais para Ariana perceber que havia um tom estranho na voz de Isis. Entrou, colocou as chaves na mesinha de canto, caminhou para mais perto.

            _ Lembro, claro que lembro.

            _ Então, ela me entregou.

            O coração de Ariana gelou no peito. O que Amelie havia dito pra ela?

_ Entregou...?

Isis deu mais dois passos em sua direção.

_ O motivo pelo qual Rhian foi sequestrada. E eu sei que você tinha essa informação e você sabe que deveria ter me contado.

Sabia. É claro que Ariana sabia. O gelo em seu coração foi justamente causado por aquela probabilidade.

Ariana parou de respirar. E engoliu em seco sem saber exatamente por onde deveria começar.

 

Aeroporto de Tortola, dia seguinte, 09h17.

Andressa Harumi desceu do jato da Força Aérea Brasileira pensando unicamente que dentro de apenas algumas horas estaria olhando para Diana outra vez. Era como um pesadelo com hora certa para acabar, não fazia ideia do que iria acontecer, de como a encontraria, de como seria olhar para Rhian Kier de perto pela primeira vez, mas sabia que estava pronta para tudo. Precisava estar.

Kesnar desceu logo em seguida, a aparência estava mais cansada do que no dia anterior, Amelie estava acostumada com voos longos, mas dois em seguida? Sentia como se tivesse ido e voltado da Austrália só de uma vez. Andressa havia se surpreendido com ela, haviam conversado mais do que esperava durante o voo, e quando não falaram do caso, a porto-riquenha se mostrou quase gentil. Respondeu tudo o que Andressa perguntou sobre Diana e foi delicada ao não falar sobre o relacionamento de Diana com Rhian, Andressa andava sendo tão maltratada ultimamente que internamente agradeceu por aquela atitude. E pelo ombro onde inesperadamente acabou pegando no sono.

Havia sido acordada por ela quase constrangida, mas novamente Amelie se mostrou gentil e disse que não fazia mal. Estavam todos cansados, era uma verdade, nisso todos concordavam. Menos a delegada. Aquela delegada parecia incansável. Ajudou Kesnar a descer as escadas e então caminhou firmemente na direção de Andressa.

_ Harumi, você irá acompanhar, mas precisa se manter em distância segura. Um tiro disparado da sua arma contra Rhian Kier será muito complicado de se explicar.

_ Eu não vou atirar em ninguém, senhora.

_ Sei que não irá. Me dê a sua arma.

_ O quê? Não! É a execução de um mandado de prisão, a ação sempre é perigosa, a acusada é perigosa...

_ É isso ou esperar aqui.

Andressa respirou fundo olhando para a delegada. E não parecia que ela iria mudar de ideia. Entregou sua arma.

Ao menos aquela que estava em sua cintura.

 

Cane Garden Bay Beach, Tortola, 10h39.

Kiria olhava o mar. Fazia um lindo dia de sol e o mar brilhava bonito na ilha e ela se perguntava se aquele não seria um dia perfeito para se terminar um problema. Porque já estava cansada de ter problemas. Romeo estava preso, Edgar afastado, sendo investigado. Particularmente, Kiria sempre achou que era mais inteligente que eles, e ali estava a prova. Porém agora teria que resolver as coisas sozinha.

E não era exatamente tudo o que ela estava esperando?

_ Hospital militar, a vadia está lá_ Um dos homens se aproximou com aquela informação. Haviam chegado do Rio de Janeiro mais quatro membros da Organização, além dos três homens que já estavam com ela_ Como a gente vai fazer?

_ Como?_ Kiria olhou para o homem_ Vocês pegam o dinheiro, eu pego a vadia.

O homem a encarou de volta, claramente descontente com o que ouviu.

_ Não são as ordens.

_ Eu estou entregando as ordens. Vocês pegam o dinheiro, eu fico com a moça_ E virou de costas, caminhando para o carro, esperando em segredo que a sua posição tivesse sido o suficiente. A situação estava cada vez mais fora de mão, mas com Romeo e Edgar fora de cena, Kiria estava na vantagem. Só não sabia até onde os outros membros da Organização a seguiriam.

Bem, ao menos para dentro daquele carro eles seguiram. Entraram em dois carros e partiram para o hospital.

 

Hospital Militar, 11h22.

_ Então é realmente Morféia_ Constatava Marnie diante dos exames que haviam ficado prontos apenas para confirmar todos os diagnósticos de Rhian.

_ Você ainda não estava acreditando_ Rhian lia os resultados.

_ É que Morféia é um tipo de esclerodermia que não afeta órgãos internos.

_ Que não costuma afetar órgãos internos. É por isso que muitas vezes o diagnóstico demora a acontecer, por causa da ausência de atenção aos verbos e suas significâncias literais, o segredo está todo aí. Então foram esses os remédios que causaram a intoxicação, eu só não sei onde ela conseguiu esta droga sem receita e estando comigo...

_ Ela tem sorte. Sempre disse que ela tem sorte demais. A esclerodermia sempre afeta a face, não tem erro de interpretação textual e tudo o que ela tem é esta placa de colágeno tão minúscula que passou totalmente despercebida esse tempo todo.

_ Eu tenho sorte_ Rhian ergueu os olhos da leitura olhando para fora do quarto através das grandes janelas de vidro, estava com uma estranha sensação de estar sendo observada. Devia ser porque estava. A enfermeira namorada de Marnie estava na curva do corredor, olhando disfarçadamente para dentro num momento e outro_ E você também tem. Há quanto tempo vocês estão juntas?

_ Tem um ano e pouquinho.

_ Se conheceram aqui?

_ Sim, nas provas de seleção. Eu estava esperando a minha vez quando alguém chamou por Thailand, e eu tive que olhar para saber quem era esta pessoa.

Rhian olhou para Marnie.

_ É mais que uma ilha.

Marnie sorriu.

_ Thai é um país inteiro.

_ É seu país inteiro. Cuida dela, ela é quieta, é uma boa moça, porém boas moças costumam se tornar as piores quando são magoadas.

Marnie abriu um sorriso.

_ Ah, disso eu sei melhor que ninguém.

 

Ruas de Tortola, 11h30.

Estava extremamente quente.

Estava calor demais, ela sentia cada centímetro de sua pele ardendo de uma maneira incomum, e além do quão mais quente aquela ilha podia ficar, Andressa só conseguia pensar no quão mais humanamente abafado tudo podia se tonar. Era Carnaval em Tortola, um dos principais carnavais do Caribe, as ruas em volta do hospital estavam abarrotadas de gente e haviam plumas e brilhantes por todos os lados, e rum caribenho, e música alta e Andressa não fazia ideia de como podia passar despercebida por tudo isto vestindo jeans e camiseta preta.  Os cabelos presos num rabo de cavalo improvisado, os olhos protegidos por óculos escuros, o suor escorrendo pela sua nuca e ela não fazia ideia de como desacelerar a sua mente. Sua cabeça estava acelerada, suas ideias estavam aceleradas, não citaria seu coração. Porque seu coração estava quieto, e quase silencioso.

Melhor assim.

Conseguiu cruzar a rua e comprou uma garrafa de água do outro lado, caminhou um pouco mais e alcançou a esquina do hospital que se erguia imponente mais à frente. Se encostou numa mureta, tomou um gole grande de água, firmou seus olhos no alvo. Que ousadia se esconder dentro de um hospital militar. Nunca achou que a fugitiva pudesse ser tão arrojada. Andressa conhecia Rhian Kier pela boca de Diana, mas sempre achou que houvesse um exagero sobre quem a tal bahamiana era, sobre as coisas de que era capaz, as decisões que tomava, Rhian parecia uma pessoa impossível aos olhos de Andressa, engrandecida pela mente deslumbrada de Diana. Porém aquele tipo de atitude lhe mostrava que não, se esconder dentro de um hospital cercado de militares enquanto se é uma fugitiva internacional? Não, Rhian Kier era ao menos perto daquela pessoa de quem Diana falava, ela era ousada e confiante aquele ponto e a parte boa daquilo tudo é que uma hora ou outra, tipos assim sempre acabam escorregando na própria arrogância.

Era o caso de agora.

Haviam partido em dois carros à paisana do aeroporto depois daquelas oito horas de voo direto, mas logo tiveram que abandonar os veículos por conta das ruas cheias, seria demorado de se passar, mas não podiam atrasar o cerco. Então receberam as últimas instruções ainda dentro do carro e as informações foram checadas novamente. Rhian Kier estava dentro daquele hospital, quarto dezesseis, corredor quatro do setor de Terapia Intensiva. E aquilo fez com que Andressa se sentisse ainda mais culpada. Diana estava numa U.T.I, doente a este ponto e Andressa sequer fazia ideia do que ela poderia ter. Ela sentia dores de cabeça, mas nunca pensou que poderia ser algo mais grave. Diana era tão teimosa, se fechava tanto, sempre que Andressa tentava se aproximar mais, recebia respostas vazias ou no máximo um beijo na testa e um “não precisa se preocupar”. Eram casadas, se isso não significava que deveria se preocupar com sua esposa, qual seria o seu papel naquela relação? E foi aí que pensou que talvez não interferir fosse o seu papel naquele relacionamento. Mas havia errado. Um erro que agora, tinha a chance de corrigir.

Com Rhian Kier fora de seu caminho.

_ Alvo confirmado. Repito, alvo confirmado.

Andressa discretamente tocou o comunicador, como quem assente a informação. Descartou a garrafa de água vazia e caminhou para mais perto do hospital. Militares guardavam a entrada, o hospital era uma mescla de hospital militar com universitário, o fluxo de pessoas era intenso por ali, tratava-se de um prédio com vinte andares, referência no Caribe no estudo de várias doenças. As informações afirmavam que a fugitiva não estava armada, tudo o que tinha em sua posse era o dinheiro do resgate e Diana Ferraz. A operação seria simples e executada em conjunto com a polícia local, os agentes fechariam todas as saídas possíveis e Rhian Kier seria discretamente presa, na presença de sua advogada. Amelie seguia a delegada de perto e fora informada de cada passo que seria dado na operação. Em virtude das complicações causadas nas interversões anteriores, a Polícia Federal pretendia realizar uma prisão mais limpa e eficiente possível, a delegada havia deixado isto mais do que claro. Nenhum tiro seria disparado, era um hospital, era Rhian Kier, a principal manchete do país nas últimas semanas e era Diana Ferraz, uma até então impecável agente federal, as instruções de cuidado e eficiência eram total prioridade. Bem, este era o plano para aquela manhã.

Mas não necessariamente o plano de Andressa Harumi.

_ Confirmação de posições_ E uma chamada de agentes começou a ser feita pelo comunicador, Andressa parou a frente do hospital, o colete a prova de balas grudando em seu corpo, o sol fazendo suas ideias latejarem, checou o relógio, 11h42_ Agente Harumi.

E da entrada do hospital, Kiria Eli observou Andressa discretamente levando a mão até o comunicador.

_ Em posição.

Ok, parecia que Kiria estava com pouco tempo. E quando observou outros agentes discretamente tomando posição, percebeu que na verdade, já não tinha tempo nenhum.

Kiria precisava agir. E precisava ser agora.

 

Dentro do hospital, 11h42.

Rhian levantou os olhos da leitura que estava fazendo. Olhou para fora do vidro, olhou para Diana dormindo profundamente. Que esquisito.

_ O que foi?_ Perguntou Marnie observando a reação dela.

_ Eu não sei, uma sensação... Estranha. Ela está bem?_ Perguntou, checando Diana outra vez.

_ Ela está sem febre, a pressão arterial está normal, ela está bonita_ Brincou sorrindo_ Ela achou que havia atirado em você.

_ Eu achei que ela havia atirado nela mesma. Foram os três minutos mais longos de toda a minha vida.

_ A porta da cabine é a prova de arrombamentos, não é?

_ Todas as portas do iate foram feitas para não serem arrombadas. Me senti refém das minhas próprias precauções.

_ Mas quem imaginaria?

_ Que eu seria sequestrada, então conseguiria fugir, mas seria rendida, e pela Diana na fuga, e que ela aceitaria ir comigo, mas estaria com uma condição médica bizarra na cabeça dela? Realmente, não havia como_ Respondeu abrindo um sorriso breve.

_ Não há como ninguém imaginar. Olha o horário! Quase perdemos, quer que aplique a medicação?

_ Não, não, pode deixar, eu mesma faço...

 

Frente do Hospital, 11h48.

Amelie sentiu um nó na garganta quando enfim, conseguiram chegar à frente do hospital. Havia ficado no carro com a delegada, era necessário um veículo de apoio para a prisão, nada seria feito até que alcançassem a posição necessária. Amelie havia conversado bastante com a doutora Maria de Vieiras, e ela parecia honesta até o último fio de cabelo. Era séria, centrada e fora muito franca ao falar sobre os problemas da antiga investigação, da parcialidade de Edgar e da fragilidade dos sistemas. Infelizmente o who you know ainda era uma prática bastante forte mesmo nas mais altas autarquias e um caso como o de Rhian Kier se não fosse pelas pressões externas, poderia sim ter terminado de maneira errada e talvez tudo fosse minimizado posteriormente para não comprometer a imagem da polícia.

_ Mas... É uma falha de vários sistemas_ Lhe disse Amelie em meio àquela conversa enquanto lentamente se aproximavam do hospital.

_ Doutora, pense comigo: se você tem a pessoa certa em pontos estratégicos de organizações-chave das ordens policiais, você consegue muita coisa. A fiscalização máxima das policias e delegacias em geral é normalmente feita pelo seu gestor direto, um delegado, um líder de operações e dificilmente, excessos são reportados aos órgãos fiscalizadores.

_ Espírito de corpo.

_ Exatamente. Não estou dizendo que foi isso que aconteceu, ainda estamos investigando, mas tudo aponta para isso. O pior é que penso que Rhian Kier não é a chave da qual precisamos para abrir este esquema.

_ Romeo Laham talvez seja?

_ Não, ele é só um rosto. Já foi interrogado a respeito e chegamos à conclusão que ele não sabe de quase nada. Sabe o que seria um grande passo nesse momento?

_ Interrogar Edgar Muniz?

_ Também, mas precisamos pegá-lo quando ele não tiver mais como negar nenhuma acusação e ele comece a olhar seriamente para uma delação premiada.

_ Porque ele conhece pessoas. He know who.

 _ Isso mesmo. Porém esta Kiria Eli... Ela também conhece pessoas. E as pessoas certas. Ela é a ligação entre Santa Catarina e Rio de Janeiro. Ela é a ligação entre Romeo e a Organização, e ela conhece cada rota escusa de escoamento de quase tudo o que pode ser traficado com T maiúsculo neste país. Ela não é A Traficante em si, mas é uma “funcionária” mais do que valiosa para o tráfico de alto nível.

_ Concordo com cada vírgula, e ainda assim esta moça conseguiu simplesmente sair do Brasil e ir me jogar contra a minha parede em Grace Bay no Caribe.

Maria parou olhando para ela por um instante. E pensou que seria interessante jogar aquela caribenha contra a parede de uma mansão em Grace Bay ou em uma das paredes em reforma de seu apartamento no Flamengo. Então voltou para sua pele de delegada.

_ Nós estamos cuidando de tudo, seriamente cuidando, pode confiar.

_ Estou confiando em você_ O carro parou em frente ao hospital. Nó na garganta. Uma leve fisgada no estômago. Por que estava com uma intuição tão ruim? Amelie se despiu da pele de advogada_ Maria, por favor, olha... Se ela tentar alguma coisa, não permita que ninguém atire. Se acontecer da Rhian resistir, eu resolvo, tem a minha palavra.

_ Você já tem a minha palavra que ninguém irá atirar, Amelie.

_ Onde está Andressa? Me incomoda não vê-la.

_ Ela está em campo, está bem aqui_ Mostrou a localização de todos os agentes num tablet_ Viemos com poucos homens para cá e preciso de olhos em campo, mas ela está desarmada e não estará presente dentro do hospital.

_ Ela tem interesses comuns com a minha cliente, se é que você me entende.

_ Diana Ferraz, eu sei. Diana é nosso interesse também, é uma agente valiosa, a melhor atiradora que já vi. Não sei o que aconteceu, mas ela sempre foi exemplar, nós a queremos de volta. E você entende que também é aí que os nossos interesses se tornam comuns?

_ Inocentando a Rhian, inocentamos a Diana.

_ A última coisa que quero é atirar em Rhian Kier, pode acreditar.

_ É que... Não sei, pressentimento ruim.

Maria abriu a porta da minivan, mas se brecou ao ouvir aquilo. Olhou para Kes outra vez.

_ Achei que advogados não tivessem sentimentos.

Amelie quebrou o pressentimento ruim num sorriso.

_ Você é advogada também.

_  É assim que eu sei_ Sorriu de volta, mas quando se virou para fora e desceu, já era a delegada impassível novamente. Colocou os óculos escuros, arrumou a identificação suspensa por uma corrente prata sobre o peito, preparou sua mente. Tudo precisava terminar. Havia ido ali para terminar tudo. Virou para dentro da van mais uma vez e estendeu a mão para Amelie_ Doutora, por favor.

Amelie segurou a mão dela, tentando ver aqueles olhos castanhos-vivos através dos óculos escuros. Era possível. Maria a ajudou a descer gentilmente.

_ Fique perto de mim.

 

Atrás da van, 11h51.

Andressa Harumi analisou a formação dos agentes. Todos posicionados aguardando a ordem de prosseguir. A delegada havia sido muito clara sobre o papel de Andressa naquela ação, deveria manter distância segura, deveria esperar do lado de fora, Diana seria entregue ali na frente. Porém por outro lado... Havia algo em sua cabeça. Haviam algos em sua cabeça. Dois lados divergindo. O seu lado agente ordenava que ela obedecesse sem questionar, pois não podia manchar o nome da instituição para qual servia, e então havia seu lado esposa quase em desespero por Diana. Andressa precisava tê-la de volta. Desesperadamente precisava. E se perguntava o tempo inteiro se Rhian presa seria o suficiente para que isso acontecesse. Afinal, Andressa havia ajudado na denúncia e sabia que aquele mandado de prisão poderia cair antes mesmo de voltarem ao Brasil.

Seria tão bom se Rhian simplesmente... Deixasse de existir.

Mas ela existia. E estava ali naquele hospital.

E foi com essa guerra em sua cabeça que Andressa desligou seu comunicador e seu localizador, e decidiu por uma entrada alternativa.

 

Recepção do hospital, 12h01.

Uma confusão enorme se formou na entrada do hospital. Eram dois rapazes exaltados, reclamando atendimento imediato e quando um deles começou a se mostrar muito bêbado e muito agressivo, a confusão generalizou. Os militares presentes entraram para segurá-lo, enquanto o outro causava mais confusão querendo saltar o balcão de atendimento, e quem esperava para ser atendido recuou, se protegendo, sem entender o que estava acontecendo, empurra-empurra, gritaria, e Kiria Eli simplesmente cruzando o saguão, passando pelo atendimento e conseguindo acesso ao corredor que precisava sem sequer ser notada.

Kiria não olhou para trás, não inibiu seus movimentos, sentia a arma em sua cintura e o tempo em seus calcanhares. Aumentou o passo e pegou o próximo corredor, em direção a Terapia Intensiva, sabia que Rhian estava ali, em um daqueles quartos, e foi quando a movimentação aumentou, ouviu barulhos além da confusão que seus parceiros haviam causado, a polícia, é claro que era a polícia.

Kiria sacou a arma discretamente e apertou o passo. No mesmo instante em que Andressa a viu passar pela vidraça de um dos quartos.

Andressa havia escalado as grades de proteção e saltado para dentro dos domínios do hospital. Não havia sido difícil passar despercebida no meio da confusão do carnaval, saltou para dentro e percebeu que estava atrás da triagem do Pronto-Socorro. Haviam divisórias, biombos criando pequenos ambientes reservados, tentou passar a mais discreta possível até encontrar um biombo vazio. Forçou a janela com jeito e ela não levou nada para ceder, e foi por aquela divisória vazia que Andressa conseguiu furtivamente deslizar para dentro do hospital. Havia ouvido a confusão de onde estava, e os enfermeiros e cuidadores prenderam sua atenção na tal desordem o que muito ajudou a agente em sua caminhada. Guiou-se pelas placas e pegou o corredor que precisava, sentia falta de sua arma, sentia falta de ter controle, e Andressa sentia que precisava chegar logo ao quarto dezesseis, ou Diana escaparia de suas mãos outra vez. Não sabia explicar, apenas sentia, e sentia forte. Então ouviu passos mais apressados do que os seus e decidiu se esconder dentro de um dos quartos para se certificar de quem passava.

E olhos azuis naquele tom não são fáceis de se esquecer.

Kiria apressou-se mais ainda, o máximo que podia sem chamar atenção das câmeras de segurança. Sabia que o hospital era repleto delas. Ajustou o chapéu panamá sobre os cabelos, a arma mantida bem junto ao corpo para não levantar suspeitas, e uma placa lhe contou que bastava virar à esquerda. O setor da Terapia Intensiva.

Saiu olhando dentro de cada quarto daquele corredor, não sabia em qual quarto exatamente Rhian estava, por que que todos não podiam estar descortinados? Por quê? Não estavam,  o que a obrigava a abrir as portas, a checar friamente, não mostrava a arma, apenas entrava e saia, causando espanto e estranheza aos pacientes, quarto um, dois, três, o quatro estava vazio, o quinto com as cortinas abertas, seis, sete, vazio, vazio, oito, nove, não era Rhian, não era Diana, dez, onze e Kiria ouviu os passos apressados dos federais, aumentou seus passos, mas nada se mostrou no seu rosto, ela era mais automática que sua pistola, mais fria que o cano que segurava, incapaz de sentir qualquer coisa que fosse, não havia sido esta a acusação de Rhian? Que Kiria era incapaz de sentir? Rhian tinha coragem de lhe dizer, ela, Rhian Kier, que não sentia nada por ninguém. Bem, por quase ninguém. Ela sentia por Diana, não sentia? Aliás, Diana parecia ser a única coisa pela qual Rhian ainda sentia.

E Kiria andava interessada em fazer Rhian sentir alguma coisa.

Andressa ia a seguindo em passos inaudíveis, se escondendo atrás de uma coluna e outra, mas sem tirar os olhos de Kiria nem por um instante, o que ela pretendia? O que poderia estar querendo? Ela estava armada, e Andressa não tinha nada além do comunicador que estava acionando repetidamente sem nenhum retorno. Onde estava a equipe que não surgia de uma vez?!

Estavam no saguão, ainda passando pela confusão do saguão.

_ Polícia, polícia, mantenham a calma! Mantenham a calma!_ Maria tentava organizar aquela situação num espaço de tempo de segundos, porque não tinha tempo, havia algo de errado ali, algo estava errado e errado demais_ Em frente, agora, agora, vamos, vamos!!!

Kes parou de respirar, não houve tempo para reorganização mental, para tentar cogitar o que estava acontecendo, então apenas automaticamente agarrou na camiseta da delegada enquanto ela tomava a frente da entrada da polícia.

Maria abriu o caminho e mandou seus agentes na frente.

Andressa se abaixou devagar, quarto doze, treze, se armou com o que tinha.

E Kiria sentiu que havia alguém em sua nuca. Mas não tinha tempo para isso, ocultou a arma sob sua camiseta sem tirar o dedo do gatilho.

_ Fiquem nos quartos, fiquem nos quartos!_ Os agentes alcançaram o corredor dois.

Quatorze, persiana fechada, abriu a porta, quarto vazio.

_ Polícia Federal Brasileira, abram o caminho!_ Corredor três.

Quinze, quarto vazio e então persiana aberta, do quarto dezesseis.

Que não estava vazio.

Tudo deve ter levado um segundo. Os agentes invadiram o corredor quatro no mesmo momento que Kiria pegou Marnie antes dela sair do quarto. Kiria a empurrou de volta para dentro e então a empurrou banheiro adentro, tapando a boca dela, segurando-a pela garganta e olhando dentro daqueles olhos castanhos com seu azul tão frio que fez a espinha de Marnie gelar.

Shssssssss, ela ordenou.

E Marnie não era louca de fazer diferente.

 

Dentro do quarto, 10 segundos depois.

_ Mas... Este é o quarto certo?

_ É o dezesseis senhora, Hanna Melin, a moça que estão procurando, ela estava aqui... Há dez minutos_ A enfermeira parecia atônica ao perceber que Diana não estava no quarto. Não havia sinal de nada, nem de Rhian, nem de Diana, nem de coisa alguma.

_ Se espalhem pelo hospital, vamos, rápido, rápido!

_ Mas a moça estava em coma! Não pode estar andando por aí!

_ Doutora?_ Maria olhou para Kes em total desconfiança.

_ Eu estava com você o tempo todo! Não falei com ela, não avisei, eu..._ Amelie era realmente inocente, não fazia ideia de onde Rhian podia estar. A delegada pareceu perceber. Respirou fundo, levando as mãos à cabeça.

_ Ela não vai longe. Vamos, vamos! Vasculhando tudo!

_ Cadê a sua agente? A sua agente Harumi!

_ Harumi_ Maria suspirou e esperou que ela não estivesse fazendo nenhuma besteira.

Kiria ouviu os homens saindo do quarto. O banheiro estava escuro, mas podia ver o susto nos olhos de Marnie, Kiria precisava admitir que gostava de causar aquele tipo de medo.

_ Você lembra de mim, baby?_ Perguntou num sussurro ameaçador.

_ Kiria...

_ Você lembra, eu fico lisonjeada_ Apertou a mão na garganta de Marnie, não precisava de arma para assustá-la mais e o sussurro de ameaçador evoluiu para furioso_ Onde ela está?

_ Está me machucando, Kiria!

_ Eu não estou, baby! Quando eu começar a machucar você vai ter certeza. Onde ela está?!_ Marnie não respondeu falando, mas respondeu com os olhos. E Kiria não precisava perguntar mais nada_ Eu não acredito que você deixou ela escapar!

Havia deixado. Kiria rosnou de raiva e soltou Marnie violentamente, precisava sair dali, precisava encontrar Rhian, e precisava ir logo. Os policiais se espalharam pelo hospital rapidamente, e Kiria sabia que deveria esperar para sair em segurança, mas, mas... Era Kiria Eli.

E o vulcão Eli estava em erupção.

Saiu do banheiro, empunhando a arma e sua fúria na mesma mão, abriu a porta do quarto e...

Foi abruptamente derrubada no corredor. Um golpe seco, em sua nuca, Kiria foi derrubada no chão e deslizou pelo piso encerado desenfreadamente enquanto sua arma deslizou para além de suas mãos. Esticou a mão em meio ao seu deslize o máximo e mais rápido que podia tentando alcançar de volta, mas escapou. A pistola bateu na parede cruzando o corredor para o outro lado, Kiria se virou de peito para cima tentando travar aquele impulso e Marnie gritou, gritou alto por ajuda ao sair do quarto e perceber o que se passava no corredor.

Andressa saltou em cima de Kiria e as duas rolaram pelo piso numa confusão de corpos e socos e agarrões.

_ Mas o quê...?!

_ Você está presa! Polícia Federal Brasileira, você está presa!_ Andressa conseguiu parar em cima dela, tentando imobilizá-la.

_ Bonitinha, você é da polícia?_ Kiria conseguiu segurá-la, em cima do seu corpo, empurrando-a com suas pernas e braços.

_ Você está presa!

Estava, é claro que estava. Kiria tirou as costas do chão e acertou uma cabeçada no nariz de Andressa, fazendo-a voar para trás tal como Amelie havia voado há uns dias em Grace Bay. Kiria se pôs de pé num segundo e Andressa a agarrou pela perna no outro, a desequilibrando, deixando tudo bem mais difícil. Mas o que aquela moça...?

_ Solta, solta...!_ Kiria voltou parcialmente para o chão perdendo o equilíbrio, por que aquela moça estava desarmada e a segurando tanto?_ Solta! Que coisa, solta!_ E conseguiu soltar sua pele de entre os dedos de Andressa e por um centímetro escapou, e disparou correndo o mais rápido que podia.

_ Kiria Eli corredor quatro! Reforço, eu preciso de reforço!

Kiria chutou a pistola, a fazendo deslizar mais para frente, e fez novamente quando a alcançou a próxima ala, a arma parou na curva do corredor e ela habilidosamente se abaixou para pegar sem perder a passada, lavanderia, lavanderias sempre tem saídas diretas. Passou pela porta em vai-e-vem e os funcionários gritaram ao vê-la entrando, gritaram e guiaram Andressa para onde ela deveria estar. Kiria saltou a janela, pisou na grama e quase na mesma passada, alcançou as grades que cercavam o hospital. Escalou e saltou para o outro lado.

_ Saída Quinta Avenida!

_ Agente Harumi, está desarmada, recue!

_ Ela está escapando!_ Saltou a janela e agarrou na grade, começando a escalar o mais rápido possível, enquanto Kiria costurava pelo meio da multidão, tentando atravessar. Andressa alcançou o chão com o nariz sangrando e saiu no rastro dela, o chapéu panamá havia ficado pelo caminho, mas a blusa larga que deixava escapar um biquíni azul turquesa era inconfundível. Kiria buscou o celular no bolso do jeans, fez uma ligação, enviou sua localização e esperou que aqueles homens fossem eficientes.

E que continuassem do seu lado.

Andressa passou pela multidão e pegou a calçada do outro lado da rua, para onde ela havia ido, para onde...? Andressa olhou tecnicamente para todas as rotas possíveis e encontrou uma galeria que atravessava o quarteirão. E soube que havia sido por ali que ela havia passado. Andressa disparou correndo e viu o mar em depressão do outro lado, havia uma calçada alta e a praia ficava uns dois metros para baixo. Havia um deck ali, e lanchas ancoradas.

Kiria estava há metros de sua lancha quando Andressa literalmente voou em cima dela. Rolaram novamente, pela areia, e daquela vez, Andressa estava armada.

_ Ei, não, não!_ Kiria agarrou os punhos dela, tentando fazê-la soltar a faca, mas não tinha tempo para aquilo. Girou o punho de Andressa e as duas acabaram sentadas na areia, medindo forças e agente enfiou o pé no peito de Kiria fazendo-a ir para trás, era bonitinha, mas era perigosa_ Para, ei, não!_ Kiria a puxou contra o seu corpo, firmemente, trazendo-a de costas contra o seu peito enquanto mantinha a faca seguramente controlada dentro do possível, será que não estava claro para tal agente que Kiria podia explodir a cabeça dela, mas por algum motivo esquisito não queria?_ Solta, solta agora, solta!

_ Kiria! Kiria!_ Sua fuga já estava com o motor da lancha em ponto de partida e Eli teve que tomar uma decisão. Soltou os punhos dela e empurrou Andressa o mais forte que podia, fazendo-a soltar de si, as duas se colocaram de pé em dois segundos e quando Kiria girou em direção a lancha, viu de relance aquela lâmina passando tão perto que lhe cortou uma ponta dos cabelos. Olhos puxados e obstinados, sangue no rosto, lâmina na mão direita e a mão esquerda sendo esticada em sua direção, Andressa fechou os dedos e a pele de Kiria agatanhou com o movimento, escapando por um milímetro, e pronto, estava pronta para ir, estava mais do que pronta, porém...

_ Polícia Federal Brasileira, fique onde está, fique onde está!

Eram dez agentes? Todos com suas armas empunhadas em direção de tiro? Eram. E agora era Kiria quem não estava interessada em deixar a bonitinha escapar.

Foram dois movimentos. Movimento um, Kiria empunhou sua arma, e movimento dois, a arma estava na cabeça de Andressa.

Puxou Andressa pelo pescoço contra o seu corpo de costas para si.

_ Agora você solta esta maldita faca, bonitinha, isso, assim, solta_ Apertou o cano da arma contra a têmpora de Andressa, que enfim, percebeu no que havia se envolvido. Deixou a faca cair e ouviu a arma suavemente engatilhando..._ Ninguém vai atirar, não é?_ Perguntou se dirigindo aos policiais enquanto começou a andar de costas em direção a lancha.

_ Kiria, calma, vamos negociar!_ A delegada enfim havia alcançado o rastro de Andressa.

_ Eu tenho um negócio a propor a vocês. Eu vou entrar naquela lancha, e ninguém irá atirar, o que acham?

_ Deixe ela na areia! Você pode entrar na lancha, mas deixe a agente na areia!

_ Ah não, eu adorei o jeito que ela não queria me deixar ir embora, acho que nunca uma garota agarrou tanto em mim assim_ Falou sorrindo_ Baixe a arma, delegada, baixe a arma!_ E apertou o cano da arma contra a cabeça de Andressa ainda mais e a delegada cedeu, baixando a arma.

_ Tudo bem, tudo bem! Kiria deixe a agente, eu garanto a sua segurança!

_ Pode deixar que eu mesma garanto a minha segurança_ Então sussurrou para Andressa_ Sobe na lancha e não faça nada estúpido, odiaria atirar em você. Odiaria mesmo.

A quota de estupidez de Andressa já havia sido estourada aquele dia. Subiu na lancha, como escudo humano de Kiria e tudo o que a delegada pode fazer junto aos agentes, foi observar Kiria Eli fugindo por aquela imensidão azul.

_ Estamos fazendo alguma coisa errada na seleção.

_ O quê, delegada?

_ É a segunda agente sequestrada em menos de um mês. Tem alguma coisa errada com a nossa seleção_ Devolveu a arma para o coldre, respirando profundamente_ Algum sinal de Rhian Kier?

_ Delegada, nós não fazemos ideia do que aconteceu. Nós fechamos todas as saídas possíveis, mas...

Rhian Kier preferia as saídas impossíveis, já sabemos.

 

Heliponto, altos do Hospital Militar, 12h00.

Diana Ferraz terminava de ser embarcada no helicóptero U.T.I enquanto Rhian Kier se despedia de Marnie. O céu estava azul, o som do helicóptero enchia os ouvidos, os longos e loiros cabelos de Rhian flutuavam no ar e Marnie se perguntava se alguma vez já havia visto Rhian mais bonita. Os óculos escuros lhe protegiam os olhos verdes da claridade e havia algo por ela que Erica não sabia dizer, mas estava reluzindo. Reluzindo demais.

_ Marnie, você foi maravilhosa_ Disse com aquele sorriso lindo no rosto.

_ Eu sei, mas você é louca, Rhian.

Rhian riu a abraçando afetuosamente.

_ Eu sei, mas eu vou resolver tudo isso, confia em mim.

_ Eu confio. E acho que passou da hora de você confiar em mim também, não é? Eu mereço saber, Rhian.

_ Saber o quê?

_ Você sabe o quê! Por que o Romeo está atrás de você?

Rhian Kier abriu outro sorriso, um sorriso bem diferente dos anteriores. Era um sorriso esnobe, superior, de quem muito se diverte com algo. Então olhou para baixo e subiu no helicóptero. E antes de fechar a porta, mantendo aquele sorriso, tranquilamente respondeu:

_ Eu dormi com a namorada dele. Na cama dele. Tantas vezes que perdi a conta. E então eu tive acesso as contas dele. Aquelas em que a quadrilha depositava boa parte dos lucros com o roubo de carros. Afinal, ele é Romeo Kier, grandes quantidades de dinheiro não seriam estranhadas nas contas dele.

Marnie riu, ela estava falando sério?

_ Ok, o que mais você fez?

_ Invadi as contas dele_ De repente, aquele sorriso brilhou mais ainda, aquilo realmente lhe divertia_ E doei tudo para os Médicos sem Fronteiras...

 

 

Notas finais:

Meninas, como vcs estão? Mais um  capítulo revelador e cheio de emoção! E Rhian surpreendendo um pouco mais todas nós. 

Garotas, estamos perto de viajar para o Rio de Janeiro. Vamos agora dia 09 de agosto e retornaremos dia 20, depois disso passaremos quatro dias na cidade de Conceição de Ibitipoca. Estamos animadas! Vamos marcar um dia de trilha na Pedra do Telégrafo?! 

Também gostaria que pudessem deixar seus emails nos comentários, pois enviarei para todas uma surpresinha com bastante carinho. Não vale emails no face, somente aqui no Lettera, ok!

Abraço a todas! 



Comentários


Nome: lih (Assinado) · Data: 26/02/2018 16:27 · Para: A garota má que salva o dia

Hey moça, primeiramente quero lhe parabenizar pela incrível historia, gostei tanto que estou lendo novamente.

Queria também pedir se possível, para me enviar todos os extras dessa história e outros contos se tiver, quem sabe um spin off de arisis...

Meu email lillydicacere@gmail.com 

 

Obrigada, bjos e afuardando mais histohist como essa. 



Resposta do autor:

Oieeee moça!

 

Obrigada pela sua leitura! Feliz em saber que você não só curtiu, como voltou para ler novamente hahaha

 

Enviei os extras pra você, naão tinha ideia de já tinha enviado antes, enfim, estão enviados agora!

 

Beijos! Espero ter a sua leitura nas histórias novas que estou postando e nos projetos que ainda irei postar ♥



Nome: Mduarte (Assinado) · Data: 20/10/2017 03:03 · Para: A garota má que salva o dia

Oi Tessa,

Minha namorada leu tem alguns meses e até então eu não entendia o motivo dela virar a madrugada inteira lendo..

Agora sou eu quem está na maratona kkk

Adoro a estória e que capítulo emocionante !!!

Por favor se possível me mande TODOS os extras.

enf.marianaduarte@gmail.com 



Resposta do autor:

Oieeee moça!

 

Hahaha

 

Agora deu para perdoar a moça pela leitura em maratona né, admiro quem faz isso com esses capítulos enormes de Delirium!

 

Enviei os extras pra você com atrasado :/ Sinto muito

 

Beijos!



Nome: thaiisk (Assinado) · Data: 04/09/2017 18:17 · Para: A garota má que salva o dia

Oi Tessa, eu acabei de ler a história faz pouco tempo, gostei muito! E se não for incomodo eu queria saber se você poderia por favor me enviar TODOS os extras por email. 

thaissandradek@gmail.com

Muito obrigada! :)



Resposta do autor:

Oieee moça!

 

Extras enviados com atrasos extraordiários :/ Sinto muito, mas acho que só enviei agora, espero que ainda esteja interessada :/

 

Beijinhos!



Nome: jorytchar (Assinado) · Data: 30/08/2017 20:21 · Para: A garota má que salva o dia

Boa tarde, tô amando sua escrita, sua história é fantástica e você uma escritora talentosa demais!

Ficaria muito feliz se pudesse me encaminhar os eps extras, todos eles, pois até amanhã acho q já acabo a história! Viciante demais!

Parabéns e obrigada!

 

 

josireism93@hotmail.com 



Resposta do autor:

Olá moça!

 

Obrigada por este comentário tão gentil ♥

 

Enviei os extras pra você por não lembrar se já tinha enviado antes, desculpe a demora de qualquer forma, obrigada pela sua leitura, viu?

 

Beijos!



Nome: Clayene (Assinado) · Data: 19/08/2017 10:01 · Para: A garota má que salva o dia

Oi, passei para agradecer pelo conto maravilhoso! É para pedir que, se possível, me enviasse todos os extras.

 

C-lopes16@hotmail.com



Resposta do autor:

Oieeee moça!

 

Na dúvida, te enviei os extras novamente, não lembro se cheguei a enviar apesar de não ter respondido o coment :/

Beijos!

 



Nome: Photographer_SP (Assinado) · Data: 15/06/2017 03:06 · Para: A garota má que salva o dia

Olá Tessa! Tudo bem?

Que capítulo eletrizante, hein. Incrível como a Andressa está de boa com a Kes indo para as Bahamas, pressinto problemas no ar. Hehe

Adoro a Ariana e a dra advogada linda Isis. Aguardando os momentos românticos das duas fofas. Cuti cuti...

Kes e a bela delegada hummmm.....vai rolar um clima?!!

Capítulo surpreendente a fuga da nossa heroína Rhian sendo protegida a dra Érica dando cobertura achei que elas deveriam mesmo ter resolvido essa pendência, né? Só acho! 

A Di diagnosticada e medicada. Amoooooo :)

Já deve estar cansada de ler tantos elogios, mas acho que nunca é demais, né.

Você escreve muito, manda bem mesmo!

Parabéns!

Obrigada!

Beijos



Resposta do autor:

Oieee moça!

 

Mais um capítulo cheio de ação, eu acho que nunca escrevi tanto no modo ação em toda a minha vida, mas o enredo pedia haha

 

Isis e Ariana se fortalecendo juntas, superando o primeiro arrecife e a Rhian se superando mais uma vez nas fugas com estilo, ela e Érica precisam se entender, zerar na vida, né.

 

E pode continuar com a gentileza dos elogios que sempre me dão combustível pra escrever cada vez mais *.* Obrigada por tudo!

 

Beijos!



Nome: Photographer_SP (Assinado) · Data: 15/06/2017 01:59 · Para: A garota má que salva o dia

Olá Tessa! Tudo bem?

Amando Delirium sua estória já é sucesso!

Parabéns!

Obrigada de verdade!

Posso pedir por gentileza que me envie os extras.

lana.porter@hotmail.com

 

Obrigada!

Beijos



Resposta do autor:

Oieee moça!

 

Extra enviado! Desculpe a demora, ando com alguns contratempos mas pode deixar que você receberá todos os extras, viu?

 

Beijos!



Nome: Seo Marcela (Assinado) · Data: 29/05/2017 03:48 · Para: A garota má que salva o dia

Se possível vocês poderiam enviar todos os capítulos extras para o meu email? 

marcelamguedes@hotmail.com



Resposta do autor:

Enviado, Marcela!

 

Espero que a leitura te agrade, viu?

 

Beijos!



Nome: camilanew123 (Assinado) · Data: 26/05/2017 10:44 · Para: A garota má que salva o dia

Me envia o extra pfvr?

Camilanew123@hotmail.com

Obrigadaa <3 <3 <3 



Resposta do autor:

Extras enviados!

Acho que já tinha enviado antes, enfim, só para garantir enviei de novo haha

 

Beijos!



Nome: loveyou (Assinado) · Data: 15/05/2017 18:34 · Para: A garota má que salva o dia

Oi amore, tô adorando a estória


Manda os extras por favoooor


love8le8you@gmail.com



Resposta do autor:

Oieeee!

 

Tentei mandar oe extras, o e-mail retornou :/

 

Qualquer coisa me envia outro e-mail aqui ^^

 

Beijos!



Nome: sophiebrt (Assinado) · Data: 12/05/2017 22:16 · Para: A garota má que salva o dia

Tess...querida autora, você me fez uma garota muito mais feliz ao me enviar os extras e as capas, outra vida ler os capitulos e correr meus olhos pelas capas extras e capitulos extras, torna a leitura melhor ainda. Mas uma vez parabéns pelo talento, e um agradecimento especial pela atenção dada a suas leitoras, gosto assim, autores talentosos e carinhosos. beijos 



Resposta do autor:

Vim aqui só te enviar um ♥ por este recado tão lindo *.*

 

Obrigada, moça ♥



Nome: sophiebrt (Assinado) · Data: 08/05/2017 21:52 · Para: A garota má que salva o dia

Tess estou adorando sua historia....gostaria que se possivel me mande os extras. Não sei se voce pode me mandar todos de uma vez, ou se tenho que solicitar extra por extra...me oriente....quero os extras e tudo que for relacionado a esta historia maravilhosa. meu email é sophiebrt@outlook.com



Resposta do autor:

Oieeee Sophie!

 

Acabei de te enviar os extras, como já estamos numa fase diferente, estou mandando todos de uma vez, mas já vi que vc lindamente me deixou vários comentários que eu vou responder com todo amor e carinho, te agradeço por isso, por estar lendo e me dando feedback, significa demais ♥

 

Espero que a história agrade até o final, viu? ^^

 

Beijinhos!



Nome: Mari777 (Assinado) · Data: 23/04/2017 15:29 · Para: A garota má que salva o dia

Fui ler os extras novamente e não acreditei que estava faltando um. Pode me mandar esse extra por favor?! 

PS: saudades das sua histórias 

marinaeiras45@gmail.com 



Resposta do autor:

Oieee Mari!

 

Vc me perdoa pelos meses de atraso? :/

 

Me enrolei no tempo aqui, mas já está no seu e-mail, tá? Por via das dúvidas, mandei tudo novamente! Já estou trabalhando numa história nova, espero contar com a sua leitura, hein?

 

Beijos! Saudades demais de vcs ♥

 

 



Nome: flor21 (Assinado) · Data: 16/03/2017 02:32 · Para: A garota má que salva o dia

To apaixonada pela sua história!!

Me envia o extra por favor.

mariaflor2121@gmail.com



Resposta do autor:

Oieeee Flor!

 

Obrigada pela sua leitura, desculpe a demora, extra enviado!

 

Beijos!



Nome: brunafinzicontini (Assinado) · Data: 25/02/2017 02:45 · Para: A garota má que salva o dia

Extra n? 31: Ariana e Ísis - Um Momento no Tempo

Um pedacinho de paraíso no meio da tempestade! Absolutamente encantador! E a gente fica ainda mais apaixonada por Ariana - e mais: pela sua mãe, pelo seu pai. Que história linda! Que momento bonito para Ísis! Dá para sentir com ela toda a bela surpresa que Ariana representa a cada momento. E nesse contexto entendemos melhor o tamanho da decepção que essa garota tão pura deve ter sentido com a traição da bela (e safada) Kes...

Um abraço,

Bruna

 



Resposta do autor:

Bruna, Bruna

 

Achei este coment que esqueci de responder :)

 

Um pedacinho de paraíso em meio a tempestade, Isis se apaixonando pela Ari sem sequer perceber e a gente percebendo a profundidade da doçura da Ariana e o tamanho da ferida adquirida :/

 

Beijos!



Nome: menteincerta (Assinado) · Data: 15/02/2017 00:14 · Para: A garota má que salva o dia

Tess, finalmente criei vergonha na cara e vim atrás dos extras que não li. Espero que não seja tarde, tava com saudades de Delirium e vim reler uns capítulos hahaha

Beijos

Ah, e meu e-mail: natiele.egidio@gmail.com



Resposta do autor:

Antes tarde do que nunca né hahaha

Extra enviado, boa leitura! Depois me conte sobre ;)

 

Beijos!



Nome: mari86 (Assinado) · Data: 04/02/2017 20:51 · Para: A garota má que salva o dia

Oi,

Estou aparecendo aqui e vou colocar o email nos capítulos que possuem extra como foi pedido.

Bjs mil!

mari86rangel@gmail.com



Resposta do autor:

Oieeee moça!

 

Extra enviado com sucesso!

 

Boa leitura!

 

Beijos!



Nome: mabi (Assinado) · Data: 27/01/2017 22:12 · Para: A garota má que salva o dia

Então, eu já terminei de ler a estória que como vc já sabe, virou umas das minhas paixões, e como quero os capítulos extras vin aqui deichar meu comentário em seus respectivos capítulos e nada mais justo do que falar também do que achei do capítulo em questão né!?


Primeiro: quando eu vi que a Amélie deu aquela secada na delegada eu pensei isso ai invista nela e deixe meu mas novo casal do coração em paz (amo a Amélie, mas a Ariana tem que ficar com a Ísis u.u) e a Maria me parece a pessoa ideal pra fazer aquela mulher aquietar a faixo... Sim, sim, só vejo benefícios u.u


Sobre dona Andressa, veio o pensamento "vai dar merda, vai dar merda, deu merda" como assim a pessoa resolve se meter com a loca da Kiria gente... E pensei mais" espero que ela volte bem pq apesar de tudo eu gosto dela".

Coitada da Marnie quase morre do coração...


Meu casal poderoso que eu amooo, melhor mesmo que tenham fugido e nem posso por em palavras como foi bom e  perfeito a Diana ter sido "curada" pq eu comecei a ler esse livro com um medo enorme de VC matar ela, e esse tipo de coisa não se faz com os leitores, fico arrasada quando vcs fazem isso :'(


Aaaaammmeeeee o que a Rhian fez kkkkkkk, morri de rir, sem falar que os médicos sem fronteras é um sonho que talvez um dia...


Enfim né

E agora a facada :D

 

mariasabrina.821995@gmail.com



Resposta do autor:

Primeiro, muito obrigada por vc ter vindo aqui deixar os comentários como eu pedi *.*

Significa muito, de verdade, como te disse, assim vcs me ajudam demais :)

Agora vamos ao comentário!

Amelie já começou o capitulo sendo ela mesma né, pondo olho em cima da delegada hahaha Amelie é linda, é adorável, mas a Ari tem dona, e uma dona feroz, então foi melhor arrumar alternativa para a nossa moça de Porto Rico ^^

E a Andressa decidindo testar todo o seu feeling de agente, que é tipo, nenhum, né, ela é ameçadora como um panda, só podia mesmo ter caido direto no colo da bandida hahaha

Sobre o diagnóstico da Di, eu sei que causo um medinho que o final fosse trágico, mas olha, esta autora aqui é fã de finais felizes viu, nada de causar traumas em ninguém haha A Diana sofreu, mas eu não ia deixar a moça morrer não ^^

E para final finalizar, Rhian sendo Rhian, a bitch suprema, vc não faz ideia de como eu adorei escrever esta mulher hahahaha

Extra enviado!

Beijos!

 



Nome: Vitlemos (Assinado) · Data: 17/01/2017 22:59 · Para: A garota má que salva o dia

Oii autora

não consigo parar de ler essa história, faz muito tempo que algo nao me prende..

a sua escrita é incrível, parabéns.. continue nos agraciando com essas viagens e emoçoes que você proporciona a cada texto.

 

me mande o extra por favor ;) (Capítulo 31: Extra Arisis "Um momento no Tempo")

vitlemoss@gmail.com

 

 

 

 

 



Resposta do autor:

Oieee moça!

 

Que bom saber que o mecanismo compulsivo foi liberado por Delirium em vc!

 

Muito obrigada pela sua leitura, espero que te prenda até o final :)

 

Extra enviado! Espero que a leitura dele tbem agrade ^^

 

Beijos!



Nome: Tammy (Assinado) · Data: 16/01/2017 23:06 · Para: A garota má que salva o dia

Olá autora.

Passando para parabenizar pela história,  estou adorando. Não, adorando não,  estou amando. 

Se não for pedir muito, seria possível me enviar os extras? gaspar.ttamiris@gmail.com

Muito obrigada.

;*



Resposta do autor:

Oieee Tammy!

 

Feliz demais que vc esteja acompanhando a história e que esteja gostando!

 

Extra do capítulo enviado! Conforme você for passando pelos capítulos que tem extra você vai deixando seu e-mail que eu vou enviando, assim vc não recebe spoiler sem querer :)

 

Beijos! Espero que a leitura continue agradando ^^



Nome: Midnight (Assinado) · Data: 15/01/2017 22:02 · Para: A garota má que salva o dia

Boa noite autora!

Adorei tudo na história. 

Casal mais que intenso: Lady Diana e a caribenha.

Casal fofo: Isis e Ariana!

Capítulo extra por favor.

midnightgirl009@gmail.com

Beijos lindona!

 



Resposta do autor:

Bom dia, moça!

 

Diana e a nossa caribenha colocaram fogo nesta história inteira haha

E Isis e Ariana vieram para dá uma suavizada nessas linhas :)

Extra enviado! Espero que curta a leitura :)

 

Beijos!



Nome: Cristine Caetano (Assinado) · Data: 10/01/2017 21:01 · Para: A garota má que salva o dia

Será que ainda posso ter a honra de ler mais um pouco dessa perfeição??  

mello-pam@hotmail.com



Resposta do autor:

Extra enviado!



Nome: Paula Rocha (Assinado) · Data: 06/01/2017 16:19 · Para: A garota má que salva o dia

Ola, Tessa, um bom dia!

Passando para pedir a gentileza de me enviar o extra do capítulo 31 - Arisis.

Lhe sou muito grata pela atenção.

paulalucena.x @gmail.com



Resposta do autor:

Extra enviado, moça!

 

Boa leitura!

 

Beijos!



Nome: LeticiaSilva (Assinado) · Data: 06/01/2017 03:07 · Para: A garota má que salva o dia

Só agora que vi que tem que por e-mail aqui pra receber os extras, rs.

 

leticiacsilva@ymail.com

 

bjs e parabéns pela história.



Resposta do autor:

Extra enviado, Leticia, boa leitura!

 

Beijos! Obrigada pela sua leitura!



Nome: _kuonganjo (Assinado) · Data: 05/01/2017 18:18 · Para: A garota má que salva o dia

Extra please!

Estou adorando a história!

laiine_moraes@hotmail.com



Resposta do autor:

Oieeee moça!

 

Extra enviado, obrigada pelo seu retorno!



Nome: mr_amanda (Assinado) · Data: 05/01/2017 03:46 · Para: A garota má que salva o dia

Olá!

Solicitando extra! rs

 

mr.amandacruz1000@gmail.com

 

Beijo



Resposta do autor:

Oieee!

 

Extra enviado, boa leitura!

 

Beijos!



Nome: LiaB (Assinado) · Data: 04/01/2017 22:33 · Para: A garota má que salva o dia

Que história!! super empolgada aqui!! obrigada autora pela linda e emocionante história! :D

 

juliabea.costa88@gmail.com  



Resposta do autor:

Extra enviado, moça! Espero que a leitura agrade tal como a história *.*

 

Beijos!



Nome: Nany (Assinado) · Data: 30/12/2016 16:16 · Para: A garota má que salva o dia

Oie....

 

Gostaria de receber todos os capítulos extras....????

 

araujoelaini@gmail.com 

 

Bjux e obrigada...



Resposta do autor:

Olá moça!

 

Extra enviado! Para receber os outros, basta deixar seu e-mail nos capitulos de referência, tá? ^^ Para ser justa com as outras moças :)

Espero que agrade a leitura!

 

Beijos!



Nome: MintSunny3012 (Assinado) · Data: 27/12/2016 17:35 · Para: A garota má que salva o dia

Olá autora!

Comecei a ler sua história assim que você iniciou as postagens, mas por varios motivos não consegui acompanhar. Decidi retomar a leitura e gostaria muito de receber os extras. Poderia enviá-los, por favor? arruda.v@gmail.com

 

Sua história é fantástica! Me apaixonei desde o início e agora em todo tempo livre que tenho é pra cá que eu corro!rs Parabéns pela excelente escrita!



Resposta do autor:

Oieeee moça!

 

Feliz em saber que vc acompanhou Delirium lá do começo! Extra enviado, para receber os outros é só deixar seu e-mail nos capitulos de referência que eu vou enviando :)

Obrigada pela sua leitura! Espero encontra-la por aqui em outros capitulos, hein

Beijos!



Nome: Saber (Assinado) · Data: 27/12/2016 00:33 · Para: A garota má que salva o dia

Autora, por favorzinho, me envie o extra.

f.cpaula@hotmail.com

Obrigada



Resposta do autor:

Extra enviado!

Boa leitura!

 

Beijos!

 



Nome: Perroni91 (Assinado) · Data: 23/12/2016 23:20 · Para: A garota má que salva o dia

Oi poderia me enviar os seguintes extras:


Capítulo 31: Extra Arisis "Um momento no Tempo"
Capítulo 33: Extra "A Caçadora e a Cor Vermelha"
Capítulo 36: Extra - Áudios Pronúncias e mindmap de Delirium
Capítulo 41: Extra Arisis "Amor Cerebral 2.0"
Capítulo 42: Extra Kiressa "Magnetismo"
Capítulo 43: Extra Ameria "Romantizar"
Capítulo 44: Extra Arisis "Innamorata"
Capítulo 45: Extra Kiressa "A Chave"
Capítulo 46: Extra Ameria "TKO"
Capítulo 47: Extra Arisis "A Moça de Bangkok"
Capítulo 48: Extra Kiressa "Coisa de Namorada"
Capítulo 49: Extra Ameria "Paraíso"
Capítulo 50: Extra Kiressa "Até Amanhecer"

Obrigada :)

marciasprates@hotmail.com




Resposta do autor:

Oieee Marcia!

 

Extra enviado, para receber os outros, basta deixar o e-mail no capitulo de referência, só para ser justa com as outras moças, tá? ^^

 

Beijinhos! Obrigada pela sua leitura!



Nome: Mariah (Assinado) · Data: 17/12/2016 16:36 · Para: A garota má que salva o dia
Emocionante! Relendo e adorando!
Extras plz: falecommariah@gmail.com

Resposta do autor:

Dá para pegar mais umas coisinhas depois de reler, né? ^^

 

Extra enviado! Boa leitura!

 

Beijinhos!



Nome: Liana M (Assinado) · Data: 14/12/2016 08:09 · Para: A garota má que salva o dia

Li toda a historia e me apaixonei, quero mais, spin offs, continucao, extras, outras historias suas *---*

 

c.melo9@hotmail.com



Resposta do autor:

Oieeee Liana ♥

 

Obrigada pela sua leitura e principalmente, pela sua empolgação pela minha escrita! É sempre maravilhosos ler coisas assim =)

Beijinhos! Extra enviado!



Nome: Paula Rocha (Assinado) · Data: 13/12/2016 21:56 · Para: A garota má que salva o dia

Olá, aultora...ótima história. 

Gostaria de receber os extras dos capítulos.

Muito grata por tua atenção.

paularocha.x@gmail.com



Resposta do autor:

Oieeee Paula!

 

Tudo bem?

Extra do capitulo 31 enviado! Espero que a leitura te agrade hein

 

Beijos!



Nome: tyty (Assinado) · Data: 13/12/2016 03:41 · Para: A garota má que salva o dia

Cada dia mais apaixonada...

Quero extras *_*

Tytym2@oulook.com



Resposta do autor:

Extra enviado moça!

 

Boa leitura Arisis pra vc ♥

Beijos!



Nome: luba (Assinado) · Data: 12/12/2016 21:44 · Para: A garota má que salva o dia

Será que ainda tá em tempo de receber esse extra??? Eu e minha confusão de extras que já li é que não li, bom, e mesmo estando lá na frente na história esses extras são sempre tão lindos que gostaria de receber mais esse ???—

lubsvalamiel@gmail.com 

bjo, Tessa. E obrigada :) 



Resposta do autor:

Oieeee Luiza!

 

Seguimos na nossa máxima que é melhor ter repetido do que não ter né haha Enviado pra vc ^^

 

Beijos! Boa leitura!



Nome: Mary (Assinado) · Data: 10/12/2016 05:57 · Para: A garota má que salva o dia

Excelente história!

Manda o extra por favor: mmary4999@hotmail.com



Resposta do autor:

Extra enviado, moça!

Boa leitura!



Nome: tata_rj (Assinado) · Data: 09/12/2016 20:49 · Para: A garota má que salva o dia

Tensa essa composição de cenas no hospital.

Extras... Pleeeease, os extras! freitas.taize@gmail.com

 



Nome: tata_rj (Assinado) · Data: 09/12/2016 10:58 · Para: A garota má que salva o dia

Olá! 

Li alguns (muitos) comentários pra não escrever mais do mesmo e tentar um elogio original à sua mente brilhante mas daí me toquei q mais do mesmo tb eh muito, mas muito especial!

A historia eh muito gostosa! Pronto! E como minha esposa eh quase tao cimenta qto a Diana (aqui eh q eu paro e dou umas risadas) eu fico por aqui. :)

Please, poderia me enviar os extras? Freitas.taize@gmail.com

 



Resposta do autor:

Olá moça!

 

Muito bem-vinda aos comentários de Delirium!

Extra enviado, espero que a leitura agrade ^^ Se agradar, basta deixar seu e-mail nos capitulos de referência que eu vou enviando pra vc :)

Muito obrigada pelo comentário e pelos elogios! Tem esposa meio Diana vc deve entender bem a Rhian né haha 

Beijos! Até a próxima!



Nome: Zuza (Assinado) · Data: 08/12/2016 13:21 · Para: A garota má que salva o dia

Tessa por favor me mande todos os extras...a historia ja esta acabando e eu so li o extra do cap 44...por favor por favor.

daiane_zuza@hotmail.com



Resposta do autor:

Extra enviado! Boa leitura *.*



Nome: Line10 (Assinado) · Data: 08/12/2016 02:42 · Para: A garota má que salva o dia

Parabéns autora historia maravilhosa Demorei mais consegui chegar antes do fim kkkk e agora só falta ler os extras rsrsrs super ansiosa

Sant_seya@outlook.com



Resposta do autor:

Oieeee moça!

 

Feliz que tenha conseguido alcançar a leitura antes do fim *.*

Extra enviado! Boa leitura!



Nome: YVONEE (Assinado) · Data: 01/12/2016 19:33 · Para: A garota má que salva o dia

Muito bom.......

Manda extra pra mim!!!!

iforalosso@hotmail.com



Resposta do autor:

Extra enviado! Boa leitura!



Nome: Anjo_steh (Assinado) · Data: 01/12/2016 03:54 · Para: A garota má que salva o dia

Olá, queria extra desse Cap., vou apenas copiar e colar, como já explique  em um de meus comentários eu devorei tudo de uma vez e deixei para solicitar os extras só  ao final de leitura, ainda bem que acabei de ler antes da finalização  da história.. ^.^ 

Segue e-mail abaixo

Stefany.candida@gmail.com

 

 

Queria também te parabenizar pelo.seu Talento /Dom 



Resposta do autor:

Pode ir deixando os e-mails que eu vou enviando sim ^^ Extra Arisis já enviado! Boa leitura!



Nome: Anjo_steh (Assinado) · Data: 01/12/2016 03:52 · Para: A garota má que salva o dia

Olá, queria extra desse Cap., vou apenas copiar e colar, como já explique  em um de meus comentários eu devorei tudo de uma vez e deixei para solicitar os extras só  ao final de leitura, ainda bem que acabei de ler antes da finalização  da história.. ^.^ 

Segue e-mail abaixo

Stefany.candida@gmail.com

 

 

Queria também te parabenizar pelo.seu Talento /Dom 



Nome: hillen (Assinado) · Data: 28/11/2016 02:55 · Para: A garota má que salva o dia

Seguindo a leitura dos extras atrasados! :)

catharinehillen@gmail.com



Resposta do autor:

Extra enviado, moça!

 

Aproveite a leitura ♥



Nome: miley (Assinado) · Data: 25/11/2016 22:03 · Para: A garota má que salva o dia

faz tempo que eu li esse cap e voltei agora nos coments para ganha o extra.                                               miley22martins@gmail.com      



Resposta do autor:

Extra enviado moça!



Nome: anamacedinha (Assinado) · Data: 25/11/2016 21:51 · Para: A garota má que salva o dia

Esta certissima,primeira vez aqui.
estou adorando a historia sim, mt bem escrita e instigante kkkkk

bjs



Resposta do autor:

Primeira vez e espero que volte outras vezes e sempre viu :)

 

Obrigada pela sua leitura *.*

 

Beijos!



Nome: Lenah Amaral (Assinado) · Data: 25/11/2016 00:35 · Para: A garota má que salva o dia

Antes de mais nada, parabéns autora por esta estória impar e apaxonante.

Estou acompanhando a estória de forma louca dentro da correria do meu dia mas, é um vicio. Acabo sempre conseguindo achar um jeito...rssss

Sei q tenho o defeito da moita mas, não  é  falta de amor ou respeito oelo seu belo trabalho autora....poderia dizer, q a emoção de cada capítulo me deixa sem palavras!!!

Obrigada por essas lindas personagens e claro, espero q o final tenha a intensidade de um delírio!

P.S:  Por favor, me faria muito feliz poder ler todos os extras, achei q dava para acessar pela lista.

Bjs

 lenahamaral@gmail.com 



Resposta do autor:

Oieeee Lenah!

 

Muito bem-vinda aos comentários de Delirium *.*

Agradeço a sua leitura e a sua empolgação pela história! O tempo que reserva para ler e para apreciar a locura que é Delirium haha

Fico sempre muito feliz quando as moças da moita aparecem rsrs Eu entendo e agradeço todas as leituras, mas vc não faz ideia de como eu fico feliz quando tais moças da moita deixam de ser um número na visualização e se tornam um nome nos comentários ♥

P.S: Vc pode fazer coleção dos extras haha Basta deixar o seu e-mail nos capitulos de referência, tal como vc fez agora que eu envio pra vc :) Aliás, o extra desta capitulo já está no seu e-mail ^^

 

Obrigada pela sua presença aqui, viu? Cada uma das leituras significa demais para mim, beijos!



Nome: Chris V (Assinado) · Data: 24/11/2016 16:06 · Para: A garota má que salva o dia

Olá!

Nao dá pra evitar, tem que ter o extra né?

chrisv_xxi@outlook.com

Beijos



Resposta do autor:

Oieee Chris!

 

Extra enviado, boa leitura ♥

 

Beijos!



Nome: anamacedinha (Assinado) · Data: 24/11/2016 05:04 · Para: A garota má que salva o dia

Que historia maravilhosa.

Queroooo.os extraskkk

analuiza.mcdc@gmail.com



Resposta do autor:

Olá moça!

 

Primeira vez por aqui ou estou enganada?

Extra enviado! Espero que a leitura agrade!

 

Beijos!



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.