Delirium por TessaReis


[Comentários - 2879]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

Capítulo 21 - O jeito que ela mente

           

Em algum lugar no mar do Caribe, momento atual.

Diana só lembrava do impacto de quando o jipe colidiu violentamente arrancando o portão do lugar. E tudo dali para frente era confuso e inóspito, era intenso e nauseante, e a dor em sua cabeça irrompeu tão intensa que Diana implorou para desmaiar. E deve ter desmaiado, pois não lembrava de absolutamente nada depois do impacto. Talvez por isso o mundo pareceu tão complicado e fora do lugar quando depois de tudo, enfim, ela conseguiu suavemente se mover.

            Diana piscou os olhos e havia um chiado. Um chiado que não era bem chiado, parecia mais um zunido, como se houvessem coisas revirando e se batendo em sua cabeça conforme ela lutava para se mover. Respirou fundo tentando acordar seu corpo e sentiu seu coração batendo em seus ouvidos, ouviu o som da sua própria respiração e aquele chiado no meio, aquelas coisas se revirando, se movendo, se batendo, e parecia uma voz, ah sim, parecia uma voz, uma voz sussurrada, uma coisa quebrada, de onde estava vindo aquela voz? Era a sua cabeça, é claro que era a sua cabeça, Diana lutou e lutou para abrir os olhos, mas eles estavam pesados, ainda queriam dormir e havia aquela sensação, a sensação de que se abrisse os olhos, a confusão em sua cabeça pudesse se derramar inteira pela tempestade de suas írises...

            _ Ei... Ei..._ Algo sussurrou em algum lugar, mas Diana não conseguia precisar_ Diana?_ E o chiado parecia ter se tornado uma voz. Uma voz?_ Diana? Diana!

            Diana abriu os olhos só de uma vez, conseguindo escapar daquele sono-prisão com a pressão daquela voz. Olhou em volta procurando quem havia lhe chamado, porque aquela voz não era de Rhian. Mas não havia ninguém por perto. Nem mesmo Rhian. Mas havia ouvido a voz, não havia? Diana apertou os olhos, sentando-se lentamente na cama sentindo tudo se revirando dentro de sua cabeça outra vez. Havia sido na sua cabeça? A voz? É claro que havia sido na sua cabeça, não havia ninguém no quarto além da própria Diana e daquela coisa na sua mente. Respirou fundo e olhou em volta tentando entender onde estava. Levou um tempo, mas ela conseguiu fazer unir sua mente, as memórias dos fatos com aquele cenário e algo para fazer sentido, estava no iate de Rhian, era isso. Deveria ser o motivo daquele enjoo que estava tão forte em sua garganta. Respirou bem fundo e com muitas dificuldades, Diana conseguiu se colocar de pé. Sentia a parte de baixo de seus pés doloridas, era outra coisa esquisita que andava acontecendo, mas dessa vez deveria ter sido por causa de sua fuga descalça. Olhou pela janela e estava escuro, mas escuro de uma maneira estranha. Por quanto tempo havia dormido? Como haviam chegado até ali? Não fazia ideia.

_ Rhian?_ Chamou-a, enquanto caminhava para fora da cabine de dormir, Diana ainda estava um pouco tonta e com muita sede_ Onde você está?_ Chegou até a cabine de comando, que estava vazia. Diana encontrou meia garrafa de água e bebeu, bebeu tudo só de uma vez, e então olhou pelos painéis e descobriu que não estavam em movimento, o iate estava parado.

Franziu a testa. Alguma coisa parecia muito errada por ali. Diana deixou a garrafa seca de lado e abriu a porta da cabine saindo para a área externa do iate, e nada, não havia ninguém por ali, e o tempo estava escuro, mas não é porque já havia anoitecido, era porque o céu estava absurdamente negro, repleto de nuvens pesadas. Diana olhou em volta do convés, nada de Rhian, ela não estava dentro, não estava fora, não estava em volta do barco e Diana já estava começando a ficar nervosa quando lembrou: a parte elevada da cabine. Rhian só podia estar ali. Subiu pela escada de mão, para o alto da cabine e enfim, lá estava ela, sentada num canto, abraçando os joelhos enquanto olhava para o nada, absolutamente vazia de qualquer coisa que fosse.

_ Rhian?_ E Diana terminou de subir, olhando para ela, nada por ali parecia normal, nem os olhos de Rhian, nem o motivo pelo qual ela poderia estar ali, algo estava muito fora do lugar_ Rhian? O que você está fazendo aqui?

_ Eu não posso mais fazer isso_ Ela disse, com os olhos parados e inexpressivos_ Nada disso, eu não consigo mais.

_ Você o quê?_ E Diana se abaixou perto dela, puxando seu rosto, fazendo-a olhar em seus olhos, Diana nunca havia visto nada parecido nela, já havia a visto enfurecida, louca de raiva, quebrada, descontrolada, mas assim, sem nenhuma emoção? Não, isso nunca_ Rhian olha pra mim, aqui_ E apertou a mão no rosto dela, tentando fazê-la reagir, o céu estava furioso, fechado, as nuvens cinzas apagavam todas as luzes naturais_ Olha pra mim, Rhian, o que você está dizendo?

_ Eu não consigo sair daqui_ Ela disse, agarrando o punho de Diana que lhe tocava o rosto, mas sem dar atenção ao olhos dela_ Eu não sei onde nós estamos. O computador de bordo não está funcionando, não há GPS, eu saí da linha de onde deveríamos ir e agora vai chover, você está vendo? Vai desabar o mundo e eu não faço ideia de para onde eu devo ir_ Ela disse, e abriu um sorriso e Diana não pode acreditar que ela estava sorrindo, e menos ainda pode acreditar no que viu quando os olhos de Rhian encontrou os seus. Rhian olhou para ela e levou as mãos ao pescoço de Diana_ Vem aqui_ E puxou Diana para perto e beijou-a, de repente e intensamente, confundindo Diana, Rhian pegou-a naquele tipo de beijo, que invadia a sua mente, que a fazia se perder do cenário, da situação, de qualquer coisa que não fosse a boca da Rhian deslizando pela sua...

Rhian a puxou para o seu colo, pegando-a contra a cintura, pressionando o corpo dela contra o seu, o beijo dela era tão gostoso, a pele dela, o modo com o qual sua boca escorregava pelos lábios de Diana a tomando tanto... Puxou Diana contra o seu corpo, a tocando, a envolvendo, ela havia esquecido o seu casamento? Era o que aquele beijo significava? Não, não. É claro que não.

_ Rhian, não, não, espera.

_ Não o quê? Vem cá, nós vamos fazer amor aqui..._ E pegou Diana pela cintura mais firmemente ainda, aprofundando sua boca contra a dela, a vontade de sua cintura e foi quando Diana se deu conta que na verdade sim, já havia visto aquele comportamento antes.

Era o comportamento de fuga de Rhian. Sempre que ela se chateava ou se sentia pressionada de alguma forma ela voltava para Diana com aquele mesmo olhar, sem responder nem uma de suas perguntas, “você não vai entender”, ela dizia, ou então nada dizia, simplesmente pegava Diana e elas faziam amor até o peso do mundo desaparecer e Rhian se sentir bem outra vez. Mas não podia fazer o mesmo agora. Não podia.

_ Rhian, não, não!_ E se empurrou dos braços dela, parando aquele beijo_ Assim não.

_ Assim o quê?

_ Isso! Você quer fugir da situação fazendo amor, como sempre você fez, mas não pode fazer agora, você não pode fugir agora, Rhian!

E Rhian riu outra vez. Afastou Diana de si e riu, voltando a olhar para o nada.

_ Exatamente, eu não posso fugir agora.

E Diana começou a sentir as primeiras gotas de chuva em sua pele. O mar balançava o iate de uma maneira suave, mas ameaçadora e ela sabia que ficar parada ali durante uma tempestade não era uma opção.

_ Rhian, olha pra mim_ Correu as mãos por dentro dos cabelos dela e sentiu uma umidade estranha molhando seus dedos. Diana viu o que era, mas se manteve, precisava se manter, se tivesse ficado ao menos acordada não estariam ali agora_ Nós temos que sair daqui, agora.

E enfim, o rosto dela mudou. O sorriso se foi, o olhar perdido se foi, ela firmou aqueles olhos verdes dentro dos seus e Diana viu como ela estava quebrada.

_ Eu sei que nós temos que sair daqui, mas eu não tenho como fazer isso! Você ouviu? Eu não tenho GPS, eu não tenho computador de bordo, eu não sei para onde ir, Diana, eu não sei! Nós podemos ficar sem combustível, eu posso levar a gente para o meio do oceano, eu posso...

_ Você vai nos levar até uma ilha. Tem mais de seiscentas ilhas neste arquipélago, nós vamos encontrar uma, antes de anoitecer e então você saberá o que fazer.

_ Não, eu não sei, eu não sei! Eu não posso, eu não consigo fazer isso sozinha, eu não consigo mais...

E Diana beijou-a. Intensamente, deslizando a mão pela nuca, pelo pescoço dela, deixando sua boca pela boca de Rhian mesmo depois do beijo.

_ Nós estamos juntas, você não está sozinha, eu estou aqui com você.

Rhian olhou para ela. Olhou, apertou os lábios, e ao mesmo que tentou se manter quis se retirar daquela realidade tão complicada.

_ Você não está bem_ Disse para Diana.

_ Eu estou bem agora.

Rhian seguiu olhando para ela. E então aqueles olhos quebraram.

_ Eu não estou bem_ E uma lágrima despencou junto com mais pingos de chuva e aquilo quebrou Diana em mais pedaços do que aquele espelho quebrado por Isis. E não era um comentário físico, era um comentário puramente sentimental.

_ Rhian, eu... Eu sinto muito, amor_ Disse, tocando o rosto dela_ Eu sinto muito por tudo isso, sinto por ter deixado você, por ter sido estúpida, por ter desistido. Sinto muito por esta situação de agora, dos desmaios e delírios, e eu sinto muito pela situação com a Andressa...

_ Você não sente_ Ela respondeu, tirando a mão de Diana de seu rosto_ Não sente por mim, e nem sente por ela, você não sente nada...

_ Não diz isso, Rhian, faz eu me sentir pior.

_ Se sentia pior quando estava casada com ela? Ou fodia ela cada vez que se sentia pior? Acho que reconhece este comportamento muito bem.

Diana reconhecia, mas nunca diria.

_ Está perdendo o foco, nós precisamos sair daqui agora.

_ Eu sei que precisamos, mas eu não sei se quero sair daqui com você!

_ Rhian, por favor...

_ Por favor você!_ Respondeu, se pondo de joelhos ao se inclinar para Diana e lhe agarrar os punhos_ Nega Diana, nega que fodia com ela o tempo inteiro!

Tudo bem, lá iam elas novamente e era inacreditável que estivessem paradas sob aquela chuva ameaçadora e que Rhian estivesse tendo outra crise por causa de Andressa.

_ Eu não fodia ela o tempo inteiro_ Respondeu tentando acalma-la.

_ Sua mentirosa! Você é uma maldita de uma mentirosa, eu achei que você fosse viciada em mim do mesmo jeito que eu sou viciada em você, mas você só é viciada em qualquer coisa que faça você gozar!

_ Rhian, de onde você tirou isso?

_ Está na minha cabeça! Tem tanta coisa na minha cabeça, eu queria perguntar e ver a sua reação, eu achei que eu era diferente pra você, eu achei que...

E Diana queria tudo, menos força-la a qualquer coisa, mas os próximos pingos a caírem sobre a sua pele lhe disseram que tinha menos tempo ainda. Não iria ficar numa tempestade naquele barco parado, não iria deixar Rhian se pôr em perigo.

Não deixaria mesmo.

Diana pegou Rhian pela nuca e pelo queixo firmemente, puxando-a para bem perto de si.

_ Você sabe o que você é para mim. Se você não soubesse, não estaríamos aqui, no meio deste mar. Você não é diferente para mim, Rhian, é a única pra mim. E eu estou louca para fazer amor com você..._ Sussurrou ao ouvido dela sabendo que suas palavras mordiam Rhian em seu ponto mais fraco. Rhian fechou os olhos, pensando naquela absurda situação de tentar fugir dela quando na verdade não queria ir embora de jeito nenhum..._ Mas não aqui, não assim, eu não faço amor com você para fugir de qualquer coisa, Rhian... No que você está pensando? Nós não podemos ficar aqui...

E Rhian perdeu mais uma lágrima. Aquilo tudo era difícil demais, lhe fazia mal demais. Nem sabia se queria ficar com Diana, e nem se suportava ficar sem ela, só sabia que era difícil, que tudo estava difícil demais.

_ Eu só vou ser presa, eu pensei em me entregar a polícia daqui, pedir proteção, Kes tem influência no Caribe...

Diana negou.

_ Não, amor, não.

_ Não?

_ Não. Isis vai resolver tudo, e você nunca chegará nem perto de qualquer prisão que seja. Eu não vou deixar.

_ Você atirou contra a sua polícia_ Aquilo também estava preocupando Rhian demais, Diana havia claramente mudado de lado atirando contra sua polícia, eram duas criminosas agora.

_ Atirei_ Havia atirado nos sequestradores, na polícia, e atiraria em quem quer que tentasse ferir Rhian_ Isso não importa, se você deixar eu ficar com você não vai importar_ E beijou a mão dela, enquanto lentamente se pôs de pé. E foi quando calculadamente, Diana prendeu os dedos dela nos seus_ Vamos achar uma ilha.

Rhian ergueu aqueles olhos para ela, e assim, naquela posição, vendo-a de cima para baixo olhando para Diana daquele jeito, Rhian parecia tão, mas tão frágil... Frágil, desprotegida, tão bonita, por Deus, como ela era bonita... Aqueles olhos verdes, aquela pele amendoada, Diana nunca se perdoaria por ter quebrado a confiança que fazia Rhian quem ela era e só se perguntava se havia conserto, se conseguiria apagar Andressa daquela história. Mas antes de tudo isso, precisava levar Rhian para dentro, precisava achar um porto seguro, precisava cuidar do que havia na cabeça dela. Dentro e fora.

_ Amor, vamos achar uma ilha_ Disse, e colocou sua namorada de pé, porque gostava de vê-la assim, mais alta, mais perto de seus olhos_ Rhian, olhe pra mim, aqui, você está tonta?

_ Tonta?

_ Como está a sua cabeça?_ Perguntou, ajudando-a a descer.

_ Uma bagunça, mas é..._ Soltou o ar profundamente.

_ Não pensa, não pensa..._ E beijou o rosto, a testa dela_ Vamos só sair daqui.

Rhian estava tentando não quebrar. Desde o seu sequestro, desde as coisas que havia passado no cativeiro e então a pressão da fuga, das tomadas de decisão, mas depois de tudo o que havia acontecido ali, depois de ter conseguido acalmar toda a situação sem ser alcançada, aquele painel apagado e o desespero de não saber onde estava haviam acabado com todas as últimas gotas da sua segurança. De saber o que estava fazendo, de conseguir proteger Diana, acabado com tudo. E então vinham os pensamentos insistentes sobre Diana e Andressa, pensamentos que a enlouqueciam de ciúmes, que a faziam de refém, Rhian queria ter controle sobre, mas não tinha, suas emoções tomaram conta e então simplesmente travou, não conseguia mais pensar em nada diferente, não conseguia sentir vontade de continuar e por aquele instante, sentiu-se naquele cativeiro de novo, sem querer tentar mais nada, ainda que sua mulher estivesse por perto. Sua mulher. Ela não era mais sua. Deixou outra lágrima escapar ao voltar para o andar de baixo, a chuva só aumentava, mas ficar ali não resolveria nada. Nem sua fuga física, menos ainda sua fuga mental.

Voltaram para dentro, e Diana foi travando todas as portas porque lembrava-se que aquele era o procedimento com tempestades e então voltou para perto de Rhian, que fazia uma checagem rápida de visual e comandos. O GPS só funcionava parcialmente, o mapa estava aberto somente até ali, Rhian sabia que quando se movesse não teria mais nenhuma referência e aquilo a assustava muito. Estava nas Índias Ocidentais, era uma área complicada, se fosse para o lado errado poderia se perder no Atlântico. E então, sentiu os braços de Diana lhe cercarem e o corpo dela encostar no seu.

_ Posso dar a partida?

Era algo que ela gostava de fazer. Dar a partida, guiar o barco enquanto Rhian guiava suas mãos. Rhian estava exausta. Exausta emocionalmente, fisicamente, suas pernas doíam, suas costas doíam, sua nuca, sua cabeça, sua cabeça estava doendo tanto... Mas melhorava ao sentir Diana tão perto. Por que tinha que gostar tanto dela? E por que tinha que ser ela aquela que mais machucava Rhian? Eram muitas questões. Mas retirou o barco da ancoragem, tomou uma longa respiração e seguiram por aquele mar alto procurando uma ilha. A chuva não tardou a chegar de fato, mas não estava forte como negativamente Rhian esperava, era uma chuva branda, apesar das nuvens feias, Rhian não tinha como saber quanto tinha de combustível, mas subitamente teve um repente de calmaria dentro de si. Uma calma que provavelmente vinha de Diana. Ela era o seu descontrole e a sua melhor sensação.

_ A água, Rhian_ E entregou uma garrafa de água com gás para ela, a única do frigobar. Não tinham nada além de um refrigerante e duas garrafas de água comum, Diana tentou não pensar em alternativas negativas, achariam uma ilha segura, era tudo. Rhian tomou um gole enorme da água sentindo sua cabeça aliviando ainda mais ao sentir Diana lhe abraçando pela cintura outra vez.

_ Como você se sente?_ Rhian perguntou.

_ Eu estou bem_ Mentiu. Diana não estava se sentindo nada bem desde quando acordou, e sequer conseguia descrever o que estava se passando. Era um mal-estar completo, estava zonza, sentindo sua visão escurecendo num momento e outro, sentia um enorme desconforto em seus pés, como se tivesse cacos de vidro sob sua pele e sentia sede o tempo inteiro. Talvez uma reação psicológica a eminente ausência de água, não sabia_ Eu delirei, não é?

_ Delirou.

_ E isso deixou tudo pior..._ Diana nem conseguia imaginar o que deveria ter feito dentro daquele barco para Rhian estar tão nervosa e com tanta inclinação a desistir.

_ Não é essa a questão, Diana, a questão é o que está acontecendo com você e essa situação na qual estamos. Você entende? Eu não tinha para onde ir, então decidi derrubar aquele portão de pedestre, e só depois que já estava batendo que eu me dei conta de que aquilo podia te causar uma lesão mais grave na cabeça.

_ Mas não causou, Rhian_ Não havia causado, certo? Ela estava andando e falando, não havia se machucado mais_ Olha, eu já entendi que isto está se tornando uma coisa...

_ Uma coisa que você sabe ou que você não sabe?

Diana respirou fundo, apertando os braços em volta da cintura dela ao inspirar esvaziando seus pulmões.

_ Uma coisa que nós podemos falar novamente quando acharmos uma ilha. Eu estou bem agora.

_ Bem até quando?

_ Eu estou bem, Rhian, não precisa se preocupar comigo.

_ É claro que eu me preocupo com você, você é tudo o que eu tenho_ E saiu tão naturalmente que Rhian nem teve tempo de pensar no que disse. E Diana adorou que assim fosse.

_ Eu sou tudo o que você tem?_ Perguntou, lhe fazendo um carinho na nuca.

Era. A verdade é que com esposa, sem esposa, Diana ainda era tudo o que Rhian tinha. E o medo de perdê-la de qualquer forma que fosse só piorava todas as coisas. Sua mãe continuava tendo toda razão, haviam coisas que Rhian só conseguia com Diana, e continuar naquela loucura era uma dessas coisas. Houve um silêncio profundo naquela cabine. Rhian não disse mais nada e Diana não a forçaria a dizer, já estava bom assim, ela permitindo que ficassem perto daquela forma. Diana sabia que boa parte daquele colapso de Rhian era culpa sua. Culpa de seus delírios, culpa de Andressa. Diana lembrava-se de quando Marina lhe disse que ela era a única pessoa neste mundo capaz de quebrar sua filha. E que isso era perigoso demais. Mas que perigo podia ter? Diana amava aquela mulher demais, nunca a machucaria, e agora estavam ali. Não sabia se preferia aquele silêncio ou que Rhian tivesse outra erupção e quebrasse tudo ao seu redor. Não sabia, sinceramente não sabia.

_ Rhian, são luzes, não são?

Rhian fixou seus olhos no ponto que ela estava apontando e:

_ É uma ilha.

Era. Uma ilha pequena, mas nem tanto, começava a anoitecer e as luzes começavam a se acender. Não foi difícil encontrar um ancoradouro e o alivio foi enorme para Rhian quando ela conseguiu taxiar naquele pedaço de porto.

_ Precisamos amarrar, não precisamos?

_ Precisamos, mas...

_ Eu vou, você fica aqui.

_ Diana...

_ Amor, você fica aqui_ Disse, tocando o rosto dela e olhando naqueles olhos.

_ A sua coxa.

_ Eu estou bem. Você fica aqui, Rhian.

E ela simplesmente foi. Desceu para o deck, mostrando que sua coxa realmente estava bem, o que era um milagre depois daquela correria toda na floresta. Diana amarrou o barco sob a chuva que começava a engrossar, três cordas, parecia o suficiente para que o iate não colidisse contra aquele cais envelhecido. Estavam ancoradas, seguras, e então havia o perigo de estarem ancoradas, paradas, a mercê da polícia. E Rhian não sabia o que era pior. Diana voltou para o barco e Rhian a recebeu com uma toalha e muita preocupação naqueles olhos verdes. Mas Diana tratou de acalma-la.

_ Ouça, nós fizemos errado. Se querem nos executar, nós temos que ter público, ninguém vai executar ninguém se houver testemunhas. Neste momento, estamos mais seguras nesta ilha do que sozinhas no meio do mar. Senta aqui rapidinho_ Apontou para uma cadeira logo ali, puxando Rhian para se sentar.

_ Eu... Eu ainda não havia pensado por esse lado_ Respondeu, indo para a cadeira.

_ Eu sei que não pensou. Deve ser por conta deste corte na sua cabeça..._ Disse, abrindo os cabelos dela e buscando o corte.

_ Corte na minha cabeça?_ Rhian se assustou.

_ É, você estava sangrando, foi por isso que não deixei você descer..._ Visualizou o corte_ Tudo bem, eu ajudo você no banho.

_ Vai me dar banho?

_ Vou_ Disse, pegando-a pela mão e já levando Rhian para o banheiro_ Como você disse mesmo pra mim? Ah sim, não há nada aí que eu já não tenha visto...

_ E que não sinta vontade?

_ Exatamente, mas eu vou me comportar...

E ela se comportou. E foi absolutamente maravilhoso para Rhian tomar aquele banho com ela lhe ajudando, lavando seus cabelos com cuidado, deslizando os dedos por sua pele, removendo toda a sujeira e o estresse, porque Diana tinha este poder, de remover o estresse de tudo e tornar o mundo um lugar melhor para Rhian. Não importa onde estivesse. Depois do banho, Diana visualizou o ferimento outra vez.

_ Precisa de um ponto.

_ Como você sabe?

_ Eu estava nessa aula. Você confia que eu faça?

Rhian olhou para ela.

_ Você assistiu essa aula também?

_ Umas três vezes..._ Ela respondeu sorrindo. Rhian tinha um kit de primeiros socorros no iate e permitiu que ela fizesse o ponto. A incisão foi dolorida, mas necessária, não haviam antibióticos nem nada para amenizar a dor, mas havia a mão de sua namorada. Havia o carinho dela e a paciência e a cintura dela para Rhian apertar com força. Diana terminou o ponto e parecia correto, apesar de dolorido. Desligaram as luzes do iate para não chamar atenção e ficaram na cabine, separadas pela situação.

_ O que nós fazemos agora?_ Perguntou Rhian, olhando por uma das janelas da cabine.

_ Eu acho que esperamos o dia amanhecer, e então descobrimos onde estamos e para onde nós vamos_ Respondeu Diana, já deitada na cama. Ela iria ficar de pé ali a noite inteira?_ Por que você não deita aqui?

Rhian olhou para ela e Diana pode ver aqueles olhos intensos ainda que no escuro.

_ Eu vou pegar um refrigerante para você_ E simplesmente saiu da cabine.

Rhian fechou a porta quando saiu e então apoiou as mãos sobre a mesa de comando, olhando pelo painel principal. Havia uma dor suave em sua cabeça pelo ponto recém-feito, havia uma coisa ardendo dentro do seu peito que Rhian não sabia bem do que se tratava. A chuva continuava lá fora, fina e suave e Rhian queria entender as coisas, queria que de alguma forma tudo encontrasse um sentido, uma justificativa, não, não era isso que queria, a verdade é que apenas queria que tudo desaparecesse.

Queria ficar longe dela. Queria mostrar que estava magoada e que sim, podia passar uma noite longe de Diana. Sem querer toca-la, sem precisar dela. Podia. Será que podia? Ou queria? O querer é um verbo tão forte. E havia algo que Rhian queria, e que geralmente a fazia parar de pensar. Parar de pensar. Era tudo o que realmente precisava.

Diana não sabia bem o que Rhian queria quando a viu voltando para a cabine sem o refrigerante nas mãos. Ela não disse nada, nem uma palavra, apenas veio para a cama e subiu sobre Diana, sentando-se sobre a parte baixa de sua cintura, e Diana soube, soube o que ela precisava.

Diana pegou Rhian pela cintura e sentou-se com ela em seu colo, puxando Rhian contra a sua pele enquanto a sentia pulsar, pulsar contra o seu corpo e então pulsar contra a sua mão.

_ Diana..._ Rhian suspirou quando sentiu a mão dela lhe tocando , por cima dos shorts de algodão e com tanta propriedade... Diana subiu a boca pelo pescoço dela, em direção ao seu ouvido.

_ Shssss, você não precisa dizer nada...

Não precisou. Rhian não precisou dizer nenhuma palavra. Diana se pôs de joelhos e desceu a mão para dentro dos shorts dela, a tocando, a estimulando, sentindo Rhian quente e tão cheia de vontade enquanto sua boca corria por aquela pele morena e macia, enquanto fazia pressões leves que deixavam marcas deliciosamente temporárias, e a chuva continuava caindo lá fora, o frio que invadia a embarcação não incomodava e ouvir a respiração de Rhian mudando, senti-la molhando mais contra o seu toque, sentir a pressão dos dedos dela contra o seu braço, contra as suas costas era... Diana nem sabia, só era gostoso demais. A mão de Rhian agarrou a nuca de Diana, estremecendo contra aquele toque tão preciso, e ao senti-la reagindo tanto, Diana desceu os dedos encontrando caminho para dentro dela. Rhian gemeu forte, segurando-se mais firme ainda, empurrando os quadris de encontro aos dedos dela e Diana subiu a outra mão por dentro da camiseta dela, lhe tocando o seio, pegando tão firme quanto seus lábios pegavam o pescoço de Rhian, nada de beijos, nada de beijos, Rhian iria gozar assim...

E gozou. Gozou forte contra os dedos de Diana que a segurou, contra aquele prazer, contra aquele desejo enquanto o corpo de Rhian estremecia sentindo aquela onda enorme de eretismo. Ninguém fazia como Diana, ah não, ninguém fazia como ela... Rhian beijou-a, puxando Diana pela nuca para deita-la para trás naquele beijo, sentindo a mão dela sair de dentro de seus shorts e aperta-la por cima do tecido outra vez, grudando Rhian contra o seu corpo, sentindo a pele quente dela pulsando, pulsando tanto...

E de repente aquele beijo parou, e não foi porque Diana quis.

_ Rhian...?

Ela sentou-se sobre a parte baixa da cintura de Diana mais uma vez e Diana não precisou de claridade para saber que ela estava chorando. Levou as mãos para a cintura dela, apertando-a ali, a deixando mais perto de si. Por que ela estava chorando? Diana não suportava vê-la chorando, não queria mais vê-la chorando.

_ Ei, o que foi? Não precisa se sentir culpada, você só estava com tesão...

_ Não é só tesão, você sabe que não é, nunca vai ser. Mas é que... Eu não consigo esquecer_ Disse, cheia de dor_ Eu não consigo deixar pra lá, isso está me machucando tanto..._ Falou, quase em sussurro no meio do choro.

_ Meu amor, não..._ Aquilo acabava com Diana. Sentou-se com ela em seu colo, tocando aquele rosto que amava_ O que eu faço para fazer parar? Para tirar isso de você? Eu faço qualquer coisa, Rhian...

_ Não pode voltar no tempo e não deixar acontecer. Eu estou tentando, eu juro pra você que estou, mas aquelas fotos ficam voltando na minha cabeça e eu me sinto tão, mas tão mal...

Diana beijou-a. Sem avisar, simplesmente pegou Rhian e a beijou, apertando-a contra si, enroscando os braços em volta dela firmemente enquanto sua mão subiu até a nuca de Rhian, por baixo dos cabelos, mantendo-a contra si intensamente.

_ Rhian, você sabe quando diz que você só sorri nas fotos comigo? Como é o meu sorriso nas fotos que você viu? Diz pra mim, é o mesmo sorriso?

_ Eu sequer consigo olhar pra você_ Ela disse, lhe tocando o rosto com carinho_ Isso me mata. Pensar em você com outra, dormindo e acordando com ela, fazendo café pra ela, você fazia? Fazia e levava na cama? Acordava dizendo que a amava?

_ Eu nunca disse que a amava. Nem quando casamos. Ela sempre soube que eu não a amava, mas acreditava que eu chegaria a amar se tivéssemos paciência. Mas amor não é paciência. É uma pancada instantânea. Ou você sente ou não sente.

_ Você pensava em mim? Todos os dias? Pensava quando acordava e quando ia dormir? Ela é tão diferente de mim, e é linda, mas é tão diferente de mim que eu nem sei...

_ Como eu poderia achar alguém parecida com você? Você é linda, é única, eu não estava procurando outra você, eu queria esquecer de você, mas ainda pensava em você o tempo inteiro. Mesmo ela sendo tão diferente, eu olhava pra ela e pensava que seria tão diferente se fosse você ali...

_ Você só mente pra mim...

Diana a beijou outra vez, levando Rhian para trás, cobrindo-a com o seu corpo, se aprofundando naqueles lábios.

_ Eu não minto pra você.

_ Então não fodia ela todos os dias?

E Diana sorriu. Rhian estava empacada naquela ideia.

_ Está tendo ideias obsessivas suicidas.

_ É que eu já fui sua mulher, eu sei da sua regularidade...

_ Você é a minha mulher, sabe da minha regularidade, e sabe da minha loucura por você... Rhian, não há cabimento, sinceramente. Eu não estaria aqui atirando em todo mundo que ousa chegar perto de você se não fosse louca por você. Eu cometi uma burrice, uma única burrice, mas eu não vou deixar essa burrice acabar com tudo. Desde quando você foi sequestrada eu me dei conta de que todo o resto era resto se eu não pudesse mais ter você_ Disse, olhando naqueles olhos verdes enquanto acariciava o rosto dela. Rhian pensou. Colocou as mãos nos quadris dela enquanto pensava, apertando, sentindo.

_ Diana... Como você veio parar no caso?

_ Da maneira normal, eu recebi uma convocação. Em caso de envolvimento pessoal, eu deveria ter pedido dispensa, mas nunca faria isso. Eu queria estar envolvida, precisava estar perto de você.

_ Em nenhum momento pensou que era coincidência demais?

_ Minha mulher estava sequestrada, eu não estava pensando muito, Rhian.

Rhian olhou naqueles olhos castanhos.

_ A sua mulher?

_ A única que eu tenho.

Rhian olhava aqueles olhos e queria tanto, mas tanto acreditar nela...

_ Eu não consigo fazer isso sozinha. Não consigo ficar perto de você e não ter isto aqui_ Disse, se referindo ao jeito que seus corpos estavam próximos_ Eu só queria que isso sumisse, essa coisa que eu tô sentindo...

Não, Diana não permitiria que aquela coisa continuasse. De jeito nenhum. Pegou Rhian, firmemente.

_ Deixa eu fazer sumir..._ Sussurrou junto ao ouvido dela enquanto seus dedos suavemente baixaram a alça de sua camiseta..._ Deixa eu fazer você se sentir a única garota no mundo...

_ Você..._ E a frase de Rhian foi cortada por um suspiro, e Diana escorregou o dedo de Rhian dentro de sua boca por um instante, tão sexy que Rhian não podia.

_ Eu vou fazer você se sentir a única garota no mundo..._ E Diana mordeu a própria boca antes de morder a boca dela, o tesão de Rhian e aquela profusão de sentimentos que tinha por Diana...

_ Diana...

 

_ Shssss..._ Ela disse, olhando-a nos olhos, cercando o rosto dela com suas mãos, virou o rosto de Rhian e lhe mordeu a mandíbula, beijando, tocando..._ A única garota no mundo...

Notas finais:

Girls, lindas, fodásticas e únicas, quero muito agradecer pelo imenso carinho e tbém pelos enormes elogios que tenho recebido a cada capítulo postado. Sei que tenho sido exageradamente repetitiva, mas eu realmente não posso deixar de agradecer por tudo o que tem acontecido. Sério, chegamos a casa de 400 comentários e mais de 20 mil visualizações. Gente, eu nem imaginava que a história toda fosse chegar a 100 comentários e como assim já estamos nos 400? Por isso eu repito, vcs são fodásticas!!! hahahaha

 

E gente, essa Rhian dá vontade de pegar e ninar para sempre, né não. rsrs

 

Bjos ♥♥♥



Comentários


Nome: Photographer_SP (Assinado) · Data: 12/06/2017 00:40 · Para: O jeito que ela mente

Coisa mais linda de capítulo! Que amor imenso, cumplicidade....

Tessa como escreve lindamente, há sabedoria transbordando amor em cada parágrafo! Uau.

O que é aquilo que a Diana faz com a Rhian, pura emoção a flor da pele, romantismo, amor gostoso de se ler (vê)

Rhian frágil, com certeza faltava, toda real, lindaaaa!

Pois ninguém consegue ser essa fortaleza sempre. Temos essa fragilidade humana.

"Eu não consigo fazer isso sozinha...."

Amoooo sua estória!

Agradeço de novo e novo!

Obrigada por esse privilégio.

Parabéns!

Beijos



Resposta do autor:

É por essas e outras que você se tornou tão minha amiga, que comentário mais lindo!

 

Diana é a única coisa no mundo capaz de desestruturar nossa caribenha preferida, ela consegue alcançar a Rhian de maneiras que ninguém mais consegue, coloca a mão no coração dela e modifica as batidas, a pulsação, é algo que somente ela é capaz ♥

 

Rhian frágil e Diana protetora, sim, precisavámos também *.*

 

Beijos!

 

Obrigada pela sua leitura sempre!



Nome: Maria Flor (Assinado) · Data: 04/08/2016 03:12 · Para: O jeito que ela mente

Oi, Tess!!

Quem é vivo sempre aparece, hahahaha.

Comportamento de fuga? Fazer amor até esquecer todos os problemas?? Sabe que faz o maior sentido? A gente relaxa e passa a ver a situação de maneira mais leve. Acho super válido.

Umidade estranha molhando seus dedos? Sangue?? (Depois confirmei minha suspeita, hahaha)

Obviamente, Diana é a pessoa que mais machuca a Rhian porque Rhian deu esse "poder" a ela. Mas com a junção de tudo que essa caribenha passou, estranho seria se em algum momento ela não ficasse assim, perdida, sem saber como agir.

A dor no pé... Em outro comentário já havia citado essa dor. No fim, devia ter pensado mais sobre ela, hahaha, poderia ter feito gol e não ter acertado a trave, hehe.

Acho engraçado que a Diana sempre acha que a Rhian mente, que esconde as coisas. Mas e ela? Ela não faz exatamente a mesma coisa? 

E essa inversão de papel no "a única garota do mundo"? Amei!!!

Quanto ao sexo (pra mim, essa transa foi mais sexo do que fazer amor), achei perfeita. Na medida com tudo o que essas duas estavam sentindo naquele momento.

Beijo grande!

Ps: Sempre que volto a ler Delirium, me pergunto por qual motivo demorei tanto, hehe. É uma das melhores que já li. Mais uma vez, parabéns, minha linda!!!



Resposta do autor:

Então né moça, voltando para cá hahaha

 

Rhian é uma especialista em comportamento de fuga via sexo, ela sempre se curou assim, e a Diana aprendeu a fazer a mesma coisa com a Andressa ainda que inconscientemente.

Rhian estava confusa pela pancada na cabeça, exausta pela luta com a Diana, saida natural? fazer amor até esquecer de tudo, óbvio haha Mas a Diana não está interessada em fugir mais, ela quer encarar tudo da maneira que deve ser.

 

Diana tem uma grande poder sobre a Rhian, um poder que nenhuma namorada antes teve, Diana colocou a mão no coração da moça e essa mão pode causar estragos como já está causando :/

Agora olhando para o título do capítulo, ele na minha visão é totalmente direcionado a Diana. Ela é quem mente nesta relação, a Rhian omite alguns fatos, mas a Diana mente, quando julga necessário, sem culpa e muitas vezes sem sequer perceber.

E o momento de inversão foi interessante né hahaha a Rhian tbem precisa ser a única garota no mundo para a Diana, acho justo ^^

Cena de sexo contextualizada, não tinha como ser amor, amor ferido não é amor saudável, né :)

Ps: Vc demora, mas volta hahaha Só não pode demorar e me abandonar, de resto pode. Obrigada pela sua volta!

Beijos, Maria!

 



Nome: Schwinden (Assinado) · Data: 01/07/2016 23:25 · Para: O jeito que ela mente

Gostei do desenrolar da primeira cena de sexo desse capítulo, funcionou muito bem :)

 



Resposta do autor:

Cris!!!

Que bom ver vc novamente por aqui *.*

As cenas de sexo e o nervosismo que elas me trazem haha Mas uma boa maneira de não errar é tentar encaixar bem no contexto, né, que bom que vc gostou.

Obrigada pelo comentário! É muito bom saber que vc continua curtindo a história ^^



Nome: Fernanda B (Assinado) · Data: 28/06/2016 14:08 · Para: O jeito que ela mente

Oi. Eu estou me aguentando. Um dia de cada vez. Obrigada por tudo, a vc e à sua mulher Ana_Clara. Muito obrigada mesmo! Bjs



Nome: isa_bela (Assinado) · Data: 25/06/2016 20:27 · Para: O jeito que ela mente

Tadinha da Rhian, mágoa é avassalador e difícil de se libertar. É venenosa e pode matar o amor. O bom é que que ela se lembrou do que a mãe disse "há coisas que ela só consegue com a Di". Não porque Diana é uma milagreira (as vezes parece hahaha), mas porque ela faz a Rhian olhar pra si e encontrar a resposta, a motivação, o fôlego a mais... Enfim, ela acredita na Rhian!!! O antídoto de todo veneno tá dentro da gente, Rhian. =D 



Resposta do autor:

Oieeeee Isa!!

Feliz em ver que vc continua aqui com a gente haha

 

Eu adorei isso que vc escreveu! É bem o que acontece, a Diana faz a Rhian olhar para si mesma e encontrar todas as respostas. Diana acredita na Rhian mesmo, e isto faz toda a diferença para as duas :)

"O antídoto de todo veneno está dentro da gente" ♥ Adorei este pedaço aqui tbem!

 

Bjs e obrigada pelo comentário!



Nome: Amandha12 (Assinado) · Data: 25/06/2016 16:33 · Para: O jeito que ela mente

Eu entendo a Rhian,  é difícil esquecer algo que nos machuca muito,  mas a Diana está como ela disse: tentando fazer ela ser a única garota do mundo e isso é bom rs'

Tô sentido falta da Ariana e da isis kkkk tomara que ela não ache a Rhian uma filha da puta... aquele mapa deve ser dos passeios que elas foram... não sei, tem ter uma explicaçào.

Ótimo capítulo! Beijão



Resposta do autor:

Oieee Amandha!

 

As coisas estão dificeis para a Rhian, ela está ferida, machucada e odeia estar assim, vamos ver se a Diana consegue o feito de fazê-la sentir a única garota do mundo ;)

E pode deixar que Isis e Ariana estão de volta no capítulo de hoje haha E eu adoro o jeito que vcs leitoras lindas ficam com a Rhian incondicionalmente ♥ É lindo demais haha

 

Beijos, vejo vc no próximo capítulo!



Nome: Ana_Clara (Assinado) · Data: 24/06/2016 23:47 · Para: O jeito que ela mente

No outro comentário esqueci de dizer que a Ajully é simplesmente foda. Como vc consegue ser tão engraçada? Cara, sou tua fã, literalmente! Morro de rir com esses comentários loucos. Eles me desestruturam totalmente! hahaha

Fernandinha (vulgo Fernanda B), como vc está minha linda? Vc entrou em minhas orações essa semana. Espero que a sua dor esteja sendo mais suportável, por mais que a perda de alguém importante nos faça 'morrer' sempre um pouquinho mais. Fica bem, hein! Beijinhos *_*



Nome: Ana_Clara (Assinado) · Data: 24/06/2016 23:33 · Para: O jeito que ela mente

Cara, são tantos sentimentos, tudo junto, tudo misturado, uma tremenda vitamina. hahaha Que delícia de capítulo! Por mais que possa parecer contraditório, mas olha, foi muitíssimo interessante conhecer o lado 'medroso e assustado' da Rhian, pois na minha mente de apaixonada ela é toda destemida, corajosa e este capítulo veio para mostrar que a caribenha é gente como a gente. Mulher de garra, força, mas treme na base de vez em quando. Quantas vezes não perdemos as estribeiras quando algo sai do nosso controle e aí temos medo de encarar a realidade e quebrar a cara. Mas quem dera ter alguém como a Diana para não deixar a gente desabar (eu tenho! hahaha *_*).


Gosto muito de uma música que diz: 'Quando olho em seus olhos é como observar o céu de noite ou um belo amanhecer...' Sabe, essas duas é a tradução perfeita disso. A cena em que a Rhian está toda desesperada, com o olhar perdido e aí a Diana vai lá e traz ela de volta é como se ela dissesse: 'Não adianta tentar se perder, eu te salvo onde vc for'. E elas são assim, tudo junto, tudo misturado. Nasceram para estarem juntas, para se amarem e olha, vc tem traduzido o amor delas perfeitamente bem. Não canso de dizer que é tudo tão palpável, tão verdadeiro e único. Amo!



Resposta do autor:

Oi meu bem ♥

Este capítulo mudou os conceitos de lugar, a Diana nos disse lá no capítulo 8 que aquele relacionamento nunca deveria depender somente da força da Rhian, é o momento dela mostrar que as coisas que ela disse não ficam só na teoria. A Rhian tbem é frágil, tbem precisa de proteção, apesar de ser só de vez em quando haha

E é verdade, vc tbem tem uma Diana rsrs (nas piores qualidades da Diana, minha gente, eu me vejo muito nela nos piores momentos rsrs)

 

E adorei a primeira frase ♥ Resume mto bem quem essas duas são, e então vc me escreve esta segunda frase linda, que já está anotada e muito provavel entrará nos próximos capítulos pq eu adorei haha

 

Beijinhos!



Nome: annagh (Assinado) · Data: 24/06/2016 23:32 · Para: O jeito que ela mente

Uaaaauuu!!! 23184 acessos!!! 429 comentários!!!  Apostei nessa história desde o primeiro capitulo. Tess, você merece todos os aplausos do mundo..e de pé. ..claro!!!!...👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

Quanto a esse capitulo, o que eu posso falar é que ele foi todo doloroso. Melodramatico, nao tanto quanto aquele em que Rhian descobre que Diana é casada...mas teve. Não gosto de vê minha deusa caribenha triste ou chorando, não combina em nada com ela isso. Mas o que nos consola é a certeza de que as duas realmente se amam, apesar das burradas de Diana (nao consigo vê defeito em Rhian). E em meio a esse tristeza foi inevitável  não sorrir com os ciúmes de Rhian...kkkkkkkk " você fodia ela todos os dias?".....kkkkkkkkkkkk....amo isso!!!

Bom, to ansiosa com as descobertas e reações de Isis. Quero logo a continuação daquele flasback  da chegada das duas na mansão la no Caribe....quero vê as consequências da tempestade....rsrsrs....

Beijo Tess.

P.S  Fala pra Ajully que eu ri horrores do comentario dela....kkkkkkkkk....



Resposta do autor:

Ana minha linda *.*

Vc segurou na minha mão desde o começo e eu juro que já estava feliz demais só pela boa recepção que eu tive aqui no site, nunca imaginei que chegaríamos tão longe com Delirium, de verdade, eu estou feliz demais!

Este capítulo foi um mix de sentimentos, né, Rhian sofrendo demais, sentindo demais, mas com a Diana por ali, de pé, para segurar a onda e colocar as coisas de volta no lugar.

E vc viu que ciúmes é um negócio que não falta neste relacionamento haha Rhian sabe bem a mulher que tem, sabe ainda mais do quanto ela gosta de sexo e fica louca só de pensar no que ela andou fazendo com a moça Harumi haha

Isis de volta no próximo capítulo para dar continuidade a aquela cena quebrada, mas o flashbck na mansão Laham ficará para o capítulo 26, mas prometo que vai valer a pena esperar haha

Beijinhos, minha amiga!

P.S: Ajully está arrasando por aqui haha Eu morro com os comentários dela, pode deixar que eu digo sim haha



Nome: OutroMundoLA (Assinado) · Data: 24/06/2016 21:34 · Para: O jeito que ela mente

Querida autora, sou novata sim, mas só comentando ta? Desde o primeiro capítulo acompanho a sua história que por sinal é maravilhosa.

Ta muito tenso esse momento da vida do meu casal preferido... compreendo o lado da Rhian, mas cara, ela não pode surtar agora

Há dois capítulos estou na maior curiosidade pra saber o que a Isa está pensando em relação ao que ela descobriu no escritório e nada (até porque foi por esse motivo que fiz o meu primeiro comentário aqui)... Tentei até fazer uma grevezinha de comentários, mas é impossível sabia?! muito viciante...

To é agoniada com esses delírios da Diana... Será mesmo que é um tumor ?! Ou seria alguma patologia psicológica... Se for esse segundo caso vai ser a maior desilusão literária da minha vida e será culpa sua cara autora!! T-T

Ademais, aguardo ansiosa até o próximo capítulo. :*



Resposta do autor:

Olá moça!

Eu fico feliz que tenha acompanhado desde o ínicio e mais feliz ainda em ver que vc decidiu agora comentar :) Os comentários são meu combustível, o que me levam para frente nesta história, cada vez que alguém decide por ler e comentar tbem é como se eu estivesse recebendo pagamento pelo esforço posto na história ♥

 

Então, Rhian acabou quebrando num momento complicado, mas Diana estava ali para segurar a onda e a tempestade, é dessas coisas que o amor dessas duas é feito :)

E POR FAVOR MOÇA NADA DE GRAVE DE COMENTÁRIOS, O QUE É ISSO MEU POVO, E SE ISSO SE TORNA UM MOVIMENTO E VIRA UMA GREVE GERAL POR CAUSA DOS MISTÉRIOS DE HISTÓRIA??? 😭😭😭😭 Não moça, para, nada de greve, segura só um pouquinho que amanhã já temos a doutora Isis de volta com as coisas que ela deduziu do que viu, tá, promessa, fica por aqui e não solta a minha mão haha

E sobre os delírios da Diana, pode deixar que eu garanto que não irá rolar desilusão literária, tá? Tenho algo muito pontual para o desfecho dessa questão, aliás, gente, eu já fui tão traumatizada por algumas histórias que sempre trabalho para não causar traumas haha Essa promessa minha todas vocês podem ter como inquebrável ;)

Vejo vc aqui amanhã? Sem greve? 😉😉😉

Beijinhos!



Nome: Sofi (Assinado) · Data: 24/06/2016 21:28 · Para: O jeito que ela mente

Eu devorei estes capítulos todos kkkkk que história boa e que prende. Parabéns. Até ao próximo.



Resposta do autor:

Mas gente, como assim, vc leu tudo só de uma vez? 😱😱😱

Que bom que vc curtiu a história a ponto de ficar presa nela assim, seja bem-vinda por aqui!

Espero ver vc nos próximos capítulos :)

 

Bjs!



Nome: Catarina (Assinado) · Data: 24/06/2016 21:23 · Para: O jeito que ela mente

Oieeeeeeee

Que capítulo bom atrás de capítulo ainda melhor! Super intenso e lindo <3 Rhian e Diana já estão no meu core <3 cada vez mais perfeito e tudo se vai encaixando, estou adorando :) Rhian sua linda te amo <3 e Diana uau uau <3 Lindo lindo *-*

Bj



Resposta do autor:

Catarina, olá!

 

Intensidade e beleza é com essas duas mesmo :)

 

Rhian linda demais e a Diana ficando a altura, é assim que tudo deve ser haha

 

Bjs!



Nome: Rita (Assinado) · Data: 24/06/2016 20:15 · Para: O jeito que ela mente

Amei o cap hehe

Ainda quero saber o que a Isis descobriu rs

até ao próximo



Resposta do autor:

Oieee Rita!

 

Capítulo intenso e cheio de movimentos haha

Pode deixar que a doutora Isis está de volta no próximo capítulo com todas as coisas que ela concluiu, vejo vc por aqui amanhã, heim

 

Bjs!



Nome: Ariana (Assinado) · Data: 24/06/2016 20:09 · Para: O jeito que ela mente

Estou sem palavras! O sentimento delas é uma coisa que eu nunca vi. É sentimentos à flor da pele, tudo muito intenso. Adorei. Bjs



Resposta do autor:

Ariana!!

Sem querer dar spoiler mas já dando, aguarde pelo capítulo 23, atuação forte da nossa Ariana querida haha

E sim, Rhian e Diana são assim, intensidade pura, tudo a flor da pele, são sentimentos demais escapando por todos os lados.

Beijinhos *.*



Nome: Rafaela C (Assinado) · Data: 24/06/2016 20:03 · Para: O jeito que ela mente

Caramba capítulo do melhor 👏 estou amando cada vez mais 😙



Resposta do autor:

Oieee Rafaela!

 

Capítulo movimentado, né, guarde mais amor para o próximo capítulo que ao meu ver, está uma delícia ^^

 

Bjs!



Nome: Fernanda B (Assinado) · Data: 24/06/2016 19:55 · Para: O jeito que ela mente

Oi autora. Vc está sempre se superando. Mais um capítulo maravilhoso, cheio de amor <3

Obrigada por postar e nos dar esta alegria de ler e comentar aqui. Bjs



Resposta do autor:

Fernanda, minha linda, como vc está?

Coração deu uma aliviada?

Teremos mais um capítulo cheio de amor pela frente, se prepare ;)

 

E deixa eu abraçar você para não perder o costume, até mais, bjs!



Nome: Susana (Assinado) · Data: 24/06/2016 19:51 · Para: O jeito que ela mente

Diana diva 😍😉 Rhian maravilhosa 😉😍



Resposta do autor:

Diana divando e a Rhian sendo linda, concordo :)

 

Bjs, Susana!



Nome: Eduarda A (Assinado) · Data: 24/06/2016 19:20 · Para: O jeito que ela mente

Melhor capítulo de sempre hehe estou encantada.

Abraço



Resposta do autor:

Olá Eduarda!

 

Que todo capítulo seja o melhor de sempre, viu, responsabilidade manter história assim heim haha

 

Beijos!



Nome: Raquel (Assinado) · Data: 24/06/2016 19:16 · Para: O jeito que ela mente

Segunda vez que to admirando as atitudes da Diana, ela mandou bem O/



Resposta do autor:

Oieee Raquel!

 

É a vez da Diana ser o herói que a Rhian precisa, vamos ver como ela se sai :)



Nome: Leonor (Assinado) · Data: 24/06/2016 19:13 · Para: O jeito que ela mente

É mta emoção alguém me segure vou chorar que lindo *-*



Resposta do autor:

Olá Leonor!

 

Capítulo cheio de emoções extremas *.*



Nome: Isabel (Assinado) · Data: 24/06/2016 19:09 · Para: O jeito que ela mente

É assim mesmo Diana, a Rhian merece tudo 😍😍😍 trata bem ela 😍😍😍



Resposta do autor:

Oieee Isabela!

 

Diana tem que cuidar bem da nossa Rhian, está certíssimo haha



Nome: Brenda (Assinado) · Data: 24/06/2016 19:07 · Para: O jeito que ela mente

A Rhian é uma fofa e eu também gostei da Diana neste cap 😊



Resposta do autor:

Rhian sendo linda e a Diana cuidado desta beleza toda =)



Nome: Teresa (Assinado) · Data: 24/06/2016 19:04 · Para: O jeito que ela mente

Estou emocionada, já digo a verdade. Adorei o capítulo. Bj



Resposta do autor:

Olá Teresa!

Capítulo intenso, né? :)

 

Bjs!



Nome: Manuela (Assinado) · Data: 24/06/2016 18:34 · Para: O jeito que ela mente

A única garota no mundo uhuhu eu amo quando falam isso



Resposta do autor:

Oiiieeee Manu!

 

Se prepare então, pq o próximo capítulo chama "A Única Garota no Mundo Parte II", sinto que vc vai curtir haha



Nome: Joana (Assinado) · Data: 24/06/2016 18:27 · Para: O jeito que ela mente

Rhian chorando ai o meu core



Resposta do autor:

:/

De apertar o coração nossa caribenha linda chorando :/



Nome: foxxy96 (Assinado) · Data: 24/06/2016 17:00 · Para: O jeito que ela mente

Ain cara, que história perfeita, como pode ficar cada vez melhor?! *-* Se garante de mais Tess, uhuul O/ 

To meio atrasadinha aqui, >< kkkk cap anterior foi perfeito, tão lindas essas duas, e que viagem foi essa hein, Rhian ahaaaza. 

E esse capítulo, caraaaaaca, Rhiaaaaan não fica assim, que eu não aguento D: e a Diana tentando ficar firme com essas crises, e vendo a Rhian sofrendo desse jeito, sem ter muito o que fazer pra ajudar ela, ain, vou chorar, mentira, não vou, mas cara, que situação. E agooooora, o que vai acontecer?! Aaaaaah. 

Saudades Isis & Ariana ;) kkk

Bjoos.



Resposta do autor:

Foxx d84;d84;d84;

 

Eu tento me garantir porque vocês garantem todo o resto para mim suas lindas!

 

Aceito o seu atraso, vai, sei que vc escorrega mas não me abandona haha

O cenário inverteu agora, né, Rhian está fragilizada e a Diana tem que dar conta de tudo, da fuga, do mar, das coisas que causou, vamos ver como a nossa heroína se porta diante de tantas complicações.

Isis e Ariana de volta no próximo capítulo!

 

Bjs!



Nome: mtereza (Assinado) · Data: 24/06/2016 15:36 · Para: O jeito que ela mente

Tudo e sempre tão intenso com essa duas não tem meio termo nem calmaria entre Rhian e Diana só emoções a flor da pele rsrsrsr  


 


 


Beijjos Tess



Resposta do autor:

Oieee Tereza!!

 

Não rola mar flat entre essas duas, a coisa é sempre movimentada haha



Nome: BiaRid (Assinado) · Data: 24/06/2016 12:30 · Para: O jeito que ela mente
Aii como não amar essas duas? Essa Rhian... ai Deus! ”timo capitulo Tess *-----*

Resposta do autor:

Oieee Bia!!

É dificil não querer bem essas duas loucas que se amam tanto, não é? Haha

Que bom que curtiu o capítulo *.*



Nome: line7 (Assinado) · Data: 24/06/2016 03:35 · Para: O jeito que ela mente

Olha só  meninas chamando a gente se fodástica!  FODÁSTICA  é  vc minha linda, e o reultado do SHOW dessa estória  só  poderia ser SUCESSO...kkkkkkkk.. pura emoção  esse capítulo, a intensidade de sentimentos entre conflitos de medo, ciúme..rsss.  essa loucura toda, é  realmente delirium..😉😍. Eu fico aqui louca pra saber o que a nossa gata..fiu  fiuuu..da Isis  descobriu( eu estou analisando essa missão💡🔍)..rrsss..😙 parabéns  pelo SUCESSO  e vamos que vamos...fazem a oula aê  meninas...ooooooôh..kkkkk..as mãos  pra cima...oooooooôh..kkkkm😍💃💃👏👏👏🎉🎉🎊🎉 abraço  linda .



Resposta do autor:

Line minha linda!!

Vcs são, fodástic as demais, maravilhosas demais comigo e totalmente destruidoras de pretensões haha Depois que destruiram as 10 mil visualizações e os 200 comentários, eu estava esperando 20 mil views até o final da história e 400 comentários para ficar bonito, e já foi tudo hahahaha Vcs são demais! Compraram a minha loucura e Delirium está aqui, cada vez mais lida *.*

E pode se juntar a Isis que capítulo que vem ela está de volta, calmíssima, só que não haha Voltaremos ao trabalho de detetive que tanto te agrada ;)

Abraços minha amiga!

 



Nome: josi08 (Assinado) · Data: 24/06/2016 02:08 · Para: O jeito que ela mente

Sua história ta cada dia melhor...a gente lê e quer cada vez mais...a Rhian é demais a Diana nem se fala o casal que causa viu rsrs...



Resposta do autor:

Olá Josi!!

 

Obrigada pelos elogios! Causar é com essas duas mesmo haha

 



Nome: Pryscylla (Assinado) · Data: 23/06/2016 23:38 · Para: O jeito que ela mente

Se a Rhian não quiser mais a Diana eu estou aqui kkkkkkkkk

Eu estou ansiosa para saber o que a irmã da Diana descobriu,e tomara que nada de ruim .

Bjus =]



Resposta do autor:

Oieeee Pryscylla!!

 

Na fila de espera de Rhian Kier, estou entendendo haha

Próximo capítulo e teremos parte da resposta que vc quer ;)

Beijinhos!



Nome: albuquerqueselena (Assinado) · Data: 23/06/2016 23:04 · Para: O jeito que ela mente

Tess amiga linda *.*

Não quero sua alma, um pouco do seu tempo precioso já me basta S2 sua linda. Eu fico super feliz quando alguém aceita minha dica e lê Delirium. Isa <3 *.*

Eu estou angustiada, sinto a dor conflituosa da Rhian, deve ser tenso demais. E a Di não poder fazer nada =/

Sorte que o amor delas passa por cima de tudo isso *.*

Esse capitulo foi bem dolorido, mas eu amei. Ótima a conexão com a tempestade lá fora.

Ansiosa por mais.

PS: Di e essas aulas médicas bem vindas rsrsrs garota forte, deu banho sem tirar casquinha rsrs

Bjo amiga linda.



Resposta do autor:

Selena ♥

Vc é uma linda comigo, sempre indicando Delirium para as suas amigas, sempre elogiando a história, nem sei viu, vc é demais, moça =)

Rhian está magoada tentando não ficar magoada, tentando passar por cima, mas a verdade é que ressentimento é uma coisa que só vai embora quando quer, ou quando consegue ser expulso, veremos o que Diana conseguirá fazer a respeito ^^

Eu fico tão feliz quando alguém nota as minhas humildes licenças poéticas! A tempestade suspensa, prestes a acontecer, poderia ser uma tempestade torrencial, ou quem sabe não? Quem sabe a única garota no mundo também é capaz de parar tempestades com as mãos haha

PS: As aulas que a Diana matou sendo recompensadas, a moça aprendeu a fazer uns pontos e ainda por cima foi uma princesa dando banho na girl sem tirar casquinha rsrs

Bjs!



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.