Seu olhar por Heli


[Comentários - 29]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

19 Especial Renata
Olá, para quem não sabe meu nome e Renata, faço o segundo ano de medicina, assim que voltamos das férias eu e Luana vimos uma moça sentada  e claro nunca tínhamos visto ela por aqui, nem pela cidade, já que aqui não e uma cidade tão grande assim, nos aproximamos, e fazemos logo amizade com Éster, que por sinal e muito linda, mais linda do que Luana. 
Enquanto não entrava professor nenhum em sala ficamos conversando, e não demorando muito ouvi a voz de Lucas atrás de mim, falando direto com Éster.Como ele a conhecia, será que ela também, era mais uma peguete de Lucas, com quem eu teria que aguenta vê ele de chameguinho, não tive como controla aquele pequeno ciúmes que tive, mas eu tive que me controla para não demostra, eu gosto de Lucas deste o ensino médio, mas ele nunca me deu bola, e a primeira vez que fiquei com ele foi, na formatura do médio, mas ele falou que não queria nada serio comigo, mas sempre que ele quisesse ele me procuraria, eu não sei até quando vou aceita isso, na verdade não era para mim nunca ter aceitado, mas como eu gosto muito dele acabei por aceite.
Quando meu celula tocou, olhei no visor e, era Lucas ligando e atendi
Ligação on
Lucas: Oi Amorzinho?
Meu coração faltou sair pela boca, quando ele me chamou de Amorzinho, Lucas nunca tinha me chamado assim.
Renata: Oi amor, tudo bem?
Lucas: Quer vim aqui em casa fica comigo? estou sozinho!
Como sempre Lucas foi direto no ponto, ele nunca tinha me convidado para ir em sua casa, mas também fiquei com um pé atrás, se ele só queria apenas ir para a cama comigo, por não ter ninguém em sua casa.
Renata: Vou ai sim, mas o que você quer Lucas?
Lucas: Espero você!
Renata: mas.....
Ligação off
Lucas não esperou eu fala, e foi encerrando a ligação.
Como eu estava em casa, tomei um banho, me arrumei e fui para a casa de Lucas, assim que cheguei lá toquei a campainha e uma senhorinha atendeu.
- Oi, o que desejá mocinha?
Se veio uma senhora atende que dizer, que Lucas não quer ir só para a cama comigo, meus olhos brilharam ao pensa que até que enfim, Lucas iria querem algo comigo.
- Lucas me pediu para vim aqui com ele.
- Você e Renata?
- Sim!
- O menino Lucas, espera você no quarto dele.
- Ham sim!
Lhe dei um sorriso sem graça, e a senhorita me explicou onde ficava o quarto dele, assim que cheguei na porta de seu quarto dei uma batidinhas de leve e escuto Lucas manda entra e assim faço.
- Oi Lucas, vim o mais rápido que eu pude.
- Tudo bem, vem aqui.
Lucas me puxou para senta em sua cama com ele, e assim fiz 
- O que foi Lucas? Você esta estranho, aconteceu alguma coisa?
- Renata, você quer namorar comigo?
Fiquei de boca aberta, eu sempre quis namorar sério com Lucas, mas ele nunca quis, e sempre falava que ele não era de uma só, e eu toda feliz fui falando beijando seu rosto
- aceito,aceito 
Mas Lucas me segurou pelo ombro me afastando falando
- Mas para namoramos, você terá que prova que e merecedora disso.
Fiquei confusa com o que ele disse, e com um meio fio na voz falei
- Como assim?
- Você terá que me ajuda a prega um trote em Éster.
- Mas, por que agora, não era para ter feito essa pegadinha de Faculdade quando ela chegou?
Lucas meio nervoso 
- Se você quer namora comigo, tem que fazer tudo que eu mando, se não vai embora e nunca mas olhe em minha cara.
Olhei para Lucas assustada, nunca tinha visto ele daquele jeito me levantei, me aproximando dele 
- eu te ajudo Lucas, mas o que você vai fazer? 
- com isso você não tem que se preocupa, só tem que levar Éster até ao estacionamento, o resto e comigo!
Eu percebi que Lucas estava um pouco diferente, mas não quis deixa ló, mas nervosa
- OK! Meu amor
Falei lhe dando um beijo na boca, que fui logo retribuída do mesmo jeito, mas não demorou muito Lucas disse que queria fica sozinho, e estranhei um pouco por que ele disse para mim não fala para ninguém da gente até ele fazer a pegadinha na Éster, e concordei com meu namorado, fui para casa pensando e como faria isso, eu não sou tão próxima de Éster, como Luana é, então teria que dar um jeito nisso.
Na terça feira assim que cheguei na Faculdade vir Luana e Éster indo para a cantina, e fui atrás delas, não demorando muito para alcança las
- bom dia! Meninas
- bom dia 
Éster e Luana responderam juntas
- posso tomar café com vocês?
- pode sim!
Éster respondeu me dando um sorriso. Assim que pegamos nosso café formos senta 
- Então Éster, esta curtindo a cidade? A faculdade?
Perguntei querendo me aproxima dela
- Estou gostando sim, e também gosto da faculdade, mas vou mudar para semana, hoje vou visitar outra faculdade 
- por que? 
Perguntei ansiosa de mais
- O que foi Renata? Por que quer sabe tanto da vida de Éster? Quer entra para o time? 
Falou Luana
Já eu tinha que fala alguma coisa, não poderia fala de Lucas, se não ele não me perdoaria.
- Não e nada disso Luana, e não sei que time você está falando, só quero me aproxima mais de Éster, ela e uma pessoal tão legal, apenas quis sabe.
Luana começou a rir de mim tanto explica minha pergunta 
- Você e muito engenua Renata, como não sabe que time tou falando?
- realmente não sei!
Fiz cara de emburrada, me encolhendo na cadeira, agora fazendo as duas rirem, assim que acabou as risadas Éster falou 
- Vou para outra Faculdade por causa de uns problemas Renata, minha tia trabalha aqui também e acho que e melhor assim, e sobre o time, e que eu gosto de uma mulher maravilhosa.
Regalei meus olhos com o que Éster falou, nunca imaginaria Éster gostando de mulher, mas se isso lhe faz feliz respeito ela, como respeito e sou amiga de Luana 
- Que bom fico feliz por você, muitas felicidades para você e, essa mulher maravilhosa que você está, e parece que nos todas estamos ficando comprometidas.
Falei
- Você esta namorando? Renata
Depois que Luana me perguntou que me dei conta do que eu falei.
- Acho que sim!
- Não vai me dizer que você esta namorado aquele safado do Lucas? 
Meu coração foi na boca, e senti minhas mãos suarem de nervosa, mas quem falou primeiro foi Éster.
- Você está com aquele moleque Renata? Ele não vale o prato que come.
Essa hora me deu uma raiva de Éster, como ela fala assim dele, mas tinha que me controla.
- Na..não estou e um rapaz de um outro curso.
Menti para elas, se não Lucas não poderia me querer mas.- E melhor assim, você merece alguém melhor
Falou Luana
- também concordo, ele não presta andou me ameaçando.
Éster falou, mas como assim andou ameaçando Éster, será que era ameaça de fazer trote nela, por isso ela quer sair da faculdade preciso fala com o Lucas.
Fiquei mais um pouco, para as meninas não desconfiarem, e quando me levantei falei que precisava ir ao banheiro, e assim fiz fui até lá para ligar pro Lucas.
Liguei mas ele não atendia, e mandei uma mensagem falando que precisava fala com ele, e não demorou muito ele mandou de volta mandando encontra ele no estacionamento, e fui até lá sem ninguém me ver.
- Lucas, que historia e essa de você está ameaçando Éster?
- quem te falou isso? Renata
- A Éster.
- hawww, claro que não meu amor!
- se não e verdade por que ela diria isso?
- Você prefere acredita em mim ou nela que conheceu pouco tempo em Renata?
Lucas falou com a voz alterada
- Em você!
- Melhor assim, e quando você vai trazer Éster qui?
- Lucas, não e melhor deixa isso para lá? Éster vai sair mesmo da faculdade.
- como assim? Ela vai sair.
- ela falou para mim e para Luana que vai procura hoje outra faculdade.
- Não acredito, que desgraçada 
Lucas falou dando soco no volante do carro, já que estavamos conversando dentro para ninguém nos ver no estacionamento juntos.
- Então tenho que ser rápido, traga ela amanha aqui, se não estará tudo acabado me entendeu?
Lucas falava com voz alterada, me deixando com medo
- você vai querer machucar  Éster?
Falei com um fio na voz, não me lembrava desse Lucas, eu não estava reconhecendo aquele menino do médio diante de mim, ou eu que nunca vir. Ele me olhou com ódio nos olhos e me dei um tapa
- Nem para isso você presta, olha aqui Renata ou você trás Éster aqui, ou quem vai pagar vai ser você! 
Com medo dele balancei a cabeça concordado, e sair do carro indo para o banheiro chorar, esse dia não assistir as aulas fui para casa, e fiquei pensando no que fazer, passei a noite em branco, e resolvi ir cedo para faculdade, assim que desci do táxi, ouvi um carro buzina para mim, quando olho vejo que e Lucas, e fui andando para sala de cabeça baixa, já imaginando que ele estaria no Estacionamento esperando eu leva Éster

Notas finais:

Ja estou chegando nos capítulos finais 

 

No próximo capítulo já voltou com Carla e Éster



Comentários


Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.