Última noite de amor por Vandinha


[Comentários - 1262]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

Última Noite de Amor -- Capítulo 29

 

 

-- Oieeeee... Olha quem chegou -- Isabel entrou na cozinha empurrando a cadeira de rodas.

-- Oi poderosa! -- André cumprimentou Alexandra, mas quando se virou bateu com o cotovelo na jarra de suco.

-- CUIDADO ANDRÉ!!! -- Alexandra berrou e todos a olharam surpresos -- A jarra vai cair -- completou com um fio de voz.

E todo o suco se esparramou por cima da mesa.

Fez-se um longo momento de silêncio e de surpresa, antes que Janaína se levantasse aos prantos.

-- Alex, você falou... Você voltou a falar meu amor... -- Janaína ficou realmente emocionada. Estava quase chorando de tanta emoção, quase nem podia acreditar, abraçou forte a amiga.

Isabel, André e Ramon se olharam com cara de paisagem.

-- Ela voltou a falar devido ao grande susto de me ver sendo atingido por uma jarra de suco -- foi até Alexandra e a abraçou -- Obrigada chefe pela consideração. Não imaginava que gostava tanto de mim.

Alexandra bufou.

-- Seu desastrado! -- desviou o olhar, indignada consigo mesma. Estava mais de um mês mantendo o seu plano em completo segredo e por causa de uma jarra idiota, de uma bicha mais idiota ainda... Adeus plano.

Tatiane chegou perto do ouvido de Simone e cochichou.

-- Ela tinha que voltar a falar justo em um momento tão delicado como esse? Estou ferrada.

-- Bem feito -- Simone virou a cara.

-- Alex, você não imagina a saudade que eu estava de ouvir a sua voz -- Edna beijou a cabeça da empresária com carinho.

-- Então me deixa matar a sua saudade Edna: Cala a boca, cala a boca, cala a boca...

-- Alexandra! -- Isabel deu um tapa na cabeça dela -- Que falta de respeito com uma senhora que podia ser a sua mãe.

Janaína arregalou os olhos esperando por um: Vai para o inferno, ou algo ainda pior, mas não, ela simplesmente esfregou a mão na cabeça e resmungou algo tão baixo que foi quase inaudível. Isabel além do coração havia conquistado também o respeito de Alexandra.

-- Isso mesmo Isabel. Essa menina é sempre mal educada e grossa comigo. Está precisando levar umas boas palmadas.

-- Edna não me faça te demitir no primeiro dia do ano.

A mulher fechou a cara e começou a limpar a bagunça feita por André.

-- Deve ter sido muito difícil para você ficar todos esses dias sem falar, não é mesmo?

-- Verdade Valéria. Você não imagina como é difícil ouvir tanta besteira e não poder mandar calar a boca.

-- Poderosa dá uma olhada na nossa foto na primeira página do jornal -- André ficou de pé do lado da cadeira -- Então? O que achou?

-- Sabe o que você tá parecendo? Uma bisnaga enrolada em papel de padaria -- deu uma risada.

-- A sua sinceridade me comove chefe.

-- Pronto já podem almoçar -- Edna terminou de limpar a mesa -- E vê se não abre tanto essas asas -- olhou diretamente para André.

Isabel sentou ao lado de Alexandra e começou a preparar o seu prato.

-- Eu quero lasanha de espinafre, salada de maionese e uma taça de vinho.

-- Hááá... Claro. Você quis dizer suco de uva não é mesmo? Não se faça de boba Xanda.

-- De boba eu só tenho a mão -- falou no ouvido dela.

-- Como se eu não soubesse.

-- Simone e Tatiana -- André limpou a boca com o guardanapo, bebeu um gole do suco e olhou para as duas com a expressão divertida -- Vocês não precisam ficar assim mudas, com vergonha da Alex. Ela é cabeça aberta.

As duas enfermeiras ficaram rubras. Alexandra se divertia com o desconforto delas.

-- Tão aberta que o cérebro aproveitou e pulou fora.

Isabel sacudiu a cabeça.

-- Você é tão bipolar Alex.

-- Sou mesmo. Mas não fiquem assim meninas. Sabem a frase que eu costumo usar pra me conformar quando faço uma cagada?

Tatiane e Simone negaram com um gesto de cabeça.

-- Foi muito bom, serviu de experiência.

-- Isso nunca havia acontecido comigo -- Simone baixou a cabeça envergonhada e Alexandra sorriu.

-- Espero que a baixaria tenha valido a pena. Já se pegaram hoje?

-- ALEXANDRA! -- Isabel enfiou uma colherada de lasanha na boca dela -- Acho melhor mudarmos de assunto, a Alexandra só fala besteira.

-- Também acho -- Tatiana falou toda sem jeito.

Edna jogou um pano sobre o ombro e falou brava:

-- Será que vocês podiam falar menos e comer mais rápido? Tenho uma reunião marcado com minhas amigas para daqui a pouco.

-- Você e suas amigas quando se reúnem ou é conspiração ou é suruba!

-- Coitada Alexandra. A mais nova tem sessenta anos.

-- E daí Janaína? Sua avó tem oitenta e ainda faz altas surubas.

-- Sério Jana? -- Valéria olhou para ela admirada e Janaína apenas sorriu.

-- Desde que ela me disse que batom é para fazer os lábios se parecerem com uma vagina, eu nunca mais consegui olhar diretamente no rosto dela.

-- Vou contar para ela Alex.

-- Meu avô tem mal de Parkinson. Um dia ele foi mijar e gozou!

-- Se cabelo branco fosse sinal de inteligência o saco do seu avô, André, seria o Einstein!

-- Você anda olhando para o saco do meu avô Ramon?

-- Claro que não... -- Ramon empurrou o prato com ar satisfeito -- Alex, bem que podíamos dar uma volta no calçadão, tomar um sorvete... O que você acha?

-- Não saio mais com vocês -- Alexandra falou tranquilamente enquanto Isabel limpava seus lábios com o guardanapo -- Vocês vivem me esquecendo por aí. Vai que numa dessa, vocês me esquecem no meio de uma rodovia.

-- Vamos Alex, o dia está tão lindo. Prometo cuidar muito bem de você -- Janaína não conseguia esconder sua alegria e, com certeza, ela soou muito animada, pois Valéria contagiou-se com a sua empolgação.

-- É isso aí Alex, vamos, vai ser divertido.

-- Se vocês me garantem que não se esquecerão de mim... Eu vou com vocês.

-- Não! -- falou Isabel com desespero, saltando da cadeira.

Tatiana olhou para ela, sem ar, quando ela se levantou. Sentiu o frio evolver-lhe o coração, um buraco de desespero nascer-lhe no estômago. Isabel não podia ficar passeando pelo calçadão com aquele bandido as soltas. Talvez dessa vez não tivessem a mesma sorte.

Alexandra virou-se na cadeira e olhou para ela sem entender.

-- Porque não Isa?

Isabel abaixou-se então, encurvou-se um pouco sobre Alexandra, olhou nos seus olhos verdes, e aproximou os lábios do ouvido dela. Estava toda sem jeito não sabia o que falar, começou a gaguejar e disse com um ar embaraçado:

-- Eu tinha outros planos para nós duas -- falou sensualmente, e assoprou muito próximo ao ouvido dela -- Que tal uma festinha particular?

Alexandra umedeceu os lábios. Ela devia ter noção do quanto a excitava, pensou e desviou o olhar para aquelas pernas longas e bronzeadas.

Isabel a confundia ao extremo, ela tinha algo virginal, mas as vezes agia como se fosse a encarnação do demônio a lhe tentar.

-- Não perderia essa festinha por nada desse mundo. Já estou imaginando você completamente nua em minha cama.

-- Você é uma pervertida Xanda!

Alexandra riu, quando Isabel fez cócegas em sua barriga.

-- Podem ir, pessoal, eu e a Isa vamos ficar -- sorriu maliciosa.

Tatiana suspirou aliviada.

 

Mais tarde no calçadão.

-- O que será que as duas vão aprontar? -- André não aguentava de tanta curiosidade.

Valéria virou-se para trás e disse sorrindo:

-- Caras, queria ser uma mosquinha pra entrar naquele quarto.

-- Que coisa feia! Parem de ficar imaginando besteiras e deixem as duas em paz -- Janaína deu uma corridinha em direção a água e parou virando-se para Valéria -- Vamos molhar os pés nas ondas?

Valéria prontamente aceitou e correu até ela.

-- Vamos!

Jogaram as rasteirinhas na areia e correram na direção dele. Só já bem perto, quando a água gelada molhava seus pés é que elas pararam. Olharam juntas para a imensidão daquele mar tão vasto e sorriram.

Era tão bom aquele cheirinho de mar... Aquele cheirinho de paz. Porque paz tem cheiro, e o cheiro da paz para Valéria lembrava o sorriso de Janaína, a voz mansa, os gestos carinhosos.

 Nunca imaginou que amar alguém seria assim, tão bom, tão gratificante.

-- Que água gelada! -- falou receosa e deu alguns passos pra longe da água.

Janaína deu uma gargalhada gostosa.

-- Sua banana. A água está uma delicia isso sim -- brincou, e com o pé jogou água nela.

-- Há... É guerra é? Então vamos ver quem é mais forte.

E aí a guerra começou... Uma guerra d'água, esse literalmente foi o dia mais divertido para Janaína desde a morte de Giovana.

 

 

Tatiana e Simone sentaram-se em uma pedra. Simone retirou os calçados e deixou o mar molhar as suas pernas.

Um furacão de sensações parecia dominá-la. Tentava ignorar o perfume da pele de Tatiana, os cabelos cheirosos, e aquele olhar que a aquecia até a alma.

-- Acho que lhe devo desculpas não é mesmo? -- Ela passou a mão pelos cabelos, estava molhada de suor, sua respiração irregular como se tivesse corrido quilômetros -- Agi como uma idiota. Não sei o que me aconteceu.

Tatiana pegou a mão de Simone e a trouxe para junto do peito.

Simone estremeceu.

-- Não, não. Eu que agi como uma idiota. Foi tudo um plano -- disse ela, baixando os olhos.

-- Eu não estou entendendo -- disse encarando a garota que parecia bastante envergonhada.

-- Aquela garota que você viu comigo na festa de réveillon é uma amiga da Alex. Eu usei a pobre coitada para ver se conseguia despertar em você algum sentimento por mim que não fosse de amizade.

-- Eu devia ter imaginado que tinha dedo dela nessa história -- balançou levemente a cabeça dando um sorriso falso -- Deve ser por isso que ela foi tão compreensiva com a gente. Que safada.

-- Ela não tem culpa de nada. Apenas atendeu um pedido da Isabel.

-- Há... Essa aí também está metida. Agora já é uma quadrilha.

Tatiana achou graça.

-- Enfim, assumo toda a responsabilidade pela besteira e suas consequências. Prometo que não vou mais forçar a barra contigo, sexta-feira a Alex tira o gesso e não vejo mais necessidade de ter três enfermeiras cuidando dela.

-- O que está pensando em fazer?

-- Vou deixar o restante do trabalho para vocês duas e... Também estou pensando em deixar o hospital, não tenho mais clima para continuar -- passou a mão pelo rosto. Seria a decisão mais difícil de sua vida, mas não via outra saída.

Simone sentiu o seu coração doer só de se imaginar sem a sua grande amiga por perto.

-- Você é o meu porto seguro, onde a paz e a tranquilidade tomam conta do meu ser.

Tatiana recebeu aquelas palavras com um sorriso e um beijo no rosto da amiga que a deixou desconcertada.

-- O único jeito de uma amizade virar namoro é se na relação houver a presença do sentimento amor por ambas as partes. E sei que no nosso caso, apenas eu possuo o sentimento. Então para evitar um sofrimento maior, resolvi me afastar de você, para que tanto eu como você possa seguir em frente.

-- Tati...

-- Não me leve a mal, por favor -- Tatiana se levantou -- Estou fazendo isso por te amar demais. Nossas fotos, nossos risos, nossas brincadeiras, nossas histórias e momentos eu vou levar comigo. Se quiser deixo um pouco com você, mas só um pouco. Que é só para não me esquecer  totalmente, mas também não quero ser aquele tipo de fantasma igual a Giovana -- deu um sorriso triste -- Você precisa dar lugar ao novo.

Simone estava sem ação. Não sabia o que fazer ou dizer, apenas olhava para ela incrédula.

-- Queria te dar um beijo. Daqueles de filme, mas vou deixar isso como pendência, para quem sabe no dia que nos encontrarmos de novo.

Tatiana saiu caminhando com a sandália na mão. Não olhou para trás.

Simone apertou os olhos inundados e tentou se concentrar, mas sua cabeça começou a doer à medida que ela tentava colocar as ideias em ordem. Tudo estava embaçado...

 

Ramon e André olhavam em silencio para Tatiana que passava cabisbaixa por eles. A garota estava abatida e chorando.

-- Amor, acho que o papo entre as duas não acabou muito bem -- André brincava de rolar um coco verde sobre a mesa.

-- A Simone deve ter dado um corte nela.

-- Até imagino como ela deve estar se sentindo decepcionada. Já me senti assim aquela vez que fui ao McDonald's e não encontrei o brinquedo que queria.

-- André meu kirido, as vezes é melhor ficar calado e deixar que as pessoas pensem que você é um idiota do que falar e acabar com a dúvida.

-- Grosso. Não sou insensível não. É que já sofri demais nessa vida, estou até calejado. Quando eu nasci era tão feio que nem a Cuca quis me pegar -- largou o coco de lado e se levantou decidido -- Vamos voltar para o apartamento. Não aguento mais a curiosidade de saber o que aquelas duas estão inventando.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nome: rhina (Assinado) · Data: 20/05/2018 21:58 · Para: Capitulo 29

 

Que conversa triste .....Tatiana saindo de cena.....que dor. Mas amar sozinha machuca demais

E no apartamento. ......o que acontece. ....

Rhina



Nome: lucy (Assinado) · Data: 18/07/2016 20:42 · Para: Capitulo 29

Dó da Tati. Mas tenho esperança que Mone desperte e aceite o Amor que elas compartilham

juntinhas kkkkk.....// estou que.nem o.sem. noção,  Curioooooooosa com ......as meninss kkk

o que eztá rolando no ap. 

Bjs

Tá Incrivel de ler.....Nota Mil



Nome: olivia (Assinado) · Data: 10/01/2016 15:23 · Para: Capitulo 29

Vandinha você é sempre demais,sem palavras para comentar!!!!!!!!!!Muita luz para você!!!!!!Bjs



Resposta do autor em 11/01/2016:

Obrigadão Olivia. Fica com Deus minha querida.



Nome: kikapaula (Assinado) · Data: 09/01/2016 18:53 · Para: Capitulo 29

vandinha a simone ta pirando na maionese como é que ela faiz aquele escandalo todo com siumes de tati e dexa ela escapa das suas maos asim e a isa devia abri logo o jogo pra alex 



Resposta do autor em 09/01/2016:

Acredito que ela tenha travado no momento de se declarar à Tati, vamos dar um desconto. Certas coisas são dificeis de se admitir, não é mesmo? Bjs.



Nome: Jo Carlos (Anônimo) · Data: 09/01/2016 16:58 · Para: Capitulo 29

Olha não é por nada ,mas ter amigos como esses da Alexandra ,não é pra qualquer pessoa ,eles são geniais (que dera que eu também tivesse uns  assim bem humorados )

Esse convite da Isabel pra Alexandra ficar ,que tinha festinha particular ,o que pode ser ,ela bater mais nela ,sim ,porque a coitada tá toda quebrada ,mas vive levando tapa ,kkkkkkkk ,Isabel ela dá o doce ,depois toma ,ela gosta de fazer uma maldade com a Alexandra ...



Resposta do autor em 09/01/2016:

Você tem razão Jo. Os amigos da Alexandra são uns amores. Quanto a Isabel, imagino que esse jeito de ser dela foi o que cativou a Alex. Bjs querida até o próximo cap.



Nome: Valelispresley (Assinado) · Data: 09/01/2016 01:22 · Para: Capitulo 29

Não sei...nas acho que não será dessa vez que irá rolar algo mais intimo entre a Alex e a Isa...

Devo dizer que fiquei com os olhos 👀 marejados na conversa da Tati com a Mone :( Espero que ela não deixe a Tati escapar, afinal aquele barraco que ela armou com a Rita não teve sentido.



Resposta do autor em 09/01/2016:

Triste quando o amor não é correspondido. Não é mesmo? Mas acredito que Simone também sinta algo a mais que amizade pela Tatiana. Vamos torcer. Bjã Valelis.



Nome: lia-andrade (Assinado) · Data: 08/01/2016 22:50 · Para: Capitulo 29

Kkkkkk Alex é uma graça gente.. Tadinha da Tati, espero que Simone dê uma chance a ela. Agora estou curiosa saber o que vai rolar entre Isa e Alex.. 

Beijos, até o próximo sem falta. 



Resposta do autor em 09/01/2016:

Olá Lia. A Alex apesar de ranzinza é gente boa. Que a Simone gosta da Tati, é fato certo. A duvida é se ela terá coragem de assumir. É o que veremos nos próximos capítulos. Bjs.



Nome: Mille (Assinado) · Data: 08/01/2016 20:05 · Para: Capitulo 29

Olá querida Vandinha

Enquanto as duas tem festinha particular é só enganação mais de depedensse da Xandinha a Bel já estaria na sua cama desde a primeira vez.

Fiquei mega triste pela Tati também pela Simone, creio que ela não deixara a Tati ir embora assim facilmente.

Bjus e um ótimo final de semana



Resposta do autor em 09/01/2016:

Beijo Mille. É o que esperamos. Fica com Deus!



Nome: NayGomez (Assinado) · Data: 08/01/2016 17:43 · Para: Capitulo 29

Deu dozinha da Tati T.T 3u queria que a Mone levantasse e saísse correndo atrás da Tati e desse um Beijo de tirar o fôlego =/ mais a Mone e muito burra.... 



Resposta do autor em 09/01/2016:

Talvez a Simone tenha sido pega de surpresa e não conseguiu lidar muito bem com a situação. Muitas pessoas só dão valor as coisas depois que as perdem. Bjã garota. Até.



Nome: patty-321 (Assinado) · Data: 08/01/2016 17:18 · Para: Capitulo 29

Será q estão se pegando? Corre atrás simone.



Resposta do autor em 09/01/2016:

Acho que ela travou na hora H. Isso é normal. Ela só vai dar valor depois que perceber que a perdeu. Bjs Patty.



Nome: graziela (Assinado) · Data: 08/01/2016 15:50 · Para: Capitulo 29

As 2 inventando?  Alex deve estar correndo atrás da Isa.  Kkkkk

E agora gritando atrás da Isa,  pq não vai mais parar de falar. 

Pior que agora falando e retirando o gesso,  rapidinho ela deve descobrir da Isabel,  principal conversando com o advogado. 

E a Simone tá deixando a Tatiana escapar. Pior que ela parecia estar gostando da Tatiana. 



Resposta do autor em 09/01/2016:

Olá Graziela. Acredito que ela gosta da Tatiana, mas está assustada. Essa é uma reação até certo ponto normal. Não é mesmo? Talvez com a dor da perda ela deixe os medos de lado e aceite esse sentimento. Fica com Deus Grazi e até.



Nome: Pietra (Assinado) · Data: 08/01/2016 15:38 · Para: Capitulo 29

Vandinha!

Festinha particular? O que será que Isa vai aprontar com Alex. Do jeito que ela é safada vai seduzi-la e depois sair fora. Alex vai ficar a mão kkkkkk

Pena que Simone e Tati não se acertaram por enquanto, né?

E Jana e Valeria parece que começa uma nova fase para elas.

Não gosto desses sumiços Gustavo, noiva cadáver, Bob.... ui só fantasmas kkkkk

Beijos!



Resposta do autor em 09/01/2016:

Você tem razão. Apartir da retirada do gesso da Alex, começará uma nova fase para todas. O romance tomará rumos diferentes e decisivos. Bjs e fique com Deus.



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.