O cotidiano do amor por Sorriso


[Comentários - 5]   Impressora Imprimir Capitulo ou História - Lista de Capítulos

- Tamanho do Texto +

 

-Você o quê ta doida por que não dormiu com ela ?

 

-Não Virginia, não é assim que vou conseguir algo com a Vanessa, ela e diferente.

 

-Estou achando que essa aposta estar indo longe demais.

 

-Disso que quero falar com você, não vai haver mais aposta alguma não posso fazer isso com os sentimentos dela.

 

-Maravilha acho que vai ter que me pagar aquele jantar.

 

Sorriu pra mim - Ta bom pago tudo que você quiser.

 

-Mais ai você gostou das festa dos nerds ?

 

-Não é uma festa e um evento, até que foi legal.

 

-Quem te viu quem te ver Renatinha gamada na Nerd solitária.

 

Virginia saiu de trás do balcão colocando umas telas novas na vitrine embora acho que tudo isso serviu apenas pra nós unir.

 

-Não chame ela assim.

 

-I ta bom calma, mais agora o que você vai fazer com o medico bonitão.

 

-Deixá-lo no vácuo talvez, sabe como são esses homens ainda mais medico sempre ocupado com isso e com aquilo.

 

-Hum pensei que desta vez você fosse se dar bem sabe.

 

Estava mexendo no celular distraída pensando que a deixei ainda dormindo em sua cama.

 

Vanessa e eu caímos no sofá e começamos a nós beijar, mas foi por pouco tempo logo ela falou algumas coisas e desmaio.

 

Não me irritei ou Falei mal mentalmente tadinha tinha bebido demais, lembro de ter carregado ela e levado pro quarto tirei sua roupa a deixando de top e calcinha.

 

Ao lado encontrei um bloco de notas e deixei a notado tudo o que aquela noite tinha significado pra mim é que um dia voltaríamos a nós encontramos.

 

-Hello terra chamando ?

 

-Hã desculpa estava distraída.

 

-Sabe já que você não estar cem por cento certa das coisas vamos optar pra ir a uma cartomante?

 

-A não essa gente que trás o amor em sete dias to fora.

 

-Veja pelo lado bom vai que a Samara é sua alma gêmea e você não sabe.

 

-Ra Ra engraçadinha você hein.

 

-Vamos vai ser interessante, eu pago é você escolhe pra não pensar que foi treta minha.

 

-Tudo bem, Virginia se divertia enquanto procurava por uma charlatona na internet.

-Não acredito que estou fazendo isso.

 

-Encontrou ?

 

-Sim uma tal de madame jurema, fica aqui perto.

 

-Ótimo vamos depois do almoço.

 

 

Acordei com uma dor de cabeça enorme abri os olhos devagar estava em meu quarto apenas com minhas peças intimas, mas não me recordo de ter entrado nele.

 

Ao lado um remédio água e um bilhete, bebi imediatamente o remédio enquanto lia atentamente o bilhete.

 

Sei como vai acordar hoje garanto já passei por isso, amei o evento e tudo que rolou espero nos vermos por aí novamente minha super gril.

 

-Mulher gato sorri ao lembrar do seu nome.

 

Fiquei um bom tempo na cama tentando lembrar do que tivera acontecido entre nós, mas nada se essas paredes falassem me ajudaria um pouco.

 

 

Depois do almoço fomo atrás dessa madame jurema que por sinal fica um pouco longe do centro.

 

Sua loja era a de esquina chegamos e sentimos um cheiro forte de incenso de lavanda.

 

-Não to gostando disso.

 

Uma mulher veio falar com a gente e disse que podíamos entrar, ao entrar no recinto estava sentada e pediu gentilmente que sentássemos.

 

-No que posso ajudar ?

 

-Tu não é vidente, então.

 

-Virginia para com isso.

 

-Deixe-a, já estou acostumada, mas estou aqui pra ajudar sua amiga não ver o futuro.

 

 

-Qual o seu nome querida ?

 

-Renata.

 

Isso estava me cheirando à treta das brabas ela jogou lá as pedrinhas e começou a falar.

 

-Algo estava oculto e foi revelado a você.

 

Eu e Virginia nós olhamos e continuamos a escutar o que dona jurema falava.

 

-Uma pessoa estar entre vocês, um laço as unem, mas ele deve ser cortado.

 

-CACETE É A SAVANA!

 

Então ela continuou.

 

 

-Algo não fluiu bem desde o passado, mas essa mesma coisa vai te atingir é não saberá lidar com isso muito bem.

 

 

-É de morte ?

 

 

-Não, é algo mais interno da própria pessoa que não pode ser desfeito muito menos mudado.

 

 

-Ta mais o que ela tem que fazer?  Indagou minha amiga.

 

 

-Ou ela segue o coração ou o corpo, mas tem que dar mais razão aos sentimentos e se esperta, pois vão tentar atingi-la.

 

 

-A Savana  anda muito quieta.

 

-Será que ela vai tentar algo ?

 

-Talvez.

 

Paguei a moça e fomos embora tudo aquilo ficou em minha cabeça.

 

-É algo que não se pode mudar, tem que saber se a Vanessa sabe estar doente.

 

-Não quero pensar nessa hipótese Virginia.

 

Seu celular tocou era o namorado me despedi da mesma e caminhei em direção ao prédio.

 

Fiquei um bom tempo olhando pra ele respirei fundo e subi, cheguei em nosso andar rapidamente passando pela porta de entrada e batendo em sua porta.

 

 

Ao abri-la Vanessa estava descalça usando um short justo e um camisão longo branco deixando os ombros a mostra com o cabelo preso em um rabo de cavalo.

 

 

-Renata, entra.

 

 

Bati a porta atrás de mim enquanto a mesma se virava me perguntando se queria beber algo ou comer algo.

 

 

-Vanessa não vou deixar mais ninguém nós distanciar.

 

Ela me olhou confusa - Do que estar falando ?

 

Aproximei-me  o máximo deixando contra a parede com a luz da cozinha iluminando aquele pele branca e macia.

 

 

-É disso tudo que preciso da sua infantilidade da sua vida certinha dos filmes clássicos bobos é desse seu olhar indecifrável de agora.

 

Acaricie seu rosto o calor do seu corpo estava na temperatura ideal igual o meu, podia sentir a nossa química e vibração.

 

-Renata eu..

 

-Shhh, Eu quero você pra mim.

 

E a beijei colando nossos corpos ainda mais o beijo foi duplamente melhor que o de ontem, mas nosso desejo ainda continuava o mesmo suas mãos seguraram forte minha cintura enquanto apertava sua nuca querendo que o beijo durasse mais tempo, nossas línguas se encontrando se chupando já sentia um leve incomodo interno e uma umidade se tornando presente.

 

Ao cessar o beijo respiramos fundo e em nenhum momento ela me afastou ficamos nos olhando-me meio a caricias e sorrisos.

 

-Tem certeza disto ?

 

-Tenho minha Super gril.

 

-Mulher Gato ?

 

-Miau.

 

 

 

 

 

Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.