Última noite de amor por Vandinha


[Comentários - 1262]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

Última Noite de Amor

 

Quase perdendo o fôlego, mas mesmo assim, não paravam de se beijar um segundo... E assim ficaram em beijos e toques por alguns momentos até que... O barulho de uma mesa sendo virada e de garrafas e copos se quebrando chamou a atenção de todos para um dos cantos do camarote...

Isabel pegou um copo com Whisky, e bebeu com sofreguidão, para depois falar;

-- Aí meu Deus... Agora o bicho vai pegar!

 

-- Olha o que você fez sua ridícula -- Rita estava com a roupa manchada de bebida.

-- Ridículas são vocês duas que estavam quase se comendo aqui dentro.

Rita não se aguentou foi até Simone e a encarou.

-- O que você disse?

-- O que você ouviu. Quer que eu repita? -- Simone empolou o peito.

-- Mais você é muito abusada mesmo -- Rita estava a centímetros apontando o dedo na cara de Simone -- Se enxerga.

Simone fechou os olhos e deu um tapa na cara da mulher a fazendo perder um pouco o equilíbrio e cambalear.

-- Você perdeu o juízo? -- Tatiana colocou a mão sobre a boca assustada.

-- Sua vaca, eu vou acabar com você -- Rita partiu para cima de Simone e as duas se agarraram pelos cabelos.

 

-- Odeio sóbrios quando estou bêbado e odeio bêbados quando estou sóbrio -- Ramon se afastou rapidamente do meio da confusão -- Odeio barracos.

 

 

 

Faz alguma coisa Alex. Elas vão se matar.

-- Eu? Há tá. Não quer que eu ande sobre o mar também?

-- Grossa - Isabel se levantou brava.

-- Vai lá e dá uns tapas na Simone.

-- Por quê? Está com medo que ela parta a cara da sua amiguinha em dois?

-- Não é isso...

-- Claro que é, mas mesmo assim eu vou. Depois converso com você -- sacudiu a mão para ela.

 

 

Isabel passou por Ramon e o puxou de volta para a rodinha.

-- Vamos acabar agora mesmo com essa luta de MMA feminino.

-- Nãooo... -- o rapaz estava roxo -- Que vergonha!

-- Vergonha nada! Vamos.

Com as duas mãos, Ramon segurou a cintura de Rita com força.

Isabel fez o mesmo com Simone deixando cada uma de um lado.

-- Você perdeu o juízo? Já chega. Vamos embora!

-- Me solta Isa! Agora eu vou acabar com essa mulher!

Tatiana parou na frente dela impedindo que partisse novamente para cima de Rita.

-- Mone, por favor, se acalme. Você está descontrolada.

-- Cala a boca Tati, ninguém te perguntou nada -- empurrou a amiga para cima de Isabel -- Com você eu me entendo mais tarde.

-- Ela tem razão Simone. Não vale a pena tanta agressividade -- Janaína disse bem compassada tentando acalma-la.

-- Não aceite provocações dessa piranha -- Valéria piorou a situação -- Mete a mão na cara.

-- O que? Piranha é esse remendo de Beleza aí.

-- Agora você me ofendeu seu pônei maldito.

Simone se soltou e foi direto na cara de Rita e logo elas estavam se rolando no chão com tapas, beliscões, puxões de cabelos e até mordidas.

 

 

 

Edna preparou a mesa para o café da manhã e encostou a cadeira de rodas de Alexandra próxima à mesa.

-- Quer bolo Alex?

Alexandra sacudiu a cabeça recusando. Olhou para o relógio, coçou a cabeça e fez uma careta.

-- Para de olhar para o relógio e coçar a cabeça menina. Daqui a pouco eles chegam -- a senhora puxou uma cadeira e sentou bem próxima de Alexandra -- Não que eles mereçam. Para ser bem sincera acho que deveriam ficar ao menos uns dois dias na cadeia para aprenderem a se comportar em festas chiques. Eu falei para você que esse tipo de gente não sabe se comportar nesses lugares. Que vergonha. Hoje vários jornais estão falando sobre um bando de baderneiros que quase destruíram o salão nobre do Copacabana Palace...

Alexandra estava se preparando para bater com o gesso na cabeça da mulher, quando ela se levantou para atender ao telefone.

-- Oi Gustavo... Como está?

-- (...)

-- Que maravilha!

Alexandra estava atenta à conversa de Edna com Gustavo. Queria saber o motivo do casal não ter participado da festa de réveillon.

-- Pode deixar que eu conto para ela. Dá um beijo na Sandra e parabéns.

Edna desligou sorrindo.

-- Sandra ganhou neném. Uma bela menina, segundo André. Por isso que não conseguimos contato com ele.

Alexandra abaixou a cabeça e sorriu como uma boba. Um sorriso que mesclava tristeza e felicidade. Amava tanto aquela mulher. Fechou os olhos e viajou no tempo por alguns segundos.

-- Agora vou te levar para a cama. Não se preocupe quando eles chegarem, eu te aviso.

Alexandra estava preocupada com os amigos, mas estava muito cansada, para pensar nesse assunto. A única coisa que desejava no momento era mergulhar num sono profundo. E foi o que aconteceu assim que fechou os olhos.

 

Quando chegaram ao apartamento já passava do meio-dia. Foram recepcionados por Edna que não poupou ninguém das broncas.

-- Os foras da lei finalmente chegaram.

-- Como está a Alexandra, Edna? -- Isabel perguntou preocupada.

-- Bem, fora o fato de vocês a terem largado sozinha lá na sacada do Copacabana, de resto está tudo bem -- Edna se levantou e deixou a sala resmungando -- Em pensar que ainda são pagas para isso.

-- Meu Deus! Que vergonha -- Simone escondeu o rosto entre as mãos e refletiu um momento -- Não sei se vou conseguir encarar a Alexandra novamente.

-- Não se preocupe Mone -- André sentou do seu lado e a abraçou -- Alex sempre fala para nunca maltratarmos um bêbado e sim indicar o bar mais próximo.

-- André, por favor, não a deixe pior do que já está.

-- Ai amor, só queria consola-la.

-- E a Tatiana ainda ficou do lado dela.

-- Não fala assim Mone. Não é questão de ficar do lado dela ou do nosso. A Rita estava sozinha e temos que ser bem justos... Você quem começou, né amiga? -- Isabel a olhou com tristeza. Simone, uma pessoa que sempre foi correta e responsável, às vezes até de maneira exagerada, devia estar sofrendo muito.

-- Foi você quem me incentivou a fazer o que eu fiz Isa.

Todos olharam surpresos para Isabel, esperando uma explicação.

-- Ei, ei. Péraí... -- diante da acusação de Simone, Isabel teve mais um dos seus rompantes. Levantou-se de ímpeto do sofá e encarou a plateia -- Eu falei para você esquecer um pouco o trabalho e se divertir. Ir à luta, pensar em você ao menos uma vez e se deixar levar um pouco pelo coração e menos pela razão.

-- Ela entendeu esse ir à luta como: "Vai à luta Simone e destrói a Rita" - Valéria sorriu para ela, pinicou o olho num gesto carinhoso.

-- Ainda bem que eu tenho amigos como vocês -- Simone deu um breve sorriso para ela, mas seus olhos estavam tristes demais.

André se aproximou e acariciou seus cabelos.

-- Me desculpa querida, mas isso não são amigos. A Alex sempre fala que amigo de verdade não é aquele que separa a briga, é o que chega dando a voadora.

Janaína levantou ostensivamente os olhos para o teto e suspirou.

-- A Alex está sempre se achando a Ronda Rousey.

-- Por isso que ela vive quebrada -- Ramon completou.

-- Bem pessoal. Acho que podemos dar esse assunto por encerrado. Sei que esta sofrendo muito Mone, mas você precisa manter a calma. Quando a gente ama, é claro que a gente... Bate, morde, aperta, briga, xinga e cuida.

-- Ei -- Simone interrompeu-a com veemência -- Quem disse que eu amo a Tatiana?

-- Meninas! Meninas! Não criamos desavenças. Janaína você sabe muito bem que mulher briga por três razões: Porque está com raiva, porque está de TPM e... Porque sim. Nem sempre é por amor.

-- Pela violência da briga achei que fosse uma grande cena de ciúme, André.

A porta da sala foi aberta em rompante e todos olharam para Tatiana.

-- Afinal, apareceu a defensora dos fracos e oprimidos -- Simone foi irônica.

-- Moneee... Não leve a vida tão a sério kirida. Lembre-se que você nasceu de uma gozada!!!

-- ANDRÉ!!! -- Ramon o puxou pelo braço -- Se não puder ajudar, não atrapalhe.

-- Não é bem assim meu amor. Se não puder ajudar atrapalhe, afinal o importante e participar.

Ramon se irritou e o arrastou para a cozinha.

-- Eu vou pedir para a Edna preparar um almoço bem gosto para nós -- Janaína puxou Valéria pela mão.

-- E eu vou ver como a minha nervosinha está. Meninas comportem-se -- Isabel saiu da sala olhando para trás. Torcia para que as duas finalmente se acertassem, no verdadeiro sentido da palavra, é lógico. Sorriu com o seu pensamento.

-- Chega de socos e tapas por hoje -- pensou em voz alta.

 

Quando Alexandra acordou, o sol do primeiro dia do ano entrava pela janela e iluminava o quarto. Levantou a cabeça um pouco e, minha nossa, como ela pesava. Deu uma boa analisada no quarto e constatou por fim que as suas enfermeiras ainda não haviam se lembrando dela. Onde estaria Isabel? Como que por telepatia ela respondeu:

-- Que bom que você acordou! -- Ela segurava uma caneca de café nas mãos. Tomou um gole e ofereceu.

-- Não, obrigada. Que horas são? -- perguntou, lutando para abrir os olhos.

-- Já passa do meio dia Xanda -- sorriu -- Você está bem? -- a segurou pelo rosto e lhe deu vários beijinhos pelo local, sorrindo a cada beijo deixado na face da empresária -- Fiquei tão preocupada.

-- Estou bem. O Van Damme me trouxe para casa. Como foi lá na delegacia? -- Tentou se sentar e Isabel a ajudou ajeitando os travesseiros em suas costas.

-- Deixaram-nos em uma sala por horas até que o advogado apareceu e pagou a nossa fiança.

-- Que vai ser descontado do pagamento de cada uma de vocês.

-- Credo Alex. Você também teve culpa. 

Alexandra permaneceu durante algum tempo pensando, até que concordou.

-- Verdade. Fui atrás desse seu plano maluco e deu no que deu. Pensei que conhecesse bem a sua amiga.

-- Até achei que conhecia. Nunca imaginei que ela faria o que fez. A gente acha que conhece bem as pessoas. Até que chega o dia em que ela nos surpreende.

-- Você pensa que é um cubo de gelo, vai ver é um iceberg.

Isabel sorriu.

-- Só por curiosidade. Se você estivesse no meu lugar, o que teria feito para ajudar a Simone?

-- Teria dado uma voadora que a Rita passaria um ano tomando sopa de canudinho.

-- Jesus!!!

Alexandra sorriu.

-- Também não é tanto. Seis meses para ser mais exata -- permaneceu sorrindo -- Me senti tão inútil hoje -- mudou de expressão de repente.

Isabel deu um sorriso terno. Alexandra apesar de ser essa criatura birrenta e bipolar, era prestativa e companheira. Imaginou a sua angustia no momento em que seus amigos estavam sendo levados pela policia.

-- Não fica assim, afinal de contas se não fosse por você estávamos até agora lá na delegacia.

-- Não é por isso. Queria ter dado umas porradas também.

-- Ai Alexandra. Que coisa! -- Se levantou e encostou a cadeira de rodas na cama -- Vamos almoçar. Estou morta da fome.

-- Não vou tomar banho? Escovar os cabelos?

-- Está linda. Não precisa.

-- Eu sei que estou linda. Acordo tão linda, que quando saio na rua os passarinhos param de cantar e começam a me aplaudir, mas higiene faz parte da beleza. Sabia?

-- Tá certo. Vou chamar o André para te dar banho.

-- Pensando bem... Hoje acordei me sentindo tão limpinha. Avante ISA BELA GOSTOSA!

Isabel respirou fundo. Ainda bem que Alexandra estava de bom humor, senão teria levado uma bela bronca dela.

 

 

O almoço estava pronto, Edna colocou a mesa e chamou todos para se sentarem.

Falavam todos ao mesmo tempo. O assunto principal como não podia deixar de ser, era o réveillon em Copacabana. Simone e Tatiana apenas se olhavam em silencio. Combinaram conversar sobre o assunto mais tarde durante um passeio pela praia.

-- Hoje estou me sentindo top, capa de revista.

-- Só se for revista globo rural André.

-- Também não precisa apelar né Valéria.

-- Como não Ramon? Estamos nas páginas policiais isso sim.

-- Você saiu tão gordo nessa foto André -- Tatiana entregou o jornal para o rapaz olhar.

-- Estou gordo, porque seria injusto com as outras pessoas se eu fosse bonito, divertido, inteligente e ainda por cima magro.

-- O André é tão lindo, que quando ele chega ao shopping as portas se abrem.

-- Obrigado amor. Só você para me dar moral -- jogou um beijo para o namorado.

-- Oieeeee... Olha quem chegou -- Isabel entrou na cozinha empurrando a cadeira de rodas.

-- Oi poderosa! -- André cumprimentou Alexandra, mas quando se virou bateu com o cotovelo na jarra de suco.

-- CUIDADO ANDRÉ!!! - Alexandra berrou e todos a olharam surpresos -- A jarra vai cair -- completou com um fio de voz.

E todo o suco se esparramou por cima da mesa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nome: rhina (Assinado) · Data: 20/05/2018 21:40 · Para: Capitulo 28

 

A noite realmente foi marcante. Ficará oara sempre registrada nos autos policiais. 

Tanto tempo sendo muda.....por uma coisa corriqueira Alex soltou o verbo...kkkkk

Rhina



Nome: lucy (Assinado) · Data: 18/07/2016 19:20 · Para: Capitulo 28

Kkkkk que começo de Ano Bom ! e todos em cana

menos a Poderosa que durante o almoço , resolveu

falar !!!!  Kkkkk culpa do André , e foi suco pra todo laaaado ...

muito boa estória, bjs 



Nome: sis (Assinado) · Data: 07/01/2016 23:25 · Para: Capitulo 28

Aiiiii ferouuu acabou o segredo rsrs 



Resposta do autor em 08/01/2016:

Acabou mesmo. bjs.



Nome: kikapaula (Assinado) · Data: 07/01/2016 19:36 · Para: Capitulo 28

kkkkesta turma é um barato e o segredo foi revelado



Resposta do autor em 08/01/2016:

Turma maluca né. Bjã Kika.



Nome: lia-andrade (Assinado) · Data: 06/01/2016 23:21 · Para: Capitulo 28

Que capítulo maravilhoso e divertido. Não tem páreo para essa turma.. me divirto muito a cada capítulo.. amo a forma bem humorada que você escreve. 

Agora todos já sabem, imaginei aqui a cena, Alex se entregou por uma jarra de suco kkkkkkk imaginando aqui a cara de todos, parados feito estátuas. Kkkkk amei.. 

Beijão Vandinha.



Resposta do autor em 08/01/2016:

Bjã Lia. Continue comigo. Até.



Nome: NayGomez (Assinado) · Data: 06/01/2016 22:59 · Para: Capitulo 28

Mais é  abestatada essa Alex  😂😂😂😂😂😂😂 ficou praticamente o conto todo se segurando pra não falar e ela vai e grita cuidado por causa de uma JARRA DE sucoooooo Mew isso foi bem idiota mesmo só  a Alex pra me fazer rir... 😂😂😂😂😂😂😂😂



Resposta do autor em 08/01/2016:

Tadinha Nay. Ela se assustou. Bjs querida.



Nome: lay colombo (Assinado) · Data: 06/01/2016 21:40 · Para: Capitulo 28

E la se vai o plano da Alex e td por uma jarra de suco kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Aiai aguenta esse povo, eé uma enrascada atras da outra kkkkkkkk



Resposta do autor em 08/01/2016:

Bjs Lay. Até o próximo querida.



Nome: graziela (Assinado) · Data: 06/01/2016 21:20 · Para: Capitulo 28

Kkkkkkkk

Todos na delegacia pela Simone que ficou mortinha de ciúmes,  depois a Alex toda toda para cima da ISA BELA GOSTOSA. Kkkk

E Alex se revelando para todos que já está bem.

Demais esse capítulo. 

Quero ver no próximo como ela vai se sair dessa.  Kkkkk



Resposta do autor em 08/01/2016:

Beijão Grazi. Até.



Nome: JanBar (Assinado) · Data: 06/01/2016 21:13 · Para: Capitulo 28

kkkkk... Vandinha, muito bom! Adorei o barraco! Todos presos e ainda nas páginas policiais pelo estrago na elegante festa de Reveillon do Copa!!! kkkkk...

Essa tropa quando se junta é risada e tiração de sarro mútuo, na certa!!!

Sarcásticos, irônicos, ácidos e muitíssimos bem humorados, eles fazem a nossa festa com diálogos inteligentes, rápidos e muita presença de espírito. Muito bom, Vandinha! O mérito é todo seu!

E pra terminar com chave de ouro, o grito: CUIDADO ANDRÉ! Nunca a queda de uma jarra deixou tanta gente sem fala durante uma refeição! kkkkk... Bjs, Jan



Resposta do autor em 08/01/2016:

Olá Jan, tudo bem. Que bom que esteja gostando. Bjã e até o próximo cap.



Nome: silva (Assinado) · Data: 06/01/2016 21:12 · Para: Capitulo 28

Esses amigos de Alex hein ... 😂😂😂

Ri pra caramba, capítulo super divertido 😁😄😃😆😅

Alex se entregou, agora vai ter festa na hora do almoço ..Agurdando os próximos capitulos.



Resposta do autor em 08/01/2016:

Valeu Silva. Até lá então. Bjã.



Nome: jull (Assinado) · Data: 06/01/2016 20:44 · Para: Capitulo 28

Esta turma junto pode se considerar  formação  de quadrilha 😂😂😂😂 uma linda quadrilha.

Vandinha já tá ficando chato todo  capítulo que vc posta dizer que ficou melhor que o outro 😉 😉 😊 😉   mas o que fazer né querida autora 🙈🙈🙈 se todos os capítulos são show e o enredo só vai ficando cada vez mais encorpado e maravilhoso 😍😍😍

 

Bjossss 



Resposta do autor em 08/01/2016:

Obrigada querida. Até o próximo. Bjs.



Nome: crisley (Assinado) · Data: 06/01/2016 19:44 · Para: Capitulo 28
kkkkk tô aqui imaginando a cara de cada um, todo mundo congelou, esqueceram ate de respirar, MT bom.

Resposta do autor em 08/01/2016:

Valeu Crisley. Te encontro no próximo cap. Bjã.



Nome: Mille (Assinado) · Data: 06/01/2016 19:40 · Para: Capitulo 28

Hú, hú meu chute foi quase certeiro.

Ah Vandinha minha linda autora, esses amigos da Alex merecia mesmo saber que ela esta falando assim podem ajudar a descobrir e livrar dos inimigos que estão mais perto do que imaginam.

Agora falta só a Alex melhorar e a Bel contar o segredo, porque quanto mais ela inventar pior vai ser, ou ela descobrir por outra pessoa, que não sabe o motivo só irá julga-la.

Bjus



Resposta do autor em 08/01/2016:

Você é terrivel! Quase sempre acerta. Bjã Mille.



Nome: Taypires (Assinado) · Data: 06/01/2016 19:34 · Para: Capitulo 28

Eu me afinei, fiquei imaginando o André indo pegar a jarra e paralisado na hora que ouviu a voz da Alex, e lá se vai o suco pela mesa hahahahahaha



Resposta do autor em 08/01/2016:

Olá garota. Tudo bem? Legal que gostou. Te encontro no próximo cap. Bjã.



Nome: Pietra (Assinado) · Data: 06/01/2016 19:20 · Para: Capitulo 28

Ela deu mole e se entregou ...kkk Agora todos já sabem que ela voltou a falar... Vai ter uma festa danada no almoço

Vandinha, você não está colaborando com a Isa. Quando ela vai contar para a Xanda sua história? Se bem que prefiro que ela conte depois de uma linda noite de amor.....é qe

Até que o barraco foi light. Pensei que seria pior kkk

A "noiva" da Alex quando souber que ela está falando vai desaparecer, eu torço por isso

Beijos!



Nome: Jo Carlos (Anônimo) · Data: 06/01/2016 19:14 · Para: Capitulo 28

A pessoa voltar a falar(falar pro outros saberem ) porque uma jarra vai cair ,deve ser uma jarra muito importante kkkkkkkkkkkkkkk

Adoraaaaaaaando ,altas risadas aqui ,kkkkkkkk

Bjos Autora 



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.