Comentários para Andarilha

Nome: rhina (Assinado) · Data: 23/06/2016 · Para: Andarilha

Olá. 

Suas poesias relatam muito amor. 

Mas ao mesmo tempo és enigmático. 

Deixa tudo as claras mas não clareia de modo definitivo as coisas. 

Ah! Senhora poetisa. Que com suas palavras embeleza meus dias 

Não me tire a euforia de a ti surpreender. 

Mas acho que fica cada vez mais difícil 

Pois poeta não sou. De amor não sei falar. 

Existe tantas dúvidas em meu coração que. Nem consigo enumerar. 

Então dona poeta pelas belezas que escreve parabéns. 

Beijos. 



Resposta do autor:

Bela e doce és tu, linda moça que com bons olhos e o puro coração le meus escritos. Pequenos poemas que sairam de tão magoado coração.  Em noites frias onde cicatrizes ainda escorriam suas lamúrias. São apenas transcrições de um tempo que se foi. Poeta também não sou. Sou aquela que dá voz e vez ao que esconde o coração.  



Nome: MCTA (Assinado) · Data: 16/09/2015 · Para: Andarilha

Seus poemas são sempre lindos! Se no peito dessa cigana ainda existe amor, um dia ela há de poder vivê-lo com quem lhe despertou tal sentimento. O amor verdadeiro entre dois corações ainda que demore vidas, sempre encontra uma maneira de poder ser vivido plenamente. Seu poema mecheu comigo, todos temos que as vezes nos tornarmos andarilhas por um tempo. 



Resposta do autor:

Obrigada. No peito dessa cigana coube muitas paixões, mas ela sentiu a necessidade de devotar o amor que lhe é guardado e por alguém se deixar ser amada. O amor verdadeiro transcende vidas e por mais que o tentem impedi-lo de concretizar-se ele sempre o fará. Somos andarilhos.



Você deve fazer login ou se cadastrar para comentar.